FOTO CAPA

EM MEIO AO CAOS, UMA LUZ NO FIM DO TÚNEL

Publicado às 07h20 desta terça-feira, 14 de agosto de 2018.
Apesar pífia campanha da equipe profissional na temporada e principalmente no Campeonato Brasileiro, do pesado clima político que vive o clube, existem projetos em execução que começam a dar retorno ao alvinegro praiano. Um no departamento de marketing e outro no de futebol.

O novo planejamento estratégico do departamento de Marketing, gerenciado por Marcelo Frazão, já dá resultados mesmo em curto espaço de tempo. O Blog do ADEMIR QUINTINO manteve contato com o profissional que falou sobre o que foi realizado desde que desembarcou na Vila Belmiro e o que ainda estar por vir na pasta que o carioca comanda:
"Creio que nestes quatro meses iniciais obtivemos bom resultados especialmente em patrocínios, licenciamentos e escolinhas em fase de organização e melhoria dos processos. Apontaria como maior desafio, e o foco hoje, a reformulação do Sócio Rei em termos de benefícios e serviços de compra e acesso para que tenhamos o crescimento desejado no número de associações"
Frazão discorreu com detalhes dessa reformulação no programa de sócios, inclusive diminuindo o preço médio do ingresso, o que na teoria, dá condição do torcedor comparecer em maior número de jogos:
"Em relação ao Sócio Rei, um grande passo foi a mudança na precificação dos ingressos, dando um benefício real para o associado na compra dos mesmos, a receptividade e ocupação das arquibancadas tem comprovado ter sido um acerto. Em relação ao plano de sócios e venda de ingressos, ainda prematuro falarmos sobre um valor de retorno financeiro. Ao final da temporada teremos uma base mais sólida para avaliar o que se conquistou a mais em bilheteria e associações. Mas o objetivo inicial é muito mais o aumento da frequência do nosso torcedor nos estádios do que financeiro, vide os valores de ingressos para o jogo da Libertadores a partir de R$ 7,50 para associados." avaliou Frazão. 
O responsável pelo marketing santista e que também acumula a pasta de comunicação no novo organograma do clube, acredita que o torcedor tem papel primordial para tirar o time dessa situação perigosa de estar na zona do rebaixamento. Frazão já elaborou estratégias para bons públicos nas duas decisões que o clube tem em casa, nos dois próximos jogos do Campeonato Brasileiro.  
"Agora todo foco voltado para o engajamento do público no “ReageSantos” para as duas próximas partidas pelo Brasileiro: Sport e Bahia. Serão jogos decisivos e o apoio e presença do nosso torcedor serão fundamentais. Mantivemos os preços no menor patamar possível, conseguimos alteração do horário da partida contra o Sport das 21h para as 16h e seguimos no trabalho de divulgação e estímulo em nossas redes".
O outro projeto que também começa a dar frutos é o gerenciado pelo representante internacional do clube Fabio Barrozo. O Blog do ADEMIR QUINTINO teve acesso ao projeto elaborado pelo profissional que já está em andamento desde maio desse ano. O mesmo trouxe economia e receita aos cofres da instituição.

Yaya emprestado a Ponte Preta.
O projeto teve êxito em duas negociações que foram concretizadas. A primeira envolve o meia-atacante YaYa Banhoro, nascido em Burquina Faso. O jogador pertencia a equipe sub 23 do Peixe e foi emprestado a Ponte Preta para disputa da série B do Brasileiro. O seu salario está sendo pago integralmente pelo clube campineiro e com uma opção de compra de R$ 1 milhão por 80% dos direitos econômicos.

Serginho com a camisa do Kashima.
O Blog entrou em contato com o representante que explicou um pouco mais sobre a concepção e os objetivos deste plano:
"O projeto visa  recuperar o investimento que o clube fez em determinados atletas  que por um motivo ou outro, ainda não foram promovidos a equipe profissional ou mesmo os atletas que já tiveram oportunidade no time de cima, mas foram emprestados ou regressaram as divisões de base. Existem alguns pilares principais do projeto de negociações para esses atletas. Recuperar o investimento feito pelo clube , obter lucro e manter um percentual sobre os direitos econômicos de uma negociação futura ou ceder o atleta em definitivo ou por empréstimo, mantendo um percentual sobre os direitos econômicos." disse Barroso.
Perguntado se além de Ya Ya e Serginho, se existem outras propostas em andamento, o representante internacional cita jovens do juvenil e do aspirante, que são alvos de gigantes clubes europeus.
"Existe uma proposta de um gigante italiano por um atleta do sub 17 e também interesses de um clube da primeira divisão de Portugal por dois atletas da equipe sub 23. Por ética e profissionalismo eu só comento as propostas que o clube aceitou e que já foram divulgadas pela imprensa. As demais propostas estão sob a análise do Sr. Maturana (gerente executivo da Base) e do presidente José Carlos Peres." disse Barrozo.
strutura.com.br

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by