FOTO CAPA

FALECEU LUIS ÁLVARO DE OLIVEIRA RIBEIRO

Publicado à 01h43 desta terça-feira, 16 de agosto de 2016.
Faleceu na primeira hora desta terça-feira (16), o ex-presidente do ‪‎Santos -‬ Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro. Ele estava internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. LAOR tinha 73 anos de idade e dirigiu o clube de dezembro de 2009 à maio de 2014 (já havia se licenciado do cargo em agosto de 2013). Ele estava com um tumor maligno no reto e um câncer no intestino.

O Blog do ADEMIR QUINTINO manteve contato com a assessoria do hospital que preferiu não dar maiores informações sobre a causa da morte, porém, familiares do ex-presidente confirmaram o falecimento, por volta da 1 da manhã.

Laor, como era carinhosamente chamado pelos amigos (são as iniciais do seu nome completo), foi presidente santista em duas gestões. Não cumpriu o último mandato em sua totalidade para tratar da saúde que estava muito debilitada. Foi substituído pelo vice - Odílio Rodrigues Filho, nos 19 meses restantes.

Sob seu comando, o Peixe faturou seis títulos. Tri paulista (2010, 2011 e 2012), Copa do Brasil em 2010, Recopa de 2012 e o mais importante - A Copa Libertadores de 2011.

O ex-presidente santista indubitavelmente foi um dos responsáveis direto pela retomada de vitórias do Santos, no início da década. 

Lembro-me de uma entrevista ainda no gramado do Pacaembu, após a conquista da Libertadores, em 2011, título que alvinegro não conquistava há 48 anos. Jamais esquecerei de suas palavras naquela inesquecível 22 de Junho:
"A alegria desta noite, a mais feliz da minha vida, essa energia, me transfere para o céu. Se morrer agora, morro feliz.
Carismático, culto, divertido e com excelente comunicação com os torcedores do Santos e das outras equipes, era dono de frases emblemáticas.  Saiu da mesmice. Era um apaixonado pelo time de Vila Belmiro.

Entretanto, Luis Alvaro possuía um histórico de doenças cardíacas graves. Passou por seis cateterismos e no ano passado, teve diagnosticada uma neoplasia maligna de reto alto. Depois vieram os problemas pulmonares e no aparelho digestivo.

Em novembro do ano passado, em entrevista ao Blog do ADEMIR QUINTINO, o ex-presidente disse que só em 2013 esteve internado sete vezes, sendo uma delas por 60 dias, com 30 só na UTI.
"Eu ajudei a encher de orgulho, o amor próprio da torcida. Sempre fui pioneiro, no Santos e no futebol brasileiro". disse em sua última entrevista a este espaço.
Nunca neguei minha admiração pelo ex-mandatário santista. Gostem ou não, ele está eternizado na história do clube como um dos presidentes mais vitoriosos. Laor fez acreditar que o Santos podia e pode mais. 

Descanse em paz.  À partir de agora, Luís Álvaro torcerá pelo nosso amado Santos "lá de cima". 


 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by