FOTO CAPA

NOVO GERENTE? SÓ O ANO QUE VEM

Publicado às 15h00 desta segunda-feira, 24 de setembro de 2018.
Após o anúncio do novo Executivo de Futebol - o meio-campista Renato, o Santos chegou a cogitar a possibilidade de ir ao mercado para contratar um gerente para a vaga deixada por William Machado, demissionário em julho. Entretanto, em breve contato com o Blog do ADEMIR QUINTINO, o presidente José Carlos Peres descartou a possibilidade e garantiu que pelo menos até o fim do ano, essa função não terá um novo nome:
"Não vamos precisar, por enquanto, porque o Renato vai fazer esta função também. E até dezembro não vamos contratar, no máximo pré-contrato com jogadores livres à partir de 31 de dezembro." afirmou.
"Falei bastante com o Cuca e estamos de pleno acordo. À partir de outubro, passando essas turbulências políticas, estaremos iniciando o nosso planejamento." disse o presidente Peres.
O executivo de futebol Renato, tem contrato como atleta profissional até o fim deste ano. No fim da temporada, ele encerra suas atividades como jogador para definitivamente exercer a nova função. O dono da camisa 8, atualmente reserva no time de Cuca, vai participar do planejamento para 2019, à partir do mês que vem.

Atualmente, no departamento de futebol estão Sérgio Dimas  como gerente de logística e Diogo Castro como coordenador.

strutura.com.br
Leia Mais »

PEIXE LEVA A VIRADA E PERDE INVENCIBILIDADE DE NOVE JOGOS

Publicado às 21h30 deste domingo, 23 de setembro de 2018.
O Santos perdeu uma invencibilidade de nove jogos ao ser derrotado pelo 'misto' do Cruzeiro, na noite deste domingo (23) por 2 a 1. O alvinegro segue sem vencer nenhum dos dez primeiros colocados no Brasileirão. O gol santista foi do artilheiro do Campeonato - Gabriel Barbosa.

Sem Gustavo Henrique e Derlis Gonzalez suspensos, Cuca escalou Luiz Felipe na defesa e Bruno Henrique no ataque. O Peixe não atacava tanto na primeira etapa, mas foi objetivo e na primeira vez que foi a frente, Sánchez cruzou e Gabriel Barbosa desviou para marcar o seu 13o. gol no campeonato e se manter na artilharia isolada.

Os goleiros tiveram participação decisiva na partida. Vanderlei salvou o Santos e levou bola na trave. Em seguida, em uma falta cobrada por Rodrygo, a bola desviou e bateu no travessão. Por falar (escrever) no 'rayo' santista, ele teve a chance de aumentar o marcador nos acréscimos, após linda jogada de Bruno Henrique. O camisa 9 ficou cara a cara com Fábio e o cruzeirense que vive grande momento, defendeu. 

A quantidade de chances desperdiçadas do Santos seguiram no segundo tempo com Gabriel Barbosa e Bruno Henrique e como o futebol não tolera desaforo, também em bola aérea, o time da casa marcou duas vezes. 

O Peixe ainda reclamou um pênalti de Bruno Silva em cima de Gabriel que o árbitro não marcou.

De todos os jogos sob o comando de Cuca, esse foi a partida que mais chances o time desperdiçou. A derrota deixa o Santos apenas na 10a. colocação distante 10 pontos do G-6.

Na próxima quinta-feira (27), o alvinegro volta a campo e enfrenta o Vasco em partida remarcada da terceira rodada ainda pelo primeiro turno, às 19h, no Pacaembu. Derlis, Lucas Veríssimo e Gustavo Henrique devem ficar a disposição de Cuca.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 2 X 1 SANTOS
Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG) 
Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)  
Público: Pouco mais de 9 mil presentes.
Cartões amarelos: Murilo (33'/1°T) e Egídio (49'/2ºT) (Cruzeiro) e Victor Ferraz (27'/2ºT), Dodô (37'/2ºT) (Santos)
Gols: Gabriel Barbosa (15'/2ºT), Sassá (1'/2ºT) e Raniel (37'/2ºT)
CRUZEIRO: Fábio, Edilson, Manoel, Murilo (Léo, aos 6'/2ºT), Egídio, Éderson (Robinho, no intervalo), Ariel Cabral, Bruno Silva, David, Rafael Sóbis (Sassá, no intervalo) e Raniel. Técnico: Mano Menezes.
SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Robson Bambu, Luiz Felipe e Dodô; Alison (Yuri, aos 25'/2ºT), Pituca e Carlos Sánchez (Bryan Ruiz, aos 39'/2ºT); Rodrygo, Bruno Henrique (Copete, aos 39'/2ºT) e Gabriel Barbosa. Técnico: Cuca.

Cuca perdeu apenas o segundo jogo a frente do Santos no Campeonato Brasileiro. Curiosamente, o primeiro também foi em BH.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS
Vanderlei: Fez uma grande defesa na primeira etapa. - 7,0
Victor Ferraz: Apoiou bem no primeiro tempo. Teve dificuldades com David na marcação, no primeiro tempo, mas deu conta do recado. - 6,5
Robson Bambu: Não comprometeu com a bola nos pés. No jogo aéreo foi envolvido junto com Luiz Felipe. - 5,5
Luiz Felipe: A exemplo de Bambu, bem com a bola nos pés, mas envolvido nas bolas cruzadas pelo alto. - 5,0
Dodô: Não jogou mal, mas tomou o drible de Edilson no lance do primeiro gol e o segundo saiu pelo seu setor. - 5,0
Alison: Fez um primeiro tempo muito voluntarioso. No primeiro gol do Cruzeiro não viu Sassá chegar em suas costas e cabecear. - 5,5
(Yuri): Apareceu algumas vezes a frente mas limitou-se a passes curtos laterais. - 5,5
Pituca: Precisa melhorar na finalização. Bem na proteção a defesa. - 6,0
Carlos Sánchez: A bola tem que ter seu carimbo no meio de campo. Distribuiu bem o jogo. Errou (mas acertou) o cruzamento do gol de Gabriel Barbosa. - 6,5
(Bryan Ruiz): Não lembro dele ter pego na bola.- SEM NOTA
Rodrygo: Cobrou uma bola que após desvio, chocou-se com o travessão. Fez algumas jogadas pela extrema, mas pode e rende mais do que apresentou. Perdeu uma ótima oportunidade no fim do primeiro tempo. Precisa caprichar mais nas finalizações. - 5,5
Bruno Henrique: Deu uma maravilhosa assistência para Rodrygo no primeiro tempo e perdeu um chance incrível. - 5,0
(Copete): Seis minutos mais os acréscimos. - SEM NOTA
Gabriel Barbosa: Cresceu muito com a chegada de Cuca. Fez um gol, perdeu outro, fez bola jogada que poderia resultar em gol de Bruno Henrique. Artilheiro do campeonato. - 7,0
Técnico: Cuca: O time mudou muito em suas mãos. Mesmo sem vencer ninguém na primeira parte da tabela, encara adversário de igual para igual. O time caiu no segundo tempo e o treinador não quis mexer antes. - 6,0


strutura.com.br
Leia Mais »

CUCA PODE PERDER ESTRANGEIROS PARA O CLÁSSICO

Publicado às 09h45 deste domingo, 23 de setembro de 2019.
A seleção uruguaia divulgou na tarde deste sábado (22) uma pré-lista de 25 jogadores que atuam no exterior para os amistosos contra Coreia do Sul e Japão. O meio-campo Carlos Sánchez, do Santos, está na relação e pode desfalcar a equipes em jogos importantes do Brasileiro, como o clássico diante do SCCP, dia 13 no Pacaembu.

Os amistosos da Celeste contra os time do Oriente, acontecem nos dias 12 e 16 de outubro, mas a seleção embarca dia 6 de outubro. Antes, no entanto, Oscar Tabárez deve anunciar a lista definitiva. Como trata-se de data Fifa, os dirigentes da Seleção do Uruguai não tem obrigação de liberar os jogadores.

Sánchez pode desfalcar o Santos por dois jogos. Além do clássico supracitado diante do rival SCCP, um dia antes do embarque, o Santos enfrenta o Vitória em Salvador (5/10). 

Nesta segunda-feira (24), Juan Carlos Osório convoca a seleção paraguaia para um período de testes entre os dias 8 e 16 de outubro.

Osório já disse que conta com o santista, na renovação da seleção guarani, sendo assim, o atacante pode ser outro desfalque no clássico do mês que vem.

O menino Rodrygo, convocado para a seleção sub-20, o Santos já pediu dispensa do atleta junto a CBF.

Cuca faz bom trabalho no Santos.
G-6 É O ALVO

Sem ter vencido nenhum concorrente na primeira metade da tabela - os dez primeiros colocados do Campeonato Brasileiro, o Peixe tem compromisso difícil e importante para continuar na luta pelo G-6. Neste domingo (23), às 19h, o Santos joga no Mineirão diante do "misto" do Cruzeiro, que vai poupar jogadores para as semifinais da Copa do Brasil no meio de semana. O duelo entre santistas e cruzeirenses é válido pela 25a. rodada. A equipe estrelada das Minas Gerais foi a última a fazer um gol no alvinegro pela Copa do Brasil.

Cuca não terá Derlis Gonzalez e Gustavo Henrique suspensos. Lucas Veríssimo e Luíz Felipe lutam por uma vaga. O primeiro é favorito para retornar a titularidade. Na frente, Bruno Henrique já foi confirmado por Cuca.

Além da aproximação aos primeiros colocados, o Santos defende uma invencibilidade de nove jogos e oito jogos sem sofrer gols. 

Com 32 pontos, o Peixe está dez pontos do sexto lugar - Atlético Mineiro, entretanto tem um jogo a menos contra o Vasco, que será realizada na próxima quinta-feira (27), no Pacaembu

O provável Santos deve começar a partida de hoje com Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Robson Bambu e Dodô; Alison, Pituca e Carlos Sánchez, Rodrygo, Gabriel Barbosa e Bruno Henrique.

strutura.com.br

Leia Mais »

PROCON NOTIFICA SANTOS QUE PODE SER MULTADO EM ATÉ R$ 9 MILHÕES

Publicadoàs 12h18 deste sábado, 22 de setembro de 2018.
Após receber denúncias, o Procon da cidade  de Santos esteve nesta manhã deste sábado (22), na secretaria social da Vila Belmiro e notificou o clube que tem sete dias para justificar porque não estavam recebendo dinheiro, em espécie, para saldar as dívidas dos associados que desejam votar na Assembléia do próximo fim de semana que vai determinar se o presidente José Carlos Peres permanecerá ou não como mandatário do clube. Peres teve aprovado pelo Conselho Deliberativo dois processos de impedimento e o associado é quem decidirá semana que vem.
"Recebemos denuncias e viemos saber a veracidade das mesmas. O fiscal constatou que os boletos não estavam sendo aceitos para serem pagos em dinheiro. Fizemos a notificação e agora o clube tem até o dia 28, para comprovar os recebimentos em espécie" afirmou Rafael Quaresma, diretor do Procon - Santos
Se o clube for efetivamente multado, os valores podem chegar até R$ 9 milhões. O diretor do Procon explicou ao Blog do ADEMIR QUINTINO em breve contato por telefone como seria aplicado essa infração:
"A multa varia de R$ 700 reais a R$ 9 milhões dependendo da gravidade da infração, o número pessoas atingidas e o porte econômico do clube" disse Rafael Quaresma.
O código de defesa do consumidor impede que qualquer estabelecimento deixe de aceitar dinheiro em espécie como forma de pagamento, pois não é permitido pela legislação brasileira. Segundo o CDC, em seu artigo 39, no parágrafo IX, é vedado ao fornecedor de produtos ou serviços, dentre outras práticas abusivas, recusar a venda de bens ou a prestação de serviços, diretamente a quem se disponha a adquiri-los mediante pronto pagamento, ressalvados os casos de intermediação regulados em leis especiais;(Redação dada pela Lei nº 8.884, de 11.6.1994).

Além do CDC, a Lei 1521 de 1951 também versa sobre o assunto e considera a pratica crime contra a economia popular. 

Apenas sócios adimplentes e que estão há mais de um ano no registro do clube estão aptos a votar. Quem estiver em atraso tem até este domingo (23) para regularizar a sua situação ou na secretária social da Vila Belmiro, em Santos ou no Santos Business Center, em São Paulo, das 10h às 21h.

Segundo as informações emitidas pelo próprio clube em seu site oficial, a regularização terá que ser feita pelo próprio titular individualmente, não sendo permitido pagamento a terceiros. O clube também destacou em sua página oficial que movimentos estranhos na Secretaria Social nos últimos dias e, por isso, o pagamento de débitos antigos só poderá ser quitado de forma individual. O presidente José Carlos Peres chegou a registrar um boletim de ocorrência após suspeita de fraude no Departamento Social.

Caso a assembleia de sócios defina pelo impedimento de Peres, o vice-presidente Orlando Rollo é quem assume o cargo. 

strutura.com.br

Leia Mais »

QUARTO MEMBRO DEIXA O CG SANTISTA

Publicado às 21h25 desta sexta-feira, 21 de setembro de 2018.
O quarto membro em menos de 80 dias, entre os nove que compõe o Comitê de Gestão, pediu renuncia da função no final da tarde desta sexta-feira (21). Trata-se de José Carlos de Oliveira. Agora o colegiado tem apenas cinco membros, número mínimo para ter validade as ações do grupo que administra o clube.

José Carlos se juntou a Andres Rueda e Urubatan Helou, os primeiros a saírem no começo de Julho. Depois foi a vez de Hanie Issa entre os conselheiros que deixaram a administração alvinegra.

Atualmente, além do presidente José Carlos Peres, o vice Orlando Rollo, o CG santista tem apenas Estevan Juhas, Fabio Gaia e Pedro Henrique Dória Mesquita.

A saída de José Carlos era questão de tempo. A pessoas mais próximas, o conselheiro já havia dito que desejava deixar o Comitê de Gestão, antes da assembléia com os sócios do dia 29, que decidirá se Peres permanecerá ou não como mandatário do clube.

Bruno Henrique será titular.
BRUNO HENRIQUE SERÁ TITULAR

Neste domingo (23), o Peixe retorna as Minas Gerais para enfrentar o Cruzeiro, desta vez pelo Campeonato Brasileiro, no Mineirão às 19h. O alvinegro está há nove jogos sem perder e há oito sem ser vazado. Curiosamente, foi diante do mesmo adversário do fim de semana que começou esta invencibilidade e a última vez que Vanderlei buscou a bola nas próprias redes. 

Entretanto, para o confronto do fim de semana Cuca terá problemas para escalar a equipe. O defensor Gustavo Henrique e o atacante Derlis Gonzales estão suspenso. Na defesa, o comandante técnico não revelou se Luiz Felipe ou Lucas Veríssimo recuperado de contusão substituirá o camisa 6. Robson Bambu está mantido. Em compensação, no ataque, a referência do setor em 2017, Bruno Henrique está confirmado como titular.
"O Bruno Henrique vai jogar. Ele está treinando bem. É um jogador importantíssimo" avaliou Cuca na entrevista coletiva desta sexta-feira, no CT Rei Pelé.

Rodrygo joga o clássico diante do SCCP em Outubro.
RODRYGO CONVOCADO MAS PEIXE QUER DISPENSA

O atacante Rodrygo de apenas 17 anos foi convocado pelo técnico Carlos Amadeu para defender a Seleção Brasileira sub-20 para os amistosos diante do Chile, nos dias 13 e 15 de outubro, respectivamente.

Porém, a direção santista solicitou a liberação do camisa 9 porque enfrentará o SCCP no clássico do dia 13 do mês que vem, no Pacaembu pela vigésima nona rodada do Brasileirão. "

strutura.com.br
Leia Mais »

DEPOIS DE RENATO, PEIXE QUER NOVO GERENTE E O PERFIL MUDOU

Publicado às 10h50 desta quinta-feira, 20 de setembro de 2018.
Após o anúncio do meia Renato, como novo Executivo de futebol, o Santos estuda a possibilidade da contratação de um gerente para ocupar a vaga de William Machado,  demissionário, no início de julho. Abertamente, os dirigentes não falam em nomes, porém, pelo fato de ter colaborado na vinda do técnico Cuca para o Peixe, o ex -camisa 10 do clube nos anos 90 - Ranieli é um dos nomes especulados para a função. Outro nome que também já foi citado em reunião interna é o do ex-centroavante Rodrigão.

Ranieli foi decisivo para o retorno do atual comandante técnico santista a Vila, há menos de dois meses.  Foi do ex-jogador trocado junto com Serginho Fraldinha por César Sampaio ao Palmeiras, no começo da década de 90, os primeiros contatos com a gestão santista, após a derrota diante do América-MG e paralelamente com o treinador Cuca. Os dois foram companheiros de alvinegro em 1993. O Santista Roxo também publicou em seu portal que o nome do ex-atleta está sendo avaliado pela direção. 

'Rani' como é carinhosamente chamado pelos amigos, chegou a ser empresário de futebol por alguns anos, porém, não atua mais na função há duas temporadas. Até abril de 2018, trabalhou na gestão de um clube do Sul do país, o Santa Rosa.
"Fico feliz e honrado pela possibilidade de assumir essa função no Santos, clube pelo qual tenho uma enorme identificação. Há alguns anos deixei de ser empresário e mudei de função para área de gestão. Exerci a função em um clube aqui no Rio Grande do Sul, do ano passado até boa parte do primeiro semestre deste ano, agora estou livre no mercado." disse Ranieli ao Blog do ADEMIR QUINTINO.
Ao contrário do início da gestão que administra o Santos, quando os profissionais convidados para trabalhar no futebol não tinham nenhuma ligação com o clube no passado, casos de Gustavo Vieira, William Machado e Ricardo Gomes, o atual presidente José Carlos Peres dá sinais de que agora deseja profissionais que tenham qualificação, mas sejam identificados e conheçam a instituição. No começo do ano alguns ex-jogadores trabalhavam na base santista, mas a grande maioria como Nenê Belarmino, João Paulo, Juary e Abel Verônico foram demitidos. Apenas Serginho Chulapa e Lima, com passado vitorioso pelo Santos, permaneceram entre ex-atletas.

O Blog do ADEMIR QUINTINO apurou que o presidente Peres, deseja fazer algo parecido com que o rival São Paulo realizou, quando colocou três ex-jogadores que cuidam do departamento de futebol - Raí, Ricardo Rocha e Lugano que são executivo de futebol, coordenador de futebol e superintendente de relações institucionais, respectivamente, e os números demonstram que deu certo, tanto que o tricolor que vinha de anos mal sucedidos nas competições que disputava e hoje é um dos candidatos ao título brasileiro desse ano.

William Machado, que ocupou a vaga de gerente de futebol tinha como função entender as necessidades do clube, traçar perfil e sugerir dois ou três nomes de reforços de acordo com faixas salariais para o clube saber até onde pode ir. À partir do mês que vem, o Santos começa a planejar a temporada 2019. Com Renato ainda desempenhando a sua função como atleta até o fim deste ano, uma pessoa fora dos gramados para cuidar de contratações, dispensas, troca de jogadores, assédio de clubes e artimanhas de empresários é mais do que necessário.

Perguntado se foi procurado por alguém do clube, Ranieli afirma que conversou apenas com Renato, com quem tem bom relacionamento, mas garante que não recebeu nenhuma proposta oficial, pelo menos por enquanto: 
"Tive um contato com o Renato e me coloquei  disposição dele para trabalhar em conjunto. Até porque seria interessante pelo fato do Renato continuar exercendo a função de atleta até dezembro.
strutura.com.br
Leia Mais »

RENATO SERÁ O EXECUTIVO DO FUTEBOL

Publicado às 18h15 desta terça-feira, 18 de setembro de 2018.
O meia Renato será o novo Executivo do futebol do Santos em substituição a Ricardo Gomes. O anuncio aconteceu no fim da tarde desta terça-feira (18), em entrevista coletiva. O camisa 8 tem contrato até o fim do ano como jogador profissional, porém, já participará do planejamento para 2019, à partir de Outubro.
"Agradeço pela oportunidade. Logo a saída do Ricardo (Gomes), o Cuca veio perguntar a mim sobre a possibilidade. Conversei com a família. Minha intenção era encerrar a carreira no clube do coração. Pensei bastante nos últimos dias e conversei com pessoas. Eu estava vendo aqui como as coisas poderiam estar andando. Falei com o Dimas, que é o nosso gerente e estava junto com o Ricardo. Estou à disposição do Cuca no campo."
Sobre a inexperiência na função, Renato que tem 39 anos de idade, não vê como empecilho. O jogador campeão brasileiro pelo Peixe em 2002, acredita que necessita realizar cursos de capacitação, mas afirma que amadureceu bastante a ideia antes de tomar a decisão. 
"Eu conversei recentemente com o Edu Gaspar, que já esteve neste cargo. Ele pegou experiência, participou de negociações. Eu vou adquirir esta experiência com o tempo "
O técnico Cuca já havia sinalizado que o substituto de Gomes que foi para o Bordeaux da França estava em "casa". 


NOVA ARQUIBANCADA PARA O FIM DO MÊS

Dia 30 de setembro, diante do Atlético-PR, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro está prevista a inauguração do espaço onde ficavam localizado alguns camarotes térreos, atrás do gol de fundo, oposto ao placar eletrônico do estádio. Este espaço passa por reformas há algum tempo e comportará um novo lance de arquibancada.


strutura.com.br
Leia Mais »

POUCAS EMOÇÕES NO CLÁSSICO DA VILA

Publicado às 20h deste domingo, 16 de setembro de 2018.
Em sua recuperação no Campeonato Brasileiro, o Santos apenas empatou em 0 a 0, diante do novamente líder São Paulo, na tarde deste domingo (16), na Vila Belmiro. Agora, o time de Cuca coleciona nove jogos de invencibilidade e oito sem tomar gol. Foi o primeiro clássico-regional que o Santos realizou em 2018, no estádio Urbano Caldeira. No estadual, diante de SCCP e Palmeiras, a direção optou pelo Pacaembu.

O técnica Cuca não promoveu nenhuma mudança significativa no time titular. Sánchez retornou e começou a partida no meio-campo. Os primeiros 15 minutos foram os donos da casa, em cima do adversário que não deu um chute na meta de Vanderlei durante todo o primeiro tempo. Do segundo terço da primeira etapa em diante, o novo líder do campeonato (pelo menos até esta segunda-feira quando jogam Chapecoense x Internacional) conseguiu controlar o Santos que dominava, mas não finalizava.

A segunda etapa foi bem parecida com o final da primeira. O São Paulo só tentava explorar o contra-ataque, mas não tinha exito, principalmente após perder Evérton e substituir Rojas e o Peixe com dificuldade de penetrar na defesa adversária. Porém, o time da Vila teve a oportunidade para liquidar a fatura. Rodrygo roubou bem a bola de Arboleda, porém, na saída de Sidão, na marca do pênalti, o atacante chutou a esquerda do camisa 12 do tricolor paulista e a bola tirou tinta da trave.

A partida também marcou a estréia do atacante Felipe Cardoso recém contratado da Ponte Preta. Ele entrou na segunda metade do tempo final, mas não conseguiu receber uma bola em condição de finalizar.

Que a mudança é da água para o vinho desde a chegada de Cuca no Santos é fato. Com treinador, é um alvinegro diferente e que foi superior no clássico de poucas emoções. Com o antecessor não dava, não tinha trabalho. 

Também, não é menos verdade que quando o Santos enfrentou os adversários do G-6, não conseguiu vencer. Foi assim diante do Galo, em Minas Gerais, os reservas do Grêmio, no Pacaembu há dez dias e agora, diante do São Paulo, no alçapão da Vila.

No próximo fim de semana, o Santos volta a Belo Horizonte para enfrentar os reservas do Cruzeiro (os titulares devem ser poupados para o jogo de volta das semifinais da Copa do Brasil). Lucas Veríssimo pode ser a principal novidade no time. Ele não atua há quatro jogos. Em compensação, Derlis Gonzáles e Gustavo Henrique que receberam o terceiro amarelo serão desfalques.

Cuca comanda o invicto Santos há nove jogos.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 0 x 0 SÃO PAULO
Estádio da Vila Belmiro em Santos (SP)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Cartões amarelos: Robson Alves, Derlis González, Diego Pituca, Alison, Bruno Henrique, Gustavo Henrique e Victor Ferraz (SFC), Arboleda, Hudson, Anderson Martins, Bruno Alves e Rojas (SPFC)
Público e renda: 13.488 / R$ 276.596, 00
SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Robson Bambu, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Pituca e Sánchez (Bruno Henrique, aos 33'/2T); Rodrygo (Arthur, aos 43'/2T), Derlis González (Felippe Cardoso, aos 24'/2T) e Gabriel Barbosa. Técnico: Cuca
SÃO PAULO: Sidão; Anderson Martins, Arboleda e Bruno Alves; Reinaldo, Hudson, Jucilei, Nenê e Everton (Liziero, no intervalo); Rojas (Everton Felipe, aos 39'/2T) e Diego Souza (Tréllez, aos 31'/2T) . Técnico: Diego Aguirre.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS:
Vanderlei:  Nenhuma grande defesa. O adversário também não exigiu. - 6,0
Victor Ferraz: Tentou ajudar no apoio. Sentiu a falta de Rodrygo por aquele setor, onde os dois já conseguiram um entrosamento razoável. - 6,0
Robson Bambu: Rebatedor. Demonstra estar confiante e vem dando conta do recado. - 6,5
Gustavo Henrique: Realizava um grande clássico até o último minuto. Entretanto, cometeu uma falta na entrada da área que poderia comprometer a sua atuação. Soberano no jogo aéreo e antecipações. - 6,0
Dodô: Seu apoio não trouxe nem um lance perigoso. Tomou duas bolas nas costas que poderiam proporcionar perigo a defesa. - 5,5
Alison: Um Leão na marcação. Voltou a jogar bem. - 6,5
Pituca: Como o São Paulo não atacou necessitava mais do segundo volante no auxilio da armação e isso o jovem não fez. No segundo tempo, apareceu um pouco mais. - 6,0
Sánchez: Bem marcado, não apareceu tanto como nas outras vezes. - 6,0
(Bruno Henrique): Jogou 15 minutos apenas- SEM NOTA
Rodrygo: O melhor do time. Rabiscou a defesa adversária nos primeiros minutos e amarelou Bruno Alves, logo de cara. Roubou a bola de Arboleda, mas pecou na finalização. Poderia ter driblado Sidão que foi até a marca do pênalti. - 6,5
(Arthur): Entrou há cinco minutos do fim.- SEM NOTA
Derlis González: Voluntarioso. Não conseguiu reeditar suas boas atuações. Foi substituído. - 5,0 
(Felippe Cardoso): Jogou pouco mais de 20 minutos. Para quem é especialista dentro da área, saiu muito dela, na tentativa de tabelar. Valeu pela estréia. - 5,5
Gabriel Barbosa: Procurou jogo, mas a bola não chegou no artilheiro do Brasileiro. - 6,0
Técnico: Cuca: O time é outro em suas mãos. Conseguiu blindar o grupo dos problemas políticos. Propôs o jogo e apesar da igualdade viu seu time ser melhor no clássico. Tentou substituições ousadas, mas pararam na retranca adversária. - 6,5

strutura.com.br
Leia Mais »
 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by