FOTO CAPA

SEM CORRER RISCOS, PEIXE ESTÁ NA SEMIFINAL

Publicado à 00h00 desta quarta-feira, 27 de Março de 2019.
O Santos está em mais uma semi-final de Campeonato Paulista. O alvinegro praiano foi a Campinas e de forma estratégica e com o 'regulamento debaixo dos braços' empatou em 0 a 0 com o Red Bull Brasil. Com isso, garantiu a vaga entre os quatro melhores classificados. Como o Palmeiras goleou o Novorizontino por 5 a 0, o glorioso da baixada vai a próxima fase, como segunda melhor campanha e enfrentará provavelmente SCCP ou Ferroviária que se enfrentam nesta quarta-feira (27), em Itaquera, à partir do próximo domingo (31).

Conforme o Blog do ADEMIR QUINTINO publicou na véspera do duelo, em primeiríssima mão, Copete foi confirmado por Sampaoli como titular. O que causou surpresa é que foi na vaga de Rodrygo. O 'rayo' disse em entrevista, após o jogo, que soube que ficaria no banco de reservas, apenas uma hora e meia antes do confronto. 

Com o colombiano escalado na vaga do jovem vendido ao Real Madrid, os santistas perderam em agressividade e talento e tiveram uma marcação mais forte pelo lado esquerdo, onde o camisa 16 mais era um 'assistente de lateral' do que um atacante. O gaúcho Sasha solitariamente brigava com os defensores do time mandante, pois nem Sánchez, nem os meias e tampouco Copete, encostavam no centroavante.

No intervalo, Sampaoli recolocou Rodrygo na vaga de Copete e o ataque santista chegou algumas vezes. Em uma delas, o camisa 11 foi derrubado dentro da área e a arbitragem não marcou o pênalti, nem mesmo com o V.A.R (arbitro assistente de vídeo).

Apesar de uma bola na trave do adversário, o Santos garantiu a classificação, sem correr muitos riscos. Faltou um gol para ter a melhor campanha. Ainda assim, vai decidir como mandante a vaga a grande decisão da competição, no dia 7 de abril, muito provavelmente no Pacaembu, já que a direção do clube prepara o retorno da Vila Belmiro, para o dia 11, diante do Atlético-GO, na Copa do Brasil.

Os estrangeiros Cueva, Dérlis e Soteldo, devem ficar à disposição para o fim de semana. O venezuelano é aguardado nesta quarta-feira (27) no CT Rei Pelé. Já o peruano e Paraguaio são esperados para a próxima quinta-feira (28).

Sobre Gustavo Henrique e Sasha que deixaram o gramado com possibilidade de lesões musculares, os jogadores foram medicados e serão reavaliados na reapresentação no CT Rei Pelé.

Valeu pela classificação e pela estratégia nos jogos. O Peixe era acusado constantemente de ser 'kamikase' e expor o time e isso, pouco se viu, nesses dois jogos diante da melhor campanha da fase de classificação. Faltam quatro jogos para o título.

FICHA TÉCNICA
RED BULL BRASIL 0 X 0 SANTOS
Estádio Moisés Lucarelli, Campinas (SP)
Público e renda: pagantes: 8.621 pagantes/9.396 total/ R$ 1.547.146,00
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Cartões amarelos: Jobson, Osman, Ytalo, Ligger (RBB); Eduardo Sasha (SFC)
RED BULL BRASIL: Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Rafael Carioca (Pio, 31'/2ºT); Jobson (Everton, 24’/2ºT), Uillian Correia e Ytalo; Deivid, Roberson (Bruno Tubarão, 18’/2ºT) e Osman. Técnico: Antônio Carlos Zago
SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Aguilar, Gustavo Henrique (Luiz Felipe, 36’/1ºT) e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca, Carlos Sánchez e Jean Mota; Eduardo Sasha (Kaio Jorge, 14’/2ºT) e Copete (Rodrygo, intervalo). Técnico: Jorge Sampaoli

Sasha correu bastante e sentiu dores musculares. Jogador será reavaliado nesta quarta-feira (27).
NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS
Vanderlei: O Red Bull pouco chegou, mas quando finalizou o goleiro esteve bem colocado. - 6,5
Victor Ferraz: Sem ter a quem marcar procurou ajudar o meio e o ataque. - 6,5
Aguilar: Bem no desarme e na marcação. Em forma mostra que tem poder de recuperação. - 7,0
Gustavo Henrique: Falta de sorte do defensor santista. Deixou o gramado com uma lesão no posterior da coxa esquerda. Jogou apenas 35 minutos. - 6,0
(Luiz Felipe): Entrou bem e não comprometeu. Arroz com feijão bem temperado como diz o amigo empresário do ramo alimentício Alan Otacílio. - 6,5
Felipe Jonatan: Aos poucos vai se soltando e busca repetir as ótimas atuações pelo Ceará. Teve um pouco de dificuldade na marcação, mas Copete o ajudou na primeira etapa. - 6,5
Alison: Bem na marcação e no primeiro passe na saída de bola. - 6,5
Pituca: A regularidade de sempre do volante canhoto da Vila. Desta vez não conseguiu finalizar como na partida anterior. - 6,5
Sánchez: Desta vez não apareceu tanto aberto pela extrema direita. Ainda assim, bem participativo. - 6,5
Jean Mota: Taticamente no primeiro tempo foi quase perfeito. Teve que recuar para ajudar os volantes, já que Copete virou assistente de lateral e com isso, Sasha ficou isolado. Na segunda etapa, buscou mais a bola longa. Um dos jogadores mais importantes do time na campanha do estadual. Guardou os gols que saíram na primeira fase para a semifinal? rs Tomara que sim. - 6,5
Sasha: Teve uma chance de marcar com menos de cinco minutos. Depois, deu dó, se deslocou solitariamente no ataque durante o primeiro tempo. Correu tanto e jogou três partidas depois de muito tempo em sete dias, que saiu se queixando de dores musculares. - 6,0
(Kaio Jorge): Não conseguiu finalizar. Mas quando sai fora da área, sabe o que faz com a bola. Precisava ter tido mais minutagem durante a fase de classficação para amadurecer. - 6,0
Copete: No ataque foi inoperante. Taticamente ajudou a ala esquerda e foi participativo na marcação. Bem substituído. - 5,5
(Rodrygo): Demorou um pouco para entrar no jogo. Também quando entrou, mesmo abaixo de sua capacidade de desequilibrar, deu mais movimentação e personalidade nas criações de jogadas pelo ataque do lado esquerdo. Sofreu um pênalti não marcado pela arbitragem, mesmo com o VAR. - 6,5
Técnico: Jorge Sampaoli: Em termos de controle de jogo e conter os avanços do adversário pela esquerda da defesa, não posso dizer que o técnico foi tão mal assim, mas para a proposta ofensiva, de recursos no ataque a surpresa de Copete na vaga de Rodrygo não foi tão legal. O time foi a semifinal sem correr muitos riscos. - 6,5 

Léo foi o convidado de estréia.
PRONTO, EU FALEI. ESTRÉIA NO YOUTUBE

Por ironia do destino e uma grande coincidência, no mesmo dia em que o Peixe decidiu sua passagem a semifinal do Paulistão, realizei o lançamento do meu canal no Youtube - 'Pronto Falei Oficial'.

O convidado foi o lateral e multi-campeão pelo Santos - Léo. O ídolo santista falou da carreira, do momento que o Santos vive, porque deixou o Conselho Deliberativo e porque não sonha mais em ser presidente do clube. 

O programa que teve a duração de aproximadamente 50 minutos, pode ser visto para quem não o acompanhou no horário do lançamento. 

Quem quiser conferir basta acessar: https://www.youtube.com/watch?v=6FR0RSSWZMY&feature=youtu.be 

strutura.com.br

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by