FOTO CAPA

FÁCIL, EXTREMAMENTE FÁCIL

Publicado às 08h05 desta quinta-feira, 29 de outubro de 2015.
O Santos está em sua segunda decisão de Copa do Brasil. A equipe de Dorival Junior precisou apenas de 23 minutos para liquidar o jogo de volta da semifinal e venceu o São Paulo por 3 a 1, na Vila Belmiro. Ricardo Oliveira (2 vezes) e Marquinhos Gabriel marcaram para o Peixe. Michel Bastos diminuiu para o tricolor. O alvinegro enfrenta o Palmeiras pela segunda vez no ano em uma decisão. As finais com dois paulistas pela primeira vez na história da competição e elas estão marcadas para os dias 25 de novembro e 2 de dezembro.

O São Paulo entrou com apenas um volante em campo - Rodrigo Caio e três atacantes - Luís Fabiano, Alan Kardec e Alexandre Pato. Era tudo que o Santos desejava para impôr uma aula de contra-ataque, velocidade e finalização. 

Com extrema facilidade Gabriel deu bela assistência para Oliveira abrir o marcador aos 11. Marquinhos Gabriel em uma obra prima, no melhor estilo "Marcelo Passos nos anos 90" ampliou aos 20 e Ricardo Oliveira aos 23, todos os gols com a participação de Lucas Lima, fizeram um Peixe arrasador e implacável que liquidaram o duelo na primeira metade da etapa inicial. Em seguida, o alvinegro tirou o pé.

O Santos chegou a final sem correr riscos, não somente contra o time do Morumbi; mas já havia sido assim com o SCCP e o Figueirense. O adversário mais difícil foi o Sport-PE, na terceira fase.

Vendo a "viola ir para o saco" e com medo de uma goleada, o técnico Doriva, aquele que muitos garantem ter sido contratado para substituir o colombiano Osório no comando do time da capital por ser "especialista em Santos" retirou Luís Fabiano do ataque e colocou o meio-campista Wesley.

No intervalo, Rogério Ceni pediu substituição após alegar que sofreu uma pancada no tornozelo direito em uma choque com Lucas Lima. Mas o ídolo são paulino, que conheceu sua última eliminação em um mata-mata na carreira, permaneceu no jogo até o fim do primeiro tempo e desceu a escadaria para o vestiário visitante, normalmente.  

A "freguesia" permanece e o torcedor vibra.
No etapa complementar, com um Santos satisfeito com o resultado construído,  sem ímpeto para aumentar a vantagem, o time visitante diminuiu o "score" com Michel Bastos. Mas não havia mais tempo para nada. 

Na soma dos resultados dos dois jogos ficou 6 a 2 para o Santos. Nos últimos 15 anos, o sansão anda monótono demais. Foi a sétima vez que o Peixe atropela o rival de forma seguida em um mata-mata.

Pra quem dizia que o time que começou a temporada em crise, ia cair pra segunda divisão, já venceu o estadual, é finalista da competição nacional e saiu do Z-4 para o G-4 no Brasileirão, não está nada mal.

Nesta quinta-feira (29), acontece o sorteio dos mandos de campo da decisão da Copa do Brasil. Antes das finais, Santos e Palmeiras já se reencontram neste domingo (1) , pelo Campeonato Brasileiro, na Vila Belmiro, às 17 horas com transmissão da Rádio Capital - 1.040 AM.

Gabriel foi importante para a classificação do Santos, já o badalado Pato...

COPA DO BRASIL
SANTOS 3 X 1 SÃO PAULO
Vila Belmiro - Santos/SP
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Público e renda: 13.932 pagantes - R$ 840.010,00
Cartões amarelos: Luis Fabiano, Matheus Reis (São Paulo)
Gols: Ricardo Oliveira, 11'/1ºT (1-0); Marquinhos Gabriel, 20'/1ºT (2-0); Ricardo Oliveira, 23'/1ºT (3-0) e Michel Bastos, 26'/2ºT (3-1)
SANTOS: Vanderlei, Daniel Guedes (Chiquinho - 27'/2ºT), David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia, Renato e Lucas Lima (Geuvânio - 12'/2ºT); Marquinhos Gabriel (Alison - 33'/2ºT), Gabriel e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior.
SÃO PAULO: Rogério Ceni (Denis - intervalo), Bruno, Lyanco, Lucão e Matheus Reis; Rodrigo Caio, Michel Bastos e Paulo Henrique Ganso; Alan Kardec (Centurión - 20'/2ºT), Alexandre Pato e Luis Fabiano (Wesley - 35'/1ºT). Técnico: Doriva.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS
Vanderlei: Uma grande defesa no primeiro tempo, quando o jogo ainda estava 0 a 0. - 6,5
Daniel Guedes: Bem no apoio, como de costume, dessa vez não deu sustos na marcação. - 6,5
(Chiquinho): Entrou com o jogo decidido. - 6,0
David Braz: Cresce muito em jogos decisivos. Antecipações perfeitas. - 7,0
Gustavo Henrique: Perfeito no jogo aéreo. Um shoe de colocação dentro da área. - 7,0
Zeca: Parou Michel Bastos, o jogador mais perigoso do meio-campo do São Paulo. Não apoiou muito, mas quando descia fez tabelas com os atacantes sem errar um passe. Em uma posição carente, hoje é um dos melhores do país, mesmo sendo destro. - 7,0
Thiago Maia: Está sempre bem posicionado. Deu chutão quando precisou. - 6,5
Renato: Sobra categoria no primeiro passe e marca sem cometer faltas. Elegante. - 7,0
Lucas Lima: Iniciou a jogada do primeiro gol ao achar Gabriel no ponto futuro. O terceiro fez quase tudo sozinho para Oliveira matar o duelo. Deu show de deslocamento e de participação no jogo. O melhor meia do país. - 8,5
(Geuvânio): Ainda sente a falta de ritmo de jogo, após 45 dias parados. Assim que recuperar a forma será importante. Com o adiamento da decisão pode recuperá-la nas próximas três semanas. - 6,0
Marquinhos Gabriel: Como bem disse o técnico Dorival Junior na coletiva, a melhor contratação que o Santos pode fazer para 2016 é a permanência do camisa 31. Tem jogado demais e divido a responsabilidade da armação com Lucas Lima. Não há palavras para descrever a beleza do seu gol - o segundo da vitória santista. - 8,0
(Alison): Depois de quase oito meses, não atuava desde 24 de fevereiro, exatamente contra o São Paulo, voltou ao time após intervenção cirúrgica. - 6,0
Gabriel: Velocidade e precisão na assistência do primeiro gol. - 7,5
Ricardo Oliveira: Matador, líder, carismático. 35 gols em 2015 pelo Santos, mais um pela Seleção Brasileira. - 9,0
Técnico: Dorival Júnior: O grande responsável pela volta do respeito e a competitividade santista. - 9,0




SANTISTA VOTA EM SANTISTA

Começou a votação para o prêmio Aceesp 2015 - votação dos melhores cronistas esportivos do estado de São Paulo.

Concorro nas categorias repórter de rádio, colunista/blogueiro e blog esportivo.

Conto com seu voto e peço para que votem nos meus companheiros de Rádio Capital - 1.040 AM e no assessor de imprensa do Santos - Vinícius Vieira.





 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by