FOTO CAPA

BELA MANHÃ DE DOMINGO

Publicado às 18h00 deste domingo, 26 de julho de 2015.
Em nova boa apresentação, o Santos venceu o Joinville-SC, por 2 a 0, com dois gols de Gabriel, na manhã deste domingo (26), na Vila Belmiro. O resultado tirou o Peixe da zona de rebaixamento, após três rodadas.

Independente da qualidade técnica do adversário, o Santos Se impôs desde o primeiro minuto e tratou de garantir o resultado logo no inicio de partida. Aos três minutos, após eficiente assistencia de Zeca, Gabriel mostrava seu cartão de visita e abria o placar. Com a Vila Belmiro praticamente cheia, quinze minutos depois do primeiro gol, para a alegria dos 12.974 pagantes, o camisa 10 marcava seu quarto gol em quatro dias e sacramentava o placar - 2 a 0.

Sem Ricardo Oliveira, suspenso e Lucas Lima que teve uma amigdalite - inflamação na garganta e virou desfalque de última hora, Gabriel roubou a cena e foi o principal jogador santista na partida, mesmo que ainda no primeiro tempo, o dono do jogo tenha sentido dores na coxa direita, após puxar um contra-ataque e deixou o gramado, aplaudido de pé pelo torcedor alvinegro. 

Sem opções para o ataque, o treinador santista resolveu na segunda etapa substituir os jogadores de frente por atletas do meio-campo e o ímpeto alvinegro diminuiu. Ainda assim, inúmeras oportunidades foram desperdiçadas pelos atletas santistas. Entretanto, o resultado já estava garantido. 

No próximo domingo (2), o Peixe vai ao Maracanã e enfrenta o Flamengo, em novo confronto direto em times que estão na parte de baixo da tabela. Para o duelo diante dos cariocas, Ricardo Oliveira e Lucas Lima devem reaparecer no time santista.

Para finalizar, o horário das 11 da manhã mostra-se que fora do Verão, é o melhor e mais aceito pelo público. Para o torcedor santista que mora na capital e outras regiões, dá condições para que os mesmos possam descer a serra e voltar em condições satisfatórias para as suas respectivas residências, quando as partidas são na Vila. 

FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 X 0 JOINVILLE
Local: Vila Belmiro, Santos (SP)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Renda/público: R$ 335.725,00 / 12.974
Cartões amarelos: Zeca, David Braz (Santos); Fabricio, Anselmo (Joinville)
Gols: Gabigo, 3'/1ºT (1-0); Gabigol, 18'/1ºT (2-0)
SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Werley, David Braz e Zeca; Paulo Ricardo, Renato e Marquinhos Gabriel; Geuvânio (Elano - 21'/2ºT), Gabigol (Marquinhos - 42'/1ºT) e Nilson (Serginho - 34'/2ºT). Técnico: Dorival Júnior.
JOINVILLE: Agenor, Arnaldo, Guti, Douglas Silva e Rogério; Naldo (Marcelo Costa - 36'/1ºT), Anselmo, Fabricio (Luiz Menezes - 20'/2ºT) e William Popp (Kempes - intervalo); Silvinho e Marion. Técnico: Adilson Baptista.


NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS

Vanderlei: Expectador de Luxo. Não fez uma defesa importante. - 6,0
Victor Ferraz: Só se mandou para o apoio na etapa complementar. Voltou a jogar bem. - 6,5
Werley: Não comprometeu. - 6,0
David Braz: Pouco trabalho. Se aventurou ir ao ataque em algumas poucas vezes - 6,5
Zeca: Depois de Gabriel, o melhor em campo. Mais uma bela assistência no primeiro gol. - 7,0
Paulo Ricardo: Protegeu bem a defesa. Errou alguns passes longos no primeiro tempo. - 6,0
Renato: Não teve a atuação estupenda da última quarta-feira. Nem precisou. - 6,0
Marquinhos Gabriel: Vai readquirindo ritmo de jogo. Boa assistência para Gabriel marcar o segundo gol. - 6,5
Geuvânio: Recompôs quando o Peixe estava sem a bola e apareceu pelos lados do campo. - 6,5
(Elano): Atuou quase que de ponta-esquerda, quando Dorival sacou os atacantes. Não tem mais velocidade para isso. - 5,5
Gabriel: Os números são irrefutáveis. Desde que Dorival assumiu são 5 gols em 4 partidas. Em duas oportunidades, marcou os dois gols. Foi um pecado ter que sair por problemas físicos. - 8,0
(Marquinhos): Perdeu ótima oportunidade de mostrar que pode ser útil. O banco de reservas do Santos mostrou mais uma vez que deixa muito a desejar. - 5,5
Nilson: É um abismo em relação a qualidade do titular Ricardo Oliveira. Mas o esforçado camisa 39 fez bem o pivô e ainda distribuiu dois chapéus. Se não foi maravilhoso, não foi tão mal. - 6,0
(Serginho): Fez uma belo lançamento em uma inversão da esquerda para a direita que Renato aproveitou. Perdeu um gol quase na pequena área, mas o assistente tinha levantado a bandeira. - 6,0
Técnico: Dorival Júnior: Apesar da fragilidade do adversário, o Santos tem postura, organização e sabe o que faz com a bola. Não tinha atacantes no banco para substituir no segundo tempo. É nítido que falta elenco ao comandante. - 6,5


ASSALTO

Na noite deste sábado (25), retornava com meus familiares da cidade de Santos para Cubatão, cidade onde resido e fui assaltado por quatro assaltantes por volta das 22h40.  Todos os bandidos estavam armados e levaram meus documentos, telefones e o carro no KM 59 da Rodovia Anchieta, sem nenhuma iluminação, na alça de acesso para o viaduto 31 de Março no Jardim Casqueiro.

Obrigado a todas as manifestações que recebi através de redes sociais. Peço apenas a compreensão durante a próxima semana, pois devo ficar ausente por aqui, até resolver todos os problemas. 

Graças a DEUS, os delinquentes não atiraram em ninguém.

Ainda meio atordoado com tudo que aconteceu, fui a Vila Belmiro na manhã deste domingo e trabalhei na partida pela Rádio Capital - 1.040 AM.

Sensação de alívio por eu e familiares estarmos vivos e ao mesmo tempo sinto revolta, frustração, impotência com a falta de segurança em que convivemos diariamente em nosso país.

Apoio: 

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by