FOTO CAPA

VAI OU NÃO VAI?

Publicado às 10h45 desta segunda-feira, 14 de janeiro de 2019.
O Flamengo e o Cruzeiro ainda sonham em poder contratar o atacante Bruno Henrique, do Santos. Mas as negociações, tanto com o rubro-negro, como com o time mineiro, deram uma 'estacionada'. O vice de futebol Marcos Braz afirma que passa pelo presidente santista José Carlos Peres, o destino do atleta. Já com o clube de Belo Horizonte, a distância do que o Peixe deseja para que foi oferecido está muito grande.

O Cruzeiro oferece 50% dos direitos econômicos de Raniel e menos de R$ 10 milhões para ter Bruno Henrique, em definitivo. O alvinegro, por sua vez, aceita o jovem atacante, mas deseja mais de R$ 20 milhões junto para entregar o seu camisa 11.

Já o Flamengo, chegou a R$ 25 milhões e mais empréstimos de dois atletas, porém, Uribe, exigência dos santistas revelado no Blog do ADEMIR QUINTINO foi vetado pelo técnico flamenguista Abel Braga que não abre mão do colombiano. O presidente santista então deseja R$ 30 milhões, primeira pedida feita, ainda no ano passado.

Após várias reuniões, o clube carioca aguarda documento escrito do Santos sobre as propostas realizadas . O time da Gávea afirma que o Peixe só deu respostas verbais e deseja saber o que falta para fechar a negociação.

Titular no amistoso deste fim de semana, na Arena de Itaquera, diante do SCCP, Bruno Henrique que tem contrato até janeiro de 2021 com o Santos, falou da possibilidade de transferência:
"Eu demonstrei que tenho potencial para jogar em qualquer clube. Isso (transferência para outro clube) eu deixo para a diretoria. Fico feliz com carinho dos torcedores (do Santos) de estar aqui vestindo esta camisa, agora é trabalhar e seguir em frente."
O técnico Jorge Sampaoli, bastante sério e autêntico em suas primeiras entrevistas no Brasil, disse que espera contar com o jogador para a sequência da temporada:
"O futebol, é um grande negócio. Muitos querem sair de onde estão por dinheiro. Bruno Henrique, como todos os outros, são tentados para ir a outro lugar e se perde um pouco a essência de sentir pelo escudo, a vontade de jogar por jogar. De desfrutar do jogo. Se tem a possibilidade de ir, depende do clube. Eu quero que ele fique, nos daria a qualidade que reclamamos que a camisa do Santos merece. A camisa do Santos não pode ser colocada por qualquer um."
Pelo que o Blog apurou, o Flamengo não pretende elevar a proposta e teria chegado no limite que pretende para ter o jogador. Com o Cruzeiro, nenhuma nova reunião está marcada até o momento.

Esta semana deve haver uma definição entre os envolvidos para que se no sábado (19), o jogador entre em campo pelo Santos na estreia do Paulista, diante da Ferroviária, não exista mas nenhuma conversa de uma possível saída e o jogador cumpra o seu contrato.

strutura.com.br




 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by