FOTO CAPA

MISTÃO DEU CONTA

Publicado às 09h32 desta quinta-feira, 16 de abril de 2015.
O Santos está classificado para a segunda fase da Copa do Brasil. O alvinegro mesmo sem sete titulares, voltou a vencer o Londrina pelo mesmo resultado do jogo na casa do adversário no mês passado. Desta vez o confronto foi em São José dos Campos. Com um gol de Elano, no começo do segundo tempo, o Peixe bateu os paranaenses por 1 a 0 e enfrentam o Maringá, na próxima fase da competição. A vitória foi a 3 mil na história do clube.

O time de Marcelo Fernandes orientou para que sua equipe tocasse a bola, na tentativa de gastar o tempo e aproveitar os contra-ataques, porém nos primeiros 45 minutos, o Glorioso não conseguiu imprimir velocidade e quase sofreu o primeiro gol. Se tinha algum clube que merecia ir para o intervalo com a vantagem parcial, era o Londrina, que chegou a colocar uma bola na trave na meta de Vladimir.

Na segunda etapa, apesar do treinador santista não ter mexido na equipe, o panorama e a postura do Santos foi diferente. E aos 3 minutos , após cobrança milimétrica de Lucas Lima, onde os jogadores das duas equipes correram todos no primeiro pau, Elano que ainda não tinha marcado na sua terceira passagem pela Vila, ficou sozinho na entrada da pequena área para cabecear no ângulo superior do goleiro Vitor, sacramentar a vitória e carimbar a classificação.

Daí em diante, o alvinegro não correu riscos e passou a pensar na semifinal do estadual, contra o São Paulo, domingo às 18h30, no estádio da Vila Belmiro.

Perguntei ao treinador Marcelo Fernandes se ele conta com a escalação de Renato, David Bráz e Robinho contra o tricolor e o mesmo demonstrou otimismo em contar com os três. Já o meia Lucas Lima, um dos poucos titulares em campo que atuou os 90 minutos, disse em entrevista a Rádio Capital - 1.040 AM, na saída do gramado do estádio Martins Pereira que estava "bem cansado e é hora re recuperar as energias para o jogo decisivo do fim de semana". 

O zagueiro Gustavo Henrique deixou o duelo contra os paranaenses no primeiro lance da partida com problemas musculares. O defensor vai realizar exame de ressonância magnética nesta quinta-feira (16) para avaliar se existe gravidade na lesão. 



FICHA TÉCNICA
SANTOS 1 X 0 LONDRINA
Local: Estádio do Martins Pereira, em São José dos Campos (SP)
Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)
Público/Renda: 11.134 pagantes/ R$ 523.440
Cartões amarelos: Gustavo Henrique e Lucas Lima (SAN); Diogo Roque, Dirceu, Henry Kanu, Jhon Murillo, Silvio e Wéverton (LON)
GOL: Elano, 3'/2ºT (1-0)
SANTOS: Vladimir; Cicinho, Werley, Gustavo Henrique (Paulo Ricaro, 3'/1ºT) e Zeca; Valencia, Lucas Otávio, Elano (Geuvânio, 18'/2ºT) e Lucas Lima; Marquinhos Gabriel e Gabigol (Leandrinho, 28'/2ºT). Técnico: Marcelo Fernandes.
LONDRINA: Vitor; Lucas Ramon (Jhon Murillo, 33'/1ºT), Dirceu, Silvio e Lino; Diogo Roque, Germano (Leo Maringá, 19'/2ºT), Rone Dias; Wéverton, Paulinho (Henry Kanu, 12'/2ºT) e Arthur. Técnico: Claudio Tencatti.


NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS

Vladimir: Ganhou a confiança após as defesas no clássico contra o SCCP. Fez uma ótima defesa no primeiro tempo - 6,5
Cicinho: Apoiou bastante. Salvou um gol no primeiro tempo. - 6,5
Werley: Jogou o arroz com feijão, como tem de ser - 6,0
Gustavo Henrique:  Saiu no começo da partida com lesão no posterior da coxa esquerda. - SEM NOTA
(Paulo Ricardo): Cometeu uma falta boba no começo do jogo, fruto do nervosismo que é normal pra quem jogou poucas vezes no profissional. - 5,5 
Zeca: Apareceu como alternativa no apoio, porém, deixou espaços no seu setor. - 6,0
Valencia: A exemplo de Werley, fez o básico com eficiência. Limitou-se a marcação. - 6,0
Lucas Otávio: Não apareceu como elemento surpresa, como fazia no Paraná e na base, mas a sua função foi cumprida com eficiência. - 6,5
Elano: Estava apagado no jogo, todavia, teve sangue-frio e boa colocação para fazer o único gol do jogo. - 7,0
(Geuvânio): Entrou para puxar o contra-ataque, entretanto, foi pouco acionado. - 6,0
Lucas Lima: Vive grande momento. Chamou a responsabilidade, armou a equipe e deu assistência milimétrica no gol de Elano. - 7,5
Marquinhos Gabriel: Oscilou durante a partida. Tem lampejos de que tem talento, mas parece que necessita de um gol ou de uma jogada que marque para ganhar a confiança. - 6,5
Gabigol: Não conseguiu dar sequência em alguns contra-ataques. Perdeu uma ótima oportunidade de colocar um trevo na cabeça do treinador para pleitear uma oportunidade no time titular. - 5,5
(Leandrinho): Quando entrou o resultado já estava sacramentada. - 6,0
Técnico: Marcelo Fernandes: Fez o "omelete com os ovos que tinha". O time correu risco no primeiro tempo. - 6,0


RAFAEL LONGUINE

Apesar de em entrevista a Rádio Capital - 1.040 AM, o presidente santista Modesto Roma não quis falar sobre o assunto, o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou que o Santos pretende adquirir 50% dos direitos econômicos do meia-atacante Rafael Longuine e com a preferência de compra por mais 30%. O jogador só poderá assinar com o Peixe após o término do vínculo com o Audax-SP, que se encerra este mês. Além dos salários, o alvinegro não pretende gastar nenhum centavo pra ficar com esse percentual inicial.


EMBAIXADA DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

Agradeço ao carinho do torcedor santista de todo o Vale do Paraíba que me procurou antes, durante e depois da partida, no Estádio Martins Pereira. 

Vai aqui meu agradecimento especial a toda a Embaixada do Peixe em São José dos Campos, em nome do presidente Rogério Geléia e dos diretores Luiz Capella e Nagila Luz, pela cordialidade e a simpatia com que me receberam.

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by