FOTO CAPA

CONFIANÇA LÁ EM CIMA

Publicado às 23h59 deste domingo, 25 de fevereiro de 2018.
O Santos chegou a sua terceira vitória seguida, sem sofrer gols, ao bater o Santo André por 2 a 0, na noite deste domingo (25), no Estádio da Vila Belmiro pelo Campeonato Paulista. Os gols do Peixe foram de Gabriel Barbosa e Eduardo Sasha. Porém, nem tudo são flores. O camisa 10, artilheiro do time na temporada, vai ao Peru para a estréia na Libertadores, entretanto, ele recebeu o terceiro amarelo e não enfrenta o SCCP, no próximo domingo (3), no Pacaembu.

O alvinegro vive o seu melhor momento na temporada. Já são quatro jogos sem derrota e três sem sofrer gols. Segunda melhor campanha no estadual, com 13 jogadores da base sendo utilizados entre os profissionais. O último revés foi para o Palmeiras, no clássico realizado no Allianz Parque. Contudo, se o torcedor que não acompanhou o jogo, achou que a vitória diante do clube do ABC, que já tinha vencido o atual campeão Paulista e Brasileiro há menos de dez dias, foi fácil, engana-se. 

O time de Jair Ventura novamente teve dificuldade de propor o jogo e teve poucas oportunidades reais, claras de gol, na primeira etapa. VanDEUSlei, operou um milagre em um dos poucos contra-ataques do time Andreense nos 45 minutos iniciais.

A grande novidade na escalação do Santos foi a entrada de Cittadini, na vaga de Renato, novamente poupado. Conforme o Blog do ADEMIR QUINTINO publicou na véspera do duelo, o colombiano Copete, com desconforto muscular em uma das coxas, ficou mesmo de fora e o jovem Arthur começou de titular. O zagueiro David Braz também voltou ao time, após cumprir suspensão automática e herdou a vaga de Gustavo Henrique.

Desculpe por eu ser repetitivo, mas o Santos é um time muito mais reativo do que criativo. Mas com as vitórias, a confiança vai aumentando e com a volta de Bruno Henrique, que segue sem previsão, o time vai ficar muito mais consistente quando a referência do melhor atacante em atividade no país, estiver à disposição. Já disse isso e torno a repetir. O Santos vai conquistar muitos pontos foras de casa, mas vai ter muitas dificuldades nos jogos como mandante com times de menor qualidade técnica.

De volta ao jogo, no segundo tempo, o Peixe retornou ao gramado sem substituições, mas com a postura mais agressiva. E o prêmio veio aos 29 minutos da etapa complementar. Sasha chutou, o goleiro Neneca soltou e o atacante Gabriel Barbosa, no rebote, marcou seu quarto gol em quatro jogos e abriu o placar.

No entanto, no ataque seguinte, o atacante da Inter de Milão, emprestado ao Santos até dezembro deste ano, deu um chapéu no goleiro e cabeceou para o gol, com o jogo parado. Na primeira etapa, ele já tinha empurrado Sueliton. Como estava pendurado, acertadamente, o árbitro lhe deu o terceiro amarelo e ele desfalca o Peixe no fim de semana, diante do rival de Itaquera, no próprio da municipalidade paulistana.

Jair Ventura que já tinha colocado Vitor Bueno na vaga de Vecchio, ainda colocou o ótimo Rodrygo aos 36 e o volante Matheus Jesus aos 40, nas vagas de Gabriel e Cittadini, respectivamente. O "menino de ouro" dono da camisa 43, fez uma linda jogada, deixando o ex-santista Domingos e mais um defensor para trás, mas não foi "guloso" e preferiu tocar, quando o melhor era finalizar. O talentoso atacante de 17 anos, não pode mais ficar no banco de suplentes. Tem bola para ser titular.

Quando a partida caminhava para a vitória pelo placar mínimo, Domingos, campeão brasileiro pelo Peixe em 2004, que fazia uma grande partida, entregou a "rapadura" ao na saída de bola tocar para Sasha. O jogador emprestado pelo Colorado, que faz belo começo de temporada com a camisa do Peixe, teve tranquilidade para escolher o canto e aumentar o resultado - 2 a 0, aos 42 minutos da etapa complementar.

Nesta segunda-feira (26), acontece a reapresentação do elenco. No dia seguinte, a delegação embarca para Lima e treina na capital peruana. Na quarta-feira (28), o time chega a Cusco, onde na quinta-feira (1), estréia na maior competição do continente diante do Real Garcilaso, às 19h15 (horário de Brasília).

Apesar de alguns desfalques, falta de reforços pontuais em alguns setores, o time embarca com a confiança elevada, após um começo de ano turbulento. Tem tudo poder largar bem na Libertadores, diante daquele que teoricamente é o adversário mais fraco do grupo, que contém três campeões sul-americanos.

Gabriel Barbosa recebeu o terceiro amarelo e não enfrenta o SCCP no clássico do Pacaembu, domingo que vem.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 X 0 SANTO ANDRÉ
Estádio da Vila Belmiro
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza
Público/renda: 6.687 pagantes /R$ 135.240,00 
Cartões amarelos: Gabriel Barbosa, Cittadini e Alison (SFC), Flávio e Domingos (STA)
Gols: Gabriel (29'/2ºT) (1-0), Sasha (42'/2ºT) (2-0),
SANTOS: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Alison, Cittadini (Matheus Jesus, aos 40'/2ºT) e Vecchio (Vitor Bueno, aos 24'/2ºT); Sasha, Arthur e Gabriel Barbosa (Rodrygo, aos 35'/2ºT). Técnico: Jair Ventura.
SANTO ANDRÉ: Neneca; Dudu Vieira, Domingos, Suéliton e Heliton; Flávio, Tinga (Joãozinho, aos 35'/2ºT) e Garré (Paulinho, aos 43'/2ºT); Walterson (João Lucas, aos 35'/2ºT), Hugo Cabral e Lincom. Técnico: Sérgio Soares.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS
Vanderlei: Duas defesas dignas do melhor goleiro em atividade nas Américas. - 7,5
Daniel Guedes: Tem mais futebol do que apresentado neste fim de semana. Apoiou pouco, ainda assim teve participação no gol de abertura. - 6,0
Lucas Veríssimo: Seguro. Vive ótimo momento. - 6,5
David Braz: Fazia uma boa partida em seu retorno, mas em uma subida ao ataque deixou espaço para a finalização do atacante do time do ABC, que se não fosse VanDEUSlei, o pior poderia ter acontecido. - 6,0
Jean Mota: Errou alguns passes no primeiro tempo. Melhorou na etapa complementar. - 6,0
Alison: Dá gosto de ver a disposição e a garra do volante santista. Roubou diversas bolas. Um dos melhores da partida. - 7,0
Cittadini: Se antecipou por diversas vezes ao roubar algumas bolas. Não foi o elemento surpresa do meio-campo, mas deu dinâmica no meio-campo. - 6,0
(Matheus Jesus): Jogou apenas cinco minutos, mais os acréscimos. - SEM NOTA
Vecchio: Dono do maior número de assistência do time na temporada (14 no total e duas para gols), alternou bons e maus momentos no jogo. Deixou Gabriel na cara do gol, mas o atacante não conseguiu finalizar. Outro que tem muito mais futebol do que apresentado na noite deste domingo. Foi quem mais jogou na temporada entre os titulares do time, ao lado de Vanderlei. Foi substituído. - 5,5
(Vitor Bueno): Vai levar algum tempo até recuperar sua melhor forma física, em razão da intervenção cirúrgica que sofreu o ano passado. Discreto. - 5,0
Sasha: Jogador competitivo, erra pouco e de grande disposição. Estava atento quando Domingos errou o passe e marcou seu terceiro gol no ano. - 7,0
Arthur: Na esquerda pouco apareceu. Depois, pelo lado direito, teve uma sensível melhora, principalmente nas triangulações com Daniel Guedes. - 5,0
Gabriel Barbosa: Sempre bem posicionado marcou seu quarto gol em quatro jogos. Poderia ter evitado o cartão que recebeu. Apesar de garantir que não ouviu o árbitro é inadmissível perder um jogador dessa forma para o clássico. Recebeu seu terceiro amarelo em quatro partidas. - 6,5
(Rodrygo): Dono de um grande talento, jogou dez minutos e colocou a defesa do Santo André para dançar. Podia ter finalizado no primeiro ataque. No lance seguinte chutou, mas não teve tanta força e Neneca pegou. Dono de habilidade acima da média, não pode ficar de fora do time titular, pelo menos até a volta do Bruno Henrique. Intenso, agudo é o único entre os atletas a disposição, que quebra as linhas. - 6,5
Técnico: Jair Ventura: Poderia ter retirado Gabriel antes já que o atacante que gosta de reclamar estava pendurado e parecia "tragédia anunciada", o camisa 10 receber o terceiro e desfalcar o time no clássico. Demorou para colocar o talentoso Rodrygo que atuou pouco mais de dez minutos. Acertou, quando trouxe Arthur para a direita e colocou Sasha na esquerda. Foi assim que o camisa 27 acertou o chute que deu inicio ao primeiro gol. - 6,0

strutura.com.br

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by