FOTO CAPA

'CRAQUE SE FAZ EM CASA'

Publicado às 07h40 desta quarta-feira, 13 de novembro de 2019.
Se o ditado que nós alvinegros sempre pregamos que "craque se faz em casa", o time atual conta com raros casos de jogadores revelados no clube e os que foram trazidos, do exterior principalmente, foi com o dinheiro obtido na venda de Rodrygo, hoje no Real Madrid-ESP, numa inversão dos antigos valores. Algumas situações até foram bem sucedidas, outras, como o costa-riquenho Bryan Ruiz que completou neste terça-feira (12) um ano sem realizar uma única partida pelo Santos, nem tanto. O meia-atacante Bryan Ruiz assinou contrato até dezembro de 2020.

A última partida do ex-jogador do Sporting-POR de 34 anos aconteceu na 33ª rodada do Campeonato Brasileiro do ano passado, quando o Peixe foi derrotado pela Chapecoense no estádio do Pacaembu, por 1 a 0. 

Bryan Ruiz chegou como reforço do segundo semestre do ano passado. Ele atuou em 14 jogos sob a direção do técnico Cuca. Nesse período realizou duas assistência, porém, não marcou gols. 

Sob o comando de Jorge Sampaoli, jamais atuou. Chegou a ser afastado até dos treinos com os demais companheiros em razão da falta de intensidade exigida pelo comandante técnico. 

Entre salários e luvas diluídas os valores dos vencimentos ultrapassam os R$ 450 mil mensais. Ele chegou ao Peixe após o contrato com o Sporting-POR se encerrar, logo após o Mundial da Rússia. Sem nenhuma proposta do velho continente, as tratativas com o Santos que já haviam se encerrado, voltaram a acontecer e o jogador desembarcou no Brasil. 

Melhor jogador da Costa Rica na Copas do Mundo de 2014, não repetiu o mesmo desempenho pela seleção do seu país em 2018.

Bryan chegou a dizer que faria o destrato com o Santos para continuidade de sua carreira, algo que não aconteceu. As partes seguem conversando para um acordo. O jogador segue encostado e apenas realiza treinos com o elenco principal.


strutura.com.br

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by