FOTO CAPA

ELIMINADO

Publicado às 23h44 desta quarta-feira, 19 de outubro de 2016.
O Santos está eliminado da Copa do Brasil. Em uma das piores apresentações da equipe na temporada, o time da Vila Belmiro perdeu por 2 a 0 para o Internacional-RS, na Arena Beira-Rio. O adversário atuou com oito reservas. Para voltar a Libertadores após cinco anos, só restou ao alvinegro, o Campeonato Brasileiro.

Dos primeiros 45 minutos do Peixe na partida, só os cinco finais escaparam. Os primeiros 10 foram vergonhosos. Nem parecia que o time decidia uma classificação. Uma equipe lenta, sem objetividade, perdida na etapa inicial. Com nove minutos, o Santos já perdia o jogo e a pequena vantagem obtida na Vila. Para piorar, o time que passou 36 minutos atrás do marcador limitou-se a mínimos dois ataques - um chute de Lucas Lima e uma cabeçada de Ricardo Oliveira.

No segundo tempo, uma mudança de comportamento era aguardada, mas pouco foi alterado o panorama. Um time "sem sangue nos olhos". Até aceito jornadas que a equipe não tenha uma noite feliz tecnicamente, mas não igualar na vontade com adversário, é inadmissível. 
"Sempre que acontecem derrotas, é natural que você deixe de fazer alguma coisa e não faça tão bem o que vinha fazendo. Temos que assumir isso. Nós tivemos alguns minutos iniciais que nos custaram caro, os minutos que trouxemos a equipe do Inter desnecessariamente para cima e abriram o placar na bola parada" avaliou Dorival Junior, em entrevista coletiva, após a desclassificação. 
Até concordo que Dorival Junior não tinha muitas opções com qualidade no banco, mas tinha que ter mexido antes no time. A primeira alteração aconteceu apenas aos 29 minutos da etapa complementar, quando sacou o zagueiro David Braz para a entrada de Rafael Longuine. Aos 35, colocou Joel na vaga de Paulinho e aos 42 foi a vez de Rodrigão para a saída de Zeca. 

Para "coroar" a péssima apresentação, sobrou uma avenida para o time gaúcho pela lateral-esquerda da defesa santista com a saída do camisa 37 e Sasha se aproveitou, inclusive da saída precipitada de Vanderlei e sacramentou a eliminação santista.
"Não há lado positivo em desclassificação. Não queríamos isso. Queríamos ter o desgaste e as duas competições em paralelo, brigando pelo título, infelizmente isso não foi possível." finalizou o comandante alvinegro.
Foi vergonhosa a desclassificação para os reservas do Inter, que fazem um segundo semestre horrível e lutam para não cair no Campeonato Brasileiro.

A delegação santista não volta para a baixada. De Porto Alegre seguem para o interior de Santa Catarina, onde enfrentam a Chapecoense pelo Brasileirão no domingo (24), ás 19h30. Jean Mota que está com a delegação e não podia atuar na Copa do Brasil, em razão de ter jogado pelo Fortaleza-CE, deve ser a maior novidade.

Recolher os cacos, dar uma chacoalhada no grupo, pois o Peixe ainda está na zona da Libertadores no Brasileirão e se deixar escapar a vaga, como deixou o ano passado, e não voltar ao torneio continental, será desastroso para a temporada seguinte.

E para finalizar, não esqueci de dar notas aos jogadores e ao treinador. Sou passional, admito e para mim é ZERO para todos .Perder para os reservas do Colorado, que já não tem um time titular tão bom, quanto mais atuar com apenas três dos seus principais valores e os gaúchos atingirem os seus objetivos, a mim, é inadmissível!

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 2 X 0 SANTOS
Arena Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Público/renda: 15.065 pagantes / R$ 188,390.00
Cartão amarelo: Andrigo (Internacional)
Gols: Aylon, 9'/1ºT (1-0) e Eduardo Sasha, 42'/2ºT (2-0)
INTERNACIONAL: Danilo Fernandes, Eduardo (Ceará - 18'/2ºT), Ernando, Alan Costa e Geferson; Fabinho, Eduardo Henrique, Alex, Andrigo (Valdívia - 26'/2ºT) e Eduardo Sasha; Aylon (Vitinho - 31'/2ºT). Técnico: Celso Roth.
SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Luiz Felipe, David Braz (Rafael Longuine - 29'/2ºT) e Zeca (Rodrigão - 42'/2ºT); Thiago Maia, Renato e Lucas Lima; Paulinho (Joel - 35'/2ºT), Copete e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior.


Ano passado fui o vencedor nas categorias Blog e Reporter de rádio
TROFÉU ACEESP 2016 - O OSCAR DA CATEGORIA

Está aberta a escolha dos melhores do ano para o Troféu ACEESP 2016. O ano passado com a colaboração de vocês, fui o vencedor nas categorias blog e repórter de rádio.

Conto com você novamente torcedor santista para estar entre os finalistas uma vez mais.

Esse ano concorro nas categorias - COLUNISTA/BLOGUEIRO e SITE. Acesse o link e vote: http://www.aceesp.org.br/site/?p=3849 

Vão pedir seu CPF e e- mail para poder votar. Não esqueça de validar o voto na mensagem que receberá no seu e-mail, após escolher seus preferidos. 

Antecipadamente, agradeço uma vez mais.


 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by