FOTO CAPA

HORA DOS MENINOS

Publicado às 02h54 desta quarta-feira, 29 de novembro de 2017.
O Santos não terá o futebol de Ricardo Oliveira, suspenso, para a última partida da temporada, diante do Avaí, no próximo domingo (3), às 17 horas, no estádio da Vila Belmiro. Além do camisa 9, que pode ter feito sua última partida com o manto santista, diante do Flamengo, já que ainda não renovou seu vínculo com o clube e pelo que o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou, interessa ao Vasco e ao Cruzeiro; o volante Alison,  que também recebeu o terceiro amarelo, na rodada passada, desfalca o time de Elano. No meio-campo, a entrada de Matheus Jesus é dada como certa. E no comando do ataque, será que não chegou a hora de um dos jovens recém-promovidos da base Rodrygo ou Yuri Alberto terem uma oportunidade como titular?

A partida não é tão amistosa para o alvinegro praiano, como alguns podem achar. Classificado para a Libertadores mas com o "caixa" em baixa, uma vitória diante dos catarinenses e um insucesso de Palmeiras e Grêmio, podem fazer com que o Peixe seja o vice-campeão brasileiro, há exemplo do ano passado. Se isto, efetivamente acontecer, o Santos "abocanha"  R$ 11,3 milhões de premiação da CBF. A diferença de prêmio do segundo para o quarto colocado são de R$ 5,7 milhões.

Além dos jovens supracitados, Kayke, que não marca um gol desde 5 de julho, ainda pelas oitavas de finais da Libertadores da América, diante do Atlético-PR é outra opção. O jogador que não vai deixar saudade nenhuma na Vila, tem seu vínculo de empréstimo se encerrando no fim deste ano e a direção já confirmou que não pretende contratá-lo em definitivo junto ao Yokohama Marinos do Japão. Por isso, repito a pergunta. Não é hora de testar um dos meninos na frente? 

Os jovens, ambos de apenas 16 anos, tiveram uma única oportunidade cada um, desde que subiram para os profissionais há algumas semanas. Rodrygo atuou quatro minutos diante do Atlético-MG, na vitória por 2 a 1 e sequer tocou na bola durante o jogo, enquanto Yuri jogou parte do segundo tempo na derrota diante do Bahia (1 a 3) há aproximadamente 15 dias.

Se Elano optar por Rodrygo, Copete que tem boa presença de área, será deslocado para a ser a referência como centroavante improvisado e o camisa 43, minha maior aposta para os próximos anos no clube, entra pela beirada de campo, provavelmente pela esquerda, lado que o consagrou nos times sub-15 e 17 sob o comando do competente Luciano Santos. Se o treinador preferir Yuri Alberto, centroavante de ofício, não se mexe em mais nenhuma posição.

Mesmo o jogo decisivo para o Avaí que luta para não cair e o Peixe que briga por uma premiação melhor, a oportunidade para um dos jovens valores demonstrar seu potencial, me parece propícia e torço muito, de verdade para que isso aconteça.

Yaya Banhoro estreou e marcou gol.
FINALISTA
Se o Peixe não conquistou nenhum título no profissional em 2017, os aspirantes venceram mais uma partida no Brasileiro da modalidade e vão realizar a decisão do primeiro Campeonato nacional da categoria, diante do Internacional, à partir deste domingo (3), em Porto Alegre, às 20h, no estádio Gigante da Beira-Rio. A classificação aconteceu nesta terça-feira (28), na Vila Belmiro, após o time de Kleiton Lima vencer novamente o São Paulo, pelas semifinais, por 2 a 0. Os gols foram de Matheus Oliveira e do estreante Yaya Banhoro, natural de Burkina Faso no continente Africano.

Os dois gols do Peixe aconteceram na segunda etapa. Na partida de ida, no estádio do Canindé, o alvinegro já havia vencido o tricolor por 2 a 1. Por ter a melhor campanha da competição, com seis vitórias em seis jogos (100%), os santistas realizarão o primeiro jogo da final no Rio Grande do Sul, neste fim de semana e decidem o título, na Vila Belmiro, no domingo seguinte, dia 10. A partida de volta ainda não tem horário definido.

Para o primeiro duelo da final, o treinador santista Kleiton Lima não contará com Diego Pituca, bom meia santista, expulso no final da partida desta terça-feira. O Peixe carimbou classificação a final do torneio com  Gabriel Gasparotto; Felipe Rodrigues, Bruno Leonardo, Rodolfo e Orinho (Marquinhos); Gregore, Diego Pituca e Matheus Oliveira (Yaya Banhoro); Diogo, Lucas Crispim e Diego Cardoso (Matheus Manguinha).

strutura.com.br

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by