FOTO CAPA

QUATRO JOGOS SEM VENCER

Publicado às 02h56 desta quinta-feira, 4 de junho de 2015.
O Santos voltou a perder no Campeonato Brasileiro. Pela terceira vez em cinco rodadas, o Campeão Paulista saiu sem os três pontos de campo. Desta vez foi para o São Paulo - 3 a 2, no estádio do Morumbi. O time comandado por Marcelo Fernandes chegou a ficar a frente no placar durante três minutos, mas sofreu a virada, com direito a mais um gol no final da partida. Os dois gols do alvinegro foram marcados por Ricardo Oliveira.

O primeiro tempo da equipe santista foi uma vergonha. O time de Vila Belmiro jogou atrás de bola e só finalizou duas vezes na primeira etapa. Isso aos 47 minutos, quando Ricardo Oliveira bateu a penalidade máxima, Rogério defendeu e no rebote, o camisa 9 empatou ao jogo, já que o os donos da casa abriram o marcador em uma cobrança de falta efetuada por Michel Bastos. A igualdade para o alvinegro foi um achado e uma injustiça para uma equipe que só se defendeu.

Na segunda etapa, o panorama melhorou para o clube santista. O técnico Marcelo Fernandes fez duas substituições. Vladimir com dores no estômago, após um choque e Rafael Longuine, o substituto de Robinho, deram vagas a Vanderlei e Marquinhos Gabriel, respectivamente.

As linhas do time da baixada foram adiantadas, o Peixe conseguiu fazer os zagueiros do São Paulo a darem chutões e o melhor, virou a partida com 1 minuto, após finalização de Ricardo Oliveira em belo lançamento de Lucas Lima e falha de Rogério Ceni - 2 a 1.

Mas a vantagem santista durou pouco. O Santos foi incapaz de segurar a bola com troca de passes, enervar o adversário e matar o jogo no contra-ataque. Novamente, outra bola parada (os três gols que o time levou foram assim) e o baixo Paulo Miranda, subiu sozinho e empatou a partida - 2 a 2.

Quando tudo caminhava para a igualdade, Carlinhos caiu na área após sofrer um toque de Daniel Guedes e o juíz deu penalidade máxima. Rogério Ceni bateu e definiu o placar - 3 a 2. Com o resultado, o Santos permanece com apenas cinco pontos em 15 disputados e o horizonte que se aproxima, não é dos melhores. 

Sem querer ser o profeta do apocalipse, perder para o São Paulo, dentro do Morumbi, não é nenhuma anormalidade, porém, a falta de futebol apresentada pelo Santos, esta sim, preocupa e muito. Já são quatro partidas sem vencer - Sport na Copa do Brasil, além de Chapecoense, novamente Sport (esta no Brasileiro) e São Paulo.

No próximo sábado (6), no estádio da Vila Belmiro, o alvinegro enfrenta e invicta Ponte Preta às 18h30.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 3 X 2 SANTOS
Local: Morumbi, São Paulo (SP)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (ASP-Fifa)
Público e renda: 13.847 pagantes / R$ 420.465,00
Cartões amarelos: Rogério Ceni, Michel Bastos, Denilson, Paulo Miranda (SAO); Ricardo Oliveira, Lucas Otávio, Werley (SAN)
Cartão vermelho: Marquinhos Gabriel - 41'/2ºT (SAN)
GOLS: Michel Bastos, aos 33'/1ºT (1-0); Ricardo Oliveira, aos 45'/2ºT (1-1); Ricardo Oliveira, aos 2'/2ºT (1-2); Paulo Miranda, aos 5'/2ºT (2-2); Rogério Ceni, aos 39'/2ºT (3-2)
SÃO PAULO: Rogério Ceni, Bruno, Paulo Miranda (Hudson - 15'/2ºT), Dória e Carlinhos; Denilson, Souza, Thiago Mendes (Centurión - 18'/2ºT) e Michel Bastos; Ganso e Alexandre Pato (Luis Fabiano - 27'/2ºT). Técnico: Milton Cruz.
SANTOS: Vladimir (Vanderlei - Intervalo), Daniel Guedes, Werley, David Braz e Victor Ferras; Lucas Otávio, Renato, Lucas Lima e Rafael Longuine (Marquinhos Gabriel - Intervalo); Geuvânio (Marquinhos - 30'/2ºT) e Ricardo Oliveira. Técnico: Marcelo Fernandes.


NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS

Vladimir: Foi substituído na intervalo pois tinha levado uma pancada na altura do estômago. A cobrança de falta do primeiro gol era defensável - 5,0
(Vanderlei): Sem culpa nos gols sofridos. Voltou após mais de dois meses fora. Passou por múltiplas cirurgias na face - 5,5
Daniel Guedes: Não fazia uma partida espetacular, mas aparecia bem no ataque. O árbitro entendeu que ele cometeu o pênalti que decretou a vitória tricolor - 5,0
Werley: Não tem boa saída de bola. Envolvido no lance do segundo gol são paulino - 5,0
David Braz: A exemplo do seu companheiro de setor, não evitou o gol de Paulo Miranda - 5,5
Victor Ferraz: Jogar na lateral-esquerda não é a dele. Limita-se a apenas marcar - 5,5
Lucas Otávio: Errou alguns passes no primeiro tempo e não conseguiu conter Michel Bastos, principalmente nos 45 minutos iniciais - 5,0
Renato: Não apareceu a frente. Limitou-se a ficar a frente dos dois zagueiros - 5,0
Lucas Lima: Joga sozinho na armação de jogadas do Santos. Fez maravilhoso lançamento no segundo gol de Ricardo Oliveira - 7,0
Rafael Longuine: Discreto. Apareceu apenas no lance do pênalti quando chutou a bola e Denilson abriu o braço - 5,0
(Marquinhos Gabriel): Era o homem do contra-ataque pela esquerda. Foi expulso por reclamação - 4,0
Geuvânio: No primeiro tempo ainda tentou alguns dribles em alta velocidade, mas não surtiram efeito - 5,0
(Marquinhos): Apagado. Deu um chute sem pretenção que a bola bateu na rede do lado de fora - 5,0
Ricardo Oliveira: Não marcava há quatro jogos e fez logo dois. Um dos poucos que se salvaram no Santos - 7,0
Técnico: Marcelo Fernandes: No primeiro tempo não conseguiu fazer o time jogar. No intervalo, as linhas do time até adiantaram, mas mesmo ao conseguir ficar a frente do marcador, o time não conseguiu prender, segurar a bola - 5,0


ROBINHO CADA VEZ MAIS PERTO DA RENOVAÇÃO

Em entrevista a Rádio Capital - 1.040 AM, no gramado do Morumbi, pouco antes de a bola rolar, o superintendente  do Peixe - Dagoberto Santos afirmou que a reunião com a advogada e representante do jogador Robinho realizada nesta quarta-feira (3) foi positiva e que cresceram as possibilidades dele assinar a renovação e permanecer no clube.
"Já fizemos a nossa proposta a advogada e representante do jogador e o Robinho deve analisar nesse fim de semana. Encontramos um número bom para as duas partes e acreditamos que ele possa aceitar. O Santos fez uma proposta ao Robinho sem cometer loucuras e dentro das suas possibilidades" resumiu o funcionário do clube.
O Blog do ADEMIR QUINTINO apurou que os valores da proposta enviada são praticamente os mesmos dos atuais vencimentos - R$ 650 mil e conforme o blogueiro disse na Rádio CBN-Santos segunda-feira retrasada (27), a proposta alvinegra são de três anos de contrato  e não de cinco.


 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by