FOTO CAPA

DAMIÃO TEM LIMINAR NEGADA E PAGARÁ MULTA POR "MÁ FÉ"

Publicado às 23h27 desta terça-feira, 20 de novembro de 2015.
O centroavante Leandro Damião que foi emprestado ao Cruzeiro, teve negado nesta terça-feira (20) pela 4ª vara do Trabalho da cidade de Santos, liminar para rescindir seu contrato de forma unilateral com o Santos. Ele também quer uma indenização milionária do clube de Vila Belmiro, em razão de atrasos de salários, décimo-terceiro e fundo de garantia.

Quem indeferiu e assina o despacho é o juiz Ítalo Menezes de Castro. Além da liminar, ele também negou o benefício de justiça gratuita, o pedido de que o processo tramitasse sob segredo de Justiça e condenou o centroavante a pagar multa de 1% sobre a causa ( R$ 500 mil) e em 20% para o clube por “litigância de má fé” do atleta que orientado por seus advogados, anexou ao processo uma declaração de pobreza, o que para alguns "causídicos" é uma prática comum, porém:
"...o atleta chega a pretender ofender a dignidade e a envergadura da Justiça do Trabalho, intentando “pedalar” e “driblar” a seriedade com que o direito é aplicado por essa Especializada". versa o despacho do juíz que tem seis páginas. 
Com a negativa da liminar, o jogador terá de aguardar até 30 de março, data da audiência que julgará o mérito.

Damião estreou pelo Cruzeiro no último fim de semana, na derrota do time mineiro por 1 a 0 para o Londrina. Ele está emprestado pelo Peixe até o fim da temporada.

Além de Damião; Mena, Arouca e Aranha também entraram na justiça contra o Santos, pelas mesmas razões. Por enquanto, apenas o lateral chileno obteve sucesso e conseguiu uma liminar para assinar com qualquer outro clube. 

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by