FOTO CAPA

NOVO REFORÇO JÁ TREINA NO CT

Publicado às 17h25 desta quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018.
O quarto reforço do Santos para a temporada 2018 foi finalmente anunciado pela diretoria santista na manhã desta quinta-feira (22). Trata-se do lateral esquerdo Dodô. O Blog já havia informado no último domingo (18), que o jogador que chegou na última sexta-feira (16), no Brasil, já tinha sido aprovado nos exames médicos. A apresentação do jogador está marcado para esta sexta-feira (23) às 12 horas.

O ala já treina com seus novos companheiros no CT Rei Pelé, na tarde de hoje. Ele não atua há nove meses em uma partida oficial, após sofrer lesão no punho. 

Ainda não há previsão de quando ele possa estrear com o manto alvinegro. Coincidência ou não, após a demissão do Executivo Gustavo Vieira, o nome do novo reforço santista foi oficializada. 

Os direitos econômicos do jogador estão fixados em 1,5 milhão de euros, caso o Peixe tenha interesse em ficar com o jogador em definitivo após 31 de dezembro, data que se encerra o empréstimo. O Santos não pagará pelo empréstimo. Somente os vencimentos do jogador.

Dodô não joga há nove meses. Ele teve uma lesão no punho, se recuperou e pretende retomar a carreira no Peixe. Em nove anos de carreira, o atleta atuou menos de 200 vezes, muito em razão de algumas contusões e a concorrência forte na Europa.

Na terça-feira retrasada (13), o Blog já havia confirmado que os dirigentes santistas admitiram que conversavam com o jogador em sigilo.
"Venho treinando há muito tempo. Vamos acompanhar os resultados dos próximos treinos e ver com a comissão técnica uma data para ficar disponível." – disse Dodô.
Dodô foi formado nas categorias de base do SCCP. Revelado em 2009, o jogador sofreu com o pouco espaço no time profissional do clube de Itaquera, e acabou emprestado ao Bahia. Em 2012, acertou sua saída para fora do país e foi defender a Roma. Na Itália, o lateral ainda atuou pela Inter de Milão, e estava na Sampdoria-ITA.

strutura.com.br
Leia Mais »

DEZ TÍTULOS POR DUAS VAGAS

Publicado às 07h29 desta quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018.
O Santos conheceu o seu segundo adversário na fase de grupos da Copa Libertadores da América. Será um tri-campeão da competição continental, o Nacional -URU. Após enfrentar o Real Garcilaso, na semana que vem, o Peixe jogará no Pacaembu, dia 15, diante dos Uruguaios. O outro adversário do grupo é o Estudiantes-ARG. 

Sendo assim, a chave 6 tem dez títulos sul-americanos. São quatro dos argentinos (1968,1969,1970 e 2009), três do clube de Montevidéu (1971, 1980 e 1988) e três do alvinegro (1962,1963 e 2011). 

Os uruguaios carimbaram sua classificação na fase de grupos, após vencerem o Banfield-ARG por 1 a 0, nesta última quarta-feira (21). A partida de volta aconteceu no Parque Central, em Montevidéu. No duelo de ida, na Argentina, aconteceu um empate em 2 a 2. Antes desse enfrentamento, o Nacional eliminou a Chapecoense com duas vitórias por 1 a 0.

Com a entrada do Nacional, a chave que tem o Santos passa a ser uma das mais difíceis na edição deste ano da Libertadores. O tima da Vila não é eliminado na fase de grupos há 34 anos, quando num grupo que tinha Flamengo, América de Cali e Junior Barranquilla, o time que tinha sido vice-campeão brasileiro no ano anterior não avançou a próxima fase.

A estréia do Peixe na semana que vem diante do Real Garcilaso, acontecerá em Cusco a 3,4 mil metros acima do nível do mar. O Santos viaja na terça-feira, dois dias antes da estréia que acontece na quinta-feira, dia 1.

strutura.com.br

Leia Mais »

EXECUTIVO DE FUTEBOL É DEMITIDO

Publicado ás 21h19 desta terça-feira, 20 de fevereiro de 2018.
Gustavo Vieira de Oliveira não é mais Executivo de futebol do Santos. Nos bastidores, pessoas que trabalham no clube, alegam que o jovem que começou a trabalhar no futebol no São Paulo, antes de descer a Serra, carece de humildade. Por outro lado, Gustavo teria dito a amigos que tinha dificuldades de realizar as negociações, pois tinha de se dirigir a dezenas de pessoas, não só os nove membros do Comitê de Gestão (já incluso o presidente e o vice) e isso, inviabilizava as tratativas para a chegada de reforços.

O departamento de futebol passa pelo menos nos próximos dias, a ter William Machado, que foi trazido com o aval de Gustavo e atualmente está gerente, como a pessoa mais forte. 

Pelo que o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou, o Executivo de futebol e os mais influentes da gestão não falavam a mesma língua. Um deseja a renovação do contrato do lateral Victor Ferraz, o outro lado deseja a venda para o São Paulo, interessado no atleta. Um deseja a contratação do ala Dodô, aprovado nos exames médicos e que até o momento não foi anunciado como reforço, a outra parte acha desnecessária a contratação. Um queria o empréstimo do argentino Zelarayan e aceitava pagar os 500 mil dólares ao Tigres-MEX, a outra parte, desejava o argentino, mas topava pagar apenas os salários.

Outra queixa do demitido a pessoas próximas é a demora do retorno dos contratos, o que segundo ele, atrasava alguns negócios, em razão da concorrência de outros clubes.  

Já que o termo contrato foi utilizado neste texto a "pá de cal", veio exatamente no documento do vínculo do Executivo com o clube, que a princípio seria de três anos, depois caiu para dois e por fim, a direção do alvinegro bateu o pé que fosse apenas de uma temporada. O advogado, filho do craque Sócrates, exigia os três e foi a gota para a sua demissão. Como o vínculo empregatício de Vieira não estava registrado, o Santos não é obrigado a pagar a multa.

O Santos se manifestou da seguinte forma sobre a saída de Gustavo:
"O clube e o profissional encontraram incompatibilidades de gestão, que neste momento, inviabilizam sua continuidade."
strutura.com.br
Leia Mais »

PEIXE VOLTA A SER UMBRO, À PARTIR DO MÊS QUE VEM

Publicado às 14h50 desta segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018.
O Santos oficializou o acordo com a nova fornecedora dos uniformes do clube. A Umbro, à partir de 1 de março, passa a ser responsável pela confecção dos "mantos". Segundo a direção santista, os valores que foram acordados no final da gestão passada, receberam um aditivo após novas reuniões, além de a quantidade de peças ter aumentado.

Pelo que o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou 60% da confecção das novas linhas de uniforme já estavam confeccionados, o que seria difícil um destrato se  isso tivesse acontecido. O contrato será de dois anos. Com o novo acordo, o clube terá direito a mais de 30 mil peças/ano.

Entretanto, apesar de o contrato vigorar a partir do primeira dia de Março, os novos uniformes com a Umbro ainda não serão utilizados na estréia no primeiro jogo da Libertadores, no Peru, diante do Real Garcilaso, justamente no dia 1.

A nova gestão que assumiu o clube, também garante que obteve aumento do valor dos royalties em 50%. Desde 2016, o Santos fabricava seu próprio uniforme em parceria com a Kappa com administração da Meltex.

strutura.com.br
Leia Mais »

APROVADO NOS EXAMES, DETALHES SEPARAM O ASSINATURA E O ANUNCIO

Publicado às 08h25 desta segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018.
O lateral Dodô está próximo de ser anunciado pelo Santos como o quarto reforço do clube para a temporada. O jogador desembarcou no Brail na última sexta-feira (16) e realizou os exames clínicos. Ele deve assinar por um empréstimo de 12 meses. 

Pelo que o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou, o jogador que está na Europa desde 2012 foi aprovado nos exames médicos e já acertou até salário. Falta estipular os valores dos direitos econômicos, caso ao final do vínculo, o alvinegro tenha interesse em contratá-lo em definitivo para assinar e ser anunciado pelo clube. Tudo caminha para um final feliz entre as partes.

A direção santista não fala publicamente, mas fontes dentro do clube em contato com o Blog afirmam que o contrato do jogador nesses 10 meses será de apenas R$ 1 milhão, aproximadamente R$ 100 mil reais mensais. O ala recebe atualmente R$ 100 mil euros mensais (R$ 400 mil), valores superiores ao teto do clube.

Dodô não joga há nove meses. Ele teve uma lesão no punho, se recuperou e pretende retomar a carreira no Peixe. Em nove anos de carreira, o atleta atuou menos de 200 vezes, muito em razão de algumas contusões e a concorrência forte na Europa.


Dodô foi formado nas categorias de base do SCCP. Revelado em 2009, o jogador sofreu com o pouco espaço no time profissional do clube de Itaquera, e acabou emprestado ao Bahia. Em 2012, acertou sua saída para fora do país e foi defender a Roma. Na Itália, o lateral ainda atuou pela Inter de Milão, e estava na Sampdoria. 

strutura.com.br
Leia Mais »

FUTEBOL REATIVO E ESTRATÉGICO VENCE O CLÁSSICO

Publicado à 01h30 desta segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018.
O Santos conseguiu sua primeira vitória em clássicos em 2018. De quebra, conquistou sua segunda vitória seguida na compeitção. Na tarde deste domingo (18), no estádio do Morumbi, o Peixe atacou pouco, apostou no contra-ataque e voltou para a Baixada com os três pontos. Para mais de 36 mil pagantes e um gol de Gabriel Barbosa, o alvinegro venceu o São Paulo por 1 a 0.

Conforme antecipado pelo Blog do ADEMIR QUINTINO com exclusividade e confirmado por Jair Ventura, o alvinegro foi a campo com Jean Mota na ala-esquerda de titular na vaga de Caju que ficou no banco de suplentes. Renato retornou ao meio-campo, após ser poupado no meio da semana na vitória diante do São Caetano. Com isso, Vecchio foi novamente improvisado na armação.

Os primeiros 45 minutos do Peixe foram de uma equipe com a cara de seu treinador na época de Botafogo-RJ. Um time reativo, que aceitou o adversário mandar no jogo e ficar com a bola, mas verdade seja dita, correu poucos riscos. Nas duas vezes que o time da casa chegou de forma mais aguda, VanDEUSlei foi bem em ambas. Em uma delas teve que defender duas vezes, uma delas com os pés, para evitar o gol. O Peixe foi para o intervalo sem chutar uma bola a meta de Sidão, entretanto, dentro da "sua proposta" de defender para depois contra-atacar, tinha tido parte de êxito, pois, o adversário não marcou gol, porém, o Santos não conseguiu contra-atacar, exceção a dois lances.

Veio a segunda etapa e apenas aos 7min e 44 segundos, Gabriel finalizava o primeiro chute do time praiano no gol. O Peixe apostava tudo em jogar a bola no atleta que estivesse "espetado" entre os zagueiros do São Paulo, na grande maioria do tempo era Gabriel quem fazia isso e ver se ele resolvia. Se o time defensivamente conseguia fazer com que o seu oponente não finalizasse com qualidade na última bola, faltava o golpe fatal e ele veio quando o cronômetro iria marcar nove minutos. Sasha recebeu do lado esquerdo e cruzou para Gabriel Barbosa. O camisa 10 foi cirúrgico e chutou entre as pernas de seu marcador, longe do alcance de Sidão e o placar estava aberto. Além disso, após quatro jogos o São Paulo voltava a tomar gol, calando o estádio Cícero Pompeu de Toledo.

Daí para frente, o time de Dorival Junior que tinha a bola, mas não conseguia concluir a gol, se perdeu completamente. Jair ainda tentou o "golpe de misericórdia" ao colocar o jovem Arthur para puxar o contra-ataque, mas não obteve êxito. Também não precisava mais. 

A vitória dá uma tranquilidade ao grupo e a direção, também proporciona confiança aos mais jovens (o Santos terminou a partida com oito garotos formados na base) e dá ao torcedor a sensação de que a DNA ofensivo que o comandante técnico prometeu, assim que chegou, vai ficar para outro instante. Jair foi estrategista, por mais perigoso que tenha sido, mas o Santos não encarou o adversário de peito aberto, usou a inteligência e conquistou seu objetivo. O que vale "é bola na rede."

No próximo domingo (25), o Santos volta a campo e enfrenta o Santo André, na Vila Belmiro. Para esta partida, David Braz que cumpriu suspensão, retorna ao time. O alvinegro agora é líder de seu grupo com 14 pontos (quatro vitórias, dois empates e duas derrotas).

FICHA TÉCNICA 
SÃO PAULO 0 X 1 SANTOS 
Estádio do Morumbi - São Paulo - SP 
Árbitro: Raphael Claus 
Público e renda: 36.118 pagantes/ R$ 658.240,01
Cartões amarelos: Petros (22'/1ºT), Gabriel Barbosa (19'/2ºT)/ Alison (23'/2ºT), Reinaldo (40'/2ºT), Éder Militão (45'/2ºT) e Arthur Gomes (47'/2ºT)
Gol: Gabriel Barbosa (9'/2ºT) (0-1)
SÃO PAULO: Sidão; Éder Militão, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Jucilei, Petros e Nenê; Marcos Guilherme (Valdívia, aos 17' do 2ºT) , Diego Souza (Tréllez, aos 25 do 2ºT) e Cueva (Brenner aos 23' do 2ºT). T: Dorival Júnior
SANTOS: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jean Mota; Alison, Renato (Léo Cittadini, aos 28' do 2ºT) e Vecchio; Copete (Guilherme Nunes, aos 33 do 2ºT), Sasha (Arthur Gomes, aos 25' do 2ºT) e Gabriel Barbosa. Técnico Jair Ventura.

VanDEUSlei foi importante na vitória. Fez boas defesas e saiu bem com os pés.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS
Vanderlei: Ao lado de Gabriel Barbosa, foram os melhores do jogo. Nenhum defesa espetacular, mas bem posicionado e bem também na saída de bola com os pés. O melhor goleiro da América na atualidade. Um pecado não disputar a Copa do Mundo, merecia. - 8,0
Daniel Guedes: Bem no apoio, vitalidade e força de dar inveja, entretanto, precisa melhorar a diagonal na marcação. Quase comprometeu seu bom futebol no primeiro tempo ao deixar a bola para Vanderlei. - 6,0
Lucas Veríssimo: Atuação segura de um dos melhores defensores da atualidade no país. - 7.0
Gustavo Henrique: A bola não queimou nos pés da defesa santista mesmo quando o São Paulo subiu a marcação. Bem posicionado como de costume. - 7,0
Jean Mota: Até aqui, mesmo improvisado foi o melhor ala canhoto na temporada. Bem na marcação. - 6,5
Alison: Um leão na marcação. Cueva não teve vida fácil com o "pitbull" da Vila. - 6,5
Renato: Jogou mais recuado. Foi discreto. - 6,0
(Léo Cittadini): Pouco foi acionado. Entrou ligado. Era meia e agora tornou-se segundo volante. - 6,0
Vecchio: O único do meio-campo que não erra passe e constrói algo. Não é um meia clássico e em alguns momentos falta velocidade, porém, importantíssimo no esquema de Jair Ventura. Dá o ritmo ao setor mais contestado da equipe. - 7,0
Copete: Extremamente tático. Ajuda na recomposição e no primeiro tempo ainda puxou dois contra-ataques. Uma voluntariedade necessária nos dias atuais. - 6,5
(Guilherme Nunes): Entrou para proteger a defesa. Pode melhorar os passes. Jogou cerca de 10 minutos com os acréscimos. - SEM NOTA
Sasha: Raçudo, inteligente e a grande surpresa neste inicio de temporada. Bela assistência no gol de Gabriel. - 7,0
(Arthur): De fato, teve apenas uma oportunidade para puxar um contra-ataque. Não fez a melhor tomada de decisão. - 5,5
Gabriel Barbosa: Começou bem o clássico, depois caiu de produção. Jogador frio na hora de finalizar. Decidiu o clássico. - 8,0
Técnico Jair Ventura: Dentro do material humano a disposição, fez o que costumava realizar com o Botafogo. Deu a bola ao adversário (57%) e controlou as ações para explorar o contra-ataque. É a proposta que mais me encanta? Não. Dá para fazer algo melhor com o a material humano que tem a disposição? Pouco provável que tenha. Foi feliz e saiu vitorioso do Morumbi. - 7,0 


strutura.com.br

Leia Mais »

JEAN MOTA PODE SER A SURPRESA NO CLÁSSICO

Publicado às 20h28 deste sábado, 17 de fevereiro de 2018.
Após se reabilitar no estadual no meio de semana, o Peixe busca sua primeira vitória em um clássico, em 2018. Neste domingo (18), no Morumbi, o alvinegro enfrenta o São Paulo, às 17h, em jogo válido pela oitava rodada. Jean Mota na lateral pode ser a maior novidade da equipe.

O técnico Jair Ventura não divulga a escalação antecipadamente. Sem David Braz suspenso, Gustavo Henrique será o seu substituto.  Renato, poupado no meio de semana, retorna ao meio-campo. E pelo que o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou, existe a chance de ter outra mudança no time e se for confirmada, será a mais significativa. Jean Mota pode ser mantido no time, porém, ele pode atuar na lateral esquerda. Se isso acontecer, Caju deixa a equipe. 

Nos dois últimos jogos o camisa 39 revelado na Lusa, que esteve no Fortaleza, em 2016, atuou como titular. Porém na ala esquerda, onde começou a carreira ele ainda não atuou. 

No único clássico que a equipe realizou até agora na temporada, o Peixe foi derrotado pelo Palmeiras por 2 a 1. Uma vitória diante do rival, dará mais confiança e moral ao time que se remonta sob o comando de Jair Ventura.

Copete, autor dos três gols diante do rival da capital, na vitória por 3 a 2, pelo primeiro turno do Brasileiro do ano passado, na Vila Belmiro, deve ser confirmado no ataque. 

Na última vez que as equipes se enfrentaram no Morumbi foi pela semifinal da Copa do Brasil de 2015 e vitória do Peixe por 3 a 1, com gols de Gabriel Barbosa, Ricardo Oliveira e Marquinhos Gabriel. 

O provável Peixe deve ir a campo com Vanderlei; Daniel Guedes, Gustavo Henrique, Lucas Veríssimo e Jean Mota (Caju); Alison, Renato e Vecchio; Sasha, Gabriel Barbosa e Copete. A escalação oficial da equipe será divulgada pela comissão técnica somente uma hora antes da partida. 

O Santos é líder do grupo D do estadual com 11 pontos em sete jogos. Foram três vitórias, dois empates e duas derrotas.

strutura.com.br

Leia Mais »

FALTA POUCO

Publicado às 14h39 desta quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018.
A negociação com o lateral-esquerdo Dodô está muito próxima de se concretizar e com isso torná-lo o quarto reforço para a temporada 2017. O Peixe espera anunciá-lo por empréstimo até 31 de dezembro nos próximos dias.  

O Blog do ADEMIR QUINTINO apurou que a direção alvinegra está bastante otimista em um desfecho positivo. O jogador de 26 anos está esperando apenas a autorização dos italianos para embarcar para o Brasil ainda na noite desta quinta-feira (15) e realizar exames médicos no Santos, neste fim de semana.

Na última terça-feira (13), o Blog já havia confirmado que os dirigentes santistas admitiram que conversavam com o jogador em sigilo.

O alvinegro ainda tenta diminuir os vencimentos do jogador. O teto salarial é de R$ 300 mil. Dodô tem vencimentos de aproximadamente R$ 400 mil.

Dodô foi formado nas categorias de base do SCCP. Revelado em 2009, o jogador sofreu com o pouco espaço no time profissional do clube de Itaquera, e acabou emprestado ao Bahia. Em 2012, acertou sua saída para fora do país e foi defender a Roma. Na Itália, o lateral ainda atuou pela Inter de Milão, e atualmente veste as cores do time do Sampdoria - ITA.

Aos 26 anos, o jogador sofreu com lesões na Europa e esteve perto de retornar ao Brasil, em 2017.  Por muito pouco, o ala não acertou com o São Paulo. O curto prazo para um acerto, que ainda dependia dos exames médicos, impossibilitou um desfecho positivo a época. 

strutura.com.br
Leia Mais »
 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by