FOTO CAPA

FIM DA ERA LUCAS LIMA NO SANTOS

Publicado às 16h20 desta terça-feira, 21 de novembro de 2017.
Lucas Lima não joga mais pelo Santos. O jogador se reuniu com o presidente do clube, Modesto Roma Júnior, o vice-presidente César Conforti e o superintendente de futebol Dagoberto Fernando dos Santos no começo da tarde desta terça-feira (21) e ficou decidido que o meia não atuará nas partidas contra o Flamengo, no dia 26 de novembro, e Avaí, dia 3 de dezembro, as duas últimas do Alvinegro Praiano pelo Campeonato Brasileiro 2017. O contrato do jogador com o Peixe termina no fim desta temporada. O jogador não renovou e nem pretende e seu destino deve ser confirmado em breve, que será o Palmeiras. 

Nos bastidores, o Blog do ADEMIR QUINTINO ouviu de diversas pessoas que transitam no mundo do futebol que Lucas Lima já teria assinado um pré-contrato com o Palestra Itália, em outubro. Nem o jogador, tampouco seu staff confirmam a informação. A lei permite que seis meses antes do término do vínculo de um jogador com qualquer agremiação, lhe dê este direito, não há nada ilegal nisso.

No encontro realizado há pouco, também ficou decidido que Lucas Lima seguirá treinando com os demais atletas do Santos nas próximas duas últimas semanas, no CT Rei Pelé, antes do termino da temporada para o elenco de profissionais santista.

No último domingo (19), o Blog do ADEMIR QUINTINO publicou que existia uma corrente no clube que era favorável ao afastamento do jogador e que a chance dele não atuar nos dois últimos jogos do clube em 2017, eram reais, já que o mesmo não permanecerá no Peixe. A decisão praticamente já estava selada, após a derrota na Bahia, na última quinta-feira (16), mas precisava informar o jogador. Como Lucas não atuou no último fim de semana, em razão de suspensão, diante do Grêmio, o encontro entre as partes só aconteceu na reapresentação do elenco na tarde de hoje. 

Pelo alvinegro, Lucas Lima fez 203 jogos, marcou 19 gols e conquistou dois títulos, os estaduais de 2015 e 2016.

O camisa 10 chegou ao Peixe em 2014, sem nenhuma badalação vindo do Internacional-RS, junto com Leandro Damião, após a disputa da série B do ano anterior, pelo Sport-PE. O técnico Oswaldo Oliveira, a época treinador do Peixe, nem utilizou o meia nas finais do Paulista de 2014, sequer no banco. 

Com a chegada de Enderson Moreira, Lucas ganhou espaço, destaque e que aumentou após trabalhar com Dorival Junior. O meia passou a ser convocado por Dunga e era figura constante na lista da Seleção Brasileira. Em 2016 teve altos e baixos (inclusive com contusão na final do Paulista) e neste ano, não brilhou da mesma forma, mesmo sendo protagonista em jogos da Libertadores.

O Alvinegro da Vila era apenas detentor de 10% dos seus direitos econômicos, entretanto, no acordo com a Doyen, o clube praiano vai ter de ressarcir valores ao fundo maltês, pois como o vínculo não foi prorrogado, o "parceiro" perdeu dinheiro e o atleta passa a ser dono dos 100% dos seus direitos econômicos.

strutura.com.br

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by