FOTO CAPA

REABILITADO PARA O CLÁSSICO

Publicado às 22h30 desta quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018.
O Santos voltou a vencer após três rodadas. Para 4.165 testemunhas, o alvinegro venceu o São Caetano por 2 a 0 e reassumiu a liderança do seu grupo. Os gols do alvinegro foram de Lucas Veríssimo e Gabriel Barbosa.

Conforme revelado pelo Blog do ADEMIR QUINTINO, Renato não foi escalado. Com isso, Jean Mota foi mantido no meio-campo e Vecchio permaneceu de segundo volante. A outra surpresa na escalação foi o defensor Lucas Veríssimo que não atuava desde a primeira rodada da competição.

Porém, se o torcedor santista esperava que com essa formação o time teria uma atitude ofensiva, não foi isso que aconteceu. Nos 20 primeiros minutos parecia que o São Caetano era o dono da casa. Alugou o meio-campo e obrigou o goleiro VanDEUSlei a trabalhar. Porém, aos poucos o time de Ventura começou a tomar conta do jogo, muito também em razão da fragilidade técnica do lanterna do campeonato. Aos 33 minutos, belo cruzamento de Jean Mota de três dedos, Copete colocou a bola na pequena área e o zagueiro que retornava de lesão abriu o marcador.

Mal os times retornaram do intervalo e aos 46 segundos Gabriel Barbosa recebeu de Sasha e praticamente selou a vitória santista. Era perceptível que o time do ABC paulista, sério candidato ao rebaixamento não teria forças para empatar a partida.

O Santos jogou para o suficiente, para o gasto e venceu pela primeira vez como mandante e vai psicologicamente forte para o clássico diante do São Paulo, no fim de semana.

O zagueiro David Braz que recebeu o terceiro cartão amarelo desfalca o time no fim de semana.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 X 0 SÃO CAETANO
Estádio Vila Belmiro, Santos
Árbitro: Vinicius Furlan
Público/renda: 4.165 pagantes/R$ 92.490,00
Cartões amarelos: David Braz (SFC), Chiquinho e Alex Reinaldo (SCA)
GOLS: Lucas Veríssimo (34'/1ºT) (1-0), Gabriel (1'/2ºT) (2-0)
SANTOS: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Caju (Arthur Gomes, aos 13'/2ºT); Alison, Jean Mota (Matheus Jesus, aos 29'/2ºT) e Vecchio (Vitor Bueno, aos 35'/2ºT); Copete, Eduardo Sasha e Gabriel. Técnico: Jair Ventura.
SÃO CAETANO: Helton Leite; Alex Reinaldo, Sandoval, Max e Bruno Recife; Vinicius Kiss, Esley (Ferreira, aos 17'/2ºT) e Chiquinho; Diego Rosa, Ermínio (Paulo Vinícius, no intervalo) e Marlon (Rafael Costa, 25'/2ºT). Técnico: Pintado.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS: 
VanDEUSlei: Quando exigido, deu conta do recado. O melhor camisa 1 das Américas. -7,0 
Daniel Guedes: Apesar de não ter dado nenhuma assistência, bem no apoio. Tem muita força e velocidade. - 7,0
Lucas Veríssimo: Bela volta com direito a gol. - 7,0
David Braz: Fez a sua melhor partida na temporada. Quase marcou dois gols. - 6,5
Caju: Sofreu no começo da partida com as investidas de Alex Reinaldo. Depois melhorou o posicionamento. Não apoiou. - 5,0
(Arthur Gomes): Quando entrou o jogo estava decidido e pouco foi acionado. - 5,5
Alison: Bem colocado. Não roubou tantas bolas como de costume. - 6,0
Jean Mota: Bela assistência de três dedos. Com ele em campo, dá melhores condições para que Vecchio jogue na sua posição como segundo volante. - 6,5 
(Matheus Jesus): Fez uma boa tabela com Gabriel Barbosa pelo lado direito e quase dá uma assistência a Vitor Bueno. - 6,0
Vecchio: Começou bem, correu bastante, mas não reeditou suas últimas boas performances. Podia ter feito um gol na primeira etapa ao dar um pique de uns 70 metros, mas Gabriel não fez a assistência e preferiu finalizar. - 6,0
(Vitor Bueno): Quase marcou um gol em seu retorno, após receber de Gabriel Barbosa. Tem tudo para ser um dos jogadores em um esquema 4-2-3-1 assim que recuperar o ritmo. - 6,0
Copete: Novamente foi melhor na ala do que como atacante, mesmo tendo a assistência do primeiro gol. -  6,0
Eduardo Sasha: Surpresa agradável neste começo de temporada. Jogador altamente competitivo, brigador, mesmo não gozando de grande técnica. Merece a titularidade. - 7,0
Gabriel: Marcou um belo gol e por pouco não seria dono de uma grande assistência a Vitor Bueno. - 7,0
Técnico: Jair Ventura: Não foi um Santos compacto como na primeira rodada, mas atingiu o objetivo da vitória. Acertou em manter Jean Mota no meio-campo. - 6,5

PATRICK FABIANO OFERECIDO

O atacante Patrick Fabiano de 30 anos foi oferecido ao Santos. Ele pertence ao Kwait Club e está emprestado ao Qatar Clube. O jogador foi artilheiro de seis campeonatos da Liga Árabe, onde atua há nove anos. 

O jogador deixou o Brasil muito cedo, após passagens pelo Guarani e Atlético-PR. Em sua carreira marcou até hoje 240 gols em 302 jogos.

Pelo que o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou os dirigentes do Santos, após assistirem alguns jogos e colherem informações do avante se interessaram pelo seu futebol. Porém, com a demora na conclusão do negócio, o Peixe ganhou dois concorrentes - um de São Paulo e dois cariocas.

strutura.com.br

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by