FOTO CAPA

"O RESULTADO DO CLÁSSICO NÃO TEM O FATOR POLÍTICO NO MEIO"

Publicado às 19h30 deste sexta-feira, 14 de setembro de 2018.
O Peixe segue firme na sua recuperação no Campeonato Brasileiro. E tem seu jogo mais importante na competição até este momento, neste domingo (16), diante do São Paulo, às 16h, na Vila Belmiro. Apesar da "guerra civil" que foi instaurada em Urbano Caldeira, em meio aos problemas políticos que envolve o processo de impeachment do presidente José Carlos Peres, o técnico Cuca garantiu em entrevista coletiva que o futebol do time não será atrapalhado pelos problemas que o clube está envolvido fora das quatro linhas. O tricolor é o vice-líder do Campeonato e o Santos, o oitavo lugar (segunda melhor campanha no returno).
"Eu não vejo situação crítica, estamos muito tranquilos na nossa parte aqui. O presidente falou pra eu cuidar do campo e estou. Tá ótimo pra mim. Torcemos pra que o melhor aconteça, pra que possamos nos unir. Perdemos o Ricardo (Gomes) que faz falta, mas agora não tem a janela,então fica mais tranquilo. Estamos alheios a tudo isso, não está respingando nada. Qualquer que venha a ser o resultado do clássico não tem o fator político no meio."
O treinador santista ainda não definiu o time que vai a campo no fim de semana. O treinador não confirmou a presença de Sánchez recuperado de lesão muscular na coxa esquerda e ausente dos dois últimos jogos do time e da seleção uruguaia diante do México.
"O (Carlos) Sánchez tem treinado, ora como titular ora com outras opções. Vamos esperar até amanhã (sábado). Não tenho motivo para definir hoje se temos 40 e poucas horas para o jogo."
Neste sábado (15), acontece a última atividade antes do inicio do regime de concentração.

O provável Santos deve enfrentar o São Paulo com Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Róbson Bambu e Dodô; Alison, Pituca e Sánchez; Rodrygo, Derlis Gonzáles Gabriel Barbosa.

strutura.com.br

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by