FOTO CAPA

FUTEBOL PEQUENO PARA QUEM QUER MAIS

Publicado às 21:08 deste domingo, 14 de agosto de 2022

(*) Por Pedro La Rocca

Diante de um confronto direto na luta pela vaga na Libertadores, o Santos joga mal e perde por 1x0 para o América-MG, fora de casa. Pedrinho marcou para os mandantes e selou a derrota Santista neste domingo (14). O Peixe finaliza a 22ª rodada na décima colocação, com 30 pontos.

O técnico Lisca repetiu a escalação que utilizou na última segunda-feira (08), onde optou por pontas de velocidade e que auxiliassem taticamente e uma trinca de meio-campistas que oferecem sustentação no corredor central.

Ainda que a ideia do treinador fosse boa e foi crucial nos quatro pontos conquistados nos últimos dois jogos, não deu certo nesta partida, pois o adversário possui qualidade inferior e devia ser atacado com jogadores com características de presença ofensiva.

Perdendo duas oportunidades no início de partida, foi surpreendido com um contra-ataque letal do adversário, que encontrou um buraco no corredor direito e abriu o placar aos 14 minutos. Um início com baixa qualidade no campo ofensivo.

O gol sofrido só fez o Peixe cair de produção no último terço, onde errava em momentos cruciais do ataque. Os 58% de posse de bola não foram convertidos em grandes chances, já que o time carece de criadores de jogadas.

No segundo tempo, a posse de bola subiu (63%), ao contrário dos lances de perigo, que o Peixe teve apenas um em 49 minutos de etapa final. O empate ficava cada vez mais longe do Alvinegro.

Ainda que o técnico Lisca fez mudanças nas posições corretas, não corresponderam em campo.

Uma equipe que necessita de uma melhora no último terço do campo (Soteldo e Carabajal podem ajudar) e perde mais três pontos por erros cruciais numa partida.

Derrota amarga não só pelos pontos perdidos, que farão falta na briga pela vaga na Libertadores 2023, mas também pela atuação péssima, o que não refletiu a evolução recém vista na equipe de Lisca.

O Peixe terá uma semana importantíssima para trabalhar e corrigir os erros, já que no próximo domingo (21), terá o clássico e confronto direto contra o São Paulo, na Vila Belmiro.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG 1 X 0 SANTOS

Competição: Campeonato Brasileiro, 22ª rodada

Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior

Gol: América-MG: Pedrinho (14' do 1T)

AMÉRICA-MG: Matheus Cavichioli; Raul Cáceres (Patric), Iago Maidana, Éder e Marlon; Juninho, Lucas Kal e Benítez (Alê); Pedrinho (Felipe Azevedo), Everaldo (Matheusinho) e Henrique Almeida (Wellington Paulista).
Técnico: Vagner Mancini

SANTOS: João Paulo; Madson, Maicon, Bauermann e Felipe Jonatan; Rodrigo Fernández (Camacho), Zanocelo (Luan) e Sánchez (Sandry); Lucas Barbosa (Ângelo), Marcos Leonardo (Angulo) e Lucas Braga.
Técnico: Lisca
Bauermann foi o melhor do Santos na partida

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS

João Paulo - Pouco exigido. Continua sendo o mais seguro da defesa. - 6,0

Madson - Com dificuldades na marcação e no campo ofensivo. Falhou expressivamente no gol da derrota. - 4,0

Maicon - Partida insegura do zagueiro, que teve dificuldades durante a partida. - 5,0

Bauermann - O único da linha defensiva que ofereceu segurança ao gol do João Paulo. - 6,0

Felipe Jonathan - Não comprometeu. - 5,5

Fernández - Diante do resultado negativo, teve dificuldades em iniciar as jogadas. - 5,0

Zanocelo - Escondido em campo e, como segundo volante, não auxilia na marcação. - 4,5

Sánchez - Caiu fisicamente durante a partida e foi muito  abaixo. - 4,5

Barbosa - Pecou em algumas tomadas de decisão, sendo lento com a bola no pé. - 4,0

Marcos Leonardo - Sem algum jogador que crie jogadas, não consegue evidenciar sua maior qualidade, a finalização. - 5,0

Lucas Braga - Algumas tomadas de decisão equivocadas e partida fraca tecnicamente. - 4,5

Sandry - Em alguns momentos erra nas escolhas, ainda que tenha qualidade com a bola. - 5,5

Ângelo - Evoluiu durante os 32 minutos que atuou. O único que cria espaços na equipe. - 5,5

Luan - Fez sua estreia com a camisa do Santos. - SEM NOTA

Camacho - SEM NOTA

Angulo - SEM NOTA

(*) Pedro La Rocca - Estudante de jornalismo e comentarista na Web Rádio Piabanha


Leia Mais »

SOTELDO É DO SANTOS

Publicado às 13:33 desta quinta-feira, 11 de agosto de 2022

(*) Por Pedro La Rocca

Por volta das 10 horas da manhã desta quinta-feira (11), Santos e Soteldo finalizaram o acordo de empréstismo, e o Venezuelano está de volta à Baixada Santista. Esta será a sua segunda passagem pelo Peixe, sendo a primeira entre 2019 e 2021.

O Santos acordou um empréstimo até o final de julho de 2023, com valor de compra fixado pelo atacante. 

A negociação avançou a partir do interesse Santista e da necessidade de abertura de uma vaga de estrangeiro no Tigres-MEX, clube detentor dos direitos do Soteldo. Os mexicanos fecharam a contratação do zagueiro Samir, ex-Flamengo.  

Conforme apurou o  Blog do Ademir Quintino, o salário do jogador foi acertado entre Santos e Soteldo, sem intervenção do Tigres. Os valores foram fechados na casa dos R$ 450 mil (ele abriu mão de parte do sálario que ganhava no México para ser jogador do Santos), algo em torno do que ganhava o Baptistão, recém vendido ao Almería-ESP.

Soteldo chega para retomar o uso da camisa 10, que está livre desde a saída do Goulart.

(*) Pedro La Rocca - Estudante de jornalismo e comentarista na Web Rádio Piabanha


Leia Mais »

DOIS JOGOS SEM TORCIDA

Publicado às 14:54 desta quarta-feira, 10 de agosto de 2022

(*) Por Pedro La Rocca

Na manhã desta quarta-feira, ocorreu o julgamento ao Santos, em relação ao processo feito pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) pelas invasões e bombas atiradas no gramado na partida válida pela volta das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Corinthians, no dia 13 de julho.

O Peixe foi processado no artigo 213, que conta com punições financeiras (de R$ 10 mil até R$ 100 mil) e perda de mando de campo (até 10 jogos).

O Santos foi punido com dois jogos sem público na Vila Belmiro (em partidas válidas pela Copa do Brasil) e multa de R$ 35 mil, sendo R$ 5 mil pelos sinalizadores (descaracterização para o artigo 191), R$ 10 mil pelas invasões (inciso 3 do artigo 213) e R$ 20 mil pelas bombas atiradas ao gramado (inciso 2 do artigo 213).

O Santos conseguiu a baixa pena, por apresentar os nomes dos infratores à justiça, o que consta no artigo 213, inciso 3:

"a comprovação da identificação e detenção dos autores da desordem, invasão ou lançamento de objetos, com apresentação à autoridade policial competente e registro de boletim de ocorrência contemporâneo ao evento, exime a entidade de responsabilidade, sendo também admissíveis outros meios de prova suficientes para demonstrar a inexistência de responsabilidade."

(*) Pedro La Rocca - Estudante de jornalismo e comentarista na Web Rádio Piabanha

Leia Mais »

SANTOS NEGOCIA RETORNO DE SOTELDO

Publicado às 20:14 desta terça-feira, 09 de agosto de 2022

(*) Por Pedro La Rocca

Desde a saída do Ricardo Goulart, há cerca de um mês atrás, o Peixe busca um novo dono para a pesada camisa 10. Depois de algumas negativas durante o final do mês de julho, o Santos está perto de contratar Yeferson Soteldo.

O Tigre-MEX, seu clube atual, precisa de uma vaga para estrangeiro, já que está acertado com o zagueiro Samir do Watford-ING, revelado pelo Flamengo. O escolhido para ser negociado foi o Venezuelano, que foi oferecido ao Santos.

Conforme informado com exclusividade pelo Blog do Ademir Quintino, os mexicanos querem que o Santos pague integralmente o salário do atleta. A diretoria Alvinegra, porém, só quer pagar uma parte do sálario.

A questão financeira será o estágio final da negociação, já que as duas partes estão dispostas a realizarem a negociação por empréstimo.

Se a vinda do venezuelano for concretizada, será sua segunda passagem pela Vila Belmiro. Na primeira, entre 2019 e 2021, Soteldo foi vice-campeão brasileiro em 2019 e da libertadores de 2021.

(*) Pedro La Rocca - Estudante de jornalismo e comentarista na Web Rádio Piabanha

Leia Mais »

ATÉ O FINAL PELOS TRÊS PONTOS

Publicado às 23:01 desta segunda-feira, 08 de agosto de 2022

(*) Por Pedro La Rocca

Um gol aos 48 minutos da segunda etapa, marcou a vitória do Peixe por 2x1, na noite desta segunda-feira (08). Madson e Angulo marcaram os gols do Santos, enquanto Léo Gamalho fez o gol dos mandantes. Com a vitória, o Peixe encerra a 21ª rodada na nona colocação, com 30 pontos.

Em sua terceira partida no comando Santista, o técnico Lisca alcançou sua primeira vitória depois de dois empates seguidos.

A etapa inicial da partida foi de qualidade técnica questionável, onde as duas equipes não se agrediram e fizeram jogo desprezando a posse da bola. 

Se via pouca verticalidade no lado Alvinegro, tendo em vista a escalação de jogadores com essa característica (Lucas Braga e Lucas Barbosa).

Para que saísse com a vitória o Peixe precisava agredir o frágil sistema defensivo adversário, que possui a segunda pior defesa da competição. A segunda etapa precisava ter qualidade técnica nivelada à competitividade defensiva.

Diferente dos 45 minutos iniciais, o Peixe quis jogar no começo do segundo tempo e começou a levar perigo ao gol de Alex Muralha, até abrir o placar, aos dois minutos.

Após cruzamento de Sánchez na medida para Madson, o lateral cabeceia no canto esquerdo da rede. O gol saiu em momento perfeito para levar ânimo à equipe, que contudo, resolveu recuar as linhas depois da abertura do placar.

Como o futebol não tolera desaforo e a bola pune, os mandantes empataram aos 12 minutos, em cruzamento de Thonny Anderson, que encontrou Léo Gamalho sem marcação dentro da área Alvinegra.

Após o gol de empate, o jogo ficou aberto, o Peixe voltou a ser ofensivo e era seguro na defesa. Porém, o que carimbou a vitória do Peixe foram as mudanças do Lisca (apesar de demorar para mexer), que colocou Ângelo e Angulo, em duas oportunidades de mudança.

Após contra-ataque puxado pelo camisa 11, o garoto encontra Angulo dentro da área, que finaliza no canto esquedo, concretizando a vitória Alvinegra.

O time na mão do Lisca, já mostra evolução. Um time que agora possui proposta de jogo, que dá confiança para os garotos serem alegres jogando futebol e principalmente dá segurança na defesa.

Ainda que o time oscile durante o jogo, os momentos bons são mais visíveis e aparecem com frequência.

O Santos volta a campo no próximo domingo (14), quando enfrenta o América-MG fora de casa, às 18 horas.

FICHA TÉCNICA
CORITIBA 1 X 2 SANTOS

Competição: Campeonato Brasileiro, 21ª rodada.

Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR)

Árbitro: Paulo Cesar Zanovelli da Silva (MG)

Cartões amarelos: Hernán Pérez, Willian Farias e Alef Manga (Coritiba); Maicon, João Paulo e Lucas Braga (Santos)

GOLS: Léo Gamalho, aos 11 do 2ºT (Coritiba); Madson, 1 do 2ºT  e Angulo, aos 47 do 2ºT (Santos);

CORITIBA: Alex Muralha; Matheus Alexandre (Natanael), Henrique, Luciano Castan; Guilherme Biro, Willian Farias, Bruno Gomes, Trindade (Thonny Anderson); Hernán Pérez (Nathan), Alef Manga (José Hugo) e Léo Gamalho (Adrián Martínez)
Técnico: Gustavo Morínigo

SANTOS: João Paulo; Madson, Maicon, Bauermann e Felipe Jonatan; Rodrigo Fernández, Zanocelo (Bruno Oliveira) e Sánchez (Balieiro); Lucas Barbosa (Ângelo), Marcos Leonardo (Angulo) e Lucas Braga
Técnico: Lisca

Lisca conquistou sua primeira vitória no comando do Peixe

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS

João Paulo - Bem quando exigido. - 6,0

Madson - Boa partida do lateral, que fez o gol a partir da sua principal característica, o cabeceio. - 7,5

Maicon - Seguro e pouco sofreu. - 6,0

Bauermann - Diante da boa fase, não manteve nesta partida e acabou falhando no gol, marcando a bola e não o atacante rival. - 5,0

Felipe Jonathan - Jogando com bola seu futebol cresce muito. Tecnicamente possui qualidade. - 7,0

Fernández - Importante taticamente e protege bem a zaga. - 6,0

Zanocelo - Não vem rendendo e acabou sendo inexistente no campo ofensivo. - 4,5

Sánchez - Foi quem mais deu dinâmica à equipe. - 6,5

Lucas Barbosa - Limitou-se à marcação. - 6,0

Marcos Leonardo - Pouco foi abastecido para finalizar. - 5,5

Lucas Braga - Cansou durante a partida, onde ajudou mais na marcação. - 5,5

Ângelo - Aos poucos melhora a tomada na decisão. Assistência crucial no segundo gol da vitória. - 7,0

Balieiro - Jogou apenas 10 minutos, onde pouco participou. - SEM NOTA

Angulo - Autor do gol decisivo na noite desta segunda, marcando após mais de um mês. - 7,0

Bruno Oliveira - Pouco participou. - SEM NOTA

(*) Pedro La Rocca - Estudante de jornalismo e comentarista na Web Rádio Piabanha

Leia Mais »

JOÃO PAULO: A BASE FAZ DIFERENÇA NA CARREIRA

Publicado às 19:26 desta quarta-feira, 03 de agosto de 2022

(*) Entrevista por Pedro La Rocca

Na noite da penúltima segunda-feira (25), o goleiro João Paulo esteve presente na abertura da Copa Gremetal. No evento, o goleiro concedeu entrevista exclusiva ao Blog Do Ademir Quintino.


"Eu vim aqui para trazer um pouco de alegria para eles né, para terem um pouco desse contato com nós jogadores e no futsal que é tão importante no futebol. Eu comecei no futsal também, assim como grandes jogadores e espero que eles possam aproveitar, antes de tudo. É uma fase que passa rápido né, logo vem as responsabilidades. Hoje em dia só jogam futebol por diversão, depois vem a responsabilidade. Espero ajudar muito eles, que façam um grande campeonato e quem sabe saírem alguns craques."

 

O destaque Santista nas últimas duas temporadas afirmou que seus dois títulos da Copa São Paulo de Futebol Júnior foram cruciais na sua jornada no Peixe.


"A Copa São Paulo é o campeonato mais visado da base, então para mim, foi de suma importância ter sido campeão com os meus companheiros, foi uma oportunidade muito grande ter estabelecido um plano de carreira dentro do clube. Com certeza, você poder começar num clube e crescer aos poucos dentro dele faz uma diferença, desde a base. Eu ainda cheguei um pouco tarde no Santos, cheguei no sub 17, mas tem gente que chega no sub 11, sub 13, com certeza isso faz total diferença no plano de carreira", afirmou o goleiro do Alvinegro Praiano.


Capitão desde o fim da temporada 2021, o camisa 34 ainda deu detalhes sobre seu sentimento em vestir a pesada faixa de Zito.


"Sem dúvida alguma, é um peso enorme. Uma grande responsabilidade, estar representando um clube gigantesco, com uma história maravilhosa, é onde o maior de todos os tempos jogou. Com certeza é uma grande responsabilidade, mas eu procuro trabalhar e levar da melhor maneira possível. Prefiro ficar bem tranquilo, porque sei que estou preparado."

Ídolo e muito querido pela Nação Santista o goleiro coleciona ótimas atuações, além de ser líder e conduzir a reconstrução Santista. O goleiro recentemente ganhou seu espaço no Memorial das Conquistas, deixando exposta sua luva de jogo autografada.

(*) Pedro La Rocca - Estudante de jornalismo e comentarista na Web Rádio Piabanha

Leia Mais »

DATA DO JULGAMENTO DA VILA CONFIRMADA

Publicado às 13:37 desta terça-feira, 02 de agosto de 2022


(*) Por Pedro La Rocca

Na manhã desta terça-feira (02), o STJD (Supremo Tribunal de Justiça Desportiva) marcou a data do julgamento Santista, após invasão no gramado da Vila Belmiro em partida contra o Corinthians no dia 13 de julho, válida pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. O orgão de justiça confirmou a data para o dia 10 de agosto.

Após denúncia da Procuradoria do STJD, o Peixe foi incluso no artigo 213, parágrafos I, II e III. O artigo 213, conta com pontos chaves para o futuro da temporada Santista, como perda de mando de campo, de um a 10 jogos e multa de 100 a 100 mil reais.

O Peixe, contudo, pode ter "carta na manga" para diminuir ou até mesmo se livrar da punição. O Código Brasileiro de Justiça Desportiva diz que "a comprovação da identificação e detenção dos autores da desordem, invasão ou lançamento de objetos, com apresentação à autoridade policial competente e registro de boletim de ocorrência contemporâneo ao evento, exime a entidade de responsabilidade, sendo também admissíveis outros meios de prova suficientes para demonstrar a inexistência de responsabilidade."

Horas depois do ocorrido, o Peixe lançou uma nota oficial, desculpando-se pela situação:

"O Santos FC lamenta os fatos ocorridos ao final da partida contra o Corinthians, na noite de quarta-feira (13), na Vila Belmiro. O Clube não pode compactuar com atitudes agressivas, contra tudo o que o esporte prega, e lamenta ter sido palco para que vândalos travestidos de torcedores agissem como marginais.

Leonardo Valeriano de Souza, Lucas da Silva Ramos, Cristopher Barbosa Barcelos, Matheus da Silva Pereira e Gabriel Andrade dos Santos foram detidos e identificados pela Polícia Militar, já tendo sido elaborados os respectivos Boletins de Ocorrência com a aplicação de pena restritiva de direitos aos mesmos, consistente em multa pecuniária em favor do Estado, denúncia junto ao Ministério Público.

Dos cinco, o Santos FC já identificou que Gabriel Andrade dos Santos pertence ao quadro de sócios do Clube e iniciará o processo de expulsão. Eventuais danos financeiros que o Clube venha a sofrer, em razão dessa ocorrência, serão cobrados judicialmente dos infratores.

O Santos FC se desculpa com toda a sua torcida, com os atletas do time adversário, com a CBF e com o público em geral que assistiu a esses atos inaceitáveis".

(*) Pedro La Rocca - Estudante de jornalismo e comentarista na Web Rádio Piabanha

Leia Mais »

UMA POSTURA DIFERENTE

Publicado às 23:42 desta segunda-feira, 01 de agosto de 2022

(*) Por Pedro La Rocca

Em partida com quatro gols, o Peixe empata em 2x2 com o Fluminense, na Vila Belmiro. Nos 90 minutos desta segunda-feira (01), Luiz Felipe e Marcos Leonardo marcaram os gols do Peixe, enquanto Ganso e Arias marcaram para os cariocas.

Este jogo marcou a estreia do técnico Lisca na Vila Belmiro, que já ousou com duas mudanças na equipe titular. Fernández e Baptistão deram vaga ao Camacho e Lucas Barbosa.

O Peixe teve exatos sete dias sem partida, exclusivos para treino. O tempo livre surtiu efeito para o novo técnico, que enviou uma equipe com postura agressiva, oferecendo muita dificuldade à equipe que é terceira colocada no campeonato.

Com um bom início de partida, o Alvinegro abriu o placar. Após cruzamento e desvio na área, Luiz Felipe ganha do zagueiro e faz o primeiro tento do Peixe. O gol coroou a postura que o Santos entrou, diferentemente das últimas partidas, onde era coadjuvante.

O primeiro tempo Santista foi positivo pelo gol e pela postura defensiva adotada, onde anulou os 69% de posse de bola adversária, que pouco levou perigo ao gol do João Paulo.

O Peixe segurou o resultado até os 26 minutos, quando o Ganso marcou de pênalti, após infração cometida pelo Sandry.

Não demorou muito para o Santos sofrer a virada, que saiu um minuto depois, aos 27. Após lançamento vindo da defesa, a bola bate nas costas de Cano e sobra para Arias que chuta no canto do gol do João Paulo.

Mostrando competitividade, o Santos conseguiu chegar ao empate aos 40 minutos. Após passe de três dedos do Fernández e cruzamento rasteiro de Ângelo, Marcos Leonardo marca seu oitavo gol no Brasileirão.

O empate desta segunda-feira (01), mostrou que o time evoluiu após semana de treinamento. Mais agressivo, dando menos espaços ao adversário, porém levou gols em momentos de desatenção, o que esta partida não aceitava.

Mesmo tendo metade da posse de bola (33%x67%), o Peixe soube anular o bom futebol do adversário. Além da desatenção, uma ligação com mais qualidade ao ataque dariam a vitória ao Peixe.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 X 2 FLUMINENSE

Competição: Campeonato Brasileiro, 20ª rodada

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)

Cartões amarelos: Camacho, Madson (Santos); Caio Paulista, André (Fluminense)

GOLS: Luiz Felipe, aos 15 do 1ºT, Marcos Leonardo, aos 40 do 2ºT (Santos); Ganso, aos 25 do 2ºT, e Arias, aos 26 do 2ºT

SANTOS: João Paulo; Madson, Maicon, Luiz Felipe e Felipe Jonatan; Camacho (Rodrigo Fernández), Vinicius Zanocelo (Ângelo) e Carlos Sánchez (Sandry); Lucas Barbosa (Léo Baptistão), Lucas Braga e Marcos Leonardo.
Técnico: Lisca

FLUMINENSE: Fábio, Samuel Xavier, Nino, Luccas Claro (Martinelli) e Caio Paulista; André, Nonato (Willian) e Paulo Henrique Ganso (David Duarte); Matheus Martins (Wellington), Jhon Arias e Germán Cano
Técnico: Eduardo Maciel de Barros (auxiliar)

Lisca fez sua estreia na Vila Belmiro

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS

João Paulo - Sem culpa nos gols, foi bem quando exigido. - 6,5

Madson - Não comprometeu, porém também não saiu com atuação positiva. - 5,5

Maicon - Ainda sem ritmo, sofreu em alguns momentos. - 5,5

Luiz Felipe - Autor do primeiro gol, fez partida segura após vir de lesão. - 7,0

Felipe Jonathan - Segue fazendo boas partidas tecnicamente. - 6,5

Camacho - Surpresa na escalação, marcou com qualidade e foi bem na saída de bola. - 6,0

Zanocelo - Muita dificuldade para ser segundo volante, pois não marca. - 5,5

Sánchez - Partida apagada do uruguaio. - 5,5

Lucas Barbosa - Se doou muito na marcação, onde se destacou na partida. - 7,5

Marcos Leonardo - Mais um gol do Menino da Vila, que é decisivo quando é alimentado com bons passes. - 7,0

Lucas Braga - Precisa ganhar confiança para finalizar e ser mais decisivo. - 6,0

Sandry - Apesar da qualidade técnica, comete erros cruciais, como o pênalti que originou no gol de empate. - 4,5

Baptistão - Jogou 24 minutos regulares. - 5,5

Ângelo - Ajudou na transição ofensiva e deu a assistência para o gol de empate. - 6,5

Fernández - Entrou muito bem. Diante das suas características, faz um trabalho bom. Lindo passe de três dedos que iniciou a jogada do gol de empate. - 6,5

(*) Pedro La Rocca - Estudante de jornalismo e comentarista na Web Rádio Piabanha

Leia Mais »
 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by