FOTO CAPA

PARA O PRESIDENTE, O ANO FOI BOM E 2017 SERÁ MELHOR

Publicado às 17h37 desta segunda-feira, 26 de dezembro de 2016.
O presidente Modesto Roma Junior fez uma avaliação da temporada do Santos em 2016. Segundo o mandatário do clube, "foi um ano positivo e vamos melhorar em 2017". 

Modesto destacou alguns temas como o desempenho do time profissional, a base reveladora, as finanças, o patrimônio, as ações na justiça e os reforços para a Libertadores, competição que o clube não disputa desde 2012. O presidente acredita que de seis a sete caras novas para o elenco que se reapresenta o mês que vem, estarão à disposição do técnico Dorival Junior

O SANTOS EM CAMPO

Em 2016, o Peixe conquistou o bi-paulista e ficou com o vice-campeonato brasileiro, posição que não chegava há nove anos. De quebra, volta a Libertadores, após edições ausentes. 
Modesto Roma: “Foi um ano extremamente positivo. Fomos campeões paulistas mais uma vez, vice no Campeonato Brasileiro e quinto na Copa do Brasil. Vamos reforçar o elenco e esperamos melhorar ainda mais em 2017. Estamos todos empenhados para isso.
DÍVIDAS:

Até o fim do ano passado, a dívida do Peixe, incluindo o passivo do clube, era de mais de R$ 430 milhões. Com as vendas de Geuvânio (China) e Gabriel (Inter de Milão) e as luvas da assinatura de contrato com o Esporte Interativo que foi revelada em primeira pelo Blog do ADEMIR QUINTINO no valor de R$ 40 milhões, ajudaram para que o clube termine a temporada de 2016 com superávit que deve ultrapassar os R$ 74 milhões, o que deve reduzir consideravelmente o montante total.
MR: “Ao contrário de 2015, quando apuramos um grande déficit, tendo em vista o quadro de dificuldades deixados pela administração anterior, este ano o Santos poderá alcançar um superávit. Isso, no entanto, não significa dizer que estamos com excedente de caixa. Esse valores permitiram a diminuição de nosso passivo acumulado. Outro fato importante foi a recuperação de nossa condição de clube bom pagador, que nos possibilitou reaver Certidões Negativas de Débitos (CND) e fez com que o clube recuperasse a credibilidade no mercado. Vamos continuar adotando os mesmos princípios de austeridade e transparência em 2017, quando buscaremos apurar um resultado ainda melhor.”
AÇÕES NA JUSTIÇA:

Segundo o presidente santista, as ações que dificultaram a montagem da equipe em 2015, já que diversos atletas entraram na Justiça do trabalho contra o clube por falta de pagamento de salários e fundo de garantia, caíram para menos da metade.
MR: “Tínhamos aproximadamente 200 processos trabalhistas e conseguimos reduzir esse número para pouco mais de 60.
PATRIMÔNIO:

O Santos ainda não construiu uma arena e tampouco reformou a Vila Belmiro. Entretanto, o presidente santista destaca a compra de um imóvel que se tornou alojamento para os jovens da equipe sub 20, que disputam à partir do dia 4, a Copa São Paulo de Futebol Jr.
MR:Tivemos cinco anos sem que um prego fosse colocado. Nossa preocupação inicial foi a de realizar as recuperações físicas e a manutenção de muitos espaços que estavam deteriorados, tanto na Vila como no CTs Rei Pelé e Meninos da Vila. Também adquirimos a Casa Meninos da Vila, incorporado ao patrimônio do clube. Fizemos ainda uma grande reforma na Sala de Imprensa no CT Rei Pelé, para melhora atender os profissionais. Também estamos reformando o terceiro andar na Vila para alojar as atletas do feminino. Tudo isso representa um engrandecimento.
Marketing e Comunicação

Conforme estudo publicado pelo Blog do ADEMIR QUINTINO, realizado pelo IBOPE REPUCOM, especialista em pesquisa de marketing esportivo e patrocínio divulgou no começo de dezembro, o ranking digital dos clubes brasileiros. À partir de dados da solução Social Media Intelligence, a empresa afirma que o Santos mesmo sendo o "patinho feio" entre os grandes de São Paulo, houve um crescimento entre Janeiro e Setembro, do espaço alvinegro ocupado na mídia. Para o mandatário, muito se deve ao trabalho feito pelos departamentos de comunicação e marketing do clube.

MR: Tivemos um ano promissor nessa área. Conseguimos parcerias e patrocinadores importantes, à altura da importância do Santos FC. Após muitos anos, vamos começar uma temporada com praticamente todos espaços de patrocínio acertados. Inegavelmente isso foi fruto da recuperação de nossa credibilidade. Também havemos de destacar o crescimento de nossa exposição nas mídias tradicionais e o significativo aumento da audiência em nossos canais próprios de comunicação (SantosTV, Rádio Santos e redes sociais), que tem gerado um maior engajamento de nossa torcida e novas oportunidades às parcerias e patrocínios.” 
BASE

Se tem um departamento que é motivo de orgulho do torcedor santista ao longo dos anos são as categorias de futebol amador do clube. O Santos é objeto de desejo de todos os jogadores que sonham em brilhar. Sabem que na Vila, ao contrário de outros grandes, os "da casa" tem chances e se conseguirem se destacar podem virar profissionais e brilhar com o manto alvinegro.
MR:É um departamento que sempre terá atenção especial de nossa administração, uma vez que a formação de novos talentos faz parte de nosso DNA. Temos diversos jogadores que estão surgindo, que estão se apresentando como atletas de futuro dentro do Santos. E assim vamos sempre renovando a safra.
REFORÇOS:

O técnico Dorival Junior deseja mais um meio-campista e um atacante de beirada, no mínimo, além dos três contratados - Cléber (zagueiro), Vladimir Hernandez (meia-atacante) e Matheus Ribeiro (lateral). Joel, Paulinho e Valência não voltam mais. A reapresentação do elenco de profissionais está marcada para a primeira quinzena de janeiro. O volante Leandro Donizete, se não renovar com o Atlético-MG (contrato termina no fim desta semana), pode desembarcar na Vila Belmiro. O jogador foi um pedido do técnico Dorival Junior. 
MR: “Estamos trabalhando muito. Não é fácil, porque todos clubes também estão em busca de reforços e estamos na disputa. Isso, no entanto, não nos fará a cometer loucuras ou assumir compromissos que não possamos cumprir. Acreditamos que, até o início da temporada, possamos contar com Seis ou sete novos jogadores no elenco.”

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by