FOTO CAPA

ERA PRA TER GOLEADO

Publicado às 23h59 deste domingo, 1 de novembro de 2015.
O Santos venceu mais uma na Vila Belmiro. Desde que Dorival Junior reassumiu o clube esse ano, são 15 jogos em Urbano Caldeira e 15 vitórias. Na prévia da final da Copa do Brasil, deu Peixe - 2 a 1. O placar não traduz o que foi a superioridade santista durante a partida. O alvinegro pelo que produziu poderia ter dado uma sonora goleada. Os gols do Glorioso foram de Thiago Maia e Ricardo Oliveira.


Desde o primeiro minuto de partida, o time de Dorival Junior mostrava-se mais organizado. Colocou a bola no chão e apesar do gramado castigado com as chuvas fortes na baixada, o alvinegro trocava passes e envolvia o adversário, que rifava a bola e insistia nas jogadas pelo alto. Apesar de não ter sido um jogo de mata-mata, foi extremamente disputado. 

Aos 26 minutos, David Braz despachou para a frente. Gabriel achou Lucas Lima que encontrou Zeca e o melhor lateral-esquerdo da atualidade no país, que é destro, cruzou de canhota e Thiago Maia fuzilou Fernando Prass -  1 a 0. Ainda no primeiro tempo, o atacante Gabriel driblou o goleiro palmeirense e Victor Hugo salvou em cima da linha. No rebote Gabigol chutou na rede pelo lado de fora.

Se nos primeiros 45 minutos, o Santos sobrou, na etapa complementar o Peixe envolveu ainda mais o adversário que se tomasse 5 ou 6 a 0, seria muito mais justo. Logo aos três minutos, cruzamento perfeito de Gabriel na cabeça de Ricardo Oliveira que só cumprimentou e ampliou para 2 a 0. A goleada estava aberta.

Daí em diante, um festival de gols perdidos pelo Peixe e como o futebol não tolera desaforo, Dudu diminuiu aos 29 e nos minutos finais, o time da casa correu grandes chances de levar o castigo.

O Santos permanece no G-4, agora com 53 pontos e só volta a campo no fim de semana que vem, quando enfrentará o Joinville, em Santa Catarina. Para este compromisso, Gustavo Henrique e Zeca levaram o terceiro cartão amarelo e estão suspensos.

Ricardo Oliveira agora tem 20 gols no Brasileiro.
Pra finalizar, aos que me perguntaram o que Ricardo Oliveira me disse no momento da comemoração do segundo gol, ele apenas gritou o meu nome e não provocou, pelo menos naquele instante, o goleiro palmeirense Fernando Prass, como muitos imaginaram.

FICHA TÉCNICA:
SANTOS 2 X 1 PALMEIRAS
Vila Belmiro
Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (RJ)
Renda/Público: R$ 491,655,00 / 11.767 
Cartões Amarelos: Gustavo Henrique e Zeca (Santos); Zé Roberto, Thiago Santos e Dudu (PAL) 
Cartões Vermelhos: Cristaldo (PAL)
GOLS: Thiago Maia, 27'/1ºT (1-0); Ricardo Oliveira, 3'/2ºT (2-0); Dudu, 29'/2ºT (2-1)
SANTOS: Vanderlei, Daniel Guedes, Gustavo Henrique, David Braz e Zeca; Thiago Maia, Renato e Lucas Lima (Serginho, 40'/2ºT); Gabriel (Geuvânio, 35'/2ºT), Marquinhos Gabriel (Alison, 43'/2ºT) e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior.
PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas (João Pedro, 39'/1ºT), Vitor Hugo, Jackson e Zé Roberto; Thiago Santos, Matheus Sales (Allione, 19'/2ºT) e Robinho; Dudu, Gabriel Jesus e Barrios (Cristaldo, 32'/2ºT). Técnico: Marcelo Oliveira.

Zeca que é destro fez linda assistência de canhota no primeiro gol santista.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS

Vanderlei: Palmeiras não exigiu muito do camisa 1. - 6,0
Daniel Guedes: Não apoiou como de costume, mas não comprometeu na marcação. - 6,0
Gustavo Henrique: Soberano no jogo aéreo. Não conseguiu bloquear Dudu no lance do gol. - 6,0
David Braz: O defensor com a melhor saída de bola do elenco. A exemplo de Gustavo, também não evitou a fuga de Dudu e Barrios no gol palmeirense. - 6,0
Zeca: Assistência perfeita do jogador que é destro, porém cruzou de pé esquerdo, no primeiro gol. Segundo Thiago Maia: "É craque". Não vi nenhum lateral canhoto jogar mais bola que ele no campeonato. - 7,0
Thiago Maia: Partida muito boa do segundo volante santista. Perfeito na finalização do primeiro gol. - 7,0
Renato: Não canso de dizer joga de "terno e gravata". Eficiente na proteção a defesa. Em alguns momentos não conteve Robinho na criação adversária. - 6,5
Lucas Lima: Melhor meia em atividade no país. Achou espaços na defesa palmeirense, como no passe para Zeca achar Thiago Maia no primeiro gol. - 7,0
(Serginho): Jogou nove minutos, já com os 4 de acréscimo. - SEM NOTA
Gabriel: Cruzamento perfeito para Ricardo Oliveira marcou o segundo gol. Desperdiçou algumas chances no segundo tempo. Tem jogado muito bem. - 7,0
(Geuvânio): Jogou pouco mais de 10 minutos apenas. Só teve uma chance de aparecer. - SEM NOTA
Marquinhos Gabriel: Deu um drible de futebol de salão fantástico no primeiro tempo. Fundamental para prender a posse de bola. - 6,5
(Alison): Jogou sete minutos com os acréscimos. - SEM NOTA
Ricardo Oliveira: Liderança, colocação, um gol e outro perdido ao tentar dar uma cavada. Melhor centroavante do Brasil, disparado. - 7,5
Técnico: Dorival Júnior: Faz maravilhoso trabalho. Achei que demorou um pouco para mexer no time. Tem o elenco nas mãos. - 7,0

Invictos, o time de Gustavo Roma busca o bi-campeonato da categoria.
Subs 11 e 13 nas finais do estadual

A exemplo do que fiz no sábado (31), na manhã deste domingo (1), estive acompanhando as categoria de base do Santos que se classificaram para as finais dos campeonatos paulista sub-11 e 13 ao eliminarem o São Paulo em ambas categorias, em jogos realizados sob muita chuva, no CT Rei Pelé.

O time do professor Alex ficou no empate em 0 a 0, no sub-11 e decidirá o campeonato da categoria, à partir da semana que vem, diante do Palmeiras, em dois jogos.

Já o sub-13 do promissor Gustavo Roma superou o São Paulo por 1 a 0, gol de Giovani. Na decisão enfrentará o SCCP. O time de Itaquera eliminou a Inter de Limeira, que na fase anterior havia superado a Ponte Preta, do meu filho Andrey Quintino.

Santos e SCCP jogam a primeira partida da final do sub-13, no Parque São Jorge, na manhã do próximo domingo (8), às 10h15. 

O Peixe colocou todos os cinco times (sub-11,13,15,17 e 20) nas semifinais. Já chegou em duas decisões estaduais e busca ir a mais três finais.


Troféu ACEESP

Começou a votação para o prêmio Aceesp 2015 - votação dos melhores cronistas esportivos do estado de São Paulo.

Concorro nas categorias repórter de rádio, colunista/blogueiro e blog esportivo e humildemente peço o seu voto nessas categorias. Não esqueçam, quem for votar, do repórter de rádio, é importante.

Conto com seu voto e peço para que votem nos meus companheiros de Rádio Capital - 1.040 AM , a única emissora de rádio de São Paulo a transmitir todos os jogos do Santos.
Clique no link abaixo, vote e em seguida confirme seu voto através de um e-mail que receberá.

http://www.aceesp.org.br/trofeu2015/votacao.asp

#BLOGAOVIVO 
Para você que não teve a oportunidade de ouvir o #BLOGAOVIVO, basta clicar na imagem acima para ouvir o podcast com a íntegra do programa que teve o técnico Dorival Júnior como convidado.



 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by