FOTO CAPA

O SANTOS NEM EM SANTOS

Publicado às 20h49 deste domingo, 5 de julho de 2015.
De vexame em vexame, o Santos divide a primeira posição da zona da degola ao lado do Goiás, próximo adversário, e tem o mesmo número de pontos - 10. Desta vez, nem a Vila Belmiro, parceira das horas difíceis, conseguiu salvar o time de mais um insucesso. Neste domingo (5), para 4.942 testemunhas, o Grêmio-RS venceu por 3 a 1. 

O alvinegro esse ano no Urbano Caldeira não tinha sido derrotado e perdeu uma invencibilidade de 14 jogos no estádio. Nem nos anos 80, nos tempo das vacas magras, os times gaúchos venciam o Peixe no alçapão, entretanto, pela segunda vez na história do Brasileirão, ambos neste século, o tricolor dos pampas venceu na baixada. Como de costume, o gol santista foi de Ricardo Oliveira - artilheiro do Campeonato Brasileiro - agora com sete gols.


Com quatro minutos de partida, o alvinegro sofreu o primeiro gol. Tabela do lado esquerdo da defesa santista e Pedro Rocha abria o placar. O Peixe fazia uma partida apática, onde vivia de chutões de David Bráz para a ligação ao ataque. Mas como nada é tão ruim que não possa ficar pior, Geuvânio em um lance polêmico foi expulso. O camisa 11 tinha recebido cartão amarelo após cometer falta, foi atendido pelo departamento médico fora do gramado. Quando retornou, o jogador e os santistas alegam que o árbitro tinha autorizado. Entretanto, o juiz da partida deu cartão vermelho ao atacante. Estava selado o destino do jogo.

No segundo tempo, no mesmo minuto que levou o gol na etapa inicial, no mesmo lado esquerdo da defesa dos donos da casa, o Grêmio ampliou o placar. Desta vez com Galhardo, para manter-se a mística de ex-jogador marcar gol contra o clube. Rafael Galhardo, ainda é do Santos e está por empréstimo ao time do Sul até o fim do ano. Porém, nenhuma clausula contratual foi colocado para que não enfrentasse aquele que detém seus direitos econômicos.

Ricardo Oliveira ainda diminuiu e acendeu uma esperança a nação santista, mas há 10 minutos do fim, a "pá de cal foi alçada no caixão" com o gol de Yuri Mamute.

O presidente Modesto Roma e o vice- César Conforti, foram ao Chile acompanhar a final da Copa América e são aguardados em Santos para definir o futuro da equipe, principalmente no comando técnico. 

Marcelo Fernandes ainda está treinador, porém, o Blog ouviu de uma fonte no clube que o treinador Alexandre Gallo foi contatado. Isso não quer dizer que vai ser contratado, que fique claro.

Independente de quem possa vir, algo precisa ser feito. Ficar lembrando da conquista do Campeonato estadual ,não vai salvar o clube dessa situação vexatória. O Palmeiras venceu a Copa do Brasil no mesmo ano em que foi rebaixado - 2012. Ou as pessoas que foram eleitas legitimamente tomam providências ou a tragédia anunciada vai se consumar. Não dá para assistir passivamente tudo que está acontecendo. O time contratou 12 jogadores e só dois vem atuando.

O Santos venceu apenas uma partida das últimas nove que foi a campo. Quarta-feira (8), às 19h30, com transmissão da Rádio Capital - 1.040 AM, o Peixe tenta a primeira vitória fora de casa, no planalto central contra o Goiás. Jogo de seis pontos, pois ambos estão péssimos na competição. Geuvânio, suspenso é o maior desfalque.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 1 X 3 GRÊMIO
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Juiz: Felipe Gomes da Silva (PR)
Público/Renda: 4.942 pagantes / R$ 136.690,00
Cartões amarelos: Gabriel, Caju e David Braz (SAN); Walace (GRE)
Cartão vermelho: Geuvânio, 26'/1ºT (SAN)
GOLS: Pedro Rocha, 3'/1ºT (0-1); Galhardo, 3'/2ºT (0-2); Ricardo Oliveira, 19'/2ºT (1-2) e Yuri Mamute, 35'/2ºT (1-3)
SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Paulo Ricardo, David Braz e Caju; Lucas Otávio (Rafael Longuine, intervalo), Thiago Maia (Neto Berola, 30'/2ºT) e Lucas Lima; Geuvânio, Gabriel (Nílson, 13'/2ºT) e Ricardo Oliveira. Técnico: Marcelo Fernandes 
GRÊMIO-RS: Marcelo Grohe; Galhardo, Geromel e Rhodolfo (Erazo, 38'/2ºT); Edinho, Walace, Giuliano, Douglas (Moisés, 46'/2ºT) e Luan; Pedro Rocha (Yuri Mamute, intervalo). Técnico: Roger Machado.


NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS

Vanderlei: Que dia para voltar. Sem culpa nos gols sofridos. - 5,5
Victor Ferraz: Discreto. Joga muito mais do que atuou na tarde deste domingo. - 5,5
Paulo Ricardo: Um pouco inseguro na saída de bola. Normal para quem está debutando no profissional. - 5,0
David Braz: Não conseguiu fazer a cobertura no lance do primeiro gol e insistiu nos lançamentos para o ataque. - 5,0
Caju: É visível que a Seleção sub-20 acabou com a sua melhor condição física. Deu muito espaço no seu setor. Tem qualidade, mas precisa entrar em forma urgentemente. - 4,5
Lucas Otávio: Lutou bastante na marcação. Como é jovem pode melhorar a chegada na frente como elemento surpresa. Na base fazia muitos gols de fora da área. - 5,5
(Rafael Longuine): Não entrou bem. Jogou mais uma vez fora de sua posição. - 5,0
Thiago Maia: Um Leão. Jogador raçudo ainda iniciou a jogada do único gol santista. Cansou e foi substituído. - 6,5
(Neto Berola): Vontade em excesso, mas pouca objetividade. - 5,0
Lucas Lima: Bela assistência para o gol de Oliveira. Um oásis em meio a tanto jogador comum. - 6,5
Geuvânio: Expulso aos 28 minutos em um lance bizarro. - 4,0
Gabriel: Fora de posição. Correu e lutou bastante apenas. - 5,5
(Nílson): Voluntarioso e só. Não teve nenhuma chance de finalizar. - 5,0
Ricardo Oliveira: A bola que chegou, ele guardou. Artilheiro do time e da competição. - 6,5
Técnico: Marcelo Fernandes: Time não produziu absolutamente nada na primeira etapa, mesmo com 11 homens. Depois no segundo tempo, pouco podia fazer. - 4,5


Apoio:

http://www.strutura.com.br


 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by