FOTO CAPA

REI DOS EMPATES

Publicado às 07h14 desta sexta-feira, 20 de outubro de 2017.
Pela terceira vez seguida no Campeonato Brasileiro, o alvinegro da Vila perde a chance de se aproximar da liderança. Pior que isso, o time caiu para a quarta colocação, pois tem os mesmos 50 pontos do Grêmio e Palmeiras, mas perde nos critérios de desempate. Após um segundo tempo abaixo da critica, o Santos que saiu na frente, cedeu o empate na Ilha do Retiro para o Sport e a partida terminou empatada em 1 a 1. É o time que mais empatou na competição, ao lado do Fluminense. São onze no total até aqui em 29 jogos. 


Com três minutos de jogo, Ricardo Oliveira recebeu bela assistência de Jean Mota e abriu o placar para o Peixe que durante vinte e cinco minutos controlava o jogo. Porém, dai em diante, Vanderlei começou a dar show. O goleiro do Santos livrou a "cara" do time na primeira etapa com defesas maravilhosas. O lado direito do Sport com Osvaldo dominava o jogo e oferecia muito perigo a retaguarda santista.

Veio o segundo tempo e Levir colocou Copete na vaga de Serginho. O camisa 41 não é dono de grande velocidade, mas trocava bons passes e não comprometia. Copete, que apesar de mal momento técnico, tem na aplicação e cumpridor de funções táticas, entrou para auxiliar Zeca na marcação - porém, a substituição não funcionou e o Peixe perdeu o contra-golpe e passou a somente se defender. Era questão de tempo o Sport chegar a igualdade que veio com Rogério quase no final da partida.

Ainda assim, mesmo após os donos da casa empatarem, Vecchio deixou Kayke frente a frente com Magrão e o camisa 11 perdeu uma oportunidade incrível. Ele havia entrado aos 37 minutos da etapa complementar. O atacante não conseguiu segurar a bola que originou o gol dos pernambucanos e desperdiçou a oportunidade de dar a vitória ao Santos aos 43 minutos.

Como querer ser campeão com três pontos conquistados apenas em nove disputados contra times que lutam para não cair - Ponte Preta, Vitória e Sport? O futebol que o Santos tem apresentado é feio e irritante. Se não fossem Vanderlei e Lucas Veríssimo, a derrota fatalmente teria acontecido. O gol desperdiçado no final, sem marcação, é inadmissível para um atacante que não marca um gol há meses.

Os números são irrefutáveis. O DNA do time que mais gols marcou na história do futebol, não faz parte do presente do time. Tanto é que o Santos tem o quinto pior ataque da competição com apenas 31 gols marcados. Um clube que tem um histórico de futebol para frente, aceita passivamente a levar pressão de qualquer adversário a cada rodada que passa. Não perde, mas também ganha poucos jogos.

A exemplo do ano passado, quando a equipe se superou, mas desperdiçou pontos absurdos como perder para o rebaixado Figueirense em casa ou ainda ser derrotado para o lanterna e também rebaixado América-MG, quando poderia ter sido campeão simbólico do primeiro turno, o Santos deixa de brigar pelo título. E a luz amarela acendeu, porque a conquista da vaga para a Libertadores de forma direta que era uma certeza, já passa a ficar ameaçada.

No domingo (22), diante do Atlético-GO, o alvinegro volta a campo às 17h na Vila Belmiro. Alison retorna de suspensão. Bruno Henrique, Renato e Victor Ferraz serão reavaliados. Vecchio recebeu o terceiro amarelo no Recife é desfalque certo. 


FICHA TÉCNICA
SPORT 1 X 1 SANTOS
Estádio da Ilha do Retiro - Recife (PE)
Árbitro: Dewson Freitas da Silva (Fifa-PA)
Público/renda: 16.377 pagantes/
Cartões amarelos: Wesley (SPT), Matheus Jesus, Lucas Veríssimo, Yuri, Vacchio e Copete (SAN)
GOLS: Ricardo Oliveira (3'/1ºT) (0-1), Rogério (38'/2ºT) (1-1)
SPORT: Magrão; Raul Prata (Samuel Xavier, no intervalo), Durval, Oswaldo Henríquez e Sander; Patrick, Wesley (Juninho, no intervalo) e Rithely, Diego Souza, Osvaldo (Rogério, aos 28'/2ºT) e André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.
SANTOS: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Yuri (Vecchio, aos 10'/2ºT), Matheus Jesus e Lucas Lima; Serginho (Copete, no intervalo), Jean Mota e Ricardo Oliveira (Kayke, aos 37'/2ºT). Técnico: Levir Culpi.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS
Vanderlei: Um crime hediondo não testar uma única vez esse goleiro na Seleção Brasileira. Pegou quase tudo. - 8,5 
Daniel Guedes: Não conseguiu apoiar, sua melhor qualidade. Na marcação deixou espaços. Veríssimo teve que dar um bote e levou um cartão, em razão do posicionamento do ala que tem potencial, mas precisa melhorar esse fundamento. - 5,5
Lucas Veríssimo: Um dos melhores, se não o melhor defensor do campeonato. Partidaça. - 8,0
David Braz: Não comprometeu. - 6,0
Zeca: No primeiro tempo teve dificuldades para parar Osvaldo. Melhorou na segunda etapa. - 6,0
Yuri: Também teve dificuldade para auxiliar Zeca na marcação pelo lado esquerdo. Visivelmente sem ritmo em razão de não jogar há algum tempo. Foi substituído assim que recebeu um cartão. - 5,0
(Vecchio): Levou um cartão amarelo assim que entrou. Deu uma bola açucarada para Kayke matar o jogo. O camisa 11 desperdiçou. - 5,5
Matheus Jesus: Bem na marcação. Fez ótimo primeiro tempo. Cansou na etapa complementar. - 7,0
Lucas Lima: Apagado. - 4,0
Serginho: Por incrível que pareça ajudou mais que o "tático" Copete do lado esquerdo. Trocou bons passes. Não devia ter saído. - 6,0
(Copete): Vive péssima fase. Nem a sua aplicação na cooperação na marcação pode ser vista. - 4,5
Jean Mota: Aproveitou bem o espaço deixado pelo meio campo do Sport. Fez ótimo primeiro tempo. Boa assistência no gol. Caiu de produção na etapa complementar. - 6,5
Ricardo Oliveira: Melhorou nas últimas partidas. Teve duas chances e guardou uma. - 7,0
(Kayke): Jogou apenas 8 minutos mais os acréscimos, mas o suficiente para desperdiçar uma oportunidade no final, onde só tinha o goleiro a frente. Não marca um gol há três meses. - 3,0
Técnico: Levir Culpi: A equipe não tem padrão e limita-se a se defender. Não é o único culpado dos últimos resultados, mas um dos grandes responsáveis. Não treinou o time que começou o jogo. Para não dizer que não falei das flores, acertou em colocar Serginho no começo do jogo. - 5,0 

Leia Mais »

YURI PODE HERDAR VAGA DE ALISON

Publicado às 13h53 desta quinta-feira, 19 de outubro de 2017.
O Santos tem uma nova oportunidade de se aproximar do líder SCCP e retomar a vice-liderança do Campeonato Brasileiro, na noite desta quinta-feira (19), diante do Sport-PE, às 21h, na Ilha do Retiro, em partida válida  pela 29ª rodada. Em caso de vitória, o alvinegro pula para 52 pontos e a diferença para o primeiro lugar ficará de sete pontos. Sem Alison, suspenso, o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou que o volante Yuri, pode ser o escolhido. Bruno Henrique, Renato e Victor Ferraz seguem de fora.

Além de Yuri, Vecchio e Serginho também são concorrentes para o posto do volante que recebeu o terceiro cartão amarelo no empate de 2 a 2, diante do Vitória-BA, entretanto, se confirmada a informação que o Blog colheu, o técnico Levir Culpi demonstrará que está preocupado mais com a exposição da defesa, que é uma das melhores do campeonato, porém, levou três gols nos últimos dois jogos.

Como realizou apenas um treino físico seguido de um rachão no CT do Náutico, na tarde desta quarta-feira (18), o comandante técnico santista evitou em dar pistas do time que começa a partida diante do "Leão" pernambucano que também terá desfalques. Diego Souza julgado e condenado a cumprir suspensão pelo STJD vai a campo sob um efeito suspensivo conseguido nesta quinta-feira (19). 

Outra possibilidade que também não está descartada é a saída do colombiano Copete do time titular.

O provável Santos deve ir a campo com Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Yuri, Matheus Jesus e Lucas Lima; Jean Mota, Ricardo Oliveira e Copete (Arthur). 


Rodrygo talento e técnica refinada. Made in Santos FC.
MENINOS RECEBEM APLAUSOS

O Santos venceu o Flamengo pela Copa do Brasil sub-17, na tarde desta quarta-feira (18) por 2 a 1. Mas a vaga ficou com os cariocas que golearam no jogo de ida por 5 a 2. Apesar da eliminação, o espetáculo proporcionado pelo time de Luciano Santos foi de encher os olhos, principalmente nos primeiros 45 minutos. Os gols do Peixe foram marcados por Denilson e Rodrygo.  

O treinador santista teve a ousadia de colocar dois meninos do sub-15 como titulares- Sandry e Giovanni. Foi uma aula de organização, proposta de jogo, penetração, talento e se os meninos caprichassem um pouco mais nas finalizações e não estivessem tão ansiosos, conseguiriam os gols que necessitavam para ir as quartas de finais. 

O juvenil santista volta a campo no próximo sábado (21), às 11h no CT Rei Pelé e enfrentam o São Paulo pelas quartas de finais do estadual da categoria.

Quem foi a Vila Belmiro ou acompanhou pela TV, pode perceber que vem aí uma nova geração de "meninos da Vila" a caminho. Sem medo de errar, Rodrygo (foto) é o principal deles. Acabou com o lado direito da defesa rubro-negra. Talentoso ao extremo. Que a transição ao profissional deste menino seja feita com cuidado, gradativa (ele precisa pegar um pouco mais de corpo) que frutos serão dados.

Leia Mais »

PEIXE PRECISA DAR FIM A TABU

Publicado às 11h35 desta quarta-feira, 18 de outubro e 2017.
O Santos enfrenta o Sport-PE, nesta quinta-feira (19), às 21h, em partida válida pela 29a. rodada do Campeonato Brasileiro. O alvinegro que perdeu a vice-liderança na última rodada, não vence o Leão da Ilha, em Pernambuco, há oito anos. A última vitória foi em 2009, com gol de Felipe Azevedo.

Também, não é menos verdade, que de lá para cá, o rubro-negro de Recife jogou diante do Peixe como mandante, apenas quatro vezes. Nesse período, o alvinegro empatou uma partida, em 2015 (2 a 2) e perdeu as outras três.

A escalação do Peixe, no último triunfo na Ilha do Retiro foi com Felipe, Luizinho (Rodrigo Mancha), Astorga,Eli Sabia e Triguinho; Rodrigo Souto,Pará e Germano; Felipe Azevedo (Gil), Kléber Pereira e Neymar (Robinho, hoje no Cruzeiro). Técnico Luxemburgo.

Na tarde desta quarta-feira (18), no CT do Náutico, o técnico Levir Culpi definirá quem será o substituto de Alison, suspenso com o terceiro amarelo no empate diante do Vitória-BA, no Pacaembu. Bruno Henrique, Renato e Victor Ferraz seguem de fora e são desfalques para o confronto deste meio de semana.

O Peixe não perde há quatro partidas na temporada. São duas vitórias diante Atlético-PR e Palmeiras e empates diante de Ponte Preta e Vitória-BA.


COPA DO BRASIL SUB-17

Nesta quarta-feira (18), os meninos comandados pelo ótimo Luciano Santos, tem uma tarefa árdua. Às 16h, enfrentam o Flamengo, pela Copa do Brasil sub-17, em partida de volta das oitavas de final da competição, no estádio da Vila Belmiro. A equipe necessita de vitória por três gols de diferença, já que no duelo de ida, os cariocas golearam por 5 a 2, na Ilha do Urubu, semana passada.

No último fim de semana, o grupo mostrou poder de recuperação. Os "meninos da Vila" precisavam vencer para avançar as oitavas de final do Paulistão e golearam o Primavera do Indaiatuba por 7 a 1.
"Precisamos fazer uma atuação perfeita, assim como foi a de sábado contra o Primavera. Temos que ter controle emocional, muita calma e saber selecionar o momento certo para fazer as ações. Estou confiante de que vamos fazer um grande jogo” avaliou o comandante técnico Luciano Santos.
O Peixe não contará com o futebol do volante Vitor Yan e do atacante Yuri, ambos na seleção brasileira que disputa o mundial da categoria, na Índia. Em compensação, os promissores Rodrygo e Lucas Lourenço tem presenças garantidas e são as esperanças do torcedor alvinegro de que a tarefa apesar de difícil é possível ser revertida.

Leia Mais »

COMO VENCER SEM A VELOCIDADE DE BRUNO HENRIQUE?

Publicado às 20h40 desta terça-feira, 17 de outubro de 2017.
O Santos já embarcou para mais uma partida pelo Campeonato Brasileiro. Após dois empates seguidos contra times que transitam na zona de rebaixamento, enfrenta mais um que luta para não disputar a série B, na quinta-feira (19), em Pernambuco. Às 21h, o alvinegro enfrenta o Sport, na Ilha do Retiro. 

Levir Culpi não terá novamente o atacante Bruno Henrique que segue afastado com incomodo na panturrilha. Renato e Victor Ferraz também não foram relacionados e seguem realizando tratamento. Alison suspenso pelo terceiro amarelo é outro desfalque.

Outra ausência na lista dos relacionados é o do colombiano Vladimir Hernandez. O atacante, por motivos particulares, não viajou para o nordeste brasileiro.

Nesta quarta-feira (18), Levir Culpi comanda uma atividade às 16h no CT de Naútico em Recife aberto a imprensa. Nela, o treinador define o substituto de Alison. Um meio campo com Matheus Jesus, Vecchio e Lucas Lima não está descartado. Serginho que tem entrado nos últimos jogos e Yuri são as outras opções, já que Leandro Donizete não foi relacionado novamente. 

O alvinegro perdeu a vice-liderança para o Grêmio. Ambos tem o mesmo número de pontos, porém, o time do Sul do país leva vantagem nos critérios de desempate.


RELACIONADOS
Goleiros
Vanderlei e Vladimir
Laterais
Caju, Daniel Guedes, Orinho e Zeca
Zagueiros
David Braz, Lucas Veríssimo e Luiz Felipe
Meias
Vecchio, Jean Mota, Lucas Lima, Matheus Jesus, Matheus Oliveira, Serginho e Yuri
Atacantes
Arthur Gomes, Copete, Kayke, Lucas Crispim e Ricardo Oliveira.

Leia Mais »

VEM AÍ O BRASILEIRO DE ASPIRANTES

Publicado às 15h10 desta terça-feira, 17 de outubro de 2017.
Um desejo antigo de muitos clubes e da CBF vai sair do papel. No final  deste ano será realizada a primeira edição do Campeonato Brasileiro de Aspirantes, uma competição que vai ajudar os clubes do Brasil a darem mais tempo para os jogadores formados na base mostrarem seu potencial e vai preencher uma lacuna na transição do jogador ao nível profissional. A competição começa à partir do dia 22 e o Santos estréia dia 24, em Curitiba, diante do Atlético-PR e a disputa rola até 29 de novembro. 

Considerada uma das categorias de base que mais revela no país, o Peixe vai atuar com o time B do técnico Kleiton Lima (foto). A equipe também está envolvida nas finais da Copa Paulista e à partir deste sábado (21) enfrenta a Ferroviária, pelas quartas de finais.

Além de alvinegro da Vila e do Furação, Atlético/MG, Botafogo, Coritiba, Cruzeiro, Figueirense, Grêmio, Internacional e São Paulo vão protagonizar as primeiras partidas de uma competição que já começa embalada por clássicos e que coloca frente a frente grandes forças do futebol nacional. O Esporte Interativo adquiriu os direitos de transmissão exclusivos para a competição e vai exibir todas as partidas para todo o Brasil.

A categoria foi batizada de Aspirantes, porque será disputada por jogadores que ainda lutam por uma vaga na equipe principal. A maioria dos atletas terá até 23 anos, mas será permitida a escalação de três jogadores, além do goleiro, com idade superior. A ideia é que eles consigam ter ritmo de jogo e competitividade, além de revelar as promessas para a torcida, antes que eles estreiem na categoria profissional.

Na primeira edição, os dez clubes serão divididos em dois grupos em que todos se enfrentam em jogos de ida e volta. O Peixe está no grupo B que também tem Atlético/PR, Grêmio, Atlético/MG e Botafogo. Já no Grupo A estão São Paulo, Internacional, Cruzeiro, Coritiba e Figueirense.

Os dois melhores classificados de cada grupo jogam semifinais e finais também em confrontos de ida e volta. Segundo os organizadores da competição a escolha dos times foi baseada no ranking da CBF e o número de clubes aumentará para 14, a partir de 2018.

TRANSMISSÕES NA TV
O Esporte Interativo adquiriu os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro de Aspirantes e se prepara para mostrar essa competição de maneira integral para o Brasil inteiro. Para 2017 está previsto exibir todas as partidas, numa decisão de dar visibilidade a todas as equipes, a exemplo do que é feito há alguns anos com a Copa do Nordeste.
Estamos satisfeitos em investir em uma competição que acreditamos e que temos certeza de que vai contribuir com o futebol brasileiro. Competições Aspirantes já foram sucesso no passado e faziam falta para a formação dos atletas. Queremos que os jogadores sejam vistos e sintam a responsabilidade da exposição em todos os sentidos. Nossa audiência pode esperar grandes partidas e os clubes certamente receberão jogadores mais maduros”, avalia Leo Lenz Cesar, Vice Presidente de Esportes da Turner.
Além de Atlético-PR x Santos, no dia 24, às 19h, a primeira rodada também terá:
22/10 – Botafogo x Atlético/MG – 20h00
23/10 – Cruzeiro x Figueirense – 20h45
25/10 – São Paulo x Internacional – 16h00

PAULISTÃO 2018

Aconteceu na manhã desta terça-feira (17), na Federação Paulista de Futebol, o sorteio do Campeonato Paulista 2018. O Peixe estará no Grupo D ao lado de Red Bull, Botafogo e Mirassol. 

Na primeira fase, os times enfrentarão apenas adversários dos outros grupos, em turno único, num total de 12 partidas

Os dois primeiros de cada grupo se enfrentarão em partida única nas quartas de finais. Durante a fase de classificação, os times de um grupo não se enfrentam, assim como aconteceu nos anos anteriores.

O estadual começará dia 17 de janeiro e as finais estão previstas para os dias 1º e 8 de abril.


ESTÁTUA DO ZITO
Neste fim de semana, recebi e aceitei o convite para ser o apresentador da solenidade da inauguração da estátua do eterno capitão Zito, que ocorrerá na próxima segunda-feira (23), às 20 horas, em frente ao portão 6, do estádio de Vila Belmiro, na rua Princesa Isabel. A homenagem contará com vários ídolos santistas. 

Zito marcou como jogador nos anos 60 e dirigente do clube na década passada. Como atleta foi bi-campeão mundial pela seleção brasileira nas Copas de 58 e 62 e pelo alvinegro conquistou 22 títulos, entre eles os mundiais de 62 e 63. Como gerente foi fundamental para que os  jovens Robinho e Neymar fossem lançados rapidamente no time de cima. Zito faleceu em junho de 2015.

Fico honrado pelo chamamento de ter a honra dessa apresentação. Será uma homenagem inesquecível.


Leia Mais »

FALTOU TUDO

Publicado à 00h05 desta terça-feira, 17 de outubro de 2017.
Quem foi ao Pacaembu, na esperança de ver o Santos encostar no líder SCCP, se decepcionou. O espetáculo proporcionado pelo time comandado por Levir Culpi foi de uma pobreza enorme. O empate em 2 a 2 com o Vitória-BA ficou barato pela falta de criatividade dos "donos da casa". O Peixe perdeu mais uma oportunidade de se aproximar do primeiro lugar. A diferença a 10 rodadas do fim da competição agora são de nove pontos. 

Conforme antecipado pelo Blog do ADEMIR QUINTINO no começo da tarde, Jean Mota foi confirmado na vaga de Bruno Henrique que com desconforto na panturrilha foi vetado pelo Departamento médico. Com isso, Copete foi para a esquerda, o lado que sempre gostou de atuar e o time tinha quatro jogadores no meio-campo, o que teoricamente daria a condição de ter a posse de bola e enfim, propor o jogo, conforme mandava a necessidade. Negativo, o Vitória-BA tomou conta do jogo e parecia estar no Barradão. O gol era questão de tempo e ele aconteceu para o time da boa terra. 

Sem o goleiro titular Fernando Miguel, o treinador Mancini colocou o jovem Caíque na meta dos soteropolitanos. O menino estava nervoso e assustado e com a colaboração do arqueiro, Jean Mota empatou de cabeça. A igualdade "caiu do céu" no fim do primeiro tempo. 

Veio a segunda etapa e o Santos continuou sendo envolvido. Levir Culpi dessa vez não foi teimoso, ao contrário da última quinta-feira (12), quando não fez nenhuma substituição. Colocou Serginho e Vecchio nas vagas de Copete e Matheus Jesus. Apesar da mau momento do colombiano ele era o único jogador veloz que podia levar a bola ao ataque. O rubro-negro baiano ampliou e se não fosse o gol contra de um dos seus zagueiros, o alvinegro não empataria.

Após perceber o erro de ter tirado o único com velocidade na frente, Levir, colocou novamente um atacante. Tinha Arthur e Lucas Crispim como opções, preferiu o segundo, mas de nada adiantou.

As minhas criticas, não são pelos últimos resultados, até porque o time não perde há quatro partidas na temporada. Mas a falta de organização, compactação, se impor perante um adversário de melhor qualidade técnica é nítida. 

Quem acompanhou a partida no Pacaembu pode perceber um time que dentro das suas limitações, está arrumado, me refiro ao Vitória e outro que vivia da bola parada e de um lance isolado de um de seus jogadores. 

Sem Alison, que recebeu o terceiro amarelo, o Santos vai até Recife, enfrentar o Sport-PE, na próxima quinta-feira (19). 

Sem ficar em cima do muro.  O Peixe luta apenas por uma vaga direta na Libertadores do ano que vem. Futebol não é uma ciência exata, que 2 + 2 sempre serão quatro. A matemática diz que pode chegar, mas com esse futebol, me recuso a acreditar. 

O entrosamento e o encaixe de um time necessita de repetição de ações. Se elas não ocorreram até aqui, não será uma mudança de comportamento de todos os envolvidos, em curto espaço de tempo, algo improvável, que fará que uma sequência de vitórias aconteça. O time não perde, mas também não consegue emplacar três vitórias seguidas. O futebol desta segunda-feira (16) que o Santos proporcionou foi decepcionante. Só reforçou a teoria da Vanderlei/ Bruno Henrique dependência. 

FICHA TÉCNICA

SANTOS 2 X 2 VITÓRIA-BA

Estádio Pacaembu, São Paulo (SP)

Árbitro: Braúlio da Silva Machado (SC)

Público/renda: 15.471 / 428,430,00
Cartões amarelos: David Braz (SFC), Wallace (VIT), Yago (VIT), Caíque Sá (VIT), Carlos Eduado (VIT), Alison (SFC)
Gols: David (22'/1T) (0-1), Jean Mota (35'/1T) (1-1), Wallace (19'/2T) (2-1), Ramon (24'/2T) (2-2)
SANTOS: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Alison, Matheus Jesus (Vecchio, aos 14'/2T) e Lucas Lima; Copete (Serginho, aos 14'/2T), Jean Mota (Lucas Crispim aos 36'/2T) e Ricardo Oliveira. Técnico: Levir Culpi.
VITÓRIA-BA: Caíque; Caique Sá, Wallace, Ramon e Juninho; Uillian Correia, Fillipe Soutto e Yago (Patric aos 33'/2T); David (Danilinho, aos 46'/2T), Neilton (Carlos Eduado aos 36'/2T) e Tréllez. Técnico: Vagner Mancini


NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS: 
Vanderlei: Quase não atuou com a garganta inflamada. O Santos ficou com dois goleiros reservas, pois João Paulo, foi chamado na manhã desta segunda-feira para se juntar ao elenco. Sem culpa nos gols. - 6,0
Daniel Guedes: No primeiro gol dos visitantes, se mandou para a frente e não conseguiu chegar a tempo para ajudar na marcação. Joga muito mais do que apresentou nesta noite. - 5,0
Lucas Veríssimo: Faz boa temporada. Se tem um setor que vem se apresentando bem é a defesa, mesmo ao levar dois gols nesta noite.  - 5,5
David Braz: Faz bom campeonato e jogava bem até o momento da falha no segundo gol do Vitória, ao não perceber Wallace nas suas costas e o baiano cabecear para o gol. - 4,5
Zeca: Um dos poucos que escaparam da decepcionante apresentação. Deu a assistência do primeiro gol.- 6,5
Alison: Teve de se virar para conter a movimentação do meio-campo do Vitória. Sobrecarregado. - 5,5
Matheus Jesus: Que o menino tem talento, isso é irrefutável, porém, foi figura apagada em sua terceira partida como titular. Abusou de errar passes. Oscilação natural de quem é jovem. Precisa de um treinador que o cobre e corrija. - 4,5
(Vecchio): Não pode ficar fora desse time. Deu muito mais qualidade no passe. - 6,0
Lucas Lima: Fez uma de suas piores apresentações com a camisa do Santos. Errou passes demais, principalmente no segundo tempo. - 4,5
Copete: Vive uma péssima fase. Como voltou a jogar do lado esquerdo, onde se destacou, cheguei a ter esperança que desencantaria. Foi substituído. - 4,5
(Serginho): Mesmo não sendo atacante e não tendo a velocidade de um ponta, entrou com vontade e atrapalhou a defesa no segundo gol do Santos. - 5,5
Jean Mota: No começo teve dificuldade de se adaptar a uma posição, pois alternava entre a meia e a ponta direita. Depois marcou o gol de cabeça e teve mais confiança. - 6,0
(Lucas Crispim): Pouco tempo em campo. Nas poucas vezes que pegou na bola, não conseguiu ser agudo e produzir. - 5,0
Ricardo Oliveira: A bola não chegou no centroavante. - 5,0
Técnico: Levir Culpi: Reconheceu que o time (segundo ele) fez "a pior partida na temporada" durante a entrevista coletiva. Mesmo em casa, o Santos não se impõe. Errou ao deixar Oliveira isolado ao colocar apenas meio-campistas nas substituições. Acertou em colocar um atacante, mas poderia ser Arthur, que é mais agudo. Time do Santos é desorganizado. Vive de bolas longas e não ataca, totalmente contra o DNA histórico do clube de marcar gols. - 4,0

Leia Mais »

SEM O REI DAS ASSISTÊNCIAS, PEIXE PRECISA VENCER NO PACAEMBU

Publicado às 15h19 deste domingo, 15 de outubro de 2017.
O Santos tem um grande problema para enfrentar o Vitória-BA, no Pacaembu, neste segunda-feira (16), às 20h no estádio do Pacaembu, em partida válida pela 28a. rodada do Campeonato Brasileiro. O atacante Bruno Henrique, o rei das assistências no campeonato, nove até aqui, foi vetado pelo departamento médico devido a desconforto na panturrilha esquerda.  

O técnico Levir Culpi não definiu o substituto. Pelo que o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou Jean Mota deve ser titular. Arthur, Hernandez, Serginho, Kayke e Lucas Crispim, são as outras opções.

A última vez que o Peixe não teve o "Bolt" da Vila curiosamente foi em um duelo no Pacaembu, diante do Fluminense, na abertura do returno da competição e o resultado foi de 0 a 0, no dia 14 de agosto. Naquela oportunidade Hernandez foi quem substituiu Bruno Henrique.

A melhor contratação da equipe na temporada 2017, se queixou de dores na coxa, após o duelo da última quinta-feira (12) diante da Ponte Preta.  Ele realizou exames na noite de sexta-feira e na manhã de sábado (14), após avaliação dos médicos, foram descartadas lesões tanto na coxa quanto na panturrilha.

Completam a lista de desfalques os alas Victor Ferraz, Matheus Ribeiro; além do meia Renato. O zagueiro Gustavo Henrique se recupera de uma artroscopia e os meio-campistas Léo Cittadini e Vitor Bueno só retornam ao time em 2018, pois foram submetidos a intervenções cirúrgicas e realizam fisioterapia.

O volante Renato não atua desde 13 de setembro, no duelo no Equador pelas quartas de finais da Libertadores, diante do Barcelona.  O jogador se recupera de edemas no tornozelo direito e no músculo bíceps femoral da coxa direita e já treina com o elenco desde o fim do mês passado. Ele realiza reforço muscular. Victor Ferraz se recupera de lombalgia e Matheus Ribeiro teve lesão grau 1 no músculo bíceps femoral da coxa esquerda.

O volante Leandro Donizete e o atacante Thiago Ribeiro novamente não vão para a concentração com os demais companheiros. Eles por opção de Levir Culpi, não foram relacionados.

A última derrota do Santos no estádio do Pacaembu foi há mais de três anos, na primeira partida da final do Paulistão de 2014, diante do Ituano. De lá para cá são 24 partidas. Nesse período foram 22 vitórias e apenas dois empates.

O provável Santos deve ir a campo com Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Alison, Matheus Jesus e Lucas Lima; Jean Mota, Ricardo Oliveira e Copete.

O alvinegro é o vice-líder da competição com 48 pontos, dez a menos do líder SCCP.

RELACIONADOS
Goleiros
Vanderlei e Vladimir
Zagueiros
David Braz, Lucas Veríssimo e Luiz Felipe
Laterais
Daniel Guedes, Orinho e Zeca
Meias
Alison, Vecchio, Jean Mota, Lucas Lima, Matheus Jesus, Matheus Oliveira, Serginho e Yuri
Atacantes
Arthur Gomes, Jonathan Copete, Kayke, Lucas Crispim, Ricardo Oliveira e Hernández.


O técnico Kleiton Lima e o meia Diego Pituca, um dos destaques
SANTOS B NAS QUARTAS DE FINAIS

Na manhã deste domingo (15), o Santos "B" empatou em São Caetano em 0 a 0 com o Azulão e se classificou para as quartas de finais da Copa Paulista.

O time comandado por Kleiton Lima vai enfrentar a Ferroviária de Araraquara, a segunda melhor campanha da competição, na fase de mata-mata. O primeiro jogo será na Vila Belmiro. A definições de local e horário serão divulgados pela Federação Paulista nesta segunda-feira (16), à tarde.

Os demais confrontos serão entre Internacional de Limeira X Linense, Desportivo Brasil X Portuguesa de Desportos e o atual campeão XV Piracicaba X São Caetano.

Também nesta segunda-feira, a entidade máxima do futebol paulista divulgará os dias, locais e horários dos duelos das quartas de finais do Paulista sub-15 e sub-17. O infantil de Gustavo Roma enfrenta a Ponte Preta (primeiro jogo com mando da Macaca) e o juvenil de Luciano Santos pega o São Paulo (primeira partida com mando do Peixe).

 
Leia Mais »

BRUNO HENRIQUE NÃO TEM LESÃO DETECTADA, MAS SEGUE COMO DÚVIDA

Publicado às 15h17 deste sábado, 14 de outubro de 2017.
O atacante Bruno Henrique realizou exame de ressonância magnética na noite desta sexta-feira. Os exames de imagem que o camisa 27 realizou apontaram que não existe qualquer lesão na coxa do jogador, porém, o atleta se queixa de incômodo na panturrilha e por essa razão ainda é dúvida para a partida diante do Vitória-BA, nesta segunda-feira (16), às 20h, no Pacaembu. 

Na última quinta-feira (12), após o empate diante da Ponte Preta, em Campinas, o atacante afirmou na saída do gramado que sentiu o "músculo dar uma rasgada" mas que preferiu não sair da partida, porém, após esfriar o corpo as dores estavam aumentando.

O departamento médico do clube acompanha o quadro do jogador que tem realizado trabalhos generativos e neste domingo (15), vai definir se o atacante tem ou não condições de enfrentar o time baiano no dia seguinte.

Bruno Henrique é o recordista de assistências na competição nacional com nove no total, até a última rodada. O avante, ao lado do goleiro Vanderlei são os dois grandes nomes do Santos neste momento no Campeonato Brasileiro.



sub-15 do Santos - 106 gols em 26 partidas.
106 GOLS

O sub-15 do Santos ultrapassou a marca dos 100 gols no Paulista da categoria, neste sábado (14) após golear o Mirassol por 8 a 0, no CT Rei Pelé. A equipe dirigida por Gustavo Roma (neste sábado foi dirigido por Emerson Ballio já que o comandante principal realizava curso na CBF) também foi a única a conquistar as seis vitórias na terceira fase. São 106 gols em 26 partidas (média de 4,07 por partida). A equipe soma 22 vitórias, três empates e apenas uma derrota, justamente para o adversário das quartas de finais, à partir da semana que vem, a Ponte Preta. O primeiro jogo dos duelos será no interior de São Paulo e o alvinegro joga por dois empates.

Além de Ponte Preta x Santos, as demais partidas da fase quartas de finais do Paulistinha da categoria tem Palmeiras x Guarani,  São Paulo x São Bernardo e Red Bull x Osasco.

O sub-17 santista também fez bonito e goleou o Primavera de Indaiatuba por 7 a 1. Com a vitória, o time se classificou na primeira colocação do grupo com 10 pontos. A equipe de Luciano Santos vai enfrentar o São Paulo, na fase de mata-mata. O primeiro duelo será na baixada no próximo sábado (21). 

Além do clássico "San-São" nas quartas de finais do estadual, os demais confrontos são Ponte Preta x América de Rio Preto, SCCP x Red Bull e Palmeiras x Inter Limeira. 

Antes do duelo diante do clube do Morumbi, porém, o juvenil santista tem o Flamengo, no jogo de volta pela Copa do Brasil da categoria, na próxima quarta-feira (18), às 16h, na Vila Belmiro.



Leia Mais »
 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by