FOTO CAPA

O CASO VLADIMIR HERNANDEZ

Publicado ás 10h31 desta quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017.
O meia Vladimir Hernandez chegou ao Santos, na volta dos jogadores, em janeiro, para realizar a pré-temporada de 2017 com o restante do elenco. O atleta vestiu a camisa do Peixe, foi apresentado a imprensa e logo em seguida, marcou um belo gol de bicicleta, no amistoso, diante do Kenitra, no Pacaembu, dia 28 do mês passado, Entretanto, o jogador desfalcou o Peixe nas cinco primeiras rodadas do Paulistão, em razão de problemas na sua documentação.

Pelo que o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou, Hernandez foi contratado por U$ 1,5 milhão e o acordo com o Atlético Junior de Barranquilla, seu ex-clube, previa o pagamento em três parcelas. A primeira foi realizada há mais de 20 dias pelo alvinegro. A segunda está prevista para Maio e a terceira para o fim deste ano. 

Porém, os colombianos exigem uma garantia bancária do Santos para os dois próximos pagamentos. Já o acordo, prevê que assim que o primeiro pagamento fosse feito, o TMS - documento eletrônico da transferência, fosse enviado para que o meia fosse inscrito no BID - (Boletim informativo diário) e o atleta pudesse atuar em competições com a camisa do Peixe, o que até o momento não aconteceu.

Dirigentes do Santos e do Junior Barranquilla seguem em conversas para resolver o impasse. O fim do desgastante imbróglio parece estar mais próximo para que o jogador seja inscrito no Campeonato Paulista e também esteja à disposição de Dorival Junior para a estréia do Peixe na Copa Libertadores da América, dia 9 no Peru, diante do Sporting Cristal.

Enquanto isso, Hernandez desfalcará o time mais uma vez para a rodada deste fim de semana, diante do Botafogo, na Vila Belmiro.

Caju só deve retornar no segundo semestre.
A FASE NÃO ESTÁ BOA

A Bruxa anda solta na Vila Belmiro. Recheado de desfalques em razão de contusões, o técnico Dorival Junior ganhou mais um problema. O lateral-esquerdo Caju está fora do Campeonato Paulista. O camisa 3 se lesionou durante o treino de domingo (19) e, após realizar exames na segunda (20) e terça-feira (21), foi diagnosticado o rompimento subtotal no músculo reto femoral da coxa esquerda. 

Como está inscrito no Paulistão, o departamento médico do clube preparou um dossiê com toda a documentação sobre a lesão e como será o tratamento para enviar ao departamento médico da Federação Paulista de Futebol e, poder substitui-lo na lista enviada a entidade. 

Segundo o regulamento do estadual, as substituições, só podem acontecer a partir da fase quartas de final, entretanto, há a exceção para substituição em casos de lesões graves.



 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by