FOTO CAPA

COM UMA MÃO NA VAGA

Postado às 23h03 desta quinta-feira, 28 de agosto de 2014.
O Santos deu um passo gigantesco para ir as quartas de final da Copa do Brasil ao vencer o Grêmio em Porto Alegre (RS),  na primeira partida das oitavas por 2 a 0 - gols de David Braz e Robinho. Com o resultado, o Peixe pode perder até por um gol de diferença no jogo de volta, dia 3, na Vila Belmiro, que ainda assim estará na próxima fase da competição para enfrentar Ceará ou Botafogo-RJ.

A vitória santista foi consolidada ainda no primeiro tempo. Robinho reapareceu entre os titulares recuperado de lesão muscular. O Grêmio foi para cima e o lateral-esquerdo Mena salvou gol certo dos gaúchos no começo da partida. 

Quando a igualdade parecia ser o resultado parcial antes do intervalo, David Braz marcou seu primeiro gol com a camisa do Santos, após cobrança de escanteio e Robinho "fechou o caixão", após Lucas Lima ter puxado contra-ataque e na origem do lance dominou a bola com a mão (portanto, gol irregular) e o camisa 7 contou com a sorte, pois a bola bateu no seu tornozelo, antes de entrar pro gol.

Na segunda etapa, o Santos controlou a partida, tomou alguns sufocos e teve chance de matar o jogo, porém, Rildo perdeu a melhor oportunidade dos 45 minutos finais.
"A vantagem é muito boa, mas ainda não acabou. Se jogarmos desta mesma forma, temos chances de passar. Soubemos lidar bem com a pressão. " afirmou o capitão Edu Dracena.

Já no apagar das luzes, o goleiro Aranha se queixou dos xingamentos racistas de torcedores do time da casa e visivelmente abalado exigia providências do árbitro, mas não foi atendido.
"Fiquei nervoso, mas me segurei. Mas aí começou coro de macaco, eles imitando. Fizeram rapidinho, para não dar tempo de filmar. Fico nervoso com essas coisas. Sou preto, sim. Sou negão sim" disse ao sair do gramado o goleiro santista.
Pelo que o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou o Santos já solicitou as imagens do estádio e pretende realizar boletim de ocorrência sobre o racismo contra o camisa 1 alvinegro.  Pelo menos uma torcedora foi flagrada chamando Aranha de Macaco.

Para a partida de domingo (31), contra o Botafogo-RJ pelo Campeonato Brasileiro, Gabriel suspenso dá vaga a Leandro Damião no ataque. Victor Ferraz que não pode ficar na reserva pela Copa do Brasil, por ter atuado na mesma competição pelo Coritiba, volta a ficar à disposição no banco de suplentes.
"Eu tenho um sonho. O sonho de ver meus filhos julgados por sua personalidade, não pela cor de sua pele"
(Martin Luther King)
FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 0 x 2 SANTOS
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)
Público/Renda: 30.294 torcedores; R$ 814.899,00
Cartões amarelos: Ramiro, Pará (Grêmio), Edu Dracena, Alison, David Braz (Santos)
GOLS: David Braz, aos 36/1º T (0-1) e Robinho, aos 44/1º T (0-2);
GRÊMIO: Marcelo Grohe, Pará, Werley, Rhodolfo e Zé Roberto (Matías Rodriguez, aos 30/2ºT); Ramiro, Walace (Matheus Biteco - Intervalo), Giuliano, Luan (Alan Ruiz - Intervalo) e Dudu; Barcos. Técnico: Felipão.
SANTOS: Aranha, Cicinho, Edu Dracena, David Braz e Mena; Alison, Arouca e Lucas Lima; Robinho (Rildo, aos 24/2ºT), Thiago Ribeiro (Alan Santos, aos 49/2ºT) e Gabriel (Leandro Damião, aos 35/2ºT). Técnico: Oswaldo de Oliveira.


NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS
Aranha: Segundo tempo perfeito. Ótimas defesas - 7,0
Cicinho: Levava um baile de Dudu no primeiro tempo. No segundo melhorou quando limitou-se apenas a marcar - 5,5
Edu Dracena: Bem nas antecipações e no jogo aéreo - 6,5
David Braz: Algumas pequenas falhas. Marcou o primeiro gol do jogo. Muito bem na segunda etapa - 6,5
Mena: O melhor do jogo. Tirou gol em cima da linha, foi perfeito na marcação e ainda fez alguns apoios ao ataque - 8,0
Alison: Exagerou no excesso de vontade em alguns lances, mas foi bem a frente da defesa - 7,0
Arouca: Não foi tão combativo como Lucas Lima (não é a sua característica), mas era dele o primeiro passe no contra-ataque - 6,5
Lucas Lima: Tem crescido após se tornar titular. Apesar de ter ajeitado com a mão, foi dele a assistência no segundo gol. A cobrança do escanteio do primeiro gol também foi do camisa 20 - 7,0
Robinho: Longe da forma física ideal, procurou o jogo e marcou um gol. Repito, nasceu pra jogar no Santos. Foi substituído aos 24 minutos do segundo tempo - 7,0
(Rildo): Perdeu gol feito no fim do jogo - 5,5
Thiago Ribeiro: Sem eficiência como atacante, ajuda bastante na parte tática - 6,0
(Alan Santos): Jogou apenas dois minutos - SEM NOTA 
Gabriel: Finalizou poucas vezes - 6,0
(Leandro Damião): Entrou bem e quase marcou um golaço - 6,5 
Técnico: Oswaldo de Oliveira: Não deixou Gabriel estático como referência. Apesar da vitória, precisa ter variações táticas, principalmente em jogos fora de casa - 6,0 


Novo manto

Clique na foto abaixo e adquira o novo uniforme número 1 do Peixe.




                                                 

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by