FOTO CAPA

FAÇAM SUAS APOSTAS

Publicado às 11h55 deste domingo, 29 de julho de 2018.
O Santos ainda não definiu o seu novo técnico, desde a saída de Jair Ventura, na última segunda-feira (23). Pressões políticas podem mudar o destino do nome do novo comandante, mas por enquanto, pelo que o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou, Osório-ex-São Paulo e Zé Ricardo, ex-Vasco e Flamengo seguem como os dois favoritos. O presidente José Carlos Peres tem dito a pessoas próximas que o Executivo de futebol - Ricardo Gomes é quem vai escolher o novo treinador. O preferido dele é Zé Ricardo. Luxemburgo continua correndo por fora.

Membros do Comitê de Gestão não querem o último técnico campeão pelo Peixe - Vanderlei Luxemburgo da Silva. O treinador foi Campeão Brasileiro com o alvinegro em 2004. Ele também conquistou o bi-campeonato paulista 2006 e 2007 com o time da Vila. O fato de os últimos trabalhos dele não terem sido vitoriosos pesam contra, além de ter uma personalidade bem difícil. Se ele for o escolhido, pode desencadear nova crise pelos lados da Praça Princesa Izabel sem número, pois, Ricardo Gomes não vê com bons olhos esse perfil. Luxa era carta fora do baralho, mas a pressão tem sido muito forte e o presidente já admite que ele possa ser contratado.

O colombiano Juan Carlos Osório segue sendo o preferido. O treinador do México na Copa da Rússia é o nome de consenso na direção. Porém, as seleções norte-americana e colombiana também desejam seu curriculum. Os números dele na Seleção Mexicana, seu último trabalho, impressionam. Foram 52 jogos com 33 vitórias, nove empates e apenas dez derrotas. 

O Blog revelou o nome de Osório como um dos pretendidos no Mais 90 do Esporte Interativo da última quinta-feira (26). Aproveitamento absurdo, se considerarmos que seu selecionado não era do primeiro escalão do futebol mundial com mais de 63% dos pontos conquistados. Dos estrangeiros que estiveram no Brasil, talvez o único que deixou um legado e sempre bem lembrado pela passagem que teve no São Paulo, em 2015 com 28 jogos, 12 vitórias, sete empates e nove derrotas. Ainda assim, com números não tão bons no Tricolor paulista, como os da Seleção Mexicana, deixou o clube nas semifinais da Copa do Brasil daquele ano. Tem uma proposta de jogo muito parecida com o que o torcedor santista gosta. Joga ofensivamente.

Zé Ricardo já acertou até salários.
Já Zé Ricardo, que aceitou as condições exigidas pelo Peixe de trabalhar com uma comissão técnica da base é o desejo do Executivo de futebol, Ricardo Gomes. Ele começou no futsal do Vasco, revelou Pedrinho e Felipe, ambos ex-Seleção Brasileira, o primeiro foi Campeão Paulista pelo Peixe em 2007 e o segundo, atuou além do time da Cruz de Malta, pelo Fluminense, Flamengo e Palmeiras, vem de dois trabalhos com gigantes no profissional: Flamengo e Vasco.

Os números de Ricardo não foram ruins, principalmente se levarmos em conta o Campeonato Brasileiro. Foram 24 jogos com 10 vitórias, 9 empates e apenas 5 derrotas. Na carreira, nas passagens pelo rubro-negro carioca e o gigante da colina foram no total 140 jogos, com 70 vitórias, 38 empates e 32 derrotas com mais de 59% de aproveitamento. Para não dizer que não falei das flores, no seu último clube, o Vasco, o time levou muitos gols. 

Como o Santos tem jogo de mata-mata nesta quarta-feira (1), na Vila Belmiro, diante do Cruzeiro, pelas quartas de finais do Brasileiro, às 19h30, o clube vai ter de acelerar e não poderá mais postegar o anúncio.

strutura.com.br

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by