FOTO CAPA

TORÇO PELO BRASIL, NÃO PELA SELEÇÃO

Postado às 11h16 desta terça-feira, 17 de Junho de 2014.
Sou Brasileiro, mas não torço pela Seleção. É isso mesmo que você leu. E talvez alguns me entendam. E explico por que? E para aqueles que não gostaram, desculpas, mas sou o dono da minha verdade, que não precisa ser igual a verdade e aos gostos de todos, até porquê nem todos gostam de brócolis, por exemplo.

Não é novidade pra ninguém que apesar de eu ser formado em Jornalismo, ser radialista e ter um Blog, sou um apaixonado pelo Santos Futebol Clube. 

Dito isso, também não é nenhum surpresa que a CBF já fez inúmeras armações para prejudicar um dos maiores amores da minha vida, o clube que eu torço.

Quer alguns exemplos, então vamos lá: 
Em 1995, um dos comentaristas de arbitragem da maior empresa de TV do país, ganhou como prêmio ao não validar um gol legal de Camanducaia e consequentemente, o título de Campeão Brasileiro ao Santos, melhor time da competição, o posto de árbitro brasileiro na Copa seguinte na França em 1998.

Quer mais? 
Copa das Confederações em 2005 e o hoje coordenador técnico da Seleção canarinho, Sr. Carlos Alberto Parreira, convocou Robinho, Léo, sem necessidade, pois somente o primeiro jogava com regularidade e o Peixe deixou de vencer a Libertadores, pois não tinha reservas a altura e foi eliminado precocemente para o Atlético Paranaense (4as. final) que perderia para o São Paulo, na decisão. 

Sem desmerecer a conquista do time do Morumbi, o Santos tinha uma equipe infinitamente superior e se não fosse esse infeliz, ganharia.

Você acha que acabou? Não.
2012- O atual técnico do SCCP, que era treinador da Seleção Brasileira, promete ao chefe da delegação do escrete canarinho nos EUA (era o ex-presidente santista Luís Álvaro) que não vai convocar Neymar para alguns amistosos, e não cumpre com sua palavra. Enquanto isso, não convocou um jogador do então Campeão Brasileiro, o time da Arena de São Paulo e o melhor jogador santista é chamado propositadamente para jogos caça-niqueis e chega extenuado para a primeira semifinal da competição continental na Vila Belmiro e pouco produz. Contra quem era o duelo? O time do então diretor de Seleções, o mesmo que administra a Arena que foi construída por condições políticas e com o dinheiro do contribuinte, que dizem serão pagos ao BNDES (Você acredita que será pago? eu não)- o ex-presidente do SCCP e candidato a deputado federal - André Sanchez.

Que fique claro, notem que em nenhum momento falei que não torcia pelo Brasil. Aí existe uma diferença, talvez sutil, mas existe. Ela está lá. Basta você querer enxergar. 

Também não disse que torço contra a Seleção Brasileira de Futebol, eu apenas assisto.

A única exceção, e mesmo com todos os problemas que envolveram a sua saída do Santos, eu torço sim, unicamente por um só jogador, pelo simples fato dele ter sido o responsável pelas maiores alegrias que eu e meu único filho tivemos como torcedor - Eu me refiro a Neymar Jr.

Dito isso, não quero convencer ninguém a fazer como eu, não quero tirar a empolgação do fã da Seleção Brasileira, mas eu, particularmente, torço de forma "enlouquecedora" e até com críticas de muita gente da minha profissão é pro Santos Futebol Clube. 

Também não é menos verdade de que quando estou a trabalho, tenho discernimento suficiente de separar a paixão da profissão.

Antes que eu me esqueça - Que alguns dos personagens citados não estão mais na Seleção é fato, mas e daí, o estrago já foi feito!

                                         http://www.strutura.com.br
 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by