FOTO CAPA

RASGANDO O ESTATUTO?

Publicado às 19h57 desta terça-feira, 14 de julho de 2015.
O Conselho Deliberativo do Santos se reúne nesta quinta-feira (16), no estádio da Vila Belmiro, para a apreciação dos novos quatro novos membros no Comitê de Gestão que dirige o clube. A assembleia, marcada para às 20h, promete ser quente e concorrida.

O Blog do ADEMIR QUINTINO ouviu alguns conselheiros e advogados sobre o assunto e os mesmos concordaram que existe um item da Ordem do Dia que provoca dúvidas.

Caso o membro do Comitê de Gestão renuncie, ele deve enviar sua renuncia ao presidente do Conselho Deliberativo de acordo com o artigo 67 do Estatuto Social. Acontece que dois dos quatro membros que deixaram o CG - José Renato Quaresma e Lourenço Lopes foram exonerados pelo presidente Modesto Roma e o Estatuto Social fala em substituição. Ou seja, o Conselho Deliberativo tem que aprovar a substituição e não apenas o novo membro.

Os outros dois integrantes que deixaram o CG foram demissionários - Rodrigo Marino e Jorge Corrêa da Costa.

De acordo com o paragrafo quarto do artigo 61, cabe ao Conselho aprovar esta substituição. Sendo assim, se obedecerem ao Estatuto, Quaresma e Lourenço ainda farão parte do Comitê, pois sua substituição não faz parte da Ordem do Dia.

Já o artigo 79 do ES, em seu paragrafo primeiro, no máximo até seis meses do inicio do mandato, o CG tem que enviar o planejamento estratégico que norteará os três anos de gestão (2015 à 2017).

O artigo 68, alínea "d", é motivo de impedimento do presidente, assim como não respeitar a formação e atuação do CG, que recai no mesmo item para seu impedimento.

Assim as demissões e aprovações dos novos membros que os substituem deveria fazer parte de um item da convocação e a substituição outro. O item "e" fala em aprovação de novo membro do CG. 

Neste caso, cabe ao plenário deliberar sobre o assunto. 

Os quatro substitutos no CG que terão seus nomes apreciados durante a reunião no Conselho são Luiz Antonio Ruas Capella, Andres Enrique Rueda Garcia, Antonio Carlos Cintra e Carlos Manoel da Silva.


Sócios protocolam documento e pedem saída até do vice

Nove associados do Santos assinaram em conjunto, uma petição e protocolaram a mesma na Ouvidoria do clube, endereçada ao presidente do Conselho Deliberativo -Fernando Bonavides e ao presidente do clube - Modesto Roma Jr. A petição foi enviada ao Blog do ADEMIR QUINTINO pelo associado Manuel Neto e os responsáveis afirmam não ter cunho político. 

Com base no artigo 11, letra D do Estatuto Social - São direitos dos associados representar ou recorrer ao Conselho Deliberativo, através de sua Ouvidoria sobre qualquer assunto de seu interesse ou de interesse - o documento foi entregue e acusa a atual gestão "de tamanhas balbúrdias ocorridas". Os signatários pedem a saída de funcionários de diversas áreas, inclusive a do vice-presidente eleito - César Conforti.  


Palmeiras não atende organizadas do time e dos adversários

Os ingressos para o clássico no próximo domingo (19), entre Palmeiras e Santos, na Arena do rival, já se encontram a venda. Para a torcida do Santos, o valor é de R$ 140,00 no setor cadeira gol sul (inferior), com R$ 70,00 (meia-entrada).

O Palmeiras afirma que a política do clube é não atender com cota as torcidas uniformizadas. Como a associação paulistana não pratica cota para a sua torcida, não podem atender as torcidas adversárias. Sendo assim, as uniformizadas do Santos também terão que pagar o mesmo valor e não terão local reservado no estádio. .

Apoio:
http://www.strutura.com.br

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by