FOTO CAPA

TRÊS ANOS DA COPA DO BRASIL


Embora a torcida santista não tenha ficado muito feliz com o passado recente do clube, é bom recordar um sucesso anterior à era Muricy no Santos para mostrar que novos ventos podem soprar na Vila Belmiro. 

No último domingo, 04 de agosto, comemora-se o aniversário de três anos do título da Copa do Brasil de 2010. Tal conquista deu a vaga à Libertadores de 2011, a qual também foi vencida pelo Peixe. 

O título veio com derrota para o Vitória em Salvador, na Bahia, pelo placar de 2 a 1. O gol santista foi marcado pelo zagueiro Edu Dracena. A escalação do Santos era a seguinte: Rafael; Pará, Edu Dracena, Durval e Alex Sandro; Arouca, Wesley e  Ganso; Neymar (Marcel), Robinho (Rodriguinho) e André (Marquinhos). O técnico era, como todos sabem, Dorival Júnior.

Mesmo com derrota, o Santos foi campeão naquela partida. Explica-se: como um jogador de poker, há de saber a hora de atacar e defender. A equipe jogou com o regulamento embaixo do braço: na primeira partida, em Santos, na Vila, a equipe venceu o Vitória por 2 a 0. Com efeito, de acordo com o regulamento da competição, o Santos foi campeão devido ao saldo de gols (o gol marcado fora de casa acabou sendo o gol preponderante na conquista do título).

Além de ter sido uma conquista importante pelo o que proporcionou (a vaga na Libertadores do ano seguinte), acabou sendo a primeira a nível nacional de Neymar – que na época começava a dar seus lances de brilhantismo. Foi a nona conquista nacional do clube, considerando Campeonato Brasileiro, Taça Brasil e Taça de Prata. Em termos de Copa do Brasil, foi a primeira conquista do clube em 11 edições disputadas, se contarmos a deste ano (1996/97/98/99/2000/2001/2002/2006/2009/2010 e 2013).

 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by