FOTO CAPA

FUTEBOL PRA SAIR DO Z-4

Publicado às 23h45 deste sábado, 11 de julho de 2015.
Depois de quatro derrotas consecutivas, o Santos voltou a conquistar três pontos na reestreia de Dorival Junior no comandante técnico. O Peixe venceu e bem o Figueirense por 3 a 0. O resultado faz com que o alvinegro não durma na zona de rebaixamento, pelo menos na noite deste sábado (11). Para se manter fora do Z-4 ao final da rodada, o clube da baixada precisa de derrotas do Inter-RS e Avaí neste domingo. Os gols foram de David Braz, Lucas Lima e Gabriel.

Com desconfiança da torcida, o time santista errou muitos passes no começo da partida. Parecia que a bola queimava nos pés dos jogadores, mas aos poucos as jogadas começaram acontecer e foi na bola parada que o alvinegro abriu o marcador. Lucas Lima cobrou o escanteio no segundo pau, o goleiro Felipe, do Figueirense, sem ritmo de jogo (não atuava desde 20 de julho de 2014), perdeu o tempo da bola e Gabriel chutou na trave, no rebote, David Braz chutou com raiva e abriu o marcador. 

No inicio do segundo tempo, logo a 30 segundos, Lucas Lima aumentou o placar e Gabriel, em ótima jogada de Victor Ferraz, ainda faria o terceiro. Foi a primeira vez no Campeonato Brasileiro que o Peixe venceu por três gols de diferença.

Que Dorival Junior já deu uma cara diferente para o time? Não - absolutamente. Nem tempo ainda teve para isso. Apenas alguns detalhes, como o próprio disse na entrevista coletiva. A equipe joga no mesmo 4-2-3-1 de Oswaldo Oliveira, Enderson Moreira e Marcelo Fernandes. Mas a vitória foi fundamental para a confiança voltar gradativamente. O Santos não tem time para ser campeão, mas também não é para estar próximo da zona da degola.

No próximo domingo, da semana que vem (19), o Peixe enfrenta o Palmeiras na casa do rival. O treinador santista terá a semana inteira para treinar a equipe e espera contar com a volta de Renatinho.

O técnio Dorival Junior reestreou com o pé direito em seu retorno ao Santos.
FICHA TÉCNICA
SANTOS 3 X 0 FIGUEIRENSE
Local: Vila Belmiro - Santos (SP)
Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro (GO)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires (GO)
Público/Renda: 8.393 pagantes/ R$ 191.280,00
Cartões amarelos: Paulo Ricardo (SAN); Fabinho, Leandro Silva, Rafael Bastos, Roberto Cereceda e Yago Costa (FIG)
GOLS: David Braz, 31'/1ºT (1-0); Lucas Lima, 1'/2ºT (2-0); Gabriel, 17'/2ºT (3-0)
SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Werley, David Braz e Zeca; Paulo Ricardo (Leonardo, 38'/2ºT), Thiago Maia (Lucas Otávio, 27'/2ºT) e Lucas Lima; Geuvânio, Gabriel (Marquinhos Gabriel, 24'/2ºT) e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Junior.
FIGUEIRENSE: Felipe; Leandro Silva, Marquinhos, Bruno Alves e Roberto Cereceda (Marquinhos Pedroso, 26'/2ºT); Paulo Roberto, Fabinho, Rafael Bastos e Yago Costa (Ricardinho - Intervalo); Everaldo (Marcão, 21'/2ºT) e Thiago Santana. Técnico: Argel Fucks.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS
Vanderlei: Nenhuma defesa importante. Figueirense não o exigiu- 6,0
Victor Ferraz: Rende muito mais do lado direito. Ótima assistência para o gol de Gabriel - 7,0
Werley: Perdido em dois lances que podiam resultar em gol - 5,5
David Braz: Comandou a defesa que é a pior do Brasileiro, entretanto não sofreu gols. Ainda estava de atacante para marcar um gol - 7,0
Zeca: Sentiu a falta de ritmo de jogo. Compensou com eficiência na marcação e muita garra - 6,5
Paulo Ricardo: Afoito no começo do jogo, conseguiu se impor na frente da zaga. Melhorou durante a partida - 6,0
(Leonardo): Reestreou no fim da partida. Jogou apenas 10 minutos com os acréscimos - SEM NOTA
Thiago Maia: Voltou a jogar bem. Eficiente na marcação ainda arriscou chutes ao gol - 6,5
(Lucas Otávio): Jogou 20 minutos. Entrou para proteger a entrada da área - 6,0
Lucas Lima: Deu assistência, marcou o gol e fez o que se espera de um coordenador de jogadas com a sua categoria. Não é craque, mas é um grande jogador - 7,5
Geuvânio: Não foi o velocista habilidoso de outras oportunidades. Ajudou a recompor o meio-campo - 6,0
Gabriel: Como disse bem Dorival na coletiva, jogou pro time. Ajudou na marcação, participou de dois gols e ainda teve oportunismo para marcar o seu. Demonstrou muita aptidão física e esteve bem colocado durante o jogo - 7,5
(Marquinhos Gabriel): Se deslocou e procurou jogo pela esquerda - 6,0
Ricardo Oliveira: O artilheiro do Campeonato dessa vez não marcou. Em entrevista no final da partida disse-me que trocaria a artilharia para que o time brigasse na ponta da tabela. Guerreiro, participou do segundo gol - 6,0
Técnico: Dorival Junior: Acertou em acabar com a improvisação das laterais. Foi corajoso em trocar o homem a frente dos zagueiros. Preferiu alguém com melhor estatura. Não recuou o time por estar vencendo pelo o placar mínimo e fez Lucas Lima jogar mais próximo do gol. - 6,5



VLADIMIR NEGA INTERESSE DO CEARÁ

O Blog do ADEMIR QUINTINO apurou que o goleiro campeão paulista - Vladimir, recebeu proposta  nos últimos dias, para ir disputar a série B pelo Ceará e a direção santista não o liberou.

Quando os times entraram em campo na noite deste sábado (11), perguntei ao camisa 12 se ele confirmava a informação e o jogador limitou-se a dizer:
"Se teve, comigo não falaram nada" afirmou.
Pessoas que trabalham no clube confirmaram que houve a sondagem pelo jogador. 

Apoio:

http://www.strutura.com.br


 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by