FOTO CAPA

REABILITADO

Publicado às 23h35 deste sábado, 17 de outubro de 2020.

O Santos se reabilitou no Campeonato Brasileiro ao vencer o Coritiba, fora de casa, na noite deste sábado (17), por 2 a 1, em partida válida pela décima sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado levou o time a entrar pela primeira vez no G-4 da competição, porém, a rodada tem continuidade neste domingo (18) o que pode fazer com que a equipe perca posições. Os gols do Peixe foram de Kaio Jorge e Soteldo que estuda uma proposta do Al- Hilal da Arábia.

Conforme o Blog do ADEMIR QUINTINO antecipou na manhã de sexta-feira (16), Lucas Veríssimo e Marinho não viajaram para a capital paranaense e com isso, Laércio foi mantido na defesa e Lucas Braga herdou a vaga do camisa 11

Soteldo foi um dos destaques do time na partida. Além de bons dribles, ele marcou um gol em cobrança de pênalti com com uma 'cavadinha'. O jogador recebeu uma proposta de 7 milhões de dólares (R$ 40 Milhões). A venda só será concretizada se tiver a aprovação do Conselho Deliberativo. A opinião pública criticou muito os valores da possível saída do jogador.  A reunião está marcada para a próxima quarta-feira (21). Nada está decidido ainda. 

O alvinegro começou a partida marcando 'pressão' e se aproveitou dos erros de passe do adversário. Logo no início de jogo, Jobson lançou Soteldo. O venezuelano tocou para Felipe Jonatan que encontrou Kaio Jorge na grande área. O centroavante se antecipou a defesa do Coxa e abriu o marcador.

Ainda no primeiro tempo, Pituca chutou e a bola bateu na mão do defensor do Coxa. Com a ajuda do VAR, a arbitragem marcou penalidade máxima e Soteldo ampliou o marcador.

No segundo tempo, o alvinegro mais administrou o resultado. Ainda assim, correu riscos desnecessários. O time da casa diminuiu com Giovanni Augusto, a 16 minutos do fim, mas o Coxa tinha dificuldade em acertar a última bola e o Peixe garantiu a volta para casa com três pontos.

Pelo Brasileirão, o alvinegro só volta a campo no próximo fim de semana, diante do Fluminense, no Maracanã, dia 25. Antes, porém, o time de Cuca enfrenta o Defensa y Justiça na próxima terça-feira (20), na Vila Belmiro, em partida válida pela última rodada da fase de classificação da Libertadores da América. O Santos já está classificado, mas uma vitória pode dar a melhor campanha na fase de grupos, o que dá a condição do Peixe decidir todos os mata-matas na Vila até a semifinal. A final da competição continental será em jogo único.

FICHA TÉCNICA

CORITIBA 1 X 2 SANTOS 

Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR)

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ) 

Cartões amarelos: Jobson,, Lucas Braga e Kaio Jorge (SFC); Hugo Moura, Nathan Silva, Matheus Sales, William Matheus e Ricardo Oliveira (COR)

GOLS: 0-1 Kaio Jorge (5') 0-2  Soteldo (26') 1-2 Giovanni Augusto (29 min. 2o. tempo)

CORITIBA: Wilson; Natanael (Matheus Galdezani), Nathan Silva , Henrique Vermudt e William Matheus; Hugo Moura (Ricardo Oliveira) , Matheus Sales (Matheus Bueno) e Giovanni Augusto; Yan Sasse (Nathan). Robson e Rodrigo Muniz (Neilton).  Técnico: Jorginho.

SANTOS: João Paulo; Madson, Laércio, Luan Peres e Felipe Jonatan; Pituca, Jobson (Sandry 30 min. /2o.T) e Jean Mota (Arthur 30 min. /2T); Lucas Braga (Lucas Lourenço 31 min./2o.T) , Kaio Jorge (Luiz Felipe 40'/2o.T) e Soteldo (Wagner Palha 48 min. /2o. T). Técnico: Cuca. 

Fez seu 35o. jogo na temporada. Não é substituído desde a 2a. rodada diante do Inter no Sul.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS

João Paulo: Fez uma sensacional defesa no primeiro tempo. Um dos melhores, se não o melhor goleiro do primeiro turno do Brasileirão. Revelação aos 25 anos. - 7,0

Madson: Apesar de ter um ótimo jogo aéreo e passadas largas com velocidade, quase não foi acionado e se postou mais na marcação, não dando espaços. - 6,0

Laércio: Ao contrário da rodada passada, onde deu sustos, teve uma atuação mais segura. Não comprometeu. - 6,0

Luan Peres: Boas antecipações. O arroz com feijão bem temperado que sempre diz meu amigo Alan Otacílio. - 6,0

Felipe Jonatan: Grande atuação do ala- canhoto. Maravilhosa assistência no primeiro gol, não deu espaços na marcação. - 7,5

Pituca: Outra boa partida em sua 35a. partida na temporada. O homem parece ter sete pulmões. Do seu chute nasceu a penalidade máxima que deu o segundo gol. - 7,0

Jobson: A dupla com Pituca parece ter encaixado. Lindo lançamento, algo raro no futebol dos dias atuais, na origem do lance do gol que abriu a contagem. - 7,0

(Sandry): Joga muito. Um desperdício não ser aproveitado mais. Trata bem demais a bola. Deu uma assistência linda para Lourenço que não conseguiu finalizar. - 6,5

Jean Mota: Tentou acelerar o jogo na construção das jogadas, mas não foi tão feliz. Aos poucos ganha ritmo. - 6,0

(Arthur): Jogou apenas 15 minutos. Fez um boa jogada pelo lado do campo. - 6,0

Lucas Braga: Voltou a ter erros de fundamento, principalmente no passe curto. - 5,0

(Lucas Lourenço): Não reeditou sua grande apresentação diante do São Paulo. Tem personalidade. Chuta, se apresenta e volta para recompor. Teve uma chance para marcar após bela assistência de Sandry - 6,0

Kaio Jorge: Excelente antecipação no primeiro gol da partida. Depois saiu bastante da área e quase não finalizou. - 7,0

(Luiz Felipe): Entrou quase nos acréscimos para segurar o resultado e marcar a bola alta nas cobranças de escanteios. Ficou responsável por conter o atacante Ricardo Oliveira. - SEM NOTA

Soteldo: Não tenho elementos para cravar que foi sua última partida, de toda maneira, herdou a faixa de capitão. Realizou um ótimo primeiro tempo. Deu trabalho a defesa paranaense e ainda teve sangue frio para marcar um gol de cavadinha. - 7,5

(Wagner Palha): Outro que entrou no final. - SEM NOTA.

Técnico: Cuca: Depois de uma atuação desastrosa diante dos goianos do Atlético, fez com que seu time marcasse a saída de bola e aproveitasse dos passes errados do time paranaense. O Santos tem mais pontos fora de casa, porque é mais time de contra-ataque. Em casa, contra adversários que não saem para o jogo, tem mais dificuldade. - 7,0

 


 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by