FOTO CAPA

PROPOSTA POR 50% DE CÍCERO

Publicada às, desta segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014
Artilheiro do Santos na temporada passada, com 24 gols e figura indispensável do técnico Oswaldo de Oliveira, o meio-campista Cícero condicionou sua permanência no Peixe a uma valorização por parte da diretoria santista. Pois bem, o Blog do ADEMIR QUINTINO apurou que os dirigentes do clube estudam oferecer ao empresário do atleta uma proposta de 1,5 milhão de euros ( R$ 4,9 milhões) para comprar 50% dos seus direitos econômicos, além de um aumento salarial.

Apesar de estar com 29 anos, o empresário do jogador garante ter propostas de outros clubes do Brasil e do exterior. A janela europeia se fechou no último dia 31, mas alguns mercados chamados emergentes (Ásia e Mundo Árabe) ainda podem contratar jogadores de fora de seus países.

Hoje, o camisa 8 emprestado pelo Tombense (MG), clube do empresário Eduardo Uram, recebe R$ 350 mil mensais e a proposta dos dirigentes santistas será o remanejamento para R$ 400 mil. Cícero tem contrato de empréstimo com o alvinegro até o fim do ano.

Das cinco partidas do Santos na temporada, Cícero participou de três (Ituano, SCCP e Botafogo-SP) e marcou dois gols. 

Proposta

O grupo político "Associação Eu Sou Santos" (ESS) publicou em sua página na internet, uma proposta para o Peixe descentralizar algumas partidas em que for mandante no Campeonato Brasileiro de 2014, que se inicia em Maio.
"Pretendemos estimular a reflexão dos santistas e propor uma distribuição para os mandos de jogos do Santos, independente de critérios técnicos: 10 jogos na Vila Belmiro, sete jogos no Pacaembu com no máximo um jogo por mês, e mais dois jogos fora do eixo Santos/São Paulo para privilegiar também cidades como Maringá, Londrina, São José do Rio Preto, Campo Grande, Brasília e Cuiabá que tem grande concentração de torcedores do clube" afirmou Ricardo Agostinho, um dos coordenadores da Associação. 
Para os membros do grupo político, essa distribuição faria com que o Santos aumentasse a sua média de público como mandante e daria atenção a santistas de várias regiõesNos últimos nove anos, mesmo com a "Era Neymar", o alvinegro da Vila ocupou péssimas colocações no ranking de público pagante, alternando entre 16º e 17º lugar e uma média de aproximadamente 8 mil pessoas.



 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by