FOTO CAPA

PRECISA DE GOLEIRO?

Publicado às 18h22 desta terça-feira, 31 de março de 2015.
Sem Vanderlei, que se recupera de intervenção cirugica na face, o Santos tem no momento, três goleiros à disposição em seu elenco - Vladimir, Gabriel Gasparotto e João Paulo. O último deve ser inscrito nos próximos dias, em substituição ao camisa 1, que não poderá atuar mais na competição, entre os jogadores relacionados para o Campeonato Paulista.

O CEO - Dagoberto Santos afirmou ao microfone da Rádio Capital - 1.040 AM, no último domingo (29), que neste instante, o clube não pensa em contratar outro goleiro, porém, nos bastidores da Vila Belmiro se fala justamente o contrário, de que se Vladimir não corresponder a expectativa, o clube pode sim, ir atrás de um outro arqueiro.

Como não sou de ficar em cima do muro, penso da seguinte forma, o momento e a competição são propícias para a avaliação do goleiro Vladimir. 

Nunca fui goleiro, mas acompanho futebol há mais de duas décadas e entendo que o guarda-metas precisa muito mais de uma sequência de partidas do que um jogador de linha. O camisa 12 necessita de mais jogos para uma definição. Avaliá-lo baseado apenas em 90 minutos, pode se cometer injustiças e além disso, o clube está classficado para a fase final do estadual. Não dá mais para ele ficar no banco de mais outro goleiro, como acontece desde 2010. Ou joga ou vai ter que tentar a sorte em outra agremiação, se não atender os anseios dele e da torcida.

Quanto a Gabriel Gasparotto, que eu particularmente vejo muita qualidade, foi o responsável direto pelo título da Copa São Paulo em 2013. Levou o time a decisão ao defender diversos pênaltis em jogos que valiam classificação para a fase seguinte. Teve três convocações para a Seleção Brasileira sub-20. Só não voltou a ser convocado por Alexandre Gallo e deixa de ir por enquanto para a Olímpiada do Rio, em 2016, em razão de não estar jogando e goleiro precisa estar na ativa. 

Do time que deu a volta olímpica na segunda conquista da Copa São Paulo da história do Peixe é o único que injustamente não teve chance no time de cima, apenas ficou no banco de reservas em várias oportunidades. Também já passou da hora de ter uma chance em dois, três jogos com o time reserva. Já deu mostras significativas que tem qualidade. Não sou irresponsável para dizer que ele está pronto, absolutamente, precisa ganhar experiência, mas o dia que entrar, pode sim, repetir a história bonita que Rafael , hoje no Napoli-ITA, teve na Vila. Ganhou tudo na base. Paulista sub-20 em 2012, Copa São Paulo do ano seguinte, além da Copa Brasil da categoria do mesmo ano.

Sobre o jovem João Paulo, vai ter de esperar um pouco mais, a exemplo de Gasparotto que convive entre os relacionados, entretanto não joga há quase dois anos. Gabriel tem 22 anos, João tem 19.  O terceiro goleiro foi campeão da Copa São Paulo em 2014 e participou do elenco santista que foi eliminado precocemente na primeira fase da mesma competição este ano. Precisa ganhar cancha com os profissionais, sentir o clima e isso já vem acontecendo, o que ajuda muito no seu amadurecimento.

Não custa lembrar que para o segundo semestre durante o Campeonato Brasileiro, que se inicia em meados de Abril, Vanderlei vai estar a disposição, segundo previsão do própio departamento médico do clube e uma outra contratação para a meta do time pode impedir o crescimento de um dos jovens que desejam ter sua oportunidade. 

O Santos já revelou bastante jogadores de defesa, meio-campo e ataque e pode ser uma referência no gol, desde que se dê chances a aqueles que demonstraram na base que podem brilhar no time de cima.


Reforços sub-20

O Santos contratou por empréstimo para o time sub-20, o lateral-direito Rafael Compri e o volante Cainã Dias, que atuavam no São Carlos.

O vínculo vai até março de 2017.

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by