FOTO CAPA

ESTUPIDAMENTE ORGANIZADO, MAS FALTA QUALIDADE PARA QUEBRAR AS LINHAS

Publicado à 01h12 deste domingo, 20 de janeiro de 2019.
O Santos estreou com vitória no Paulistão 2019. A equipe teve dificuldades, mas venceu a Ferroviária por 1 a 0, com um gol de Jean Mota, quando a partida caminhava para o fim. Foi a senha para a felicidade dos mais de 8 mil pagantes que compareceram a Vila Belmiro e sofreram para entrar (problemas no acesso aos sócios) e assistirem de perto, Jorge Sampaoli, o novo técnico alvinegro.

Sem Bruno Henrique, negociado com o Flamengo e que não compareceu a concentração, marcado para às 11h deste sábado (20) para a irritação de Sampaoli que foi o último a saber da transferência do camisa 11, o treinador colocou no ataque dois centroavantes - Felippe Cardoso e Yuri Alberto.

O Peixe fez uma partida, principalmente nos 45 minutos inicias, com uma equipe estupidamente organizada, que sabe o que deseja em campo, com linhas compactas, marcação alta no campo de defesa do adversário, troca de passes, sem perder a posse de bola, valorizando a mesma, algo de encher os olhos para tão pouco tempo de trabalho. Isso já tinha acontecido em Itaquera, no amistoso diante do SCCP. 

Até os zagueiros santistas trocaram passes na tentativa de furar a retranca adversária. Eram dos defensores,a bola em em profundidade que por muito pouco, não resultaram em assistências. 

No segundo tempo, o treinador trocou o esquema tático. Sacou Yuri Alberto, colocou Arthur por um dos lados e depois promoveu Copete na vaga de Pituca para abri o colombiano pelo outro extremo. 

As tais "linhas" que o Peixe não conseguia quebrar avançaram e Copete conseguiu cruzar da esquerda, Felippe Cardoso fez o pivô e Jean Mota, que tem sido um dos jogadores mais regulares da era Sampaoli, chutar e marcar o único gol da partida. 

Na próxima quinta-feira (24), o Peixe vai a Sorocaba e enfrenta o São Bento de Sorocaba, às 19h30, pela segunda rodada da competição. 

Por fim, eu acredito muito na capacidade do técnico que com 15 dias de trabalho, já deu uma 'cara' ao time. Mas para se tornar competitivo, precisa de material humano. Sei que não teve Rodrygo (na Sel. Brasileira sub-20), além de Lucas Veríssimo em fase final de recuperação, além do atacante Soteldo e do zagueiro Aguilar, que ainda não estrearam. É pouco. Sem peças com qualidade, milagre, Sampaoli, apesar de demonstrar que é muito bom, ele não vai fazer.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 1 X 0 FERROVIÁRIA
Estádio da Vila Belmiro, Santos (SP)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo
Público e renda: 8.616 pagantes/R$ 252.135,00
Cartões amarelos: Felippe Cardoso, Alison e Diego Pituca (SFC), Rodrigão e Elton (FER)
GOL: Jean Mota (32'/2ºT) (1-0)
SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Orinho; Alison, Carlos Sánchez, Diego Pituca (Copete, aos 28'/2ºT) e Jean Mota (Yuri, aos 40'/2ºT); Yuri Alberto (Arthur Gomes, no intervalo) e Felippe Cardoso. Técnico: Jorge Sampaoli.
FERROVIÁRIA: Tadeu; Diogo Mateus, Rayan (Rodrigão, aos 35'/2ºT), Elton e Julinho (Arthur Henrique, aos 37'/2ºT); PH, Toni e Fellipe Mateus; Felipe Ferreira (Uilliam, aos 12/2ºT), Maurinho e Lúcio Flávio. Técnico: Vinicius Munhoz.


Se Sampaoli tiver de três a quatro peças boas novas, o time fica competitivo.
NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS: 
Vanderlei: Expectador de luxo. Sampaoli comprou uma briga com a torcida que defendeu o goleiro e gritou o nome dele por diversas vezes. - 6,0
Victor Ferraz: Um dos poucos que tinha capacidade técnica de armar o time, mesmo jogando de ala. - 6,5
Luiz Felipe: Bem na bola longa. - 6,5
Gustavo Henrique: Tentou no jogo aéreo. O adversário não exigiu na parte defensiva. - 6,5
Orinho: Agrediu pela canhota do campo. Não foi testado na marcação. - 6,0
Alison: Bem posicionado, ficou sem função em razão da falta de ousadia do adversário. - 6,0
Sánchez: Começo da temporada, não demonstrou aquela força nas arrancadas. - 6,0
Pituca: Bom passe, mas tentava armar, o que não é da sua função. Foi substituído. - 6,0
(Copete): Voluntarioso, muita transpiração. Entrou bem pela esquerda e começou a jogada do gol. - 7,0
Jean Mota: Não é rico de talento, mas tem sido o jogador mais prático e regular. De um meio-campista que estava a disposição, tem sido útil. Belo gol. - 7,5
(Yuri): Jogou poucos minutos.- SEM NOTA
Yuri Alberto: Não treinou entre os titulares durante a semana e foi escalado de última hora. Teve duas chances, mas a bola não entrou. Raçudo e determinado. A sorte não tem ajudado, o menino que é bastante comprometido. - 5,5
(Arthur): Não conseguiu dar velocidade e nem o drible para quebrar a linha que o time tanto precisava. - 5,0
Felippe Cardoso: Podia simplificar e em alguns momentos, tenta demonstrar uma técnica mais refinada que ainda não tem. É bom jogador de área. Tanto que fez o pivô de forma perfeita para o único gol do jogo. - 6,5
Técnico: Jorge Sampaoli: Apesar de tão pouco tempo de trabalho é visível seu dedo no padrão do time que só tem a melhorar. Principalmente se lhe deram peças em alguns setores do campo. Sente falta de jogadores criativos no meio e na frente. Peixe marca bem na defesa adversária. Troca passes como não trocava há muito tempo. Quem gosta de tática e de um futebol bem compactado e trabalhado é de encher os olhos. - 7,5


DERLIS PRONTO PARA SER REINTEGRADO

O atacante Derlis Gonzalez deve ser reintegrado ao elenco. O Blog do ADEMIR QUINTINO apurou que o jogador teve uma conversa com a direção do clube e acertaram alguns pontos que incomodavam o paraguaio.

Até uma nota oficial está sendo preparada para ser divulgado na imprensa que informará que o jogador que na semana passada pediu para ser negociado, estará reintegrado ao elenco nos próximos dias.


strutura.com.br
Leia Mais »

PEIXE VENDE BRUNO HENRIQUE E RECEBERÁ EM TRÊS VEZES

Publicado às 05h30 deste sábado, 19 de janeiro de 2019.

Fim da novela. O atacante Bruno Henrique está de saída do Santos. O alvinegro aceitou parcelar em três vezes e o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou que por R$ 23 milhões, mais o empréstimo do volante Ronaldo por 12 meses com opção de compra. O camisa 11 foi vendido na madrugada deste sábado (19) ao Flamengo, em definitivo. Acontece a troca de minutas de contrato. Em breve, os clubes anunciarão oficialmente o acordo. 

O rubro-negro chegou a desistir do atacante. O vice-presidente de futebol do Flamengo Marcos Braz disse durante a semana que o clube da Gávea tinha saído da negociação, que foram retomadas na quinta-feira (17) e  avançaram na sexta, varando a madrugada. 


Os dirigentes do time carioca acusaram o presidente santista José Carlos Peres de ter aceito verbalmente, semana passada, R$ 22,5 milhões e mais dois empréstimos e na hora de formalizar o que desejava por escrito, ter aumentado para R$ 28 milhões. O fato foi revelado por este blogueiro no programa #Mais90 do canal Space, na última quarta-feira (15). 


Bruno Henrique chegou ao Santos em janeiro de 2017. Teve um ano excelente e chegou a ser a referência do ataque santista e cotado para a Seleção Brasileira, porém, em 2018, após uma bola da no olho que quase o tirou do futebol, não conseguiu reviver seus melhores dias. Foram 87 jogos e 20 gols com o 'manto santista', no total.

Bruno Henrique custou ao Peixe 4 milhões de euros (R$ 14 milhões a época) e ainda tem duas parcelas do jogador a serem pagas que ficam sob a responsabilidade do Glorioso da Vila. As partes acertaram que seriam pagos ao Wolfsburg-ALE, 1 milhão de euros por ano.

Ronaldo emprestado por um ano ao Santos FC.
Além da quantia em espécie, o Peixe receberá o meio-campo Ronaldo, por empréstimo de um ano. os direitos econômicos do meio-campista estão fixados em 3 milhões de euros (R$ 12,8 milhões) O jogador foi destaque na conquista da Copa SP de Futebol Júnior em 2016 pelo time do Rio.

Aos 21 anos, ele iniciou a temporada passada com a expectativa de ser utilizado pelo Flamengo com frequência, o que não aconteceu. Foram apenas quatro partidas do volante, pelo Campeonato Carioca, ainda sob o comando de Carpegiani. Ele sofreu uma lesão no menisco do joelho esquerdo em outubro de 2018, durante um treinamento. Em 2017 esteve cedido ao Atlético Goianiense por empréstimo.

Sem dinheiro em caixa, o alvinegro deve utilizar o dinheiro para reforçar a equipe e atender as queixas de Sampaoli que tem publicamente se queixado da gestão por terem prometido um time competitivo.
.

strutura.com.br
Leia Mais »

FELIPE AGUILAR É ANUNCIADO E SAMPAOLI DIZ QUE NÃO SABIA DE CRISE FINANCEIRA

Publicado às 14h30 desta sexta-feira, 18 de janeiro de 2019.


O Santos anunciou oficialmente a contratação do zagueiro Felipe Aguilar.  O alvinegro vai desembolsar U$ 4 milhões (R$ 14,9 milhões) ao Atlético Nacional, dono dos direitos econômicos do atleta. O jogador realizou exames médicos e foi aprovado. Mas não tem só notícia boa. O técnico Jorge Sampaoli, deu entrevista coletiva após o treino pela manhã e disparou contra a direção e exige que o clube cumpra a promessa de um time competitivo.

O alvinegro tem um situação para ser resolvida. Com a chegada do defensor colombiano, o elenco passa a ter sete estrangeiros. A legislação brasileira, permite que cinco sejam relacionados. Bryan Ruiz está de saída pois solicitou a rescisão do seu contrato. Os outros gringos são Copete, Noguera, Derlis, Sanchez e o recém-chegado Soteldo.

Blog do ADEMIR QUINTINO consultou o analista de desempenho Victor Hugo da personal scout sobre os números do novo reforço santista que era capitão do Atlético Nacional-COL (foto acima). O colombiano é um zagueiro técnico e com perfil de liderança. 

Aguilar é o segundo reforço do clube para a temporada de 2019. O meia-atacante Yeferson Soteldo, foi apresentado oficialmente na última terça (16) foi a primeira contratação do Peixe neste ano. Os dois jogadores foram pedidos do técnico Sampaoli. 

Sampaoli quer mais reforços. 
Por falar no treinador argentino, ele deu entrevista no fim da manhã desta sexta-feira (18). E o novo comandante do elenco santista não poupou a direção do clube e admitiu a decepção:
"Eu não estava sabendo da situação financeira do Santos. Eu pensava que estava vindo para um time que permitisse e me desse condições trabalhar com uma grande equipe, com potencial. Estamos esperando que as promessas sejam cumpridas."
O treinador disse que tinha conhecimento da perda de alguns talentos da equipe do ano passado, mas deixou nas entrelinhas que prometeram-lhe um time competitivo e até agora não lhe deram.
"Tinha claro que eu vinha a um clube que me dava a chance de ter uma equipe grande... Que iríamos ter um time forte. Com as saídas de Gabriel, de Rodrygo, teria que melhorar o elenco com jogadores novos, isso foi falado pela diretoria e estamos esperando que aconteça."
Como desgraça pouca é bobagem, Derlis Gonçalves emprestado pelo Dínamo de Kiev em uma troca com Vitor Bueno pediu para ser negociado. O próprio Sampaoli confirma o desejo do paraguaio. Com isso, o atacante de beirada não foi inscrito no estadual.
"Derlis González manifestou desejo de seguir sua carreira em outro lugar. Está negociando uma possibilidade importante. Como não temos certeza, preferimos não inscrevê-lo para que não ocupe um lugar."
Nesse clima, o time do Santos estreia neste sábado (19) diante da Ferroviária, às 17h, na Vila Belmiro. O goleiro Vladimir, o lateral-direito Daniel Guedes, os defensores Noguera e Cléber Reis, os meias Bryan Ruiz e Rafael Longuine e os atacantes Rodrigão, Derlis González e Eduardo Sasha. 

strutura.com.br
Leia Mais »

FORMA DE PAGAMENTO SEPARA BRUNO HENRIQUE DO FLAMENGO. PEIXE QUER RECEBER À VISTA

Publicado ás 10h30 desta sexta-feira, 18 de janeiro de 2019.
Apesar do vice-presidente de futebol Marcos Braz ter dito que o Flamengo tinha desistido de Bruno Henrique, as negociações nesta quinta-feira (17) avançaram com o Santos, porém, o clube de Vila Belmiro deseja receber à vista e o Flamengo oferece os valores de forma parcelada. 

Pelo que o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou a oferta é de R$ 23 milhões mais os empréstimos com opção de compra após 12 meses do volante Ronaldo e do jovem atacante Lucas Silva.


A proposta flamenguista está com o Santos. Os cariocas aguardam a resposta do mandatário alvinegro para saber se ele aceita o parcelamento. 

Paralelamente a isso, o Cruzeiro também mantém a proposta revelada com exclusividade pelo Blog do ADEMIR QUINTINO que é de R$ 10 milhões mais 50% de Raniel e um ano de salários pagos pelo clube mineiro. O alvinegro aceita o atacante mas quer R$ 20 milhões.

Entretanto, como os dirigentes do Peixe autorizaram o staff de Bruno Henrique a conversar com o Flamengo, as bases salarias com o clube da gávea estão acertadas, ao contrário do que acontece com o time de Minas Gerais. Bruno Henrique não acertou condições salarias com o time da Toca da Raposa.

Tanto Ronaldo, como Lucas Silva são crias da base rubro-negra. 

Aos 21 anos, Ronaldo iniciou a temporada passada com a expectativa de ser utilizado pelo Flamengo com frequência em 2018, o que não aconteceu. Foram apenas quatro partidas do volante, pelo Campeonato Carioca, ainda sob o comando de Carpegiani. Ele sofreu uma lesão no menisco do joelho esquerdo em outubro do ano passado durante treinamento. Em 2017 esteve cedido ao Atlético Goianiense por empréstimo.

Lucas Silva é um ano mais jovem. Tem 20 anos. Ele marcou um golaço no carioca de 2018 diante do Volta Redonda e depois foi pouco aproveitado. 

strutura.com.br


Leia Mais »

FELIPE AGUILAR VIAJA AO BRASIL PARA SER O SEGUNDO REFORÇO EM 2019

Publicado às 22h30 desta terça-feira, 15 de janeiro de 2019.
Felipe Aguilar viaja para o Brasil para realizar exames médicos e acertar com o Santos. A informação foi confirmada nas redes sociais oficias do Atlético Nacional de Medellin- COL que aceitou a proposta alvinegra. O Peixe vai desembolsar cerca de U$ 4 milhões (R$ 14,9 milhões).

O zagueiro de 25 anos, se aprovado nos exames clínicos e físicos será a segunda contratação do Peixe para 2019.

O alvinegro tem um situação para ser resolvida. Com a chegada do defensor colombiano, o elenco passa a ter sete estrangeiros. A legislação brasileira, permite que cinco sejam relacionados. Bryan Ruiz está de saída pois solicitou a rescisão do seu contrato. Os outros gringos são Copete, Noguera, Derlis, Sanchez e o recém-chegado Soteldo.

O jogador de defesa foi mais um pedido do técnico Jorge Sampaoli.

NOTA DO ATLÉTICO NACIONAL
"O Atlético Nacional relata que, dado o desejo expresso por Felipe Aguilar Mendoza de ter a possibilidade de jogar no exterior, a Instituição (Atlético Nacional) aceitou a proposta do Santos Futebol Clube do Brasil de adquirir os direitos esportivos do defensor. Aguilar vai viajar para exames médicos e fechar seu relacionamento com a equipe brasileira.
Felipe foi formado nas divisões inferiores da Instituição beldroegas e ganhou seis títulos com a equipe profissional: Dois copos de Águia (2016 e 2018), a Liga Super (2016), uma águia League (2017), a Recopa Sul-Americana (2017) a Conmebol Libertadores (2016).
A Instituição agradece Felipe por sua dedicação durante onze anos no El Verde e lhe deseja muitos sucessos em seu novo desafio profissional no futebol brasileiro."
strutura.com.br

Leia Mais »

COM A 10 QUE FOI DO REI PELÉ, VENEZUELANO SOTELDO É APRESENTADO

Publicado às 16h30 desta terça-feira, 15 de janeiro de 2019.
O Santos apresentou no fim da manhã desta terça-feira (15), o seu primeiro reforço para a temporada 2019. Trata-se de Yerferson Soteldo de apenas 21 anos. Ele custará ao Santos U$ 3,5 milhões (cerca de R$ 13 milhões).

O Venezuelano que atuava no futebol chileno, assinou contrato de quatro temporadas e recebeu das mãos do presidente José Carlos Peres, a camisa 10, que um dia foi do Rei Pelé.
O Santos é um dos maiores clubes do mundo. Foi onde Pelé, o maior jogador da história do futebol, jogou. Também teve o Neymar, que é muito bom. É um sonho jogar neste clube”, 
O meia-atacante de 1,60m de altura, estava emprestado ao Universidad de Chile. Ele chega ao Peixe, com a função de atacante de beirada, mas durante sua primeira entrevista coletiva, garantiu que também pode atuar pela esquerda e pelo meio, e  que com a bola no pé, gosta de explorar a sua velocidade e ir pra cima dos adversários:

Segundo o analista de desempenho Victor Hugo, da personal Scout, Soteldo atuou em 37 partidas em 2018. Foram 34 como titular e foi substituído quatro vezes. Marcou sete gols e tem média de acerto de 56,5%. Sua média de assistência, segundo a análise que o profissional realizou a pedido do Blog do ADEMIR QUINTINO é de 0,15 por partida. Em termos de finalizações ele tem 42,2% (média de 1,92 por partida). 
"O atleta tem scout médio nivelado com os atuais atacantes do Santos. Como é jovem e com margem de crescimento, a aposta é válida" avaliou o scout Victor Hugo.
Nos dribles, Soltedo tem em média 9,88 por jogo com aproveitamento de 74,3% de acerto nas tentativas.

Soltedo ficou surpreso que a indicação de seu nome que partiu do técnico Jorge Sampaoli:
"Quando me disseram que ele me pediu, me surpreendi, imagino que pela qualidade e porque eu posso ajudar. É um grande técnico, ganhou muito e espero corresponder. Desde pequeno tenho essa responsabilidade, gosto que me ensinem, sempre estou pronto para aprender. É uma responsabilidade, pressão, e vou assumir da melhor maneira. Jogar nesse clube é um privilégio.” 
strutura.com.br
Leia Mais »

VAI OU NÃO VAI?

Publicado às 10h45 desta segunda-feira, 14 de janeiro de 2019.
O Flamengo e o Cruzeiro ainda sonham em poder contratar o atacante Bruno Henrique, do Santos. Mas as negociações, tanto com o rubro-negro, como com o time mineiro, deram uma 'estacionada'. O vice de futebol Marcos Braz afirma que passa pelo presidente santista José Carlos Peres, o destino do atleta. Já com o clube de Belo Horizonte, a distância do que o Peixe deseja para que foi oferecido está muito grande.

O Cruzeiro oferece 50% dos direitos econômicos de Raniel e menos de R$ 10 milhões para ter Bruno Henrique, em definitivo. O alvinegro, por sua vez, aceita o jovem atacante, mas deseja mais de R$ 20 milhões junto para entregar o seu camisa 11.

Já o Flamengo, chegou a R$ 25 milhões e mais empréstimos de dois atletas, porém, Uribe, exigência dos santistas revelado no Blog do ADEMIR QUINTINO foi vetado pelo técnico flamenguista Abel Braga que não abre mão do colombiano. O presidente santista então deseja R$ 30 milhões, primeira pedida feita, ainda no ano passado.

Após várias reuniões, o clube carioca aguarda documento escrito do Santos sobre as propostas realizadas . O time da Gávea afirma que o Peixe só deu respostas verbais e deseja saber o que falta para fechar a negociação.

Titular no amistoso deste fim de semana, na Arena de Itaquera, diante do SCCP, Bruno Henrique que tem contrato até janeiro de 2021 com o Santos, falou da possibilidade de transferência:
"Eu demonstrei que tenho potencial para jogar em qualquer clube. Isso (transferência para outro clube) eu deixo para a diretoria. Fico feliz com carinho dos torcedores (do Santos) de estar aqui vestindo esta camisa, agora é trabalhar e seguir em frente."
O técnico Jorge Sampaoli, bastante sério e autêntico em suas primeiras entrevistas no Brasil, disse que espera contar com o jogador para a sequência da temporada:
"O futebol, é um grande negócio. Muitos querem sair de onde estão por dinheiro. Bruno Henrique, como todos os outros, são tentados para ir a outro lugar e se perde um pouco a essência de sentir pelo escudo, a vontade de jogar por jogar. De desfrutar do jogo. Se tem a possibilidade de ir, depende do clube. Eu quero que ele fique, nos daria a qualidade que reclamamos que a camisa do Santos merece. A camisa do Santos não pode ser colocada por qualquer um."
Pelo que o Blog apurou, o Flamengo não pretende elevar a proposta e teria chegado no limite que pretende para ter o jogador. Com o Cruzeiro, nenhuma nova reunião está marcada até o momento.

Esta semana deve haver uma definição entre os envolvidos para que se no sábado (19), o jogador entre em campo pelo Santos na estreia do Paulista, diante da Ferroviária, não exista mas nenhuma conversa de uma possível saída e o jogador cumpra o seu contrato.

strutura.com.br



Leia Mais »

RESPEITEM A HISTÓRIA DO SANTOS

Publicado às 22h00 deste domingo, 13 de janeiro de 2019.
Em amistoso disputado na Arena de Itaquera, o Santos empatou com o SCCP em 1 a 1. Os gols da partida foram marcados por Gustagol para os donos da casa e Pedro Henrique (contra) para o Peixe. 

Após a partida, o técnico santista Jorge Sampaoli que estreou no comando da equipe, demonstrou a sua insatisfação com a demora e a falta de reforços que solicitou a direção santista. O treinador foi respeitoso com a história do clube para justificar suas reivindicações.
Quando vim para cá, cheguei para um clube grande, Na Argentina, na Espanha ou no Chile, eu via o Santos como grande. Não posso ver como pequeno. Se não posso estabelecer o que sinto, tenho que expressar o que realmente vejo. Todas as conversas com presidente e direção são para isso, exigindo a todos que estamos num clube grande e há que respeitar.”, disparou Sampaoli, em entrevista coletiva.
O treinador argentino que desembarcou há 10 dias na Vila Belmiro, não participou do almoço que aconteceu com as duas delegações. Durante a coletiva, o comandante técnico justificou a ausência em razão de fortes dores de cabeça e por isso, segundo ele, não compareceu para poder descansar e estar mais disposto para trabalhar na partida.
"Quando eu vim (para o Brasil) foi para uma equipe com história, que me motivou e temos que estar à altura da história de Pelé e Neymar, com equipes grandes, que proponham. Essa expectativa foi expressada ao presidente e ele está em busca de chegar os nossos pedidos. Trabalhamos com isso e que a curto prazo com os trabalhos feitos, possamos cumprir os objetivos e o Santos tenha a chance de competir com clubes de elencos já formados. Queremos que o que pedimos em curto prazo se concretize. Que isso ocorra pronto e que tenhamos o que o Santos merece” finalizou o técnico demonstrando todo seu descontentamento.
O presidente santista José Carlos Peres, na área de entrevista discordou quando perguntado se Sampaoli estava descontente. O mandatário preferiu dizer que é fruto da ansiedade do comandante alvinegro:
"Nós trouxemos ele para fazer uma mudança de cultura no clube. Ele nunca demonstrou insatisfação. Tem pressa, sim."
Sobre a partida, vimos um Santos que valorizou bastante a posse de bola e teve 70% do controle do jogo, mas também não é menos verdade que falta qualidade no material humano para quebrar as linhas tanto pelo meio, como pela beirada do campo.

O treinador deixou no ar que se os reforços que ele pediu, não chegarem, a estadia dele em território brasileiro, pode ser abreviada. 

Que o clube tem problemas financeiros, é fato, mas vai ter que se virar para dar o mínimo do que o argentino exige, se desejar que ele permaneça.

No próximo sábado (19), na Vila, O Peixe enfrenta a Ferroviária pela abertura do Estadual. Por enquanto, o alvinegro realizou apenas a contratação do meia Soteldo. O presidente José Carlos Peres prometeu pelo menos mais dois estrangeiros nesta semana.


Sampaoli respeita a história do clube e quer santos como tal.

FICHA TÉCNICA
SCCP 1 X 1 SANTOS
Arena de Itaquera - São Paulo
Árbitro: Vinícius Furlan (SP)
Público e renda: 32.954 pagantes / R$ 868.451,00
Cartões amarelos: Ramiro, Thiaguinho e Araos (SCCP) Victor Ferraz, Guilherme Nunes, Daniel Guedes, Yuri Alberto (SFC)
Gols: Gustagol (1-0), aos 4'1ºT; Pedro Henrique (contra) (1-1), aos 24'1ºT; 
SCCP: Cássio (Walter, aos 16'2ºT); Fagner (Michel Macedo, aos 16'2ºT), Pedro Henrique (Marllon, aos 16'2ºT), Henrique (Léo Santos, aos 16'2ºT) e Danilo Avelar (Douglas, aos 16'2ºT); Richard (Thiaguinho, aos 16'2ºT) e Ramiro (Araos, aos 16'2ºT); André Luis (Marquinhos, aos 16'2ºT), Jadson (Mateus Vital, aos 16'2ºT) e Sornoza (Gustavo Silva, aos 16'2ºT); Gustagol (Roger, aos 16'2ºT). Técnico: Fábio Carille.
SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz (Daniel Guedes, aos 30'2ºT), Luiz Felipe (Fabían Noguera, aos 30'2ºT), Gustavo Henrique e Orinho (Yuri, aos 30'2ºT); Alison (Guilherme Nunes, aos 30'2ºT), Pituca (Copete, aos 21'2ºT) e Jean Mota (Arthur, aos 30'2ºT); Dérlis González (Sánchez, aos 15'2ºT), Felippe Cardoso (Sasha, aos 30'2ºT) e Bruno Henrique (Yuri Alberto, aos 21'2ºT). Técnico: Jorge Sampaoli.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS
Vanderlei: Fez uma linda defesa em cabeçada de Gustagol. - 7,0
Victor Ferraz: Teve dificuldades quando tinha que ter velocidade na marcação. Tem muita técnica no apoio por dentro (pelo meio). - 6,0
(Daniel Guedes): Entrou nos minutos finais, mas ainda levou um cartão. - 5,0
Luiz Felipe: Tem ótima saída de jogo, mas perdeu o tempo da bola em dois cruzamentos a Gustagol, inclusive no gol do adversário. - 5,0
(Fabían Noguera): Acertou três longos lançamentos acertados. Recompôs bem a defesa. Dos jogadores que estavam no banco foi o que entrou melhor. - 6,0 
Gustavo Henrique: Estava junto com Pedro Henrique no gol de empate do Santos. Fez o simples. - 6,5
Orinho: Dificuldades na marcação, mas vou fazer uma ressalva, em alguns momentos faziam dois em cima dele porque Bruno Henrique não recompunha. - 5,0
(Yuri): Pouco jogou. Limitou-se a toques laterais. - 5,0
Alison: A grande surpresa na escalação no lugar de Sanchez. Bem na marcação e na troca de passe curto. - 6,0
(Guilherme Nunes): Também entrou e em seguida levou um cartão ao dar uma entrada mais forte. - 5,0
Pituca: Pisava na bola para diminuir o ritmo de jogo. Seguro na troca de passes. - 6,5
(Copete): Jogador voluntarioso. Ajudou na recomposição. Sem ações ofensivas. - 5,5
Jean Mota: Bom primeiro tempo. Como não é craque, quando precisa uma jogada com um pouco mais de criatividade, acaba tendo mais dificuldade, mas não comprometeu. - 6,5
(Arthur): A bola chegou uma única vez, mas perdeu o tempo da bola na conclusão. - 5,0
Dérlis González: Foi mais assistente de lateral de Victor Ferraz do que agudo no ataque. Peixe era penso e atacou mais pelo outro lado, o esquerdo. - 6,0
(Sánchez): Deu mais qualidade no passe. - 6,0
Felippe Cardoso: Movimentou-se bastante, mas não teve nenhuma chance real de concluir em gol. - 5,5
(Sasha): Tentou abrir espaços aos companheiros. Não foi bafejado pela sorte, pois a bola quase não chegou. - 5,5
Bruno Henrique: Não colaborou na recomposição e sobrecarregou Ourinho. Tentou, mas não estava em tarde inspirada. - 5,5
(Yuri Alberto): Fiquei com a sensação que estava ansioso. Entrou com muita volúpia. Levou um cartão desnecessário.  Teve um gol anulado.- 5,5
Técnico: Jorge Sampaoli: Apesar de pouco tempo de trabalho, vimos um Santos que valoriza a bola, joga mais aproximada, inclusive com marcação na linha alta, algo inimaginável, no ano passado, por exemplo. Não tenho dúvida que conseguirá dar padrão ao time e fará uma equipe competitiva, se lhe derem alguns reforços. - 7,0

strutura.com.br


Leia Mais »
 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by