FOTO CAPA

COINCIDÊNCIA OU DESTINO?

Postado às 17h45 deste sábado, 21 de dezembro de 2013
Segundo alguns setoristas que cobrem o dia a dia do São Paulo informam, o clube deseja as contratações do chileno Vargas e do meia Diego, atualmente no futebol alemão. Coincidência ou não, ambos pretendidos pelo Santos.

Que o tricolor tem todo o direito de procurar o jogador que quiser é fato, mas que grande coincidência querer os mesmos atletas que por uma razão ou outra, negociam para reforçar o Peixe; ou no mínimo (e eu enxergo dessa forma) querem atrapalhar, inflacionar e colocar obstáculos para o adversário não se reforçar.

Nem mesmo o fato do meia Diego, quando vestia o manto santista, ter pisado no escudo são paulino, no estádio do Morumbi  é lembrado nessas horas.

E essa obsessão por jogadores que são ou interessam ao Santos, já vem de longa data. Ou os torcedores não se recordam que os dirigentes do clube do Morumbi enviaram um emissário para Manchester (ING) pra impedir que Robinho voltasse ao Santos em 2010?

Recentemente, o treinador Muricy Ramalho tentou convencer Claudinei Oliveira, treinador campeão da Taça São Paulo de 2013 com o Santos, a tomar conta do CT de Cotia e não conseguiu. Centro de Treinamento este, cantado em verso e prosa pela soberba dos dirigentes tricolores, como uma coisa do outro mundo, mas que ultimamente não revela quase ninguém.

Segundo o dicionário, inveja significa "o desejo violento de possuir o bem alheio"

Além disso, com raras exceções, quase todos os atletas que não dão certo ou vivem mal momento no rival e vem jogar posteriormente na Vila Belmiro, acabam desencantando. Querem alguns exemplos? Nelsinho (Batista) e Gilberto Sorriso nos anos 70; Serginho Chulapa, Zé Sergio e Humberto nos anos 80; Marcos Adriano, Jamelli e Macedo nos anos 90, Ricardinho (campeão brasileiro em 2004); além de Arouca e Cicero entre os mais recentes.

Para finalizar meu texto, aproveito para relembrar do dicionário novamente e vejo que o significado da palavra mágoa representa um sentimento de desgosto, pesar, sensação de amargura, tristeza, ressentimento. É um descontentamento que, embora frequentemente brando, pode deixar resquícios que podem durar um bom tempo. Por vezes é possível percebê-lo no semblante, nas palavras e nos gestos de uma pessoa.

Não sou o dono da verdade e nem tenho essa pretensão, mas na minha opinião qualquer semelhança de inveja e amargura entre o rival da Zona da Sul da capital paulistana e o alvinegro de Vila Belmiro não é mera coincidência.

                                              http://www.ademirquintino.com.br

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by