FOTO CAPA

VÍSIVEL EVOLUÇÃO

Publicado às 09h45 desta segunda-feira, 28 de Junho de 2021.

O Santos conseguiu uma vitória importante pelo Brasileirão/21, neste domingo (27), pela sétima rodada diante do Atlético Mineiro, na Vila Belmiro por  2 a 0. Com o resultado, o Peixe pulou para a sexta colocação com 11 pontos. Jean Mota e Marcos Guilherme fizeram os gols do Peixe, ambos na etapa final. 

Conforme o Blog do ADEMIR QUINTINO publicou no sábado (26), Fernando Diniz tinha apenas uma dúvida para escalar o time. Ivonei ou Zanocelo. O primeiro foi escolhido.

O Galo recheado de desfalques, não oferecia grandes riscos a meta de João Paulo. Marcos Guilherme, o melhor do jogo se deslocava o tempo todo e abria espaços na defesa mineira. 

No começo da etapa complementar, o atacante carregou a bola antes do meio campo e entregou a Kaio Jorge. O camisa 9, muito inteligente taticamente, fez a assistência a Jean Mota que de primeira, abriu o placar.

Daí por diante, o time de Belo Horizonte teve que sair mais para o jogo e abrir mão de só contra-atacar, para tentar igualar o marcador e nos acréscimos, novamente o incansável Marcos Guilherme carregou a bola desde a defesa e entregou a Madson. O ala de passadas largas, que havia entrado há pouco tempo, correu pela ponta e cruzou para o próprio Marcos Guilherme selar o resultado do jogo.

O Santos voltará a atuar na Vila Belmiro, diante do Sport, quarta-feira (30), às 20h30. Marinho recebeu o terceiro amarelo e está de fora. Camacho que cumpriu suspensão fica a disposição de Diniz. John e Alison seguem como dúvidas.


FICHA TÉCNICA

SANTOS 2 x 0 ATLÉTICO

Estádio da Vila Belmiro - Santos

Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)

GOLS: Jean Mota, 11, Marcos Guilherme, aos 48min do 2ºT 

Cartões amarelos: Guilherme Arana, Zaracho (ATL); Marinho, Pará, Joao Paulo, Marcos Guilherme (SFC). Cartão vermelho: Allan (ATL)

SANTOSJoão Paulo; Pará (Madson), Luiz Felipe, Luan Peres e Felipe Jonatan; Ivonei (Vinícius Balieiro), Jean Mota e Gabriel Pirani (Sánchez); Marinho, Marcos Guilherme e Kaio Jorge. Técnico: Fernando Diniz

ATLÉTICO-MGEverson; Guga (Mariano), Gabriel, Réver e Guilherme Arana; Allan, Jair (Zaracho), Tchê Tchê (Calebe) e Hyoran (Felipe Felicio); Hulk e Keno (Luiz Filipe). Técnico: Cuquinha (Cuca cumpriu suspensão)

João Paulo substituiu John e Luiz Felipe fez novamente boa partida.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS

João Paulo: Rebateu um cruzamento para dentro da área. Não comprometeu. - 5,5

Pará: Limitou-se a marcar. Não apoiou. Evitou uma finalização de Gabriel. - 5,5

(Madson): Bela assistência na sua melhor característica, a velocidade. - 6,5

Luiz Felipe: Sua entrada no time, melhorou demais a qualidade do time na bola aérea defensiva. Cresce cada vez mais. - 7,0

Luan Peres: Colocou Hulk no bolso. Evitou um gol certo do atacante mineiro. - 7,0

Felipe Jonatan: Bem na defesa. Não subiu tanto ao ataque - 6,5

Ivonei: Se posicionou bem. Tem qualidade no passe. ressentiu um pouco a falta de ritmo de jogo. - 6,0

(Vinícius Balieiro): Entrou para dar gás na marcação. Pouco tempo em campo. - SEM NOTA

Jean Mota: Se encontrou na posição que Marcelo Fernandes o colocou. No primeiro tempo, quase marcou um gol de cabeça. No segundo tempo, fez o seu em bela finalização. - 7,5

Pirani: Começou bem a partida e depois caiu de produção. Tentou arrancadas com velocidade para levar a bola a frente, mas não atingiu o objetivo. - 5,5

(Sánchez): Entrou e melhorou demais a qualidade no passe. Na hora que o Galo apertava era o uruguaio, o desafogo. Não teve a mesma qualidade do jogo passado, mas absurdamente aceitável para quem ficou nove meses parado. - 6,0

Marinho: Duas boas finalizações. Algumas vezes teve que recuar na marcação para acompanhar Arana. Levou o terceiro amarelo e está fora do próximo jogo. - 6,0

Marcos Guilherme: Incansável. Se recuperou nas mãos de Diniz. Estupidamente participativo. Marcou o seu gol. O melhor do jogo. - 8,0

Kaio Jorge: Desculpa a repetição, mas o que evoluiu taticamente foi uma grandeza. Abre espaços e deu assistência para o primeiro gol. - 7,0

Técnico: Fernando Diniz: Visível a evolução dos times em suas mãos. Acertou nas alterações. Sanchez segura a bola e sofria faltas quando o time tinha a vantagem mínima no placar. - 7,0



 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by