FOTO CAPA

MELHOR DIÁLOGO INTERNO

Publicado às 15h28 desta sexta-feira, 15 de agosto de 2019.
Após mais de um ano, o departamento de futebol do Santos está novamente restabelecido com as pessoas em suas devidas funções. Desde os pedidos de demissões apresentados por William Machado, em julho do ano passado e Ricardo Gomes, em setembro do mesmo ano, que o alvinegro não tinha no exercício das funções, o diretor ou superintendente e gerente, cargos ocupados atualmente por Renato e Paulo Autuori, respectivamente.

O primeiro foi contratado há poucas semanas. Ele chegou para ser entre outras coisas, o 'bombeiro' entre a direção e a comissão técnica. É nítido que o técnico Jorge Sampaoli e o presidente José Carlos Peres tem conflitos e isso foi exposto na entrevista que o treinador concedeu há poucos dias e disparou com afirmações de que a gestão ignorou uma reposição para o meio-campista Jean Lucas vendido ao Lyon-FRA e da chegada de três reforços (Pará, Lucas Venuto e Luan Peres) que foram indicados pelo comandante, porém, no começo do ano, e não agora. O episódio deixou exposto que existe um grande problema de comunicação entre as partes, num momento em que o Santos consegue a primeira colocação do campeonato mais importante do país e já defendeu esta posição durante duas rodadas, algo que não acontecia há quase três anos.

Na saída do vestiário do Morumbi, no último sábado (10), em rápido contato com Autuori, eu demonstrei minha surpresa ao dirigente, pois, parecia que o Santos vinha de sete derrotas e não de sete triunfos seguidos, em razão do clima instalado e o semblante ainda mais sisudo de Sampaoli na coletiva além das declarações de Jean Mota. 

'Roupa suja se lava em casa', esse bordão é mais velho do que andar para frente, ainda mais no futebol. A ausência de diálogo interno gera um desconforto na 'relação'. Autuori, um cara sério, vide as declarações que deu sobre uma suposta proposta de repatriar Neymar por parte do Santos vai ter trabalho, mas tem capacidade pra ser bem sucedido na tarefa.

Renato, o gerente, reassume.
Já o ex-meia e agora gerente Renato, reassume a função após cinco meses e meio afastado. Entrevistei o ídolo para o meu programa no canal no youtube 'pronto, eu falei' e a mesma irá ao ar, no próximo dia dia 27. O ex-camisa 8 me confirmou que retomou as atividades e que vai participar no planejamento e contratações, para 2020, mas hierarquicamente, seguirá ordens e as limitações impostas pelo presidente Peres.

O mandatário santista acerta ao não mais 'centralizar' tudo em si, como já fez num passado recente, todas as decisões do futebol profissional.

Espero, de verdade, que com os 'renomados' profissionais nas suas respectivas funções, os 'extra-campos' sejam resolvidos internamente e os adversários sejam apenas os que clube enfrenta a cada rodada pelos estádios do Brasil. 

strutura.com.br

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by