FOTO CAPA

MARQUINHOS GABRIEL NÃO EMPOLGA DIRIGENTES

Publicado às 19h02 desta sexta-feira, 30 de dezembro de 2016.
Em baixa no SCCP, o treinador Dorival Junior solicitou a direção santista que trouxesse de volta a Vila Belmiro, o meia Marquinhos Gabriel. Entretanto, pelo que o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou, a direção do Peixe, pelo menos neste momento, não deseja o retorno do gaúcho de 26 anos.

Além do alto valor que o clube teria de desembolsar de no mínimo U$ 2 milhões de dólares (aproximadamente R$ 6,5 milhões), fora os salários, também pesa contra o regresso do jogador, as declarações que Marquinhos Gabriel emitiu quando desembarcou no Parque São Jorge, em abril deste ano e assinou com o time de Itaquera por quatro temporadas.
"A escolha (pelo SCCP) foi pela grandeza do clube, por jogar Libertadores e pelos meus objetivos pessoais, de chegar à Seleção. Acho que aqui é o melhor lugar para isso acontecer. É uma satisfação vestir essa camisa, é o maior do país, a maior torcida. Agora é agradecer a diretoria pelo esforço que todo mundo fez. Quem cuida da minha carreira fez um trabalho muito bem feito e estou feliz de estar aqui, tenho quatro anos para mostrar meu valor, meu trabalho" - disse o então novo reforço do time de Parque São Jorge para a disputa da Libertadores 2016, competição que o clube da capital foi eliminado precocemente pelo Nacional-URU. 
Marquinhos Gabriel custou ao clube paulistano exatos U$ 3 milhões de dólares (cerca de R$ 10 milhões).  

No segundo semestre de 2015, Marquinhos Gabriel desbancou Geuvânio da equipe titular, após o "driblador" que se transferiu para a China, no começo de 2016, se recuperar de contusão. Apesar de características diferentes, Marquinhos Gabriel até dividiu o protagonismo do meio-campo santista com Lucas Lima e se tornou um dos principais jogadores da equipe na campanha do vice-campeonato da Copa do Brasil, mesmo tendo perdido um dos pênaltis na decisão realizada no Allianz Parque. 

Pelo Santos, Marquinhos Gabriel marcou nove gols e realizou seis assistências em 44 jogos, em 2015, realidade bem diferente deste ano no clube mosqueteiro, onde atuou em 38 partidas e marcou apenas seis gols.


 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by