FOTO CAPA

CLÁUSULA DE SAÍDA

Publicado às 15h12 desta terça-feira, 26 de julho de 2016.
O Santos aceitou a proposta oficial feita pela Juventus de Turim. Os italianos oferecem  20 milhões (R$ 76 milhões) pelos 100% dos direitos econômicos do atacante de 19 anos - Gabriel. A multa rescisória para o camisa 10 deixar o Santos para clubes estrangeiros é de € 50 milhões de euros (R$ 180 milhões), entretanto, existe uma cláusula contratual (clausula de saída) que permite que o jogador deixa o time de Vila Belmiro por 18 milhões de euros (cerca de R$ 65 milhões).  Porém, em razão do clube ter vendido 20% do atleta ao fundo maltês, se a Juventus aumentar os valores (entre € 20 e 30 milhões), o Peixe fica com um montante menor em seus cofres. 

Até próximo do fim da gestão passada, o alvinegro detinha 60% dos direitos do atleta, entretanto, no fim de 2014 - 20% de Gabriel foi negociado com um fundo maltês de investimento, a Doyen Sports. O clube questiona na justiça a venda deste percentual, em razão de a negociação ter sido realizada às vésperas da eleição presidencial, algo proibido pelo estatuto do clube.

Caso o jogador aceite ficar com apenas € 2 milhões (a diferença entre os € 18 milhões que ficariam com o Santos e os € 20 milhões oferecidos pelos italianos) € 4 milhões (R$ 14,4 milhões) desse montante devem ser depositados em juízo. Esse percentual é o que teria (ou terá futuramente) direito a Doyen Sports. Ou seja, de forma imediata o alvinegro ficaria com  € 14 milhões (R$ 50,4 milhões).

A esquerda a distribuição baseada na proposta. Nas outras colunas, se aumentar a proposta como ficaria.
Com  a venda dos 20% do atleta e a já inclusa "clausula de saída" no contrato do jogador, algumas incoerências podem ser visivelmente percebidas, como por exemplo, para o Peixe é melhor vender pelos € 20 milhões já oferecidos do que por € 25 milhões. Se o time europeu decidir elevar o valor da proposta, o Santos fica com os mesmos € 18 milhões, e o atleta é quem fica com € 7 milhões. Porém, o percentual do fundo aumenta de 4 para € 5 milhões (20% do total). Sendo assim, o time santista deixa de arrecadar 14 e fica com € 13 milhões (cai de R$ 50 milhões para R$ 47 milhões).

Hipoteticamente, caso a proposta aumente para € 30 milhões, Gabriel tem direito a € 12 milhões. Os 60% do Santos continuariam sendo os mesmos € 18 milhões, mas o time praiano fica com somente com € 12 milhões, pois os 20% aumentam para € 6 milhões que vão para o fundo supracitado.

Caso o clube não aceite a proposta de € 20 milhões da Juventus, o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou que essa mesma cláusula reza que o Santos tem que comprar os 40% pertencentes ao jogador.

O Blog também apurou que a proposta do clube italiano tem validade até 1 de agosto, o que não obriga o staff do jogador a responder se aceita ou não a propositura nas próximas horas.


 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by