FOTO CAPA

QUINZE ANOS DAS OITO PEDALADAS E UM SHOW INESQUECÍVEL

Publicado ás 08h15 desta sexta-feira, 15 de dezembro de 2017.
Há exatos 15 anos, as pedaladas de uma garoto franzino nascido em São Vicente de nome Robinho, encantaram o país e após 34 anos , o Brasil era do alvinegro mais famoso do mundo, mais uma vez. Nessa sexta-feira, 15 de dezembro de 2017, se completa mais um aniversário de um dos títulos mais importantes da história do Santos, depois de muitos anos sem dar uma volta olímpica - 3 à 2 em cima do SCCP, em um Morumbi lotado e dividido pelas duas torcidas.

O último titulo nacional do Peixe havia acontecido em 1968. Pelé havia parado de jogar na década de 70 e o alvinegro viveu um período de "vacas magras". As exceções foram os títulos paulistas de 1978 e 1984, além de dois vice-campeonato brasileiros de 1983 e 1995. Muitos podem falar do torneio Rio-SP de 1997 e a Conmebol de 1998, mas o torcedor queria um título estadual ou melhor ainda, um brasileirão. E não poderia haver um roteiro melhor. A decisão contra o maior rival, recheado de dramas e emoções.

Sem dinheiro para contratações em 2002, o Peixe montou um time recheado de garotos para não cair para a série B e sob a batuta do técnico Emerson Leão, os meninos da Vila provaram que talento se faz em casa e em uma campanha onde o time ficou como o último classificado (8o.) eliminou tudo e todos no mata-mata (São Paulo e Grêmio) e a conquista mais aguardada pela Nação Santista após vencer o rival.
"Éramos apontados como zebra e tiramos um enorme peso das nossas costas. Há alguns anos a torcida pendurava as faixas de ponta-cabeça para protestar", relembrou o responsável em levantar a taça naquela memorável tarde, o volante Paulo Almeida.                                              
A epopeia santista foi um divisor de águas na vida do clube. Em 2003, o Santos foi vice brasileiro e da Libertadores. No ano seguinte, levou o oitavo título nacional de sua história e manteve a rotina vencedora em 2006 e 2007 com o bicampeonato paulista. Depois de três anos, o clube iniciou a era Neymar, conquistando o tri paulista (2010,2011,2012), além de 2015 e 2016, campeão da Copa do Brasil (2010) e a Libertadores de 2011.

Fábio Costa, Maurinho, André Luís, Alex e Léo; Paulo Almeida, Renato, Elano e Diego (Robert depois Michel); Robinho e William (Alexandre) foram os heróis na final. O centroavante Alberto, fundamental durante a campanha do título, estava suspenso na última partida.

Me perdoem os leitores, pois, esse espaço é formado basicamente por informações, mas recordar é viver e esse data é tão importante e marcante na história do clube, que não poderia passar em branco.

Mais do que a conquista, aquele esquadrão alvinegro ressuscitou a mistica de que no Santos, não basta vencer. Tem que ser no estilo ofensivo e com direito a espetáculo.

Os campeões de 2002. Um marco na história do clube.
NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS NA DECISÃO
Fábio Costa: Não me recordo de um goleiro pegar tanto em uma decisão. Só jogou os seis jogos finais, após se recuperar de contusão. - 9,5
Maurinho: Apesar de não ter conseguido conter Gil no primeiro gol do rival, fez um campeonato maravilhoso. Tanto que foi para o Cruzeiro no ano seguinte e foi campeão novamente. - 7,5
André Luís: Se redimiu do drible que levou de Gil um ano antes na semifinal do paulista. - 7,0 
Alex: Um dos melhores beques da história do clube. Uniu força, juventude e técnica rara. Fundamental na conquista. - 8,5
Léo: Vivia seu grande momento na carreira. Foi coroado com o gol do título. - 9,0
Paulo Almeida: Não tinha a técnica do campeão Mundial em 70 - Clodoaldo, mas sua liderança e ótimo preparo fisíco contribuíram bastante. - 7,5 
Renato: Não recebeu um cartão amarelo durante todo o Campeonato e a fase final. - 8,5 
Elano: Além de fazer a função de quarto homem do meio-campo, tinha disposição física para ajudar na marcação. Foi dele o gol do empate há poucos minutos do fim. - 8,5 
Diego: Na final, teve que sair no primeiro minuto. Não tinha condições de atuar. Fez um campeonato fantástico. Decisivo na primeira partida da final. - 9,0 
(Robert): No ano anterior tinha sido o melhor jogador do Santos e do Campeonato. Foi emprestado ao São Caetano e foi vice da Libertadores pelo time do ABC. Voltou ao Peixe e sua experiência e habilidade com a canhota foram determinantes para um título que era para ter vindo ao "maestro" sete anos antes. - 8,0 
(Michel): Entrou nos minutos finais. Tinha potencial. Infelizmente pra ele, se perdeu com a falta de maturidade para seguir na carreira. - SEM NOTA
Robinho: Iluminado, decisivo. O "cara" da decisão. Chamou toda a responsabilidade para si. Tarde de Pelé - 10,0
William: Voluntarioso. Sem grande qualidade técnica, lutou como pode e marcava pressão na saída de bola. - 6,5 
(Alexandre): Volante, carregador de piano. Viveu bom momento com Emerson Leão. Entrou em um momento difícil do jogo. - 6,5
Alberto: Estava suspenso na última partida. Marcou gol de bicicleta no mesmo SCCP durante a fase de classificação, gol de letra contra o Grêmio e viveu seus melhores dias vestindo a camisa 9. - 8,5
Técnico Emerson Leão: Personalidade forte sempre foi a sua marca. Corajoso ao dizer ao supervisor Zito, após um amistoso contra o mesmo adversário da decisão, que não precisava de reforços. O treinador na hora certa, no momento certo, com os jogadores certos. Ao ser expulso na final, por reclamação, deixou os meninos órfãos, mas tinha Robinho e o camisa 7 estava em tarde inspirada e resolveu tudo. Só não vai levar 10 pq na decisão, foi expulso (injustamente) e o time se desestabilizou.  - 9,0

strutura.com.br

Leia Mais »

NILMAR RESCINDE COM O SANTOS

Publicado às 20h00 desta quarta-feira, 13 de dezembro de 2017.
O atacante Nilmar não tem mais vínculo com o Santos. Na tarde desta quarta-feira (13) foi publicado no B.I.D (Boletim  Informativo Diário) a rescisão do contrato do jogador. Nilmar atuou apenas em dois jogos pelo Peixe e estava com o contrato suspenso, em razão de ter adquirido sintomas de depressão e se afastar para realizar tratamento. O clube informou oficialmente que o pedido de rescisão partiu do jogador.

Nilmar atuou apenas por 40 minutos com o manto alvinegro. Ele entrou no segundo tempo em dois jogos do Peixe no último Brasileiro, ambos fora de casa, diante de Coritiba e Cruzeiro. O jogador estava realizando tratamento desde setembro. 

Após 14 meses parado em razão de lesão, Nilmar foi anunciado como reforço para o segundo semestre deste ano. O talento do jogador é indiscutível, porém, o histórico de lesões causava desconfiança. Ele tinha acordo com o Peixe por uma temporada e meia com um valor fixo de salário, mais um bônus por produtividade.

EXECUTIVO DE FUTEBOL

Ainda não será nesta quarta-feira (13), que o presidente eleito José Carlos Peres anunciará o executivo de futebol.  

Enquanto a definição não acontece, as especulações surgem. Paulo Carvalho, ex-diretor de futebol amador entre 2010 e 2011 e Paulo Roberto Falcão são dois destes nomes. Conversei com o primeiro por telefone e o mesmo afirmou que pelo menos por enquanto, não foi procurado. Já Falcão, o "Rei de Roma", ídolo do Internacional-RS e da Seleção Brasileira nos anos 80, o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou que foi oferecido.

strutura.com.br
Leia Mais »

SEM ROMA E RUEDA NO CG

Publicado às 13h20 desta quarta-feira, 13 de dezembro de 2017.
O presidente eleito José Carlos Peres nunca escondeu que gostaria de contar com a união de todas as forças políticas no Comitê de Gestão, durante o seu mandato. Para isso, só podem ser escolhidos representantes das chapas que conseguiram no mínimo 20% dos votos para entrar no CD, sendo assim, o atual presidente Modesto Roma e membros da chapa de Andrés Rueda. Entretanto, tanto um, como o outro, não devem estar entre os sete membros do órgão colegiado indicados pelo Presidente, que ao lado do vice, formam os nove que dirigem a instituição.
"Penso que quem vence tem de ter tranquilidade para gerir o clube. Vou ajudar em tudo o que puder. , porém sem participar da gestão", afirmou Andres Rueda em contato com o Blog do ADEMIR QUINTINO na manhã desta quarta-feira (13).
O presidente eleito durante o primeiro dia de transição de mandato, nesta terça-feira (12) esteve com o atual, Modesto Roma Junior, que também tem pensamento parecido com o de Rueda. Ambos terminaram o pleito empatados com 1.661 votos, contra 1.851 do vencedor Peres.
O Peres tem esses três anos para se dedicar ao Clube, para fazer a gestão que ele achar melhor. Ele sabe que poderá contar com toda a colaboração que pudermos dar. Eu passei o que nós tínhamos adiantado, qual a situação atual das negociações”, afirmou Roma.
O presidente eleito José Carlos Peres, promete divulgar o nome do Executivo de futebol até o fim do dia. Quanto ao treinador, o mandatário alvinegro à partir de 2 de janeiro, afirmou que o novo homem forte do futebol santista vai ser ouvido na contratação do novo comandante técnico e por isso, esse profissional deve demorar mais alguns dias para ser anunciado.

ASSOCIAÇÃO FAMÍLIA 1912 NA DECISÃO

No próxima dia 17, a Associação Família 1912 decide na categoria sub-16, no Ginásio do Jabaquara AC, na zona Noroeste de Santos, o título da Copa Base Lidesan (Liga Desportiva de Santos) de futsal em 2017. A ´partida está marcado para às 15h30.

Em sua primeira participação em campeonatos oficiais, a equipe enfrentará o Favela Santista na decisão.
"Para nós é muito gratificante estar em nosso primeiro projeto em uma decisão. Confiamos desde o início em nosso treinador Nido, um profissional comprometido e competente.", afirma Rodrigo Fidalgo, presidente da Associação Família 1912. 
A Associação Família 1912 é um movimento criado por sócios do Santos FC, com o objetivo de contribuir com o futuro do glorioso, através da fiscalização e de um planejamento estratégico.
O Blog do ADEMIR QUINTINO estampa os uniformes da Associação Família 1912 como um dos apoiadores e patrocinadores. 

strutura.com.br
Leia Mais »

JOSÉ CARLOS PERES É O NOVO PRESIDENTE DO SANTOS

Publicado às 01h22 deste domingo, 10 de dezembro de 2017.
O administrador de empresas José Carlos Peres, da "Somos todos Santos" é o novo presidente do Santos para o triênio 2018 a 2020.  Aos 69 anos de idade, o novo mandatário santista tinha sido o segundo lugar, na eleição passada. Seu vice será o funcionário público estadual Orlando Rollo. A dupla recebeu 1.851 votos no pleito deste sábado (9) que teve suspeitas, acusações e muita confusão durante todo o período eleitoral.

O novo presidente teve 190 votos a mais que o atual presidente Modesto Roma, que terminou empatado com Andres Rueda na segunda posição, ambos com 1661 votos. Nabil Khaznadar ficou na quarta colocação com 495 votos. 

Sabedor do resultado, o novo presidente falou em união e sem caça as bruxas:
"É uma batalha de mais de 20 anos. Vamos unir o Santos num só, com amor. Esse é o Santos que queremos. O Santos entra em uma nova era. Com muita humildade. Pretendemos que o Santos seja um barco em que todos remem para a frente."
Na entrevista feita pelo Blog com o novo presidente em 24 de novembro, o novo eleito falou um pouco de seu passado e o que pretende realizar no comando do clube:
"Me sinto preparado pela experiência que acumulei no futebol nos últimos anos. Tenho uma longa folha de serviços prestados ao clube, fundando a Santos Vivo, montando uma subsede em minha própria casa no Pacaembu, servindo ao clube como superintendente, representando o Santos na FPF e no G4 Paulista, trabalhando por anos no reconhecimento de seis títulos brasileiros etc. Além disso, sócio há 40 anos e por cinco vezes conselheiro, conheço o clube e suas nuances políticas. O Santos é um clube cada vez mais dividido, fragmentado. Isso tem que mudar. É da soma das experiências técnica e política e da qualidade das pessoas que me apoiam, que tiro a conclusão de ser o mais preparado para assumir o clube neste momento". 
À partir desta próxima segunda-feira (11), o novo presidente pretende realizar a transição de governo. De fato, ele só assumirá em 2 de janeiro de 2018.

BRASILEIRO DE ASPIRANTES

Neste domingo (10), com portões abertos, o Santos tenta reverter o placar do duelo de ida da final do Campeonato Brasileiro de aspirantes diante do Internacional-RS para ser campeão. Em Porto Alegre, o Peixe perdeu por 3  a 1. Para dar a volta olímpica, o alvinegro precisa vencer por dois gols de diferença para levar a decisão para as penalidades máximas ou vencer por três gols.

Estarei no pré-jogo da partida pelo Esporte Interativo à partir das 14h30. 

strutura.com.br
Leia Mais »

"VOLTO DIA 17 E AÍ DECIDIREI O MEU DESTINO"

Publicado às 17h50 desta sexta-feira, 8 de dezembro de 2017.
Robinho não ficará no Atlético-MG em 2018. O jogador recusou a proposta do clube de Belo Horizonte. O destino dele pode ser a Vila Belmiro, se o presidente eleito neste sábado (9) desejar. O Blog do ADEMIR QUINTINO conversou na tarde desta sexta-feira (8) com o "Rei das Pedaladas", mas como bom driblador, o jogador preferiu manter mistério sobre o seu destino na temporada do ano que vem:
"Quintino, estou viajando com a família. Volto dia 17. Prometo que assim que chegar, falaremos. Vamos esperar. Não tem nada certo com ninguém".  
Como escrito nesta semana aqui no Blog, o Peixe vive a expectativa das eleições e antes disso, nada pode ser executado em termos de contratação. Como versa o artigo 91 do estatuto social:
O Comitê de Gestão não poderá antecipar, nem comprometer as receitas ordinárias ou extraordinárias do SANTOS, por período superior ao do seu mandato, em benefício de sua gestão, nem comprar, vender ou emprestar qualquer direito federativo de atleta profissional nos últimos três meses anteriores ao término de seu mandato, sem prévia autorização do Conselho Deliberativo, mediante parecer favorável do Conselho Fiscal, sendo ineficaz o ato em contrário.
Alguns dos presidenciáveis, entre eles, o atual mandatário Modesto Roma Junior, gostariam de ver o jogador pela quarta vez vestindo o manto. 

O camisa 7 está prestes a completar 34 anos em janeiro. Ele foi campeão em todas as passagens que teve em Vila Belmiro - 2002 (bi-brasileiro), 2010 (um estadual e uma Copa do Brasil) e a última 2014-2015 (Paulista).  

Pelo que o Blog apurou, a proposta feita a Robinho pelo Galo girava em torno aproximadamente de R$ 350 mil mensais.

Muito provavelmente o jogador passe as festas de fim de ano na baixada, onde tem residência e nesse período realize uma pré-temporada de condicionamento físico com seu personal trainner Marcel Duarte.

Robinho está nos Estados Unidos com o técnico Elano, companheiro nas conquistas do Brasileiro de 2002 e 2004:
"Vou dar uma surra no Elano aqui no futevôlei. Depois falamos." concluiu a ligação o atacante Robinho. 
strutura.com.br
Leia Mais »

MAIS DE 16 MIL SÓCIOS TEM DIREITO A VOTO NAS ELEIÇÕES DO SANTOS

Publicado às 21h45 desta quinta-feira, 7 de dezembro de 2017.
Não é exagero dizer que a política do Santos ferve. Acusações, suspeitas e propostas (que deveria ser a prioridade) são apresentadas pelos quatro candidatos. Neste sábado (9), 16.009 sócios em condição de voto, sendo 2209 em São Paulo e outros 13800 na Vila Belmiro, tem a responsabilidade de escolher o presidente para o triênio 2018-2020. 

Uniões foram feitas (e desfeitas) e os quatro postulantes ao mandato travam uma acirrada batalha para ver quem vai ficar com a cadeira da presidência do clube, hoje ocupada pelo jornalista Modesto Roma, que busca a reeleição. 

Destes 16 mil aptos, acredita-se que entre 5 e 6 mil compareçam aos locais para exercerem o seu direito de sócio há mais de um ano, religiosamente em dia com os pagamentos ao clube.

O discurso mudou pouco em relação ao último pleito em 2014, quando três dos quatro candidatos participaram da disputa. Entre as promessas seguem sendo a reestruturação do clube e um Santos forte e competitivo nos próximos anos.

Além do atual presidente Modesto Roma Junior, da Santos Gigante; concorrem a presidência José Carlos Peres, da Somos todos Santos, Nabil Khaznadar, da O Santos que Queremos e Andres Rueda da Santástica União. O Blog do ADEMIR QUINTINO entrevistou todos há aproximadamente 15 dias, com seis perguntas idênticas e uma diferente.

A eleição terá início às 10h do próximo sábado no Ginásio da Vila Belmiro e 15 minutos depois, na sede da Federação Paulista, localizado no bairro da Barra Funda, na capital. O encerramento da votação será às 18 horas. A apuração dar-se á, logo após o término da votação.

Não serão através de urnas eletrônicas e sim através das cédulas de papel, tanto na Vila Belmiro como na Federação Paulista. 

Por ordem numérica da associação, os eleitores estão divididos em 10 urnas na Vila Belmiro e outras cinco na capital. O associado deve apresentar a carteira de sócio e um documento original com foto recente.

Que vença o melhor para o Santos. O maior clube que o mundo já viu, dono até hoje do recorde de mais gols feitos por uma equipe de futebol desde a sua fundação. A instituição centenária e os torcedores merecem.


strutura.com.br

Leia Mais »

MENINO DA VILA DE CONTRATO NOVO

Publicado às 20h55desta terça-feira, 6 de dezembro de 2017.
O volante Alison renovou contrato com o Santos até dezembro de 2022. O acerto aconteceu nesta terça-feira (6). O jogador estendeu o seu vínculo por cinco temporadas.

Alison que esteve emprestado ao Red Bull, no primeiro semestre, voltou outro jogador. O atleta que chegava forte na marcação, não perdeu o seu estilo de roubar bolas, porém, amadureceu e até chutes de fora da área com gols bonitos, como os marcados diante do Flamengo e São Paulo, ambos no Pacaembu, o jovem revelado na base santista tem feito.
"Foi um ano positivo pra mim. Pude ter uma sequencia de jogos e fazendo boas partidas. O torcedor pode esperar que vou ser o mesmo Alison de sempre, que se entrega dentro de campo, que quer ajudar os companheiros e ajudar o Santos FC. Ano que vem vamos participar de competições importantes, difíceis. O nosso grupo tem objetivos e espero que a gente possa alcançar".
O volante estreou no time de cima sob o comando de Muricy Ramalho e no primeiro minuto de partida se lesionou no joelho em partida diante do Cruzeiro. Campeão da Copa São Paulo Junior de lateral-direito improvisado em 2013 e bastante aproveitado no ano seguinte, quando Claudinei Oliveira efetivou-o como titular, o meio-campista vive seu melhor momento na carreira. Neste ano, Alison atuou em 30 jogos e marcou dois gols.

Derick, Giovanni e Sandry.
CAMPEÕES

A Seleção Brasileira  sub-15 sagrou-se no fim de semana, campeã da Copa Nike Friendlies na Flórida, nos Estados Unidos. O Palmeiras e o Santos foram a base. O Peixe tinha três jogadores entre os convocados e todos titulares. O volante Sandry, que deve disputar a Copa São Paulo de Futebol Junior, com apenas 15 anos, o zagueiro Derick e o meia Giovanni, um dos artilheiros da competição.

O quadrangular teve os donos da casa Estados Unidos, a Holanda e a Inglaterra. O escrete canarinho venceu Holandeses e Ingleses e empatou com os norte-americanos. 

Entre os jovens nascidos em 2002 que disputaram o estadual sub-15, sob o comando do técnico Gustavo Roma, o Santos mandou oito jogadores para a Seleção da categoria em 2017. Além dos três supra-citados, o lateral Kadu, o meia Ivonei e o atacante Kaio Jorge estiveram no sul-americano da categoria, onde o Brasil perdeu a decisão para a Argentina por 3 a 2. Além desses seis, o goleiro Vitor e o centroavante David também estiverem convocados no período pré-convocação da competição continental.

strutura.com.br
Leia Mais »

DEFINIÇÕES DE TÉCNICO E JOGADORES, SOMENTE APÓS AS ELEIÇÕES

Publicado às 14h45 desta segunda-feira, 4 de dezembro de 2017.
Enquanto as eleições no Santos não tiverem definidas, tudo que for dito ou escrito neste momento será no campo das hipóteses. Entretanto, a atual direção santista, conversa sim, com o técnico Zé Ricardo, que está no Vasco da Gama. 

Dirigentes do Peixe não confirmam publicamente e nem o staff do treinador, mas um acordo verbal já estaria bem próximo de uma definição e as partes aguardam o resultado do pleito do dia 9, para avançarem, ou não, nas últimas tratativas e os detalhes finais.

Os primeiros nomes da direção assim que Levir deixou o comando santista eram de Fabiano Soares hoje no Atlético-PR e Rogér Machado, que acertou com o Palmeiras. Porém, o nome do cruz-maltino cresceu e hoje é o primeiro da lista da atual diretoria.

Zé Ricardo tem belo trabalho nas categorias de base do clube carioca. No profissional, o Vasco terminou sua participação no Campeonato Brasileiro da Série A deste ano, sob seu comando, na sétima colocação, uma posição abaixo da zona de classificação à fase de grupos da Libertadores. No entanto, a equipe ainda pode pular a “Pré-Libertadores”, caso o Flamengo conquiste o título da Copa Sul-Americana. 

O treinador foi campeão carioca deste ano, ainda pelo Flamengo e é tido pelos atuais dirigentes como moderno, bom gestor de grupo e utilizador de jogadores oriundos da base, digno da tradição de revelar talento em casa, como faz o Santos, há muitos anos. Zé Ricardo teve problemas com jogadores rodados, mas com outros com menos badalados, costuma se dar bem. 
"Muita gente, quando recebi o convite do Vasco, disse: - Você está maluco? Vai pegar um time com vários problemas políticos. Mas tinha convicção de que podíamos fazer um bom trabalho. Fizemos com a Chapecoense as duas melhores campanhas do returno (os dois conquistaram 32 pontos). A felicidade é enorme. Agora é descansar e pensar nas férias." — afirmou o comandante técnico.
Sobre reforços, serve a mesma "toada" do treinador. Depende das eleições. Os nomes mais comentados pelos lados da Vila são os dos retornos de Robinho e Gabriel.

A única definição é a do lateral-esquerdo Romário que disputou a série B pelo Ceará, contratado por empréstimo e que se apresentará apenas em 3 de janeiro de 2018.

strutura.com.br
Leia Mais »
 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by