FOTO CAPA

EMPATE E AUSÊNCIA DE INTENSIDADE

Publicado às 08h50 desta sexta-feira, 24 de janeiro de 2020.
Com pouca criatividade na construção das jogadas, sem intensidade na marcação da saída de bola adversária e o mais preocupante, pouquíssimas finalizações, o Santos estreou apenas com um empate no Paulistão/2020, diante do seu torcedor em 0 a 0, diante do Red Bull Bragantino, na noite desta quinta-feira (23), na Vila Belmiro que recebeu um público de mais de 12 mil expectadores. O duelo marcou a estréia do português Jesualdo Ferreira no comando técnico do time.

Sem Soteldo na Seleção olímpica da Venezuela, Kaio Jorge foi o escolhido para substituí-lo. Porém, o jovem talentoso não tem como característica a explosão pelo lado do campo e tampouco o drible curto. Esse foi apenas um dos problemas do Glorioso na partida. Aliás, o 'Menino da Vila' com dores no pé, deixou o gramado no intervalo da partida substituído por Raniel que fez sua estréia com o manto santista.

Por incrível que pareça, as melhores chances foram do adversário, campeão da última série B do Brasileiro, e emergente força do futebol nacional. 

O goleiro Everson extremamente criticado pelo torcedor alvinegro foi o melhor jogador da partida e além de salvar a equipe numa derrota, num chute cara a cara com o atacante do time do interior paulista, ainda contou com a sorte em um segundo lance, quando a bola caprichosamente bateu na trave e não entrou.

Claro que foram apenas os primeiros 90 minutos e será precoce uma avaliação mais detalhada da equipe que terminou a temporada para esta, sob novo comando. Porém, as ultrapassagens, transição rápida e principalmente a marcação pressão na marcação, não foram vistos neste primeiro jogo da temporada.

Apesar do resultado ruim em casa, a perda de dois pontos, o Peixe é líder do grupo, pois Ponte Preta, Oeste Barueri e Água Santa, outras equipes que compõe o grupo em que está o alvinegro, perderam seus respectivos jogos na abertura da competição.

Na próxima segunda-feira (27), em Campinas, o Santos volta a campo diante do Guarani que goleou a Inter de Limeira, fora de casa, na estréia. Marinho com um entorse em um dos tornozelos, dificilmente reunirá condições de atuar e pode ser mais um desfalque. O jogador será reavaliado nesta sexta-feira (24), na reapresentação do elenco.

FICHA TÉCNICA
​SANTOS X RED BULL BRAGANTINO
Estádio Vila Belmiro - Santos (SP)
Árbitro: Raphael Claus (SP) 
Cartão Amarelo: Carlos Sánchez (Santos) Ligger; Edimar; Barreto; Artur (RBB)
Público e renda: 12.412 / R$ 511.705,00
SANTOS: Everson; Pará, Luan Peres, Luiz Felipe e Felipe Jonatan; Alison, Pituca e Sánchez; Marinho (Derlis González
29' 2ºT), Sasha (Arthur Gomes 17' 2ºT) e Kaio Jorge (Raniel-Intervalo). Técnico: Jesualdo Ferreira 

RED BULL BRAGANTINO: Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz e Ligger e Edimar; Uillian Correia, Barreto (Vitinho 42' 2ºT), Claudinho (Morato 37' 2ºT) e Bruno Tubarão (Thonny Anderson 19' 2ºT); Artur e Ytalo. Técnico: Vinícius Munhoz

A partida marcou a estréia de Jesualdo Ferreira no comando técnico.
NOTAS DOS JOGADORES  DO SANTOS
Everson: O melhor do Santos e do jogo. - 7,0
Pará: Completou 200 partidas com a camisa do clube. Um bom chute de longa distância. - 6,0
Luan Peres: O melhor da defesa. - 6,5
Luiz Felipe: Ainda não repetiu o excelente futebol que o fez melhor zagueiro do Brasileiro de 2016. Tem bola para crescer. - 5,5
Felipe Jonatan: Sofreu com o rápido Artur. Não comprometeu. - 6,0
Alison: É o melhor marcador do país, mas tem muita dificuldade no primeiro passe. - 5,5
Pituca: Na marcação, presença constante, entretanto, pouco colaborou na armação de jogadas com Sánchez. - 5,5
Sánchez: Tentou acelerar o jogo, sua grande característica, mas exagerou na bola longa. - 5,5
Marinho: O mais perigoso do ataque. Bem no enfrentamento individual e com isso, apanhou bastante. Sofreu entorse no tornozelo. - 6,5
(Derlis González): Correu bastante e teve uma chance no final. - 5,5
Sasha: Se movimentou bastante, mas só chegou bola que o camisa 27 pudesse dominar de costas. - 6,0
(Arthur): Entrou para dar velocidade pelos lados, mas parou na boa marcação adversária. - 5,5
Kaio Jorge: Algumas tomadas de decisão errada. Rende mais como homem de área do que pelo lado. - 5,5
(Raniel): Com a entrada de Arhur, passou a jogador como referência, mas a bola não chegou e as poucas que chegaram, pouco produziu. - 5,0
Técnico: Jesualdo Ferreira: Vai ter que ter paciência com o Gajo para a adaptação. Espantou a ausência de intensidade na marcação e a movimentação vistas com seu antecessor Sampaoli. - 5,5


strutura.com.br
Leia Mais »

VAMOS FAZER UM TRATO JESUALDO?

Publicado às 09h40 desta quinta-feira, 23 de janeiro de 2020.
(*) colaborou Caio Santos de Carvalho

Bom dia 'professor' Jesualdo Ferreira. Tudo bem. Gostando desta cidade aprazível, um paraíso de belezas naturais e com um povo hospitaleiro? Tenho certeza que sim!

Após aceitar a proposta do Santos e deixar o Velho Continente em direção a terra descoberta pelo compatriota Pedro Alvares Cabral, vou repassar o que dissemos no final do mês passado, antes mesmo de sabermos que seria Vossa Senhoria, o responsável em comandar o nosso amado 'Peixão',  e por isso, deixa eu te explicar como as coisas aqui funcionam por aqui.

O primeiro passo é entender que você está no maior clube da terra, pode não ser o mais rico, mas é o clube que revelou o Rei, que parou a guerra, alguns dizem duas vezes, que encantou, encanta e sempre vai encantar quem ama futebol.

O Santos é único clube que tem DNA. E por aqui ele é ofensivo. É a busca pelo resultado a todo instante, é o medo do adversário em se arriscar, de subir a marcação e de saber que um raio cai várias vezes no mesmo lugar.

E por falar em 'rayo', como é que eu vou te explicar?

A cidade de Santos tem algumas peculiaridades, chove muito, fica cheia na temporada, a praia tem o maior jardim a céu aberto do planeta, mesmo não tendo as mais concorridas da região, e além disso tem os 'rayos'...

Alguém ainda vai estudar o que tem na água da cidade, porque ela é mágica, mesmo quando passa por transformações como agora. Ela transforma garotos em 'rayos' que fazem tempestade dentro das quatro linhas. Esses 'rayos' tão fortes que a Europa precisa importar para ter esse temporal. Não é Real Madrid? Tão felizes com o Rodrygo?

E se você olhar bem para a base, seu time também pode ter um 'rayo'. Uma força da natureza que só a vontade de vencer de um menino sonhador pode trazer. Acredite sempre na base. 

Vou te tratar de senhor, até pela experiência adquirida de mais de 70 primaveras. Já mandaste bem desde a primeira rodada. Para o jogo desta noite, diante do Bragantino, às 19h15 na Vila Belmiro, o senhor vai colocar um 'Menino da Vila' - Kaio Jorge, no lugar do Soteldo. Já ganhou um ponto, 'professor'

Vossa Senhoria também precisa saber sobre o Urbano Caldeira, a Vila Belmiro. Não é uma grande arena, não cabem 60 mil pessoas, mas pode ter certeza que o adversário treme quando pisa naquela grama sagrada. 

Eu vi em suas redes sociais que o senhor se surpreendeu com a festa que a galera fez no treino aberto ao público. Sentiu a energia, né?

O que não quer dizer que o senhor não pode jogar no Pacaembu, Arena Barueri ou outro local. Você deve! O Santos não é um estádio, não é um jogador, não é um presidente, não é um treinador. O Santos é onde o futebol se sente em casa e sabe que vai ser jogado.

Então vamos fazer um trato: nós vamos te apoiar no estádio que você jogar (para hoje será casa cheia e vendeu quase tudo, só falta as sociais).

Na verdade, vamos fazer um trato ainda melhor: você promete respeitar o Santos que nós prometemos estar lá gritando os 90 minutos.

(*) Caio Santos de Carvalho é publicitário e torcedor do Santos e colaborou na construção do texto onde unimos a crônica - parte dele e o tom jornalístico - parte que escrevi e acrescentei ao texto em todos os parágrafos. 

O zagueiro Yalle e o atacante Andrey Quintino na Sel. do torneio

QUARTAS DE FINAIS COPA SANTIAGO SUB-17


O Sub-17 do Santos tem jogo decisivo nesta noite, no estádio Alceu Carvalho, no interior do Rio Grande do Sul pelas quartas de finais da 32a. Copa Santiago. Às 19h - no mesmo horário do jogo do profissional, os comandados de Márcio Griggio enfrentam o invicto Grêmio de Porto Alegre. A EAV TV ´promete transmissão através do streaming na sua página do facebook. 

Em caso de empate, durante o tempo normal, o semifinalista será conhecido através das decisões por pênaltis. O vencedor enfrenta o ganhador do confronto entre Juventude e os paraguaios do 3 de Febrero que jogam um pouco antes, às 17h, no mesmo local.

Ao término da primeira fase, na última terça-feira (21), o Santos teve dois jogadores na Seleção do Campeonato zagueiro Yalle e o atacante Andrey Quintino foram escolhidos pela emissora que transmite o torneio como integrantes dos 11 atletas que compõe os melhores da competição.

strutura.com.br

Leia Mais »

REMONTAR A DEFESA. A PRIMEIRA MISSÃO DE JESUALDO

Publicado às 16h25 desta quarta-feira, 22 de janeiro de 2019.
Começa nesta quinta-feira (23), às 19h15, na Vila Belmiro, um novo comandante técnico no Santos. Pela primeira vez, o alvinegro será dirigido por um português - Jesualdo Ferreira. Adaptar-se rapidamente ao futebol da América do Sul e remontar o sistema defensivo santista que não terá na estréia diante do Red Bull Bragantino, três jogadores titulares na temporada passada - dois que não estão mais no elenco e um contundido. Esta parece ser a primeira das difíceis missões do 'Gajo'. 

Ao contrário do ano passado, o 'Glorioso' não foi as compras e perdeu mais com saídas do que com chegadas que foram apenas duas - Madson e Raniel, que sequer são titulares neste instante, trocados em definitivo por Victor Ferraz e Victor Bueno, respectivamente.

Para o duelo diante do Campeão da série B Brasileira e quinta e emergente força do futebol do Estado, Jesualdo não poderá contar com a dupla de zaga principal; Lucas Veríssimo com estiramento no colateral medial e Gustavo Henrique que foi para o Flamengo, após o encerramento do contrato. Os titulares neste meio de semana serão Luiz Felipe, um dos melhores zagueiros do Brasileirão de 2016 e Luan Peres que atuou poucos vezes como beque, assim que chegou no segundo semestre do ano passado e em diversas oportunidades jogou de ala esquerda improvisado nas mãos do antecessor de Ferreira - Jorge Sampaoli.

Por falar em lateral esquerdo, Jorge, emprestado pelo Mônaco-FRA, o ano passado, já retornou e até atuou pelo time Europeu e Felipe Jonatan, outro jovem de grande potencial, convocado para a Seleção Brasileira Olímpica não tem concorrência e se firma na posição. 

Sendo assim, do time que terminou a temporada diante do Flamengo, a defesa terá apenas dois jogadores - Evérson e Pará.

Os zagueiros Lucas Veríssimo e Felipe Aguilar estão lesionados e por isso, ainda, não foram inscritos entre os 26 atletas que compõe a lista A da competição. A lista B tem atletas das categorias de base e é ilimitada.

O meio-campo manteve-se basicamente o mesmo. Alison na cabeça da área e com a saída de Ferraz e Gustavo tem a tarja de capitão do time, na estréia (Jesualdo disse que vai revezar o capitão entre cinco atletas - os outros serão Lucas Veríssimo, Sánchez, Pará e Luiz Felipe) com Pituca de segundo volante e Sánchez, que acelera o jogo, na transição de armação. 

No ataque, o canhoto Marinho 'carne seca' pela direita com Sasha 'espetado' de referência na área e Soteldo, que está na Seleção pré-olímpica venezuelano é desfalque e deve dar a lugar ao jovem Kaio Jorge no ataque, apesar do treinador não ter confirmado.

O alvinegro deve ir a campo na sua estréia com Everson; Pará, Luan Peres, Luiz Felipe e Felipe Jonatan; Alison (c), Pituca e Sánchez; Marinho, Sasha e Kaio Jorge.   

O ano passado, Sampaoli levou um semestre para se adaptar, tanto que o Peixe oscilou no Paulistão e se firmou efetivamente após a pausa para a disputa da Copa América. 

Desejo muito que Jesualdo, apesar de ser continente diferente, mas fala a mesma língua do nosso país, consiga se adaptar o mais rápido possível. Que ele possa cobrar bastante o grupo, assim como seu antecessor fazia e com isso extrair o melhor do que ele tem em mãos de material humano.

strutura.com.br
Leia Mais »

SANTOS ESTRÉIA COM UNIFORME COM HOMENAGENS AO ANIVERSÁRIO DE 474 ANOS DA CIDADE

Publicado às 14h05 desta terça-feira, 21 de janeiro de 2020.
O Santos FC, maior embaixador da Cidade pelo menos nos últimos 60 anos, promete uma série de homenagens ao aniversário do homônimo município que completa 474 anos no próximo domingo. 

No fim da manhã desta terça-feira (21), o presidente do clube José Carlos Peres, o prefeito municipal de Santos - Paulo Alexandre Barbosa e o 'Menino da Vila' Taílson, concederam uma entrevista coletiva para falar do assunto. 

Paulo Alexandre - prefeito municipal de Santos
O alvinegro estréia no estadual, nesta quinta-feira (23), às 19h15 contra o Bragantino e durante pelo menos três rodadas, pelo que o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou, o uniforme terá uma arte na parte destinada ao patrocinador master com uma estampa com diversos símbolos representativos da cidade de Santos como o Peixe na entrada da cidade,o novo mercado de Peixe que está sendo construído no bairro da Ponta da Praia, além das muretas dos canais, símbolo tradicional da terra de Brás Cubas - um paraíso de belezas naturais e que passa por uma importante transformação. 
"Santos é o sexto destino turístico mais procurado para férias, e o Santos é um grande atrativo, com o memorial, os jogos. A essência de Santos é o clube." disse Paulo Alexandre Barbosa, prefeito municipal.
O presidente José Carlos Peres não quis revelar as outras homenagens ao município, porém deixou escapar que o santista Supla deve fazer um show na Vila Belmiro, antes, durante ou depois do Santos x Bragantino. 


CLÁSSICO NA COPA SANTIAGO SUB-17

Classificado para as quartas de finais da Copa Santiago, o Sub-17 do Santos volta a campo, nesta terça-feira (21), às 21h diante do Palmeiras, pela última rodada do Grupo B, com transmissão da TV Brasil.

Com duas vitórias e duas derrotas até aqui, na competição que é chamada de "Libertadores Juvenil", em razão de ter equipes de outros países da América do Sul, como Peru, Uruguai e Paraguai, o Peixe deve ter diversos reservas neste clássico, que serve apenas em termos de classificação para a definição dos confrontos e emparceiramentos da próxima fase.

A competição que está em sua 32a. edição, revelou diversos talentos do país. Pelos gramados de Santiago, cidade do interior do Rio Grande do Sul e apenas pouco mais de 200 KM na divisa com o Uruguai, já passaram David Luíz, Luis Suarez, Vagner Lóve, Ronaldo Gaúcho e tantos outros que brilharam no Brasil, América do Sul e futebol internacional.

Andrey , um dos destaques, cotado para Seleção da 1a. fase.
Pelo que o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou e estamos aqui desde o primeiro dia da competição que vai de 12 à 26 de janeiro, Márcio Griggio, técnico santista e ex-jogador do próprio Glorioso da Vila, em 1991, deve utilizar pelo menos seis jogadores que vinham ficando no banco. A intenção é preservar titulares desgastados fisicamente para a fase de mata-mata, onde acontecerão três partidas (quartas de finais, semi-final e final) em apenas quatro dias (De 23 à 26/1).

Na vitória contra os uruguaios do Nacional-URU, na sexta-feira (17) passada, teve jogador santista que percorreu segundo o GPS, 9 km. O sub-17 do Peixe completa nesta noite, a quinta partida em nove dias.

O duelo entre o sub-17 do Santos e Palmeiras terá transmissão da TV Brasil, à partir das 21 horas para todo país, além da EAV TV pelo streaming da internet e compartilhamento do facebook do 'Diário do Peixe'.
strutura.com.br
Leia Mais »

SOTELDO E VERÍSSIMO SÃO DESFALQUES NA ESTRÉIA NA QUINTA-FEIRA

Publicado às 17h desta segunda-feira, 20 de janeiro de 2020.
Depois de perder Soteldo que viajou para a disputa do pré-olímpico sub-23 de Seleções da América do Sul, pois vai defender a seleção do seu país, a Venezuela, o recém chegado técnico Jesualdo Ferreira, ganhou mais um problema para a estréia no Campeonato Paulista, quinta-feira (22), na Vila Belmiro às 19h15. O defensor Lucas Veríssimo também é desfalque.

Após se queixar de dores no joelho esquerdo, o zagueiro passou por um exame de imagem nesta segunda-feira (20) no período da manhã. No resultado, os exames constataram que existe um estiramento no ligamento colateral medial, não sendo caso cirúrgico. A assessoria do clube informa que o jogador segue tratando com realizações de fisioterapia.

Porém, o clube não tem o hábito de informar a previsão de volta de qualquer jogador. Lucas Veríssimo não foi diferente. 

O Blog do ADEMIR QUINTINO conversou com médicos ortopedistas que militam no Esporte, há algum tempo e os mesmos disseram que se for de grau 1 - a recuperação é rápida (entre duas e quatro semanas) e não afeta a parte estrutural do ligamento. Felizmente, é a mais comum delas em atletas de alto rendimento.

Se aconteceu uma lesão de ligamento colateral grau 2, temos uma ruptura parcial do ligamento. Ou seja, apenas algumas fibras dele se rompem. Neste caso, é comum do paciente sentir algum grau de instabilidade na articulação e dores. No geral, estas lesões levam de quatro a oito semanas para cicatrizar em atletas de alto rendimento, não tem necessidade de cirurgia.

Se o pior aconteceu e foi de grau 3, com o rompimento total do ligamento colateral medial, neste caso, temos uma enorme instabilidade na região de dentro (medial) da articulação, com limitação dos movimentos. Quando isso acontece, a estrutura do joelho como um todo, acaba ficando comprometida, gerando incapacidade para determinados movimentos e gestos esportivos. No futebol, por exemplo, o toque de bola de “chapa do pé” fica comprometido. O jogador sente que o joelho “abre” durante o esporte, mas parece que não foi o caso.

Sem Veríssimo, Luís Felipe deve ser o titular na estréia do Peixe na temporada.

strutura.com.br
 


Leia Mais »

GRÊMIO ANUNCIA VANDERLEI COMO REFORÇO. BLOG APUROU QUE CONTRATO SERÁ DE TRÊS ANOS

Publicado às 11h25 deste sábado, 18 de janeiro de 2020.
O Grêmio anunciou na manhã deste sábado (18), através de suas redes sociais que contratou como reforço, o goleiro Vanderlei, titular da meta alvinegra entre 2015 à 2018 e que tinha contrato até o fim deste ano com o Santos. O Blog do ADEMIR QUINTINO apurou que o  camisa 1 chegou a Porto Alegre, há poucos instantes, para assinar um vínculo de três anos com o time do Rio Grande do Sul. O Santos ainda não se manifestou oficialmente sobre a informação.

Em seu site oficial, o clube porto-alegrense saudou a chegada do reforço e afirma o seguinte:
"O Grêmio dá as boas vindas ao goleiro Vanderlei, que chega do Santos para ser opção à meta tricolor na temporada 2020. O atleta assina contrato definitivo."
Pelo que o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou o tricolor dos pampas ofereceu a principio U$ 500 mil (R$ 2,1 milhões), mas com o pedido pessoal do técnico Renato Gaúcho aos dirigentes, pois o comandante do 'imortal' desejava a qualquer custo contar com o jogador para a disputa da Libertadores, os gaúchos aumentaram a oferta para U$ 700 mil (R$ 3 milhões), mesmo valor que o Galo de Belo Horizonte chegou a oferecer. 


O anúncio já era para ter acontecido há algum tempo, porém, faltava o acordo com o Coritiba, dono de uma fatia dos direitos econômicos do atleta. O Peixe já sinalizava que aceitava a oferta dos gaúchos pela sua parte. 

Vanderlei não atuava pelo Peixe há mais de um ano e meio. Mesmo com o ex-técnico do clube Sampaoli, fazendo um revezamento no elenco, o goleiro que foi considerado o melhor do país nos anos de 2015, 2016 e 2017 não atua desde 26 de maio,  quando Santos e Internacional-RS, empataram sem gols na Vila Belmiro, em jogo válido pelo primeiro turno do Campeonato Brasileiro do ano passado.

Vanderlei que completará 36 anos no próximo mês, e tinha salários de aproximadamente R$ 350 mil mensais. 

Com a volta de Vladimir do Avaí e com Everson que Jesualdo disse que iniciará a temporada como titular, o Peixe também conta com João Paulo para a meta alvinegra.

strutura.com.br
Leia Mais »

MADSON: "FERRAZ É MAIS TÉCNICO, EU SOU JUSTAMENTE O CONTRÁRIO, DE ULTRAPASSAGEM"

Publicado às 17h desta quinta-feira, 16 de janeiro de 2019.
O segundo reforço do Santos para a temporada 2020, o lateral-direito Madson foi apresentado, no início da tarde desta quinta-feira (16), no CT Rei Pelé a imprensa. Ele foi envolvido em uma troca com Victor Ferraz, junto ao Grêmio. O ala não fazia parte dos planos dos gaúchos, há algum tempo e no último ano defendeu o Athlético Paranaense.

Durante a entrevista coletiva, Madson revelou que é o oposto ao seu antecessor Victor Ferraz,  dono da posição no Santos, durante quase cinco anos.
O Victor Ferraz é um jogador mais técnico, de construção curta, que joga por trás da linha ofensiva. Tem bom passe, mas pouca infiltração de linha de fundo. Sou o contrário, ofereço opção na frente, principalmente de ultrapassagem, gosto de atacar espaço e chegar na área. Mas quem vai dar o 'feeling' é o Jesualdo. Vou treinar e ele vai me orientar. Quero assimilar o mais rápido possível aquilo que o treinador quer”, explicou o ala que assinou com o Peixe por três temporadas.
O novo reforço santista de 27 anos, fez um breve histórico de sua carreira e porque foi feliz em alguns clubes e em outros, nem tanto:
É um dos maiores desafios ( da carreira), sim. No Vasco tive, infelizmente, a situação do rebaixamento, mas tive conquistas. Cheguei lá, o clube estava há 13 anos sem ganhar o Carioca e fui bicampeão. Levamos o clube à Libertadores depois de muito tempo. Tive altos e baixos. No Grêmio tive dificuldade na metodologia, não encaixou muito. Era muita posse de bola, sem muitas transições, e isso dificultou um pouco. No Athletico foi um casamento quase perfeito, encaixou com meu estilo, muita transição e velocidade, atacar espaço. Aqui (no Santos) é bem parecido, muita transição e velocidade. Espero me adaptar o mais rápido possível”, explicou Madson.
Por enquanto, os dois únicos reforços contratados, Madson e Raniel são opções de banco de Jesualdo. Na lateral-direita, Pará treina de titular e Sasha é o comandante de ataque. 
strutura.com.br
Leia Mais »

RANIEL: “QUERO IR, QUERO ESTAR LÁ, E FAZER PARTE DESTE GRUPO”

Publicado às 15h45 desta terça-feira, 14 de janeiro de 2019.
No começo da tarde desta terça-feira (14), o Sanros apresentou o seu primeiro reforço para 2020. Envolvido em uma troca com o meio-campista Victor Bueno que ficou em definitivo no São Paulo, o centroavante  Raniel, de 23 anos, disse que chegar na Vila é um ‘Dejavu’. O atacante realizou apenas 14 partidas pelo São Paulo e quase chegou ao Peixe, o ano passado em uma troca com Bruno Henrique negociado com o Flamengo.
"Foi tudo muito rápido. Mas logo que meus agentes  falaram da proposta eu não hesitei. O Santos sempre teve um DNA ofensivo, gosto do jogo que impõe, de velocidade, ser ofensivo. Por isso avisei aos meus empresários- 'Quero ir, quero estar lá e fazer parte deste grupo. Ali eu vou me sentir bem” garantiu o novo reforço santista.
O jogador disse que pode ser utilizado em diversas funções, além da de referência na grande área.
"Todos os treinadores que passei gostam de jogadores que atuam em mais de uma posição. E com o Jesualdo não tem sido diferente. Ele vem me testando nas pontas, mas o importante é jogar. O que eu prefiro é jogar de centroavante. Porém, onde o professor optar por mim, vou fazer o melhor para o Santos. Se for de ponta, de centroavante, de meia, eu vou jogar” disse o atacante.
O jogador teve que responder por que ficou tão pouco tempo no Morumbi, onde marcou apenas um gol.
"Eu treinei, me dediquei bastante. Às vezes as coisas não acontecem como a gente quer, mas não podemos parar de trabalhar firme. Já passou, o que importa é este ano. Estou motivado aqui. Chego em um time que fez um campeonato brilhante. Se Deus quiser será um ano brilhante para mim também", finalizou.
Raniel vai usar a camisa 12 no alvinegro.
strutura.com.br
Leia Mais »
 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by