FOTO CAPA

VENCER OU VENCER

Publicado às 08h40 deste domingo, 18 de novembro de 2018.
Não existe nada tão ruim que não possa piorar. Neste sábado (17), os concorrentes diretos do Santos pela última vaga a pré-libertadores de 2019, venceram na abertura da 35a. rodada do Brasileirão. Tanto o Atlético-PR, que bateu o Vitória, na Bahia, por 2 a 1, como o Galo, que venceu o Bahia, em Minas Gerais, por 1 a 0. Sendo assim, só resta ao Peixe, que vem de três derrotas consecutiva, uma alternativa para ainda continuar na briga. Vencer o América-MG, neste domingo (18), às 17h, no Estádio Independência, para tentar ultrapassar seus adversários, nas três rodadas que lhe restarão. Situação periclitante, bastante muito difícil.

Não bastasse isso, Cuca segue com diversos problemas para escalar a equipe. O treinador não contará com os três estrangeiros, servindo suas respectivas seleções - Sánchez (Uruguai), Derlis (Paraguai) e Bryan Ruiz (Costa Rica); Luiz Felipe, Lucas Veríssimo e o recém chegado Felippe Cardoso no departamento médico, além do polivalente Yuri suspenso pelo terceiro amarelo. Dodô, com dores no joelho esquerdo , não teve lesão, mas não treinou com a bola na última atividade antes do jogo de hoje, pode ser ausência e por fim, o lateral-direito Victor Ferraz que sente dores nas costas também é dúvida.

O Blog do ADEMIR QUINTINO conversou rapidamente com o capitão do time Victor Ferraz que limitou-se a dizer apenas o seguinte sobre se ele terá condições de jogo ou não, neste domingo:
"Não sei ainda. Vamos ver lá (no Estádio)"
Cogitado para estrear na rodada passada, o promissor Kaique Rocha deve ser a novidade na zaga santista. Existe a possibilidade da improvisação de Renato, mas a tendência é de que o jovem de 17 anos comece a construir sua história com a camisa do time principal.

Na lateral-direita, se Victor Ferraz não atuar, Daniel Guedes é o substituto imediato e na esquerda, se Dodô não reunir condições de atuar, Jean Mota será improvisado.

A dúvida se Dodô pode ou não ser escalado, mexe em duas posições. Se Jean Mota não atuar improvisado na ala-esquerda, ele reaparece no meio-campo, onde não comprometia na rodada passada diante do Flamengo. Se Mota tiver que ir na ala, Renato ou Arthur, um deles, ganha uma vaga no meio-campo, mas quem deve ser improvisado para abastecer o ataque se isso acontecer, deve ser Rodrygo e altera-se até o esquema.

Após três fracassos na hora decisiva, chegou a hora da verdade para o Santos. Superar as limitações do elenco, atropelar o penúltimo colocado e seguir vivo com esperanças nos jogos diante de Botafogo-RJ (que vem de três vitórias seguidas), Atlético-MG e Sport-PE.

O Peixe encara quatro decisões consecutivas e a primeira delas é neste fim de semana. Se não for na técnica, que seja na raça, se não der em ambas, que seja na força do manto alvinegro.

O provável Santos hoje deve ir a campo com Vanderlei; Victor Ferraz (Daniel Guedes), Kaique, Gustavo Henrique e Jean Mota (Dodô); Alison, Pituca e Renato (Arthur); Rodrygo, Gabriel Barbosa e Bruno Henrique.

strutura.com.br

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by