FOTO CAPA

PELA SÉTIMA VEZ SEGUIDA, PEIXE VENCE O CORINTHIANS NA VILA

Publicado às 23h15 desta quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021.

O Santos conseguiu um importante resultado ao vencer o clássico diante do Corinthians por 1 a 0, na noite desta quarta-feira (17), em Vila Belmiro. O gol da vitória foi de Marcos Leonardo. Foi a sétima vez seguida que o time de Itaquera vem a Vila e perde para o Peixe.

Conforme o Blog do ADEMIR QUINTINO garantiu, Soteldo não começou como titular. O jogador está com dores e fadiga muscular. Ele ficou como opção no banco. Ivonei herdou a vaga no meio-campo. Marcos Leonardo substituiu Kaio Jorge com lesão muscular grau 2 em uma das coxas e Luíz Felipe foi para a zaga central, já que Laércio torceu o tornozelo.

Os primeiros 45 minutos de Santos e Corinthians foram uma das coisas mais horríveis, de sangrar os olhos. O time da capital foi levemente melhor, principalmente com Matheus Vital que levou a melhor no duelo com Pará, nos primeiros 15 minutos. 

Em seguida, parte das luzes do Estádio se apagaram e o jogo ficou paralisado por 12 minutos. Quando os times voltaram para o restante do primeiro tempo foi um anti-futebol que merece ser esquecido.

Faltava alguém talentoso para quebrar as linhas e Cuca arriscou e colocou esse jogador: Soteldo, mesmo com 'meia-carga'

Em 12 minutos, o venezuelano bagunçou com a defesa mosqueteira, iniciou a jogada do único gol e em seguida não suportou ficar no gramado e pediu para sair. 

Ainda assim, o camisa 10 foi 'disparado', o melhor em campo. Ele recebeu na esquerda, costurou, bateu para Cássio fazer grande defesa e no rebote, Marinho tentou chutar, mas pegou errado na bola, porém, Marcos Leonardo bem colocado, fez seu terceiro gol em três jogos seguidos, sendo apenas um de titular. 

O gol de Marcos Leonardo foi o milésimo gol santista em campeonatos brasileiros, segundo dados da ASSOPHIS - Associação dos pesquisadores e historiadores do Santos.

Daí por diante, O Corinthians não tinha capacidade individual e coletiva para agredir o Santos e o Peixe por sua vez trancou tudo. 

Alison virou zagueiro, Balieiro entrou para destruir qualquer pretensão de construção de jogada adversária e o alvinegro da Vila garantiu a sétima vitória seguida diante do rival na Vila Belmiro. A última vez que o Corinthians venceu em Urbano Caldeira, foi no longínquo ano de 2014.

Com o resultado, o alvinegro se consolidou na oitava colocação com 53 pontos, três a frente do nono, o Athlético Paranaense com duas rodadas para terminar o campeonato. O Santos luta por uma vaga na fase preliminar da Libertadores da América de 2021.

No domingo (21), às 18h15, o alvinegro, novamente na Vila, tem jogo duro diante do Fluminense, o penúltimo de Cuca a frente da equipe em sua terceira passagem no comando técnico.


FICHA TÉCNICA

SANTOS 1 X  0 CORINTHIANS

Estádio da Vila Belmiro, Santos (SP)

Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo

GOL: 1-0 Marcos Leonardo (10'/2T)

SANTOS: João Paulo; Pará, Luiz Felipe, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Sandry (Balieiro, 39'/2T) e Ivonei; (Soteldo, intervalo) (Jean Mota, 18'/2T) Marinho (Madson, 39'/2T), Marcos Leonardo (Bruno Marques, 26'/2T) e Lucas Braga. Técnico: Cuca.

CORINTHIANS: Cássio; Michel Macedo (Gabriel Pereira, 30'/2T), Jemerson, Gil e Fábio Santos; Gabriel, Cantillo, Gustavo Mosquito (Otero, 12'/2T), Ángelo Áraos (Cazares, 12'/2T) e Mateus VItal (Ramiro, 30'/2T); Léo Natel (Jô, 19'/2T). Técnico: Vagner Mancini.

Marcos Leonardo marcou seu terceiro gol em três jogos.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS

João Paulo: Teve uma atuação segura. Deu um calafrio na torcida ao repor mal uma bola no primeiro tempo. - 6,0

Pará: Começou mal e levando a pior para Matheus Vital. Depois do apagão das luzes, se recuperou e fez bom jogo na defesa. - 6,0

Luiz Felipe: Grande atuação. Uma das melhores que ele fez nos últimos anos. Antecipou bem, não deixou a desejar no alto e sua saída de bola sempre foi boa. - 6,5

Luan Peres: Cresceu muito com  a saída de Veríssimo. Virou o dono da defesa. Se arrisca até a armar o time em alguns momentos. - 6,5

Felipe Jonatan: Outro que amadureceu e cresceu demais na marcação. O segundo maior ladrão de bolas do campeonato. Bem na marcação e sempre uma arma no apoio. Foi fundamental para levar a marcação na jogada de Soteldo para o gol santista. - 6,5

Alison: Correu, marcou, roubou bolas como de costume. Bem de volante e de terceiro zagueiro, quando precisou. - 6,5

Sandry: Bem na marcação. Errou alguns passes, seu melhor fundamento. - 5,5

(Balieiro): Fez o para-brisa na marcação e matou jogada quando falta quando precisou. Tem tudo para evoluir. - 6,0

Ivonei: Ainda não reeditou os bons jogos que fez na base santista. Deixou o campo substituído, no intervalo. - 5,0

(Soteldo): Mesmo em campo apenas pouco mais de 15 minutos foi o nome da partida. Acabou com a defesa do Corinthians. Iniciou a jogada do gol. Uma pena não ter aguentado ficar mais. Disparado, o melhor do jogo. - 8,0

(Jean Mota): O time perdeu agressividade sem Soteldo, mas Jean pisou na bola e cadenciou mais o jogo. Aos poucos vai recuperando a confiança. - 6,0

Marinho: Não brilhou como de costume, ainda assim foi dele a assistência (na verdade foi um chute) no gol de Marcos Leonardo. - 6,0

(Madson): Pegou uma única vez na bola. - SEM NOTA

Marcos Leonardo: Tem números impressionantes nos últimos jogos. A cada 1.6 chutes marca um gol. Se coloca bem na área. Três gols em três jogos e apenas um de titular. - 7,0

(Bruno Marques): Teve uma única chance de cabeça e desperdiçou, algo incomum. - SEM NOTA

Lucas Braga: Jogador de extrema entrega. Melhorou demais no um contra um e recompõe o tempo todo par ajudar na marcação. Muito senso tático. - 6,5

Técnico: Cuca: Com a saída de dois titulares - Veríssimo e Pituca e sem Sanchez e Raniel há muito tempo no DM e ao perder Laércio, Kaio Jorge e Soteldo com poucas chances de jogar, ficou com poucas opções para armar um time incisivo que propusesse jogo. Ivonei não funcionou. Acertou, mesmo arriscando em perder Soteldo para a próxima rodada. -  6,5


 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by