FOTO CAPA

FIM DA INVENCIBILIDADE NA VILA

Postado às 23h17 deste domingo, 15 de setembro de 2013
O Santos perdeu uma invencibilidade de mais um de um ano no estádio da Vila Belmiro (29 jogos - não perdia desde 29/8/12, derrota para o Bahia- 1x3). Mesmo realizado um bom primeiro tempo, o Peixe foi derrotado pelo Botafogo/RJ em casa por 2 a 1. O time da estrela solitária não vencia o alvinegro praiano desde 2001 no estádio Urbano Caldeira. O resultado afasta cada vez mais a equipe de Claudinei Oliveira de sonhar com o G-4 e, por consequência, uma vaga na Libertadores.

Conforme o Blog do ADEMIR QUINTINO publicou com exclusividade na manhã de domingo (15), Montillo não foi relacionado e Arouca ficou no banco de reservas.

O Santos enfrentou um adversário bem montado, ajustado e não faz uma ótima campanha por acaso. Ainda assim, o Peixe finalizou algumas vezes, mas com pouca objetividade. A vitória parcial dos cariocas nos primeiros 45 minutos foi injusta.

Já na segunda etapa, o Botafogo explorou o contra-ataque e em um deles chegou ao segundo gol, novamente com Elias, que já havia marcado o primeiro. Após bela jogada de Cicinho, o Santos diminuiu com um golaço de Cícero, mas o time da Vila Belmiro não conseguia agredir a meta de Jefferson. Apesar de dois homens abertos pelas pontas, o Santos não tinha referência na grande área.

Agora só resta ao time santista buscar três pontos em novo confronto direto contra o Grêmio/RS, na próxima quarta-feira (18) às 19h30 em Porto Alegre. Montillo retorna ao time. 

FICHA TÉCNICA:
SANTOS 1X2 BOTAFOGO

Estádio: Vila Belmiro, Santos (SP)
Data/hora: 15/9/2013 - 18h30 (de Brasília)
Árbitro: André Luiz Castro (GO)
Público/renda: R$ 178.707,00/11.300 pagantes
Cartões amarelos: Cicinho, Mena, Alison (SAN); Dória, Hyuri, Gegê (BOT)
GOLS: Elias, 38'/1ºT (0-1); Elias, 11'/2ºT (0-2); Cícero, 21'/2T (1-2)
SANTOS: Aranha; Cicinho, Edu Dracena, Durval, Mena; Alison (Arouca - 24'/2ºT), Renato Abreu (Neílton - 12'/2ºT), Leandrinho (Everton Costa - 27'/2ºT), Cícero; Gabriel, Thiago Ribeiro. Técnico: Claudinei Oliveira.
BOTAFOGO: Jefferson; Edilson, Bolívar, Dória, Julio Cesar; Renato, Marcelo Mattos, Hyuri (Octávio - 26'/2ºT), Seedorf (André Bahia - 45'/2ºT), Rafael Marques; Elias (Gegê - 37'/2ºT). Técnico: Oswaldo de Oliveira.


NOTAS DOS JOGADORES DO SANTOS: 
Aranha: Não comprometeu, mas nenhuma defesa que merecesse destaque - 5,0 
Cicinho: Mesmo às vezes de forma atabalhoada, apoiou muito bem - 7,0 
Edu Dracena: Fez ótimo primeiro tempo, nem tanto na etapa complementar- 5,5 
Durval: Foi envolvido pelo lado direito do ataque botafoguense na segunda etapa - 5,0 
Mena: Tem sérias deficiência no apoio -  5,0 
Alison: Cansou no final. Foi o único que ainda segurou por algumas vezes Seedorf - 6,5 
(Arouca): Jogou apenas 20 minutos - 5,5
Renato Abreu: Só foi notado quando substituído - 5,0
(Neílton): Entrou para dar velocidade. Não conseguiu - 5,0 Leandrinho: Primeiro tempo bem abaixo. No segundo até trocou melhores passes - 5,0 
(Everton Costa): Apagado - 4,5 
Cícero: Enquanto estava de armador, jogou bem. De volante, que ele prefere, sumiu. Marcou um golaço - 7,0 
Gabriel: Bem no primeiro tempo, apagado no segundo. Será um grande jogador, mas precisa amadurecer - 6,5 
Thiago Ribeiro: Perdeu um gol na primeira etapa. Cansou no segundo tempo - 5,0
Técnico: Claudinei Oliveira: Apostou em Renato Abreu pra armar o time. Não deu certo. Também substituiu Everton Costa para melhorar o ataque, mas o jogador decepcionou - 5,5



 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by