FOTO CAPA

QUEM LARGA NA FRENTE?

Publicado às 19h15 desta sexta-feira, 29 de abril de 2016.
Neste domingo (1), à partir das 16h00, com transmissão da Rádio Tropical FM - 106,7 Mhz, Grêmio Osasco Audax e Santos começam a decidir o título paulista deste ano. 

O técnico Dorival Junior só tem uma dúvida para escalar a equipe. O zagueiro David Braz com um entorse no tornozelo, ainda é dúvida, mas pelo que o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou a tendência é de que o camisa 14 jogue. Se ele não atuar, o comandante técnico santista já confirmou que Lucas Veríssimo será o substituto. A definição de quem jogará acontece na atividade deste sábado (30), pela manhã.

O Peixe vai disputar a final do estadual pela oitava vez seguida, algo que o clube só conseguiu na vitoriosa "Era Pelé" durante os anos 60. Já o time de Fernando Diniz conseguiu o que parecia quase impossível: Eliminou o SCCP nos pênaltis dentro de Itaquera e chegou à final com o melhor índice de passes certos do Campeonato, com muitas trocas de posições entre os jogadores e não dá um chutão. A ida do time da grande São Paulo a decisão premia o bom futebol e dá sinais de que o Brasil ainda pode se reinventar neste esporte.

Se alguém pensa que o Santos vai passar como um trator pelo time que tem como presidente o ex-jogador Vampeta, engana-se. O alvinegro de Dorival Junior manteve a base que fez sucesso no segundo semestre do ano passado, e apesar da derrota na Copa do Brasil para o Palmeiras, foi um dos poucos times que encantou e jogou bola no país em 2015.

O fato do time de Osasco jogar uma das partidas em seu estádio, o Jose Liberatti, contribui para esse equilíbrio. Além de poder abrir a disputa em casa, o Audax não se impressiona e tampouco se incomoda com pressão quando joga na casa adversária.

Se Tche, tche, Camacho e Bruno Paulo ainda não são conhecidos no mundo do futebol, o coletivo, a maior qualidade no time do Osasco já é apreciada, admirada e conhecida do público brasileiro.Já o Santos tem um ataque leve,  o melhor meia em atividade do pais – Lucas Lima e uma equipe bem entrosada. Os laterais do Santos vivem momentos maravilhosos - Victor Ferraz e Zeca, sem contar as boas apresentações de Thiago Maia, as experiências de Renato e Ricardo Oliveira, a frieza de Vanderlei e a juventude de Vitor Bueno e Gabriel.

O Osasco tem um problema. A baixa estatura da defesa, e com isso sofre no jogo aéreo. Entretanto, independente de virtudes e defeitos, Santos e Grêmio Osasco Audax devem realizar duas grandes partidas de futebol.

O Peixe começa a busca do bi-campeonato com Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Renato, Thiago Maia, Lucas Lima e Vitor Bueno; Gabriel e Ricardo Oliveira.

Todos os caminhos levam o torcedor santista de alguma forma a Osasco pra empurrar o time rumo a mais uma conquista.


Medeiros (à esquerda) pode ficar no banco
SAI CITTADINI ENTRA MEDEIROS

O Santos anunciou uma mudança na sua lista de jogadores inscritos para o final do Paulistão, nesta sexta-feira (29). 

Lesionado, Léo Cittadini dá lugar para o volante Fernando Medeiros.

Leia Mais »

CLASSIFICADO COM OS RESERVAS

Publicado as 00h59 desta sexta-feira, 29 de abril de 2016.
O Santos está classificado para a segunda fase da Copa do Brasil. Os reservas comandados por Dorival Junior venceram o Santos do Amapá por 3 a 0 e vão enfrentar na outra etapa, o Galvez do Acre. Os gols da classificação foram marcados por Luiz Felipe, Ronaldo Mendes e Joel.

O meio-campista Leandrinho que seria titular contraiu virose e nem no banco ele apareceu. Alison apareceu em seu lugar.

No primeiro tempo, um Santos tímido sem penetração e com dificuldades de ameaçar o gol de Zé Maria. O primeiro gol santista só aconteceu no último minuto do primeiro tempo.

Já na segunda etapa, mesmo sem alterar a equipe na volta do intervalo, o Peixe conseguiu ameaçar mais e os gols foram acontecendo de forma natural.

Além de ter conseguido poupar seus titulares para a decisão do Estadual, o time de Dorival Junior não correu riscos de perder a classificação, como aconteceu em 2009, quando o clube foi eliminado precocemente diante do CSA-Alagoas em plena Vila Belmiro.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 3 X 0 SANTOS-AP
Vila Belmiro
Árbitro: William Machado Steffen 
Público-Renda:5.712 pagantes / R$ 58.095,00
Cartões amarelos: Elano, Lucas Veríssimo (SAN), Lessandro, Rafinha, Cavalo e Pretão (SAP)
Cartões vermelhos: Alison (SAN) e Lessandro (SAP)
Gols: Luiz Felipe 46' 1ºT (1-0); Ronaldo Mendes 21' 2ºT (2-0) e Joel 37' 2ºT (3-0)
SANTOS: Vanderlei; Igor, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe e Caju; Alison, Rafael Longuine (Fernando Medeiros 32' 2ºT), Elano (Lucas Crispim 23' 2ºT) e Ronaldo; Paulinho (Maxi Rolón 19' 2ºT) e Joel. Técnico: Dorival Júnior
SANTOS-AP: Zé Maria; Cavalo, Dedé, Jari e Batata (Jean Marabaixo 39' 2ºT); Otavio Pretão, Lessandro, Fabinho e Rafinha; Renatinho e Armando (Esquerdinha 24' 2ºT). Técnico: Romeu Figueira


NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS
Vanderlei: Expectador de luxo. Só fez uma defesa no segundo tempo. – 6,0
Igor: Apoiou bastante. Sofreu com o desentrosamento. – 6,0
Lucas Veríssimo: Deu um passe errado no começo do tempo e teve que matar a jogada. Pode ganhar a vaga de titular na final, se David Braz não se recuperar a tempo. – 5,5
Luiz Felipe: Arroz com feijão e premiado com seu primeiro gol no clube na sua quarta partida com o manto alvinegro. – 6,5
Caju: Alternou apoios e momentos mais discretos na partida. Jogou melhor na partida de ida. – 5,5
Alison: Num jogo controlado, com um adversário de qualidade técnica inferior, não pode ser expulso. – 4,5
Rafael Longuine: Eternamente discreto.  – 5,0
(Fernando Medeiros): Jogou apenas 13 minutos. – SEM NOTA
Elano: Buscava armar o time com ligações diretas. Melhorou apenas na segunda etapa. Foi substituído. Foi dele o passe do primeiro gol – 5,5
(Lucas Crispim): Tentou explorar a velocidade pelo lado esquerdo do ataque. – 5,5
Ronaldo Mendes: O único que buscou jogo e armou o time com eficiência. Premiado com um belíssimo gol. – 7,0 
Paulinho: Apagado. Tem muito mais bola do que demonstrou nessa partida. – 5,0
(Maxi Rolón): Ficou limitado a jogar pela esquerda do campo. Recuou muito para quem joga no ataque. – 6,0
Joel: Não jogava bem até receber um presente do adversaria e marcar o último gol do jogo. – 6,5
Técnico: Dorival Júnior: Acertou em poupar os principais titulares. O Santos não correu risco algum de ser desclassificado. – 6,5

Leia Mais »

CONTAS DE 2015 REPROVADAS NO CONSELHO

Publicado as 02h39 desta quinta-feira, 28 de abril de 2016.
Por dois votos de diferença - 83 a 81, o parecer do Conselho Fiscal foi aprovado e as contas de 2015, primeiro ano da gestão Modesto Roma, foram rejeitadas na noite desta quarta-feira (27), pelo Conselho Deliberativo do Santos. 

Com a reprovação, a atual administração do Santos vai ter de se virar com a Comissão de Inquérito e Sindicância do clube.


Wladimir Mattos foi o último a votar.
O conselheiro Wladimir Mattos, curiosamente o último a votar, pois a chamada foi por ordem alfabética, falou sobre a votação. Se o empresário fosse a favor das contas, empataria em 82 a 82 e o voto de minerva seria do presidente do Conselho, entretanto, ele votou pela rejeição
"Tive a impressão que boa parte dos que votaram contra o parecer, em certa medida, buscavam uma solução intermediária ou seja a aprovação com ressalvas. Apesar de todas as justificativas apresentadas pela Diretoria Executiva, o cenário de terra arrasada por ela encontrada, não poderia garantir-lhe um salvo conduto para atropelar o Estatuto do clube. Caberá agora a CIS encaminhar de forma serena, legal e isenta o processo de esclarecimentos dos fatos mencionados pela Comissão Fiscal, garantindo aos gestores o mais amplo direito de defesa. O associado do Santos pode hoje orgulhar-se de seu Conselho Deliberativo, plural e atuante, e que acima de tudo posiciona-se como guardião do Estatuto do Clube. A régua usada ha duas semanas (em relação ao ex-presidente) foi a mesma utilizada nessa noite."
Os ânimos durante a concorrida reunião estiveram bastante acirrados. Membros da mesa se manifestaram com o desejo de votar. Entretanto, a decisão causou desagrado e queixas de dezenas de conselheiros e o presidente da mesa Fernando Bonavides, encerrou a a sessão no começo da madrugada desta quinta-feira.

O Artigo 68 do Estatuto Social do alvinegro prevê como motivos  para  pedir  o impeachment  do  presidente e do vice do Comitê de Gestão, se os mesmos não tiverem aprovadas as contas da sua gestão. Há aproximadamente 15 dias, o ex-presidente Odílio Rodrigues, o seu vice Luiz Cláudio Aquino e outros sete membros do antigo CG foram expulsos do quadro associativo, pelos mesmos conselheiros, baseados, entre outros, neste artigo.

Entre as irregularidades apontadas pelo Conselho Fiscal consta que em Janeiro do ano passado, o clube adquiriu um empréstimo de R$ 4,5 milhões para comprar de volta os direitos econômicos do volante Alison, a ser pago em cinco dias, caso contrário ocorreria, como de fato aconteceu multas, juros, correção, taxas etc. Como não pagaram até a presente data o valor atualizado é de mais de R$ 7,5 milhões, sendo assim um valor de acréscimo de 57% em 14 meses.

Outro apontamento citou as antecipações de receitas, Ocorreram em 2015, antecipação do Campeonato Paulista de 2016, junto a Federação Paulista de Futebol, no valor total de R$ 6.725 milhões, onde o clube pagará R$ 7.17 milhões para receber R$ 5.57 milhões, em seis meses de empréstimo. Existe também uma receita contabilizada em cotas de TV de R$ 19.8 milhões, informada como “bônus sobre transmissão de TV do Campeonato Paulista - temporadas 2016, 2017, 2018, 2019, 2020 e 2021”. Porém, nos documentos apresentados, a rubrica é a de antecipação. O Conselho Fiscal, até o final de 2015, não havia sido informado da existência dessas antecipações ou “bônus” que está em total desacordo com o que determina o artigo 91 do Estatuto Social.

O artigo 91 do Estatuto do clube, versa que “o Comitê de Gestão não poderá antecipar, nem comprometer as receitas ordinárias ou extraordinárias do Santos, por período superior ao do seu mandato, em benefício de sua gestão (…), sem prévia autorização do Conselho Deliberativo, mediante parecer do Conselho Fiscal, sendo ineficaz o ato em contrário”.

Leia Mais »

VANDERLEI, O ÚNICO TITULAR EM AÇãO

Publicado as 19h37 desta quarta-feira, 27 de abril de 2016.
O goleiro Vladimir não foi relacionado no time reserva do Santos que enfrenta o xará e homônimo Santos do Amapá, na partida de volta da primeira fase da Copa do Brasil, as 21h30, no estádio da Vila Belmiro com transmissão da Tropical FM - 107,9 Mhz.

O goleiro Vladimir, que foi titular na partida de ida, em Macapá, e começaria o jogo deste meio de semana, está tratando de uma tendinite no joelho esquerdo e desfalca o time.

Com isso, o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou que o goleiro Vanderlei será o único titular em ação. Os demais jogadores que enfrentaram o Palmeiras ficam preservados para o confronto para a final do estadual, domingo (1), diante do Osasco Audax.

O meio-campista Leandrinho, que ainda não havia treinado esta semana de titular, também recuperou seu espaço e vai começar o duelo.

Ao Santos basta um empate sem gols para ir a próxima fase. Se der novo empate em 1 a 1, o classificado será conhecido nas penalidades máximas. Se der empate acima de dois gols, classifica a equipe do norte do Brasil.

O Peixe começa a partida com Vanderlei, Igor, Luiz Felipe, Lucas Veríssimo e Caju; Leandrinho, Rafael Longuine, Ronaldo Mendes e Elano; Paulinho e Joel.


23 relacionados

Goleiros
Vanderlei e John
Laterais
Caju, Igor (Sub-20) e Ourinho (lateral esquerdo - Santos B)
Zagueiros
Lucas Veríssimo, Luiz Felipe e Gustavo Henrique
Meias
Alison, Elano, Leandrinho, Serginho, Gregore (Santos B), Fernando Medeiros, Rafael Longuine, Ronaldo Mendes e Lucas Lima
Atacantes

Gabriel, Joel, Maxi, Lucas Crispim, Paulinho e Matheus Nolasco (Santos B).

Leia Mais »

PRIMEIRO, PENSAR NO SANTOS -AP

Publicado as 19h10 desta terça-feira, 26 de abril de 2016.
O técnico Dorival Junior vai poupar os principais atletas do seu elenco, visando a final do Campeonato Paulista diante do Grêmio Osasco Audax, no fim de semana. Com isso, novamente um time reserva estará em campo diante do Santos do Amapá, nesta quinta-feira (29), as 21h30, na partida de volta da primeira fase da Copa do Brasil, na Vila Belmiro.

Em relação ao jogo de ida, semana passada, o treinador Dorival Junior promoveu algumas mudanças em relação ao time que começou aquela partida. O jovem Igor do sub-20, deve iniciar na ala direita, assim como Elano, que não tinha viajado para o norte do País e Ronaldo Mendes que entrou na segunda etapa, também devem ser titulares no jogo desta quinta-feira. 

Sendo assim, Alison sai da lateral-direita e volta para a cabeça de área, sua posição de origem.   Portanto, o Peixe deve ir a campo precisando de uma vitória simples ou empate sem gols, para ir a próxima fase da competição nacional com Vladimir; Igor, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe e Caju; Alison, Rafael Longuine, Elano e Ronaldo Mendes; Paulinho e Joel.


Wladimir Mattos avaliou o parecer do Conselho Fiscal
CONTAS DE 2015

Acontece nesta quarta-feira (27), a partir das 20 horas, a Sessão Extraordinária do Conselho Deliberativo do Santos. Na pauta da reunião está a apreciação, discussão e votação do Demonstrativo Financeiro auditado do exercício de 2015 com parecer do Conselho Fiscal. 


A pedido do Blog do ADEMIR QUINTINO, o conselheiro Wladimir Mattos fez uma avaliação tanto da auditoria realizada pela Macso Legate, quanto do parecer da Comissão Fiscal.
"Li com atenção tanto o relatório de auditoria quanto o parecer da Comissão Fiscal . A primeira atestou que o balanço respeitou as normas contábeis enquanto que o Conselho Fiscal, verificou se as regras estatutárias foram respeitadas pelos administradores. Acredito que esse objetivo foi atingido. Importante, também , frisar que ambos não se confundem, portanto, não são contraditórios como alguns querem fazer parecer. O que o associado do clube precisa saber é que o relatório do CF está muito bem embasado, consequentemente espero que seja aprovado pelo Conselho Deliberativo" afirmou.

BRASILEIRO-2016

A CBF divulgou na tarde de segunda-feira (25), os locais e dias dos primeiros jogos do Campeonato Brasileiro de 2016.

Veja abaixo onde o Peixe vai atuar.

Rodada 1:
14/05 - Sábado - 18:30 - Atlético/MG x Santos - Independência.
Rodada 2:
22/05 - Domingo - 11:00 - Santos x Coritiba - Vila Belmiro.
Rodada 3:
25/05 - Quarta - 21:00 - Figueirense x Santos - Orlando Scarpelli.
Rodada 4:
29/05 - Domingo - 18:30 - Santos x Internacional - Vila Belmiro.
Rodada 5:
01/06 - Quarta - 21:45 - SCCP X Santos - Arena Itaquera.
Rodada 6
05/06 - Domingo - 11:00 - Santos x Botafogo - Vila Belmiro
Rodada 7 - 12/06 - Domingo - 11:00 - Santa Cruz x Santos - Arruda.
Rodada 8
15/06 - Quarta - 21:00 - Santos x Sport - Vila Belmiro.
Rodada 9:
18/06 - Sábado - 16:00 - Atlético/PR x Santos - Arena da Baixada.
Rodada 10:
22/06 - Quarta - 21:45 - Fluminense x Santos - a definir.
Rodada 11:
26/06- Domingo - 16:00 - Santos x São Paulo - Vila Belmiro.

Leia Mais »

OITAVA DECISÃO CONSECUTIVA

Publicado às 22h27 deste domingo, 24 de abril de 2016.
Poderia ter sido mais tranquilo, mas enfim, o Santos pelo oitavo ano consecutivo, está na decisão do Campeonato Paulista. Após empate em 2 a 2 no tempo normal, o Peixe bateu o Palmeiras, nos pênaltis, por 3 a 2, na Vila Belmiro e conseguiu algo só realizado na Era Pelé, o clube chegou pela oitava vez consecutiva em uma decisão do Estadual. Se somarmos as conquistas de 2006 e 2007, os santistas chegam a incrível marca de ficar em primeiro ou segundo lugar por 10 vezes em 11 anos. Apenas em 2008, o alvinegro não ficou entre os finalistas.

Era para ter sido mais tranquilo. O time de Dorival alugou o meio- campo e o primeiro tempo santista foi bem acima do Palmeiras que apesar de ter iniciado o duelo com três atacantes, limitava-se a defender e apenas tentativas de contra-ataque. O adversário chegou apenas uma vez nos primeiros 45 minutos em chute de Roger Guedes defendido por Vanderlei. Gabriel abriu o marcador, após belo lançamento de Lucas Lima e o alvinegro foi com a vitória mínima para o intervalo.

Na segunda etapa, depois da tônica da partida ter sido pouco alterada e o Santos ter ampliado com Gabriel novamente, Cuca colocou Rafael Marques e Cleiton Xavier na sua equipe. E deu certo. Quando a partida caminhava para a classificação santista com sobras, o Peixe sofreu uma pane e em dois minutos, o time da capital chegou ao empate com dois gols de Rafael Marques. Um castigo a partida muito mais eficiente do time da Vila, porém, o Santos havia recuado demais. A vaga foi decida, a exemplo do Paulista e da Copa do Brasil do ano passado, nas penalidades máximas.

O enredo do drama ganhou cores mais fortes após o time de Palestra Itália sair na frente e Fernando Prass, defender a cobrança de Lucas Lima. Porém, era dia de Vanderlei. O goleiro santista defendeu as cobranças de Barrios e Rafael Marques e por ironia do destino, Fernando Prass, herói do título da Copa do Brasil, chutou na trave e a classificação santista estava consumada.

O Peixe decidirá com o surpreendente Audax, nos dois próximos fins de semana, o título paulista. O presidente Modesto Roma Junior em entrevista a Rádio Tropical - 107,9 FM garantiu que na reunião desta segunda-feira (25), na Federação Paulista de Futebol, às 11 horas da manhã, que o Santos vai jogar a segunda partida da final em Vila Belmiro, no dia 8, independente se o Grêmio Osasco vai preferir mandar o seu jogo no estádio José Liberatti na Grande São Paulo ou no Pacaembu.

Antes porém, apesar de Dorival não ter confirmado, mesmo após eu ter perguntado ao mesmo na entrevista coletiva, o Peixe deve enfrentar com os reservas o Santos do Amapá, no jogo de volta da primeira fase da Copa do Brasil, quinta-feira (28), às 21h30. Na primeira partida no norte do país - 1 a 1.

Quem não deve ter gostado nenhum um pouco dos finalistas do Campeonato é a Federação e a Rede Globo de Televisão. A segunda por razões sabidas e por ter preferência por determinados clubes com a justificativa de que esses dão maior audiência e a primeira por ter tido seu presidente, Reinaldo Carneiro Bastos, dando entrevista a uma emissora de TV a cabo na última sexta-feira (22), concordando com o comentarista, quando o mesmo perguntou-lhe se seria bom um SCCP e Palmeiras na final e o mandatário do futebol paulista aos risos, afirmou que seria uma ótima decisão. Talvez durante a semana, a emissora do Projac pense novamente, como aconteceu em um passado não muito distante, em reprisar o "Espetacular Homem-Aranha".


Vanderlei tornou-se o herói da classificação santista a final.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 (3) X (2) 2 PALMEIRAS
Vila Belmiro
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza
Público-Renda: 13.690 pagantes / R$ 688.235,00
Cartões amarelos: Elano e Gabigol (SAN), Egídio, Alecsandro, Gabriel, Thiago Martins, Matheus Sales, Vagner e Vitor Hugo (PAL)
Gols: Gabriel 39' 1ºT (1-0); Gabriel 28' 2ºT (2-0); Rafael Marques 42' 2ºT (2-1); Rafael Marques 43' 2ºT (2-2)
Nos pênaltis:
Acertaram: David Braz, Zeca e Victor Ferraz (SAN) Cleiton Xavier e Jean (PAL)
Erraram: Lucas Lima (SAN), Lucas Barrios e Fernando Prass (PAL)
SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia (Léo Cittadini 31' 2ºT), Renato, Lucas Lima e Vitor Bueno (Paulinho 26' 2ºT); Gabriel (Alison 36' 2ºT) e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior

PALMEIRAS: Fernando Prass, Jean, Thiago Martins, Vitor Hugo e Egídio; Gabriel, Matheus Sales, Robinho (Cleiton Xavier 14' 2ºT) e Roger Guedes; Alecsandro (Rafael Marques 14' 2ºT) e Gabriel Jesus (Lucas Barrios 34' 2ºT). Técnico: Cuca.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS
Vanderlei: O herói na decisão por pênaltis. Defendeu as cobranças de Barrios e Rafael Marques e ainda contou com a sorte no chute na trave de Fernando Prass. - 8,0 
Victor Ferraz: Fazia bom clássico, mas foi do seu setor que saiu o cruzamento no gol de empate palmeirense. Muita frieza e qualidade na cobrança do pênalti. - 6,5
David Braz: Ainda sem ritmo de jogo. Foi apenas o quarto jogo após a sua volta. Quase botou o time no mato e chegou atrasado em um dos gols. Cobrou muito bem a penalidade. - 5,0
Gustavo Henrique: Dos últimos jogos, foi o que o sempre bem colocado defensor jogou melhor. Não conseguiu bloquear Rafael Marques no primeiro gol. - 5,5
Zeca: O jogador que dá o desafogo ao meio campo. Deixou o volante Gabriel do adversário, sentado no segundo gol assistência. Maravilhosa assistência. - 7,5
Thiago Maia: O dono do meio-campo no primeiro tempo. Tanto na marcação, como nos arranques para puxar contra-ataque. Caiu um pouco de produção na segunda etapa. Foi substituído. - 7,0
(Léo Cittadini): Apenas 15 minutos em campo. O suficiente para sair com o tornozelo bem inchado após levar uma pancada no fim da partida. - SEM NOTA
Renato: Jogo de terno e gravata. Apesar de veterano, a mesma elegância de sempre. Não tem a mesma velocidade com o passar dos anos. - 6,5
Lucas Lima: Se Matheus Sales colocou o meia no bolso, na final da Copa do Brasil, o ano passado, dessa vez o camisa 20 acabou com o defensor. Linda assistência no primeiro gol. - 7,0
Vitor Bueno: Não reeditou o bom futebol das quartas de final diante do São Bento, o que é natural, pois trata-se de um jovem que necessita maturação e uma sequência de partidas. - 5,5
(Paulinho): Deu novo gás ao ataque santista. Aplicou um lindo chapéu. - 6,5
Gabriel: Se movimentou muito e marcou os dois gols do time.  - 8,0
(Alison): Pouco tempo em campo. Não conseguiu dar a proteção a defesa na propositura do treinador no fim da partida. Apenas nove minutos em campo. - SEM NOTA
Ricardo Oliveira: O melhor atacante do Brasil não finalizou, mas verdade seja dita, a bola não chegou nele. - 5,5
Técnico: Dorival Júnior: Conseguiu fazer com que o Santos atuasse no campo do Palmeiras 2/3 da partida.  O Santos é um time que troca bastante passes e tem o dedo do treinador. Pecou por excesso de zelo e quase foi castigado no fim da partida quando retirou Gabriel e colocou um volante. - 6,0.

http://www.lojarenotech.com.br/

Leia Mais »

VALE VAGA NA FINAL

Publicado às 20h52 desta sexta-feira, 22 de abril de 2016.
Neste domingo (24), o Santos busca confirmar sua oitava participação consecutiva na decisão do Campeonato Paulista. Em partida única, o Peixe enfrenta o Palmeiras, às 16 horas, no estádio da Vila Belmiro, pela semifinal com transmissão da Tropical FM - 107,9. Desde 2009,  o alvinegro jamais deixou de estar presente em uma final do futebol do Estado.

O comandante técnico Dorival Junior preocupado com o clássico, não levou o time titular para o Amapá, na primeira partida da Copa do Brasil. O treinador confirmou Vitor Bueno como quarto-homem do meio campo, mas fez elogios a Serginho e Paulinho.
"(O Vitor) vive uma crescente, mas temos de ter muito cuidado. É um garoto ainda, está buscando uma afirmação. Espero que esses bons momentos vividos pelo Vitor não interfiram diretamente daqui pra frente.  O Paulinho vinha começando a dar certo (antes de se lesionar). É tudo repetição, sequência. O Serginho foi titular num primeiro momento. Não podemos descartar o Serginho ainda, porque ele pegou a equipe buscando um acerto, entrando no campeonato. Temos de ter muito cuidado com isso ainda".avaliou.
Desde que Dorival voltou a Vila Belmiro, em julho do ano passado, o Santos jamais foi derrotado em seu estádio. São 25 jogos de invencibilidade. Se contabilizarmos apenas jogos pelo Paulista, a invencibilidade ainda é muito maior. São cinco anos sem perder. O último revés foi justamente para o Palmeiras em 3 de abril de 2011, gol de Cléber Gladiador. E sabe o que isso significa? Absolutamente nada.

O Palmeiras, o ano passado, apesar de não ter uma consistência defensiva do SCCP, por exemplo, foi o que melhor encaixou a marcação no rápido time santista. 

Pelo que conversei com alguns jogadores do Peixe informalmente em alguns poucos contatos telefônicos e mensagens via whatsapp,durante a semana, o time está mordido.

Penso que se o time de Palestra Itália tentar jogar de igual para igual, vai levar a pior. Taticamente e tecnicamente, o time de Dorival Junior está um pouco a frente. Se Cuca, que treinou três formações diferentes, uma inclusive com três zagueiros, reconhecer a dificuldade e jogar no contra-ataque, o equilíbrio será maior. 

Restam apenas 1,5 mil ingressos a serem vendidos. Cinco mil são reservados a proprietários de camarotes, cadeiras cativas e especial, outros 5,5 mil foram negociados aos associados e quatro mil bilhetes já foram comercializados aos não sócios. No total, são 16 mil ingressos disponíveis.

Neste sábado (23), o treinador Dorival Junior comanda a última atividade no CT Rei Pelé, antes do começo do regime de concentração. Todos os caminhos levam o torcedor santista ou "in loco" ou através de energias positivas ao Templo sagrado do futebol mundial neste fim de semana. 

Vanderlei, Victor Ferraz, Gustavo Henrique, David Braz e Zeca; Renato, Thiago Maia, Vítor Bueno e Lucas Lima; Gabriel e Ricardo Oliveira, deve ser a formação que começa o duelo.

http://www.lojarenotech.com.br/

Leia Mais »

SOBROU ÁGUA E FALTOU FUTEBOL

Publicado às 00h50 desta sexta-feira, 22 de abril de 2016.
No primeiro duelo entre Santos, na estréia de ambas as equipes pela Copa do Brasil, deu empate em 1 a 1, no Estádio Zerão, em Macapá. O gol do Peixe foi marcado por Joel. Como não venceu por dois gols de diferença, os times se enfrentarão no jogo de volta, quinta-feira (29) que vem na Vila Belmiro.

Além de uma partida fraca tecnicamente, o jogo foi interrompido aos 8 minutos da segunda etapa, após um dilúvio que deixou o gramado com várias poças. Após 29 minutos, os times voltaram ao gramado e mesmo em condições impraticáveis, a equipe da baixada chegou a igualdade já que perdia o jogo.

Apesar do desentrosamento, eu, particularmente, classifico como inadmissível não vencer uma equipe semi-amadora da região norte do país, com jogadores apenas do Estado do Amapá. 

O time alternativo santista, já que eram todos jogadores reservas (os titulares ficaram na baixada na preparação para a semifinal domingo, diante do Palmeiras, na Vila Belmiro), perderam uma grande oportunidade de mostrar que podem ser titulares. Só reforçam a teoria de que se a direção não contratar para o Campeonato Nacional, onde ter elenco é fundamental, o alvinegro será novamente coadjuvante.

Nos primeiros 45 minutos, o Peixe não deu um chute sequer a meta do goleiro Zé Maria. Não bastasse isso, ainda tomou um gol.

O elenco santista retorna a baixada na madrugada desta sexta-feira (22). A delegação deixa o Macapá com destino a Brasília, às 5h30 da manhã, e em seguida viajam para São Paulo e desembarcam a tarde.

Um jogo para ser esquecido ou lembrado para não atuar de tal forma. Agora é foco total na semifinal contra o Palmeiras, domingo (24), no Urbano Caldeira, em partida única que vale uma vaga na decisão do estadual. Se conquistar a classificação, será a oitava decisão consecutiva que o Peixe estará no estadual paulista.

FICHA TÉCNICA
SANTOS-AP 1 X 1 SANTOS-SP
Estádio Olímpico Zerão, em Macapá (AP)
Árbitro: Joelson Nazareno Ferreira Cardoso (PA-CBF-2).
Cartões amarelos: Armando, Cavalo e Fabinho (Santos-AP); Luiz Felipe, Paulinho e Alison (Santos)
Gols: Rafinha, 44'/1ºT (1-0); Joel, 33'/2ºT (1-1)
SANTOS-AP: Zé Maria; Cavalo, Dedé, Jari e Batata; Otávio Pretão, Lessandro, Renato, Rafinha e Fabinho; Armando (Jean Marabaixo - 28'/2ºT). Técnico: Romeu Figueira.
SANTOS: Vladimir; Alison, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe e Caju; Léo Cittadini, Leandrinho, (Igor - intervalo) Serginho (Ronaldo Mendes - intervalo) e Rafael Longuine (Maxi Rolón - 37'/2ºT); Paulinho e Joel. Técnico Interino: Lucas Silvestre.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS
Vladimir: Prejudicado pela falta de ritmo no gol que sofreu. Goleiro há muito tempo sem jogar corre esse risco. Treino é bem diferente de jogo, principalmente para esta posição. - 5,0
Alison: Limitou-se apenas a defender quando lateral. No segundo tempo com a entrada de Igor foi pro meio-campo. - 5,0
Lucas Veríssimo: Sem entrosamento com Luís Felipe. - 5,0
Luiz Felipe: Deu condições para Rafinha marcar o gol dos donos da casa. - 5,0
Caju: Um dos poucos que tentou algo. Apoiou bastante. - 6,0
Léo Cittadini: Ainda se adapta a função de segundo volante. Deu espaços no meio, mas foi a frente tentar ser o elemento surpresa. - 5,5
Leandrinho: Reapareceu após longo tempo. Sem ritmo também. Foi substituído. - 5,0
(Igor): O lateral do sub-20 limitou-se a apenas defender. Não apoiou. - 5,0
Serginho: Era um dos poucos que tentava algo. Apesar de não ter sido brilhante, eu particularmente, não o substituiria. Era o único que pensava o jogo no meio. - 5,5
(Ronaldo Mendes): Entrou com vontade. Perdeu um gol feito de cabeça. - 5,5
Rafael Longuine: Mais uma vez discreto. - 5,0
(Maxi Rolón): O argentino jogou apenas 10 minutos em sua estréia. - SEM NOTA. 
Paulinho: Estava sumido no jogo e só tinha aparecido em alguns lances mais desleais. Bela assistência no gol de Paulinho. - 6,0
Joel: Apagado no primeiro tempo,  perder um gol, mas deixou a sua marca. - 6,5
Técnico Interino: Lucas Silvestre: Situação difícil do auxiliar. Pegou um time que pouco treinou junto e com jogadores de qualidade duvidosa em algumas posições. Creio que demorou para colocar o terceiro atacante e eu não tiraria Serginho e sim Longuine, no intervalo. - 5,5

http://www.lojarenotech.com.br/



Leia Mais »
 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by