FOTO CAPA

NÃO CONSEGUE VENCER FORA

Publicado à 01h15 desta quinta-feira, 21 de Maio de 2015.
O Santos perdeu pela terceira vez na temporada, a primeira na Copa do Brasil. O alvinegro praiano perdeu por 2 a 1 para o Sport-PE, no jogo de ida, da terceira fase, em partida realizada na Ilha do Retiro. Com o resultado e o gol feito fora de casa, o Peixe necessita vencer por 1 a 0, no jogo de volta em Vila Belmiro, para permanecer na competição nacional. Caso seja eliminado, o Glorioso vai disputar a Copa Sul-Americana.

O time de Marcelo Fernandes não realizou um bom futebol. Perdeu uma boa oportunidade no primeiro minuto com Ricardo Oliveira, levou um gol no primeiro ataque do time de casa, mas teve forças para empatar o jogo, na única jogada lúcida do ótimo e fundamental para a equipe, dentro e fora de campo - Robinho. O Rei das pedaladas deixou Lucas Lima na cara de gol e o camisa 20 empatou o jogo.

Na segunda etapa, o técnico santista sacou Valencia e colocou Elano. Segundo o treinador durante a entrevista coletiva, a intenção era ter a maior posse de bola. Entretanto, quando o time da Vila estava um pouco superior, tomou o segundo gol e em seguida  não teve poder de reação e se entregou ao adversário. 

O que preocupa é que o Santos com adversários de um quilate um pouco maior, não consegue vencer jogos fora do estádio Urbano Caldeira. Mesmo na conquista vitoriosa do estadual, os principais jogos fora da Vila, o time não trouxe os três pontos. Foi assim contra a Ponte Preta, SCCP, Palmeiras ( na decisão) e em seguida contra Avaí pelo Brasileirão e agora, o Sport-PE.

Como não existe nada tão ruim que não posso ficar pior, o meia Lucas Lima recebeu o terceiro cartão amarelo e não poderá enfrentar os pernambucanos na partida de volta, no estádio de Vila Belmiro.

No Domingo (24), no interior de Santa Catarina, o Peixe volta a campo e enfrenta o Chapecoense. O zagueiro Gustavo Henrique que cumpriu suspensão após a expulsão contra o Avaí, fica a disposição de Marcelo Fernandes.


SPORT-PE 2 X 1 SANTOS
Ilha do Retiro, Recife (PE)
Árbitro: Claudio Francisco de Lima e Silva (SE)
Público/Renda: 6.443 pagantes/ R$ 80.295,00
Cartões amarelos: Joelinton, Mike e Wendel (SPO); Lucas Lima, Ricardo Oliveira e Robinho (SAN).
GOLS: Régis, 3'/1ºT (1-0), Lucas Lima, 21'/1ºT (1-1), Renê, 28'/2ºT (2-1).
SPORT-PE: Danilo Fernandes; Vítor, Ewerton Pascoa, Durval e Renê; Rithely, Wendel, Neto (Danilo, 30'/2ºT) e Régis (Willian, 30'/2ºT); Mike e Joelinton (Ítalo, 38'/2ºT). Técnico: Eduardo Baptista.
SANTOS: Vladimir, Victor Ferraz, Werley, David Braz e Chiquinho; Valencia (Elano, 11'/2ºT), Renato e Lucas Lima; Geuvânio (Lucas Crispim, 38'/2ºT), Robinho (Gabriel, 31'/2ºT) e Ricardo Oliveira. Técnico: Marcelo Fernandes.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS
Vladimir: Sem culpa nos gols sofridos. - 5,5
Victor Ferraz: Não apoiou como de costume. No segundo gol, não estava na lateral pois não conseguoiu voltar a tempo - 5,5
Werley: Entrou com o pé mole na dividida e levou no meio das pernas do bom camisa 10 - Régis - 4,5
David Braz: Vinha bem no jogo e teve que sair na cobertura da lateral-direita e foi driblado - 5,0
Chiquinho: Sabe cruzar, provou isso contra o SCCP e São Paulo durante o estadual, com ótimas assistências, mas não acertou uma vez esse fundamento contra os pernambucanos. - 5,0
Valencia: Deu espaços na marcação e ainda errou uma dezena de passes. Em um deles foi rídiculo, durante o primeiro tempo. Há menos de cinco metros mandou a bola para a lateral. - 4,5
(Elano): Segundo o treinador, com ele em campo, o Peixe ia ter mais posse de bola. Até teve, mas o camisa 22 também não consguiu parar a construção da jogada do segundo gol adversário. - 5,5
Renato: Junto com Valencia, deixou espaços na marcação. Joga muito mais do que apresentou. - 5,0
Lucas Lima: O único que jogou bola no alvinegro. Injustamente nunca foi convocado para a Seleção Brasileira. Foi dele o único gol do Santos no jogo - 7,5
Geuvânio: Ganhou apenas uma jogada individual quando foi contido após sofrer falta. Pela habilidade e velocidade que tem, poderia ter jogado melhor - 5,5
(Lucas Crispim): Injusto das uma nota ao atacante. Atuou apenas 10 minutos, somando os acréscimos. - SEM NOTA
Robinho: Ótima assistência no gol de Lucas Lima. O "pedalada" estava apagado até então. No segundo tempo, também não foi bem. - 6,0
(Gabriel): Jogou 15 minutos no total. - SEM NOTA
Ricardo Oliveira: Perdeu um gol no começo do jogo que normalmente não costuma perder. Ficou preso na marcação. - 5,0
Técnico: Marcelo Fernandes: Terceiro jogo com a revelação do Campeonato - Rafael Longuine, no banco, porém, o treinador campeão paulista preferiu não testar o jogador. Preferiu a posse de bola com Elano do que a segurança da marcação de Lucas Otávio na substituição de Valencia. As duas últimas substituições foram nos 15 minutos finais. - 5,0


ROBINHO DESABAFA

Na saída do gramado da Ilha do Retiro, o craque Robinho deu declarações fortes contra a "central de boataria" que tomou conta sobre o seu futuro.
"Eu espero continuar no Santos. Muitos falam que eu vou me apresentar em clube A, B ou C. O que existe é uma pequena minoria de jornalistas irresponsáveis falando coisas que não são verdadeiras" disparou o rei das Pedaladas que vai dar entrevista coletiva nesta quinta-feira (21) à tarde, no CT Rei Pelé, provavelmente para falar sobre o assunto.

O jogador tem contrato com o Peixe até o fim de junho e em seguida será dono dos seus direitos econômicos já que acertou uma rescisão amigável com o Milan-ITA.. 
 

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by