FOTO CAPA

SEM DECEPCIONAR

Postado às 09h03 deste domingo, 20 de outubro de 2013
O Santos se aproveitou da fragilidade e a qualidade técnica sofrível do Náutico e ao contrário do que aconteceu há menos de um mês na Vila Belmiro,quando contra o mesmo adversário perdeu dois pontos, dessa vez emplacou uma goleada impiedosa de 5 a 1 sobre o adversário na Arena Pernambuco. 

Foi a maior goleada do Peixe no ano e a equipe de Claudinei Oliveira pulou para 43 pontos na classificação e usa a calculadora e "as orações" para ainda sonhar com a possibilidade de Libertadores da América para o ano que vem.

Com 40 segundos, o Peixe abriu o marcador. Thiago Ribeiro recebeu um presente do zagueiro Alisson e fuzilou contra a meta do goleiro Ricardo Berna. Daí, em diante o que se viu foi o time pernambucano desesperado, indo para frente de forma "kamikase", sem deixar ninguém na cobertura e o Peixe se aproveitou nos contra-ataques. Resultado: Em 26 minutos, já estava 4x0 com novos gols de Cícero, Everton Costa e Cicinho.

Após os quatro gols, literalmente o alvinegro tirou o pé e acomodou-se na partida. Aos cinco minutos da etapa complementar, Maikon Leite diminuiu para os pernambucanos, com um belo gol. No fim da partida, em novo contra-golpe, Cícero "fechou o caixão" e deu números finais, após receber assistência de Alan Santos: Peixe -5x1.

"Nem tudo ao céu, nem tudo a terra". A vitória foi boa, não deve se tirar os méritos da equipe santista, mas também não posso omitir que ela aconteceu muito mais em razão da qualidade ruim do adversário, do que necessariamente em função de uma apresentação de gala da equipe alvinegra (que jogou de azul).

Eliminado da Copa do Brasil, o Santos não joga no meio de semana que vem, por isso, só volta a campo no próximo domingo (27), às 16h, no clássico diante do rival SCCP, em Araraquara. Montillo e Gustavo Henrique não receberam cartão amarelo (estão pendurados) e vão poder atuar.

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO 1 X 5 SANTOS
Local: Arena Pernambuco, Recife (PE)
Data e hora: 19/10/13, às 18h30
Árbitro: Enoque Costa Pacheco
Cartões amarelos: Martinez, Elicarlos (Náutico), Cicinho, Arouca, Edu Dracena (Santos)
GOLS: Thiago Ribeiro, 1/1°T (0x1); Cícero, 21/1ºT (0x2); Everton Costa, 24/1º T (0x3); Cicinho, 26/1º T (0x4); Maikon Leite, 5/2ºT (1x4); Cícero, 44/2ºT (1x5).
NÁUTICO: Ricardo Berna; João Filipe, Alisson (Maranhão - Intervalo), William Alves e Bruno Collaço; Elicarlos, Martinez, Tiago Real e Pena (Marcus Vinícius - Intervalo); Maikon Leite e Rogério (Hugo - 20/2ºT). Técnico: Marcelo Martelotte.
SANTOS: Aranha; Cicinho (Bruno Peres - 19/2ºT), Edu Dracena, Gustavo Henrique e Mena; Alison, Arouca (Alan Santos - 31/2ºT)  e Cícero; Everton Costa, Montillo (Renato Abreu - 13/2ºT) e Thiago Ribeiro. Técnico: Claudinei Oliveira.

NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS
Aranha: Um dos melhores goleiros do campeonato. Mesmo com a goleada fez belas defesas - 7,0
Cicinho: Bem no apoio, fez um bonito gol - 7,0
(Bruno Peres): Prendeu bem a bola e errou poucos passes - 6,5 
Edu Dracena: Orientou o posicionamento dos companheiros e se portou bem quando atacado - 6,5
Gustavo Henrique: Joga sério. Transmite confiança - 6,5
Mena: Sofreu um pouco com Maikon Leite no início do segundo tempo e não conseguiu apoiar bem - 6,0
Alison: Não teve a mesma eficiência de outros jogos. Em dois lances armou contra-ataques perigosos - 6,0 
Arouca: Do jeito que ele gosta, pegando a bola e saindo com velocidade para o ataque - 7,0
(Alan Santos): Entrou bem e deu o passe para o último gol do jogo - 6,5
Cícero: Dois bonitos gols de fora da área - 7,5
Everton Costa: Aproveitou-se das falhas do zagueiro e do goleiro para marcar um gol - 6,0
Montillo: Ainda não está no melhor da forma física, em razão de ter voltado de contusão há pouco tempo. Abre espaço para os companheiros e tem qualidade no passe - 7,0 
(Renato Abreu): Discreto, Pouco ou nada acrescentou - 5,0 
Thiago Ribeiro: Marcou o primeiro gol e aberto pela esquerda fez boas jogadas - 6,5 
Técnico: Claudinei Oliveira: Manteve a base do time que vinha jogando e abriu Thiago Ribeiro pela esquerda para dar liberdade a Montillo. Deu certo - 6,5



 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by