FOTO CAPA

SANTOS JOGA POR CLASSIFICAÇÃO E FIM DE DOIS JEJUNS

Publicado às 21h01 desta terça-feira, 14 de agosto de 2018.
O Santos vive a primeira das suas decisões no mês de agosto, na noite desta quarta-feira (15), no Mineirão, diante do Cruzeiro, às 19h30. A partida é pelas quartas de finais da Copa do Brasil. No jogo de ida, na Vila Belmiro, o time de Belo Horizonte venceu por 1 a 0. Por isso, o Peixe só avança a semifinal da competição nacional, se vencer por dois gols de diferença ou uma vitória mínima para levar a partida para as penalidades máximas. O alvinegro não vence há dez jogos. A última vitória foi em 13 de junho diante do Fluminense, no Maracanã.

O técnico Cuca tem quatro desfalques certos. Os três estrangeiros Bryan Ruiz, Derlis Gonzáles e Carlos Sánchez. Todos os três não foram inscritos há tempo para a competição nacional. Além dos três gringos, Eduardo Sasha que se recupera de lesão, completa a lista de ausentes.

O Peixe está na capital das Minas Gerais, desde sábado (11). Perdeu no domingo(12) para o Atlético-MG e treinou segunda (13) e terça-feira(14) no Centro de Treinamento do América.

Cuca não deu pistas de qual o time começa a partida. A tendência é de que o time que jogou bem no primeiro tempo do fim de semana, seja repetido.

Se isso, se confirmar , o alvinegro vai em busca da classificação com Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Lucas Veríssimo e Dodô; Alison, Pituca e Jean Mota; Rodrygo, Gabriel Barbosa e Bruno Henrique.
/
Além de quebrar o incomodo jejum da maior série sem vitórias na última década, com 10 jogos sem vencer, o Santos tenta quebrar outro incomodo tabu. Jamais venceu o Cruzeiro na Copa do Brasil. Até o momento foram cinco jogos - com três vitórias para o time da Toca da Raposa e dois empates.

O presidente José Carlos Peres acompanhou o último treino.
O presidente José Carlos Peres está em Belo Horizonte com a delegação. Isso é algo incomum. O mandatário dificilmente acompanha os jogos da equipe fora de casa, mas em breve contato com o Blog do ADEMIR QUINTINO por telefone disse:
"Esse é um momento que precisamos estar juntos, colaborar e por isso estou aqui. É difícil, mas creio que possamos nos classificar, sim. O time já melhorou e estou bastante esperançoso de que possamos fazer uma grande partida."
Uma vitória e a improvável classificação seria fundamental para acabar com o clima pesado que sobrevoa o estádio Urbano Caldeira com a ameaça de rebaixamento. Ajudaria a retomar a confiança perdida e acalmaria os bastidores do clube que andam quente, tanto na política, como no futebol.
.
strutura.com.br 

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by