FOTO CAPA

NOVOS TEMPOS

Postado às 06h10 desta quarta-feira, 19 de Junho de 2013
O elenco do Santos já voltou aos treinamentos depois de cinco dias de folga que os atletas tiveram direito durante a pausa para a Copa das Confederações de Seleções. Desde esta terça-feira (18), o plantel alvinegro vai intensificar os treinamentos para voltar a jogar à partir do dia 7, contra o São Paulo, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro. Neste período, será comum o grupo realizar treinamentos em dois períodos, algo que há algum tempo não era visto pelos lados do CT Rei Pelé.

Segundo o departamento de comunicação do clube, o técnico Claudinei Oliveira já programou que nesta quarta-feira (19), o elenco santista treina em dois períodos no CT Rei Pelé, às 9 e 16 horas. Na quinta (20), às 16 horas, e na sexta (21) e no sábado (22), novamente em dois períodos, às 10 e 16 horas.

O lateral-esquerdo Guilherme Santos e o meio-campista João Pedro vão treinar em separado, no aguardo de proposta de outros clubes. Já o zagueiro Durval, que estava de transferência acertada para o Sport/PE, decidiu voltar atrás e vai cumprir o seu contrato com o Peixe até o fim do Campeonato Brasileiro.



Barrados no Conselho


De acordo com o regimento interno do Conselho, os nomes dos jornalistas devem ser aprovados pelos conselheiros ao início da reunião. Se fossem aprovados (algo que não aconteceu), eles seriam conduzidos posteriormente após a votação à reunião.

A reunião do Conselho Deliberativo (pelos relatos ouvidos pelo blog) foi tensa, conforme imaginava-se. Segundo um Conselheiro que conversou conosco após o término da mesma (por telefone), a maioria decidiu votar contra a presença de sócios e da imprensa, porque no contrato sobre a venda do atacante Neymar existe uma clausula de confidencialidade.

Aos Conselheiros, o vice-presidente do Santos FC, Odílio Rodrigues, afirmou que o Santos ficou apenas com €17 milhões (cerca de R$ 50 milhões) na venda de Neymar Junior,tendo que descontar os 40% que tem de ser repassados a DIS e 5% ao grupo TEISA (Terceira Estrela Investimento S/A), e que o clube ainda receberá  € 4,5 milhões de cota mínima dos amistosos contra o Barcelona (um na Espanha e outro no Brasil), caso os mesmos não venham a acontecer por problemas de calendário. 

A realização dos amistosos dependem de autorização da entidade máxima do futebol brasileiro, a CBF (para liberar a viagem no jogo na Europa e para autorizar a realização da partida em solo brasileiro).

Com os valores diferentes dos apresentados pelo clube comprador, o Conselho Fiscal do Conselho Deliberativo vai enviar correspondência a Barcelona para que os espanhóis apresentem os números, que não são os mesmos apresentados pelo Santos, na transação do atacante Neymar. 

Segundo o vice-presidente do clube catalão, o Barça desembolsou € 57 milhões (aproximadamente R$ 165 milhões) ao todo, para ter o maior jogador das Américas nos últimos dois anos.



 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by