FOTO CAPA

SEM DUPLA CIDADANIA, ZAGUEIRO ESPERA FECHAMENTO DE JANELA PARA DEFINIR SEU FUTURO

Publicado äs 7h desta segunda-feira, 2 de setembro de 2019. 
Sem ainda ter assinado um vínculo com nenhum clube desde que deixou o Santos, no começo de abril, o jovem defensor Matheus Guedes deve finalmente definir seu futuro nos próximos dias. O jogador revelado na Vila Belmiro defendeu o Peixe, nas categorias de base, por cinco anos e as partes não chegaram a um acordo para a renovação, no fim do seu contrato no primeiro semestre. 

Os italianos da Roma tem um acerto encaminhado com o atleta, porém, como já estouraram a vaga de extra-comunitários, buscam um time para que possam emprestar o zagueiro, até ele desembarcar em definitivo no clube da capital italiana.

Apesar de a janela na Europa se encerrar neste 2 de setembro, Matheus Guedes não tem esse problema, já que a mesma serve apenas para os jogadores que tem contrato em vigência com outra agremiação, caso em que o defensor não se encontra, já que seu vínculo com o Peixe, se encerrou em 31 de março deste ano.

O Blog do ADEMIR QUINTINO apurou que a Roma-ITA e o staff do atleta, tem um acerto verbal há algum tempo encaminhado, porém, como o zagueiro de 1,95m não tem dupla cidadania, ficou decidido que ele não disputará o Cálcio - serie A do futebol italiano, pelo clube que vai ficar com seus direitos econômicos, pois as vagas para os estrangeiros, estão completas no time principal.

Não bastasse isso, a odisseia de Matheus Guedes, conforme relatado inclusive em um dos principais periódicos da Itália - Corriere Dello Sport, "sobrevive" à revolução de três diretores de esportes da equipe, nos últimos meses: Petrachi, o atual homem forte do futebol do clube, Monchi que retornou ao Sevilha-ESP, conforme disse-nos o Executivo de futebol santista - Renato, em entrevista exclusiva ao canal no Youtube 'Pronto,eu falei' e Massara, o último que deixou a equipe italiana. As constantes mudanças na direção do time romano, atrapalharam bastante a negociação que teve alterações significativas com cada um dos responsáveis pelo futebol do clube.

Matheus Guedes é de 1999. Ele completará 20 anos. 
Enquanto não assina seu acordo com o ex-clube do Rei de Roma - Falcão e do último capitão campeão mundial com a Seleção Brasileira - Cafu, Matheus Guedes treina com um personal trainer, na cidade de Santos. 

O staff do jogador deixa claro e exige dos romanos, que o defensor seja emprestado a um clube da série A da Europa. Algumas opções foram oferecidas, mas para equipes menores do velho continente e não interessaram ao jovem jogador que espera resolver a situação, ainda nesta quinzena. 

Por fim, os representantes do zagueiro, pela primeira vez, pensam em ouvir propostas do futebol português e holandês, já que diversos clubes dos dois países , tem muito interesse no futebol do atleta há algum tempo e vêem no jogador, "perfil e perspectivas de crescimento".

Como o vínculo com o Peixe, se encerrou e não houve um novo acordo para continuidade de Matheus Guedes, na Vila famosa, o alvinegro praiano tem direito a apenas 4,5% de uma futura venda do jogador pelo mecanismo de solidariedade da FIFA, como formador do defensor.

Matheus chegou a Vila em 2012, vindo do Estado de Mato Grosso. Ele atuava como meia e foi recuado para ser defensor. Em 2018, realizou três jogos na Copa Paulista, no time B, sub-23, outros 15 jogos no estadual sub-20, além de partidas no Campeonato Brasileiro de aspirantes. Este ano fez parte da equipe que foi eliminada precocemente na Copa São Paulo de Futebol Junior. Seu primeiro contrato de profissional foi assinado em abril de 2016 e o acordo teve a duração de três anos. 

O jogador ficou como opção entre os suplentes do time profissional em diversas ocasiões nos anos de 2017 e 2018, com os técnicos Elano e Jair Ventura, porém, não chegou a a entrar nas partidas e realizar sua estréia na equipe principal.


strutura.com.br


 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by