FOTO CAPA

DE OLHO NA SÉTIMA DECISÃO CONSECUTIVA

Publicado às 02h00 desta quinta-feira, 9 de abril de 2015.
O Santos não precisou de muito empenho para vencer o Rio Claro por 2 a 0, pela última rodada da fase de classificação do Campeonato Paulista, no Estádio da Vila Belmiro. Com o resultado, o Peixe quebrou um incomodo jejum de não vencer a três rodadas, consolidou a segunda colocação que pode dar o direito de mandar um jogo semifinal em partida única em casa e de quebra marcou o gol número 5.000 em sua história no Campeonato Paulista. Os gols foram de Ricardo Oliveira e David Braz.

Conforme o Blog do ADEMIR QUINTINO publicou na véspera do jogo, Gustavo Henrique na zaga, Marquinhos Gabriel no meio-campo e Gabigol no ataque foram confirmados em substituições a Lucas Lima e Geuvânio, suspensos e Werlei poupado. Além disso, a informação que este repórter escreveu nas redes sociais durante a tarde de quarta-feira também se confirmou. Renato não foi para o jogo em razão de dores no tornozelo. Leandrinho o susbstituiu. 

O alvinegro começou avassalador. Logo aos cinco minutos, bela jogada individual de Marquinhos Gabriel e a conclusão de Ricardo Oliveira que marcou o gol do time mais artilheiro do mundo que chegou a mais uma marca histórica, o 5.000o. gol em Campeonatos Paulistas.

O time de Marcelo Fernandes ainda teve chance de aumentar o placar no primeiro tempo, mas finalizava mal. o time do interior mesmo perdendo o jogo limitava-se a apenas defender. No fim da partida, ainda deu tempo de David Braz marcar seu primeiro gol em jogos no Urbano Caldeira para liquidar o placar. A nota triste mais uma vez do pequeno público - Menos de 5 mil pagantes.

Nesta quinta-feira (9), o alvinegro aguarda a definição do dia e horário para enfrentar o XV de Piracicaba, pelas quartas de final. Agora a competição é pra valer. O Alvinegro praiano participou das últimas seis finais de estadual. Venceu três - 2010, 2011 e 2012 e perdeu outrar três - 2009, 2013 e 2014.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 X 0 RIO CLARO
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira
Público e renda: 4.720 pagantes / R$ 91.810,00
Cartões amarelos: Jefferson Paulista, Bruno Catanhede (Rio Claro)
GOLS: Ricardo Oliveira, aos 5/1ºT (1-0) e David Braz, aos 45/2ºT (2-0)
SANTOS: Vladimir, Victor Ferraz, Gustavo Henrique, David Braz e Chiquinho (Zeca, aos 33/2ºT); Valencia, Leandrinho (Lucas Otávio, aos 27/2ºT) e Marquinhos Gabriel; Gabriel (Lucas Crispim, aos 20/2ºT), Robinho e Ricardo Oliveira. Técnico: Marcelo Fernandes

RIO CLARO: Richard, Vinícius Bovi, Pitty, Gilberto e Carlinhos (Nenê Bonilha, aos 13/2ºT); Renan Diniz, Renan Luis, Matheus Galdezani e Jefferson Paulista (Guaru, aos 27/2ºT); Paulinho e Bruno Catanhede (Léo Cordeiro, aos 38/2ºT). Técnico: Estevam Soares


NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS

Vladimir: Não foi exigido. Bem colocado após uma cabeçada no primeiro tempo. - 6,5
Victor Ferraz: Marcou com eficiência e ainda foi ao ataque. - 6,5
Gustavo Henrique: Precisa de sequência. Foi bem em baixo e no alto. Particularmente vejo muito mais recurso no jovem do que no titular da posição. - 6,5
David Braz: Jogando firme e sério. Coroado com um gol .- 7,0
Chiquinho: Recuperando o ritmo, esteve mais solto do que no clássico contra o SCCP. - 6,5
(Zeca): Poucos minutos em campo que foram insuficientes para o lateral que brilhou nos dois títulos da Copa São Paulo demonstrar o seu bom potencial. - 6,0
Valencia: Passes apenas de lado, a tal "bola de segurança" e por um milagre da natureza dessa vez não levou cartão. - 6,0
Leandrinho: Na marcação bem, inclusive na antecipação, mas poderia ter aproveitado a oportunidade melhor e tentar passes em progressão. - 6,0
(Lucas Otávio): A eficiência costumeira para preencher os espaços. Jogou pouco. - 6,0
Marquinhos Gabriel: O melhor da partida. Bela sequência de fintas no lance do primeiro gol santista. Parece estar sem tempo de bola. Precisa soltar mais rápido. - 7,0 
Gabriel: Se movimentou bastante e finalizou algumas vezes, porém não balançou a rede adversária dessa vez. - 6,0
(Lucas Crispim): Também jogou pouco e não pode demonstrar seu futebol. - 6,0 
Robinho: Belos dribles mas pecou novamente naquilo que talvez tenha sido o que faltou para brilhar ainda mais. Uma melhor finalização. - 6,5
Ricardo Oliveira: Matador, deixou sua marca e artilheiro do time na temporada. Marcou seu oitavo gol no Paulistão. - 7,0
Técnico: Marcelo Fernandes: Fez o arroz com feijão bem temperado. Acertou em escalar Leandrinho que teoricamente tem melhor passe que os demais no meio entre os suplentes. - 6,5



Novos inscritos no Paulistão

Com o prazo até sexta-feira (10) para substituir atletas que estão sem condições de serem utilizados ou negociados, o Santos vai fazer três alterações para a fase final do Campeonato Paulista em relação a lista enviada no começo da competição.

O volante Thiago Maia substituirá Alison que realizou cirurgia, Léo Citadini herda a vaga que era de Thiago Ribeiro, negociado por empréstimo com o Atlético-MG e o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou que o jovem João Paulo já foi inscrito no lugar do goleiro Vanderlei, que só voltará a campo entre agosto e setembro, em razão de lesão na face.

 

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by