FOTO CAPA

PRIMEIRA OFERTA RECUSADA

Postado às 11h40 desta segunda-feira, 12 de Maio de 2014.
Apesar de declarar oficialmente que não recebeu nenhuma proposta por Leandro Damião, o BLOG do ADEMIR QUINTINO apurou que  os dirigentes do Santos não aceitaram a oferta no valor de 13 milhões de euros feita ao atacante pelo Atlético de Madrid (ESP). A justificativa, é de que os espanhóis desejam parcelar o pagamento pelo jogador em dois anos, o que causou certo desânimo no desfecho de um final feliz.

A negociação ainda não foi descartada. O Santos aguarda uma contraproposta dos madrilenhos, após a negativa da primeira oferta:
 "Ele (Damião) só sai agora, se eles (Atlético de Madrid ) melhorarem a oferta e as condições de faturamento" resumiu uma fonte no clube.  
Na última quinta-feira (8), o jornal AS da Espanha publicou que o Atlético de Madrid-ESP teria feito uma proposta de 13 milhões de Euros para contratar em definitivo o atacante santista, no dia anterior.

O atual camisa 9 do Peixe é considerado pelo time finalista da Liga dos Campeões da Europa como substituto ideal para Diego Costa, que está sendo negociado com o Chelsea (ING). Os ingleses pagarão £ 35 milhões (R$ 131 milhões) pelo brasileiro naturalizado espanhol.

Nos bastidores, dirigentes do alvinegro afirmam ter recebido sondagem para vender Leandro Damião a Inter de Milão-ITA. O Peixe também aguarda uma proposta do Porto-POR que pretende fazer uma oferta que pode incluir até jogador do time português como parte do pagamento. 

O Comitê de Gestão santista pretende lucrar com o atacante. Se for vendido pelos mesmos 13 milhões de euros (42 milhões de reais), o Santos não ganharia absolutamente nada e ainda teria arcado com os salários durante um semestre. Porém, o clube quer se precaver dos altos valores investidos na negociação com o atleta contratado com a ajuda da Doyen Sports e aceitam vender o centroavante, com valores maiores aos que vai pagar ao investidor e em condições mais satisfatórias do que o parcelamento em 24 meses.

Mesmo não vivendo um bom momento no Peixe, tanto que pela primeira vez ficou no banco de reservas neste fim de semana, contra o Figueirense (SC), o jogador por ser jovem (24 anos) e ter um bom curriculum na Seleção Brasileira, tem mercado no exterior.

Até aqui, o ex-centroavante do Internacional-RS marcou apenas cinco gols em 17 partidas com a camisa do Peixe.
                                    

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by