FOTO CAPA

FISCALIZAÇÃO MAIS RIGOROSA

Publicado às 17h59 desta quinta-feira, 20 de janeiro de 2015.
A Federação Paulista vai colocar em prática a Lei que limita 40% dos ingressos para meia-entrada aprovado pela Comissão da Câmara Federal em dezembro de 2013. Além disso, os nome dos portadores dos bilhetes também constarão nos mesmos.

O Blog do ADEMIR QUINTINO apurou que no regulamento da Federação Paulista de Futebol, após reunião realizada semana passada com os clubes, obrigará as agremiações a disponibilizar, no máximo, até 40% dos ingressos de meia entrada para o público por setor. 

Sendo assim, por exemplo, na Vila Belmiro, as arquibancadas dos portões 7/8 (Torcida Jovem) e Portão 24 (Sangue Jovem) terão que disponibilizar esse percentual. Se a procura for maior que a demanda para meia entrada e as mesmas se esgotarem para, por exemplo, aposentados e estudantes, o clube não tem obrigação de vender outros ingressos do mesmo valor. Isso serve para o mesmo setor e para todo o Estádio. Não serão computados para esse cálculo, os ingressos para associados que também pagam 50% do valor da inteira.

Nos ingressos também deverão constar o nome do torcedor. Isso vai dificultar e diminuir as chances de cambismo, pois os ingressos que não estiverem nominal, saíram em nome das torcidas e de patrocinadores, em casos de grupos, e se os mesmos estiverem com cambistas, as organizadas que entregaram a vendedores irregulares serão punidas.

As Torcidas organizadas também estarão limitadas a somente 20% dos ingressos da capacidade total do Estádio.

O Procon também promete intensificar a fiscalização em cima dos ingressos, bem como os setores deverão informar o numero de meias entradas vendidas através de painéis.



 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by