FOTO CAPA

POUPAR PARA O CLÁSSICO OU MANDAR A CAMPO O QUE TEM DE MELHOR?

Publicado às 10h40 desta quinta-feira, 30 de janeiro de 2019.
O Santos volta a campo na noite (19h15) desta quinta-feira (30), diante da Internacional de Limeira, na Vila Belmiro, em partida válida pela terceira rodada do Campeonato Paulista. Com pouco tempo de intervalo entre uma partida e outra na competição, o técnico Jesualdo Ferreira, não esboçou a equipe que começa a partida, logo mais. Com um clássico diante do maior rival, o SCCP, na casa do adversário, daqui a três dias, pode ser que o português até surpreenda na escalação e dê descanso a alguns atletas.

O lusitano que vai dirigir o Peixe pela terceira vez, promoveu nos dias que antecede ao duelo desta noite, diante do time dirigido pelo ídolo santista Elano, um treino regenerativo na última terça-feira, o 'day-after' após a vitória em Campinas, sobre o Guarani e na véspera do confronto, deu apenas um 'rachão' para o elenco.

Não bastasse isso, o treinador não poderá contar com Arthur Gomes com um edema na coxa. Além do atacante que retornou recentemente da Chapecoense, o técnico não terá Marinho em tratamento de uma fratura no pé esquerdo, Soteldo que está retornando do pré-olímpico com a Seleção da Venezuela, Lucas Veríssimo que já treina com os companheiros, em recuperação de um estiramento no colateral-medial; Felipe Aguilar com edema no joelho e o recém- contratado Madson que está em período de transição de recuperação muscular. 

Os atacantes Kaio Jorge e Dérliz também podem ficar à disposição da comissão técnica. Ambos treinaram com o grupo na terça e quarta-feira. O primeiro teve um entorse no tornozelo e o segundo, um incômodo muscular que o tirou dos relacionados diante do Guarani, na rodada passada.

O confronto entre o Peixe e o Leão do interior paulista pode marcar a estréia do jovem Reinier. O garoto que está pr.stes a completar 17 anos, foi relacionado e é uma das opções de ataque.

A escalação oficial do time sairá apenas uma hora antes do duelo de logo mais.

Jorge Andrade - Gerente da Base Santista
DEBANDADA EVITADA

Após desembarcar no clube no fim do ano passado, o gerente da base Jorge Andrade, observou que aproximadamente 100 atletas estavam sem contrato de formação (acordo celebrado entre atleta e clube quando o jovem tem de 14 aos 18 anos e antecede ao contrato de jogador profissional). 

Os jogadores com mais de 14 anos que não tem esse vínculo com a instituição, estão sujeitos a receberem convites de outra agremiação e podiam deixar o clube sem que o alvinegro tivesse algum direito sobre os mesmos.

Apenas dois atletas, o clube não conseguiu com que os jovens assinassem e com isso, estão de saída: O meia Bernardo e o volante Paulo Júnior. 

Segundo o site UOL, Bernardo está com destinado ao São Paulo e Paulo Júnior vai para as Minas Gerais, defender o Atlético Mineiro. Ambos atuaram pelo futsal santista e no campo pela categoria sub-15, em 2019.

Eu, particularmente, classifico o saldo como positivo, pois, um número maior de jogadores, em razão de um descuido ou inabilidade dos antecessores do atual gerente das categorias amadoras, poderiam deixar o Peixe e o prejuízo podia ser bem maior.

As atitudes tomadas pelo ex-responsável das categorias de base de Internacional e Figueirense, supervisionadas pelo superintendente de futebol Willian Thomas que herdou a vaga de Paulo Autuori, profissional que trouxe a dupla (Jorge e William) para a Vila, livraram o clube de um grande prejuízo e um desgaste enorme na opinião pública.

Ainda existe uma luz no fim do túnel.  Luz que nos dá esperança de dias melhores daqui pra frente, pois, como não canso de repetir, a base sempre salva, pronto, falei (de novo). 

strutura.com.br

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by