FOTO CAPA

EX-JOGADORES DO PEIXE SE REENCONTRAM NO GUARUJÁ

Publicado às 15h40 desta segunda-feira, 7 de novembro de 2016.
Quem com mais de 30 anos de idade, torcedor do Santos, na época das vacas magras, nunca se imaginou em finalizar com a precisão de Paulo McLaren, ou subir como uma águia, como fazia Guga, o exterminador de Gambás, ou ainda, fintar com a beleza e a ginga de Almir, chamado de "animal" por Osmar Santos, antes de Edmundo do Palmeiras? Pois é, eles e mais outra dezena de jogadores que vestiram a camisa do Peixe, nos anos 90, estiveram reunidos neste domingo (6), no Guarujá, litoral de São Paulo e puderam matar a saudade, primeiro entre eles, já que muitos que não se viam há algum tempo e de mais de 200 pessoas que compareceram no Campo da Ponte Preta, na pérola do Atlântico.

A alegria desses reencontros é uma marca contagiante.
O Encontro de ex-jogadores do Santos F.C dos anos 90, realizado pela Associação Família 1912, foi mais do que um sucesso. Membros da organização criada em agosto deste ano com apenas 60 voluntários e já são mais de 200, comemoraram as presenças dos pontas Almir e Luizinho, os centroavantes Paulinho Mc Laren, Demetrius e Guga; os meias, Marcelo Passos, Alexandre, Carlinhos, Paulinho Kobayashi, Zé Renato, Darci e Ranielli; os zagueiros Pedro Paulo, Narciso e Marcelo Fernandes; os laterais Silva, Marcelo Veiga e Índio, além dos goleiros Marco Arroio Marola e Robson. Foram jogadores que honraram o manto santista num dos períodos mais difíceis da história do clube, e nem por isso, são menos ídolos.

Rodrigo Fidalgo, presidente da Família 1912 (o do centro).
Segundo o responsável pela Associação Família 1912 - Rodrigo Fidalgo, o grupo de colaboradores, todos sócios do Peixe, que ele comanda, não tem pretensões políticas. Apesar de todo o trabalho na logística de passagens aéreas, hospedagem, a busca de apoiadores para colaborar com as despesas, vale cada minuto para rever jogadores que marcaram época:
"Nossa pretensão é fazer com que esse pessoal se reúna pelo menos uma vez por semestre, Eu ao lado de todos que colaboram para isso, sentimo-nos honrados e com a sensação de missão cumprida. Um dos maiores objetivos da família 1912, além de elaborar propostas e um plano estratégico para o bem do clube é também, resgatar os ídolos do passado." disse o presidente Rodrigo.
Paulinho, Almir e Darci.
A partida entre os associados da família 1912 e os ídolos do passado ficou 6 a 2 para o time de preto, formado pelos ex-jogadores. Foram dois gols de Paulinho Kobayashi, além de Almir, Paulinho Mc Laren, Demetrius e um contra (Felipe). Descontaram para os anfitriões, Guilherme e o convidado Andrey Quintino, meu filho.


Andrey Quintino, meu filho, marcou um dos gols.
O que mais me encanta, particularmente, é que certamente estes reencontros, não significam apenas rever as meras biografias futebolísticas que cada um desses ex-atletas escreveram, mas sim, relembrar algumas de várias páginas, que retratam a personalidade do homem, o homem sem a bola de futebol, o homem comum com suas forças e suas fraquezas, seus defeitos e suas virtudes, suas conquistas e suas tragédias, muitas vezes, acima do ídolo. Sem contar a simpatia e a alegria que cada um deles trata os torcedores que comparecem a esses eventos. 

Já no encerramento, Paulinho Mc Laren e Almir se emocionaram ao fazer o uso da palavra. Todos, indistintamente, mesmo aqueles que jogaram menos tempo no Santos, foram unanimes em dizer que o alvinegro praiano foi o clube mais importante na vida de cada um.

Parabéns Rodrigo Fidalgo, Wesley Miranda, outro abnegado no resgate desta memória de jogadores alvinegros. Só posso agradecer o convite, pois, mesmo sem eu ter sido jogador, a oportunidade de participar ativamente destes encontros e colaborar de alguma forma, me deixa muito feliz. 

O grupo já se mexe para em fevereiro de 2017, trazer estes ex-jogadores novamente a Baixada, além de muitos outros craques do passado.

Quem não tem passado, não tem história. 


TROFÉU ACEESP 2016 - O OSCAR DA CATEGORIA

Está aberta a escolha dos melhores do ano para o Troféu ACEESP 2016. O ano passado com a colaboração de vocês, fui o vencedor nas categorias blog e repórter de rádio.

Conto com você novamente torcedor santista para estar entre os finalistas uma vez mais.

Esse ano concorro nas categorias - COLUNISTA/BLOGUEIRO e SITE. Acesse o link e vote: http://www.aceesp.org.br/site/?p=3849 

Vão pedir seu CPF e e- mail para poder votar. Não esqueça de validar o voto na mensagem que receberá no seu e-mail, após escolher seus preferidos. 

Antecipadamente, agradeço uma vez mais.

 

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by