FOTO CAPA

VILA PODE SER INTERDITADA

Postado às 19h01 desta quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

O Santos FC foi indiciado pelo Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP) pela “chuva de moedas” atiradas em seu ex-jogador, PH Ganso, durante o clássico contra o São Paulo na Vila Belmiro, no último dia 3 deste mês. O julgamento está marcado para a próxima segunda-feira (18), às 17 horas.

O atual tri-campeão paulista foi indiciado nos artigos 211 e 213, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). O primeiro item, deixar de manter o local que tenha indicado para realização do evento com infra-estrutura necessária a assegurar plena garantia e segurança para sua realização, além de um parágrafo único, que incide nas mesmas penas a entidade mandante ( no caso, o Santos) que não assegurar à delegação visitante, livre acesso ao local da competição e aos vestiários. Já o segundo, versa sobre deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir: lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento desportivo.

O clube pode ser multado em até R$ 200 mil e ainda pode ser condenado a atuar em até dez partidas longe do seu Estádio, Vila Belmiro. Se a punição do Estádio for confirmada, o Peixe terá de jogar a pelo menos 100 km de distância. 

Como o julgamento está marcado para a próxima semana, o clássico contra o Corinthians, no dia 3 de março, corre sério risco de sair do Estádio de Vila Belmiro, em caso de punição e ir para outra praça de esporte.



 

Copyright © Ademir Quintino All Rights Reserved • Design by